You are on page 1of 9

Aves – P3

 Cerca de 10,500 sp

 Estão presentes em todos os habitats exceto no subterrâneo e subaquático

 Cosmopolitas

 Principais características: Bico córneo e perna

 São endotérmicos

SISTEMA ESQUELÉTICO

- Ossos são leves e resistentes;

- Ossos pneumáticos: Cavidades pneumáticas conectadas ao sistema respiratório

- Crânio: ossos do crânio fundem-se de modo que as saturas são obliteradas

- As órbitas são muito grandes e separadas por um septo interorbital fino desloca a caixa craniana para trás

- As maxilas (inferior e superior) alongam-se e sustentam o bico córneo

COLUNA

- Vértebras:

1: Cervicais: São mais numerosas e variáveis em número. São flexíveis. Atividades concentradas na
cabeça/bico

2: Torácicas anteriores

3: Torácicas posteriores

4: Lombares Fundem-se com a cintura pélvica para formar o que é

5: Sacrais conhecido como sinsacro.

6:Caudais anteriores

7: Caudais medianas Fundem-se para formar o pigóstilo que constituí a extremidade da

8: Caudais posteriores pequena cauda;

9: Costelas achatadas: Toda elas com exceção da primeira e da ultima possuem uma projeção posterior que
se sobrepõe a costela subsequente chamado de processo uncinado.
10: Esterno: muito achatado e largo. Todos com exceção dos que não voam, possuem esterno com uma
quilha ou carena;

11: As duas clavículas são soldadas e formam a fúrcula, o osso da sorte.

MEMBROS ANTERIORES

O carpo-metacarpo um osso complexo na região do “pulso” que corresponde a mão

2º 3º e 4º metacarpais

MEMBROS POSTERIORES

- Tíbia-tarso (Fíbula parcialmente fundida à tíbia, junto com alguns elementos do tarso).

- Fíbula parcialmente fundida

- Tarso-metatarso: Elementos remanescentes do tarso fundem-se a um segundo, terceiro e quarto


metatarsais;

- Artelhos: Não se encontram mais do que quatro artelhos nas aves com exceção do avestruz que possui
dois;

SISTEMA MUSCULAR

- Tronco: pescoço bem desenvolvido devido ao uso do bico e a mobilidade do pescoço e as demais regiões
pouco desenvolvidas

- Músculos das asas:

Músculos extrínsecos: são bastante desenvolvidos em aves que voam, o grande peitoral é um músculos
depressor sua contração move a asa para baixo. Representa 1/5 do peso total e é inserido na quilha do
externo, região ventral do úmero

Músculos intrínsecos : A supracóide que move a asa para cima é um antagonista, o músculo deltoide e o
grande dorsal tem ação semelhante ao da supracóide.

Pernas: Concentração de musculatura sob o tronco

SISTEMA CIRCULATÓRIO

- Sem mistura de Sangue

- O coração possui 4 câmaras

- 4º arco branquial direito: aorta


- Sistema venoso

- 2 veias pré-cavas funcionais

- 1 veio pós-cava completa

- Possuem eritrócitos nucleados e maiores do que os dos mamíferos

SISTEMA DEGISTÓRIO

- Apensas a glândula salivar sublingual está presente

- Esôfago: existe uma porção do esôfago em forma de saco chamada papo. Não tem glândulas digestivas no
papo, destina-se para armazenagem temporária de alimento. Exceção: nos pombos existem substancias
semelhantes a glândulas que produzem o leite do pombo, substancia nutritiva que é regurgitada pelos pais
para alimentar os filhotes. A ação dessas glândulas é estimulada pela prolactina.

- Estômago:

- Porção anterior: proventrículo (parte química) secreta o sulco digestivo

- Porção posterior: moela (parte mecânica) tritura o alimento. Possui musculatura desenvolvida, membrana
grossa e trituram partículas de areia e pedras engolidas pela ave.

- Intestino delgado: Mais longo e com voluto

- 1 a 2 cecos (na junção do intestino delgado e grosso)

- Cloaca (Urina fica na cloaca)

SISTEMA RESPIRATÓRIO

- Glote

- Laringe: não produz sons porém modula os sons produzidos

- Traqueia: Comunicação a longa distância; Quando a traqueia é longa são capazes de apresentar sons de
baixa frequência

- Siringe: Órgão produtor de sons

Péssulos

Timpano Composição da Siringe

Membrana Semilunar

Músculos Siríngicos
- Pulmões

- 9 sacos aéreos: Armazenam ar

- 1 interclavicular

- 2 cervicais

- 2 torácicas anteriores

- 2 torácicas posteriores

- 2 abdominais

Funções:

- Respiração

- Reduzir o peso do corpo

- Refrigeração

- Facilita a espermatogênese

- Air Bags: absorção de impacto

- Aumentar a flutuação

SISTEMA EXCRETOR

- 2 rins metanéfricos (reabsorve água)

- Ureteres que se abre na cloaca (Urina fica na cloaca e se mistura com as fezes)

- Bexiga urinária ausente exceto nos avestruzes

- Glândula supra-orbital (em cima do olho) realiza excreção de sal em aves marinhas, aves de deserto e aves
de lagos alcalinos; evita a perca de água;

SISTEMA REPRODUTOR

- Possuem 2 testículos

- Ductos diferentes abrem-se independentes na cloaca

- Sem órgão intromitor; com exceção dos patos, cisneis e gansos;

- Possuem 1 ovário esquerdo


- 1 oviduto esquerdo ( O ovário e oviduto direito não se desenvolvem); Com glândulas que segregam
membranas em torno do ovo incluindo camadas de albumina, membrana da casca e casca calcária;

- O animal só tem 1 ovário porque tende a ter um corpo compacto e com menos peso para facilitar o
voo;

SISTEMA NERVOSO

- Lobos olfativos pequenos

- Cérebro grande: Corpo estriado bem desenvolvido

- Lobos ópticos grandes;

- Possuem 12 pares de nervos cranianos

- Cerebelo grande por necessitar de reflexo rápido

ÓRGÃOS SENSORIAIS

- Gustação: cospúsculos gustativos principalmente na faringe

- Olfação: pouco desenvolvido;

Possuem apenas 1 corneto funcional de 3 cornetos;

Possuem olfação pobre com exceção do quivi-kiwi (narinas no bico); Urubu de cabeça vermelha
(percebe carniças) e as aves marinhas;

- Visão:

Focalização: Alteração de formato do cristalino

Pente: Altamente irrigado, retina sem vasos sanguíneos; Função: Trocas gasosas e de nutrientes

Cones: Possuem gotículas de óleo colorido que filtram a luz

Insetívoros: Amarelo

Pescadores: Vermelho

As águias possuem cerca de 2 a 2,5 vezes mais de cones do que o ser humano;

- Audição: Aparelho auditivo médio


Columela

Extra Columela – Ajusta para eliminar o ruído que o vento causa durante o voo;

Músculo Columelar

- Aves de cavernas e andorinhão emitem eco-localização ( emite o som que bate em objetos e volta para
ele saber onde está o objeto)

- Corujas: Crânio assimétrico (Ajuda a caçar no escuro, a identificar de onde o som vem)

PENAS

- Depois de totalmente formadas, não possuem mais vida;

- Origem: Filogenética: Escamas / Embriológica: Papilas dérmicas

- Estrutura:

HASTE: CÁLAMO + RAQUE

RAQUE: Preenchido por medula e possui 1 vexílo de cada lado;

Tipos de penas:

- TÍPICA

- PLUMAS:

1. Neossóptile

2.Teleóptiles

- SEMIPLUMAS

- FILOPLUMAS

- CERDAS

- HIPORRAQUE

Qual a glândula que a ave passa o bico para obter óleo? GLÃNDULA URUPIGIANA. É um órgão
localizado sobre o uropígio das aves (região da cauda) que secreta uma substância oleosa utilizada como
impermeabilizante para as penas, lubrificante para o bico, de modo que não fique quebradiço, e auxilia
também na termorregulação . O espalhamento do óleo pelo corpo é feito pela própria ave, que o faz com o
bico, por isso vemos aves passando o bico em si mesmas, principalmente patos em lagoas.

Distribuição das penas:


- Aptérios

- Ptérilas

- Mancha de incubação: Região sem pena em que as fêmeas chocam os ovos;

- Rêmiges: Penas da asa;

- Coberteiras: Penas da asa que cobrem as rêmiges;

- Álula: Pena da asa que ajuda a dar equilíbrio ao voo;

- Retrizes: Pena da cauda que dirigem o voo;

COLORAÇÃO:

- A coloração das penas pode ser dada por grânulos de pigmento por difração ou reflexão da luz;

- Pigmentar:

1. Melanina: Preto, Marrom, Cinza;

2. Carotenóides: Amarelo, Laranja, Vermelho;

- Estrutural: Cor azul;

- Ambas: Cor verde, violeta;

- Mudança de cor: Alimentação e Hormônios sexual > MUDA;

Oxidação e abrasão são fatores externos;

MUDA:

- Perda ou reposição de penas;

- Muda pós-nupicial: principal pois garante a sobrevivência do animal no inverno;

- Muda pré-nupicial: Nem todas as ssp apresentam;

- Plumagem natal: Algumas espécies são inteiramente nuas ao nascer outras possuem plumas pelo corpo;
Ela é substituída pela plumagem juvenil;

- Plumagem juvenil: Maioria dos filhotes;

- Plumagem de inverno: plumagem adquirida no final do verão ou no outono e vai ate a primavera
seguinte;

- Plumagem nupicial: Primeira plumagem de reprodução;


FUNÇÃO DAS PENAS:

- Aquecimento: Manutenção da temperatura do corpo já que são endotérmicas;

- Proteção: MECÂNICA> Contra ferimentos, voo e corrida para fugir; COLORAÇÃO> mimetismo,
aposematismo; Se camuflam em gramas ou plantas; se camuflam ao substrato, se parecem com outros
animais como por exemplo a lebre; e o disruptiva quando o animal se torna menos visível quando vistas
contra a casca de arvores do que contra um fundo de uma cor só; Exemplo é o Pica-Pau;

- Flutuação: Em aves aquáticas é o auxílio para uma maior flutuação;

- Vôo: Se não fosse as penas as aves seriam incapazes de voar; Porém o corpo aerodinâmico e
proporcionalmente leve auxilia no voo. Algumas aves voam sozinhas ou em bandos;

BICOS:

- Modificação da maxila inferior e superior.

- Possuem um revestimento córneo chamado ranfoteca; Se origina de escamas;

Função: Busca de alimento, defesa, construção de ninhos e alisamento das penas;

- Possuem diferentes formatos;

PÉS:

- Típico: Etimologia do termo anisodáctilo: do grego ánisos(desigual) e dactylos(dedo), significando dedos


desiguais, referindo-se à distribuição desigual dos dedos: três para frente e apenas um para trás.

- Zigodactilo: São os chamados pés zigodáctilos, onde dois dedos – o segundo e o terceiro – são dispostos
para frente e dois – o hálux (primeiro) e o quarto – são direcionados para trás.

- Pamprodáctilo: Etimologia do termo pamprodáctilo: do grego pan(tudo), pro (para frente)


e dactylos(dedo), significando todos os dedos para frente.

- Sindactilo: Etimologia do termo sindáctilo: do grego sin(unido) e dactylos(dedo), significando dedos


unidos, referindo-se à fusão total ou parcial de alguns dedos.

PERNAS:

- Reticuladas: Recoberto por escamas numerosas e pequenas;

- Escutelado: Possuem escamas que sobrepõe uma a outra;

- Em Botas: Liso, sem nenhuma evidência de escamas;


PRESENÇA DE PALMORAS:

- Palmados: 3 dedos unidos por membranas e o hálux é separado;

- Semipalmados: 3 dedos unidos por membrana que se estende até a extremidade dos dedos;

- Totipalmados: 4 dedos unidos por membranas;