You are on page 1of 3

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ

MBA EM LOGÍSTICA EMPRESARIAL

Fichamento de Estudo de Caso

Larissa da Silva Alves

Trabalho da disciplina Logística ambiental e reversa,


Tutor: Prof. Suzane da Silva Barros

Nova Friburgo
2018
Estudo de Caso: Chá Unilever(a): revitalizando a cadeia de suprimento da
lipton

Logística ambiental e reversa.

Chá Unilever(a): revitalizando a cadeia de suprimento da lipton

Referência: Centro de Sustentabilidade Corporativa da IMD. Chá


Unilever(a):revitalizando a cadeia de suprimento da Lipton. IMD, 2011.

No ano de 2007 a Unilever era a líder mundial da indústria de chá, a Lipton era
uma de suas 12 maiores marcas, sendo líder de mercado global tanto do chá em folha
quanto do chá pronto para beber.

Porém, no ano de 2005 a marca Lipton não tinha grande expressividade no


mercado, necessitando então de um reposicionamento no mercado de chás. Neste
mesmo ano, com o objetivo de revitalizar a marca, um novo integrante da equipe se
voluntariou a realizar um exercício de impressão de marca, uma ferramenta de
planejamento desenvolvida pela Unilever.

O exercício de impressão de marca foi colocado em prática no ano seguinte, por


um grupo de executivos da marca durante quatro meses. Através dele chegaram à
conclusão que, para a revitalização da marca ocorrer, deveria haver investimento em
sustentabilidade, tema importante aos consumidores, de forma a agregar valor e ganhar
diferencial competitivo.

De forma a garantir a credibilidade em relação a sustentabilidade na marca


Lipton, a mesma resolveu optar pelo endosso de terceiros, através de um esquema de
certificação. Após seis meses de análise dos esquemas de certificação de agricultura
sustentável das organizações: Fairtrade, UTZ Certified e Rainforest Alliance Certified,
decidiram pela última por ser uma organização ágil, inteligente e promissora na Europa.

Para obter a certificação da UTZ deveriam cumprir três níveis de


sustentabilidade: proteção ambiental, bem-estar do trabalhador e gestão agrícola. E
para que a iniciativa tivesse sucesso, o trabalho com a cadeia de suprimentos e a
implantação no mercado, deveria ocorrer em sincronia. Sendo a abordagem para
implantação de mercado, focada no mercado Europeu Ocidental. Devido a oferta
limitada de chá certificado nos primeiros anos, deveriam garantir que o chá certificado
estivesse disponível no momento certo, vinda dos fornecedores corretos.

Após tornar público a conversão para chá sustentável, comunicando ativamente


seus consumidores, a Unilever tinha apenas como opção atender ás suas expectativas.

Podemos observar com o referido artigo a importância da sustentabilidade para


o mercado consumidor, além do fato de que essa sustentabilidade deve ser certificada
e ocorrer em toda a cadeia de produção para se tornar um diferencial competitivo.
Disponível em: Biblioteca da universidade.