You are on page 1of 5

Lista de Exercícios de Concreto Armado I – II GQ

Prof. Fernando Artur Nogueira

1) Explique quais os modelos adotados pela NBR 6118/2014 para dimensionamento de armaduras
transversais. Informe as principais diferenças entre os modelos.

2) Uma viga de seção retangular de 20 cm x 70 cm, altura útil correspondente a 65 cm, foi ensaiada à
flexão simples em laboratório até atingir o Estado Limite Último. Avaliou-se, ao final do ensaio, que o
braço de alavanca z, entre a resultante de compressão no concreto Rcd e a resultante de tração na
armadura Rsd, foi de 57,5 cm. Tendo em vista que a viga só possuía armadura longitudinal de tração As
e que foi confeccionada com concreto C-40, pede-se:

(a) O valor das deformações no bordo mais comprimido e na armadura tracionada;


(b) O domínio de deformação da viga no instante da ruptura, com justificativa;
(c) Verificar se a condição de ductilidade prevista na NBR 6118/2014 foi atendida;
(d) O valor da resultante de compressão no concreto e resultante de tração na armadura;
(e) A intensidade do momento fletor de cálculo que levou a viga à ruptura;
(f) A armadura longitudinal de tração da viga correspondente à situação de ruína;
(g) O tipo de ruptura (dútil ou frágil) que a peça apresentou (justificar);
(h) Se você desejasse utilizar todo o trecho do domínio 3 permitido pela norma, em função das
condições de ductilidade previstas, qual o maior momento fletor de projeto que poderia
solicitar a viga e qual a armadura necessária nesta nova situação. Nestas condições qual seria
o novo braço de alavanca?;
(i) Se o momento fletor da letra (h) fosse aumentado em 40% e as dimensões da viga fossem
mantidas, quais serias as novas armaduras de tração e de compressão necessárias.

3) Explique o que são os domínios de deformação preconizados pela NBR 6118/2014 e informe
sua utilidade no dimensionamento de peças de concreto armado;

4) Para a viga da figura abaixo, pede-se o alojamento das barras superiores e inferiores, a
determinação do comprimento das barras da armadura positiva e negativa.
5) Para a viga contínua abaixo, pede-se o alojamento na seção transversal das barras superiores e
inferiores e a determinação do comprimento de cada barra.
6) Examinando o detalhamento da armadura principal (armadura de combate à flexão) de uma
viga, representado esquematicamente na Figura abaixo, onde todas as outras armaduras
(costelas, cisalhamento) foram omitidas, você observou que não estava indicado o
comprimento das barras N3.

Com base nos dados acima e na figura abaixo, determine o comprimento das barras N3. O diagrama
abaixo é simétrico em relação ao centro e cada faixa dele representa a força de tração absorvida por
duas barras da armadura principal. Considere concreto C-20 MPa, admita que a área de aço
calculado é igual à área efetivamente utilizada e que a viga tem base igual a 25 cm e altura de
cálculo igual a 75 cm.
7) Determinada viga de concreto armado foi dimensionada sem armadura de compressão. As
deformações de compressão no concreto comprimido e no aço tracionado valem 3,5‰ e 4,0‰,
respectivamente. Admita concreto C-40. Com base nestas informações, pede-se:

(a) O domínio de deformação da viga e o do tipo de ruptura que a peça apresenta, com
justificativa;
(b) Verificar se a condição de ductilidade prevista na NBR 6118/2003 foi atendida;
(c) Em caso de resposta negativa ao item anterior, informar qual deveria ser a
deformação do aço para que fosse atendida a recomendação de ductilidade da
norma;
(d) Admitindo que a viga tenha base igual a 15 cm e altura útil igual a 45 cm, informe
qual a área de aço necessária e qual o valor do maior momento fletor de serviço
possível de atuar na viga;
(e) Para esta condição determine também a resultante de compressão e o braço de
alavanca – z;
(f) Admita que condicionantes de projeto lhe obriguem a limitar a profundidade da linha
neutra em no máximo 9 cm abaixo na face superior da viga. Mantidas as demais
variáveis da viga, qual o procedimento que você adotaria para posicionar a linha
neutra na posição desejada. Nestas condições de dimensionamento, informe em qual
domínio de deformação a viga está sendo dimensionada, qual o tipo de ruptura que a
mesma apresentará e qual a deformação no concreto comprimido e no aço
tracionado.
.
8) Uma viga de seção retangular de 20 cm x 60 cm, altura útil (altura de projeto) correspondente a
55 cm, foi ensaiada à flexão simples em laboratório até atingir o Estado Limite Último.
Avaliou-se, ao final do ensaio, que o braço de alavanca z, entre a resultante de compressão no
concreto Rcd e a resultante de tração na armadura Rsd, deveria ser de 46,2 cm. Tendo em vista
que a viga só possuía armadura longitudinal de tração As, pede-se:

• O valor das deformações no bordo mais comprimido e na armadura tracionada;


• O domínio em que viga se encontrava no instante da ruptura;
• A intensidade do momento fletor de cálculo que levou a viga à ruptura;
• A armadura longitudinal de tração da viga correspondente à situação de ruína;
• A resultante de compressão no concreto e de tração no aço;
• O tipo de ruptura (dúctil ou frágil) que a peça apresentou (justificar).
9) Determinar os comprimentos das barras necessárias para resistir ao momento fletor solicitante
de cálculo (negativo) no apoio B da viga da figura. Detalhar a armadura utilizando barras de 16
mm. Adotar Concreto C-20, base da viga igual a 18 cm, altura de projeto igual a 60 cm e
decalagem igual à altura de projeto.

Obs.:
Escalas:
- vãos: 1 cm = 50 cm (1:50) e
- momentos: 1 cm = 20 kNm (1:20).