You are on page 1of 59

1

2

sumário

APRESENTAÇÃO ......................................................................................................................................................................... 03
Plano de Ensino – 6º Ano – E.F. 09 anos ..................................................................................................................................... 07
Plano de Ensino – 7º Ano – E.F. 09 anos ..................................................................................................................................... 12
Plano de Ensino – 8º Ano – E.F. 09 anos ..................................................................................................................................... 18
Plano de Ensino – 9º Ano – E.F. 09 anos...................................................................................................................................... 23
Plano de Ensino – 1ª Série – Ensino Médio .................................................................................................................................. 29
Plano de Ensino – 2ª Série – Ensino Médio .................................................................................................................................. 38
Plano de Ensino – 3ª Série – Ensino Médio .................................................................................................................................. 45
AVALIAÇÃO .................................................................................................................................................................................. 54
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS .............................................................................................................................................. 51

3

APRESENTAÇÃO

―(...) Protege-me das incursões obrigatórias que sufocam o prazer da descoberta
e com o silêncio (intimamente sábio) das tuas palavras e dos teus gestos
ajuda-me serenamente a ler e a escrever a minha própria vida.‖

(Ademar Ferreira. In: ALVES, Rubem. A escola com que sempre sonhei
sem imaginar que pudesse existir).

―História‖ é um termo originário do idioma grego, que significa investigação. O estudo da História busca um maior
entendimento do presente, da realidade diária, por meio do conhecimento e da reflexão sobre os acontecimentos do passado,
estabelecendo relações entre o passado próximo ou distante e o momento em que vivemos.
Portanto, o objeto de estudo da História é o ser humano e sua ação ao longo do tempo, nos diferentes espaços, ou seja,
o ser humano envolvido em processo constante de mudanças e permanências, continuidades e rupturas, de experiências
individuais e coletivas, modificando e construindo seu tempo e seu espaço em um processo que é dinâmico e constante – o
processo histórico.
Dessa maneira, a investigação proposta pela História se dá em virtude do processo histórico, ou seja, o historiador
investiga o fato para compreender o processo histórico. Essa investigação é pautada em um método científico, o que caracteriza a
história enquanto ciência social.
A investigação na História se dá por meio de um conjunto de ciências auxiliares, que constituem o caráter erudito da
história.

4

―Do ponto de vista das técnicas de pesquisa, a história está em desenvolvimento constante. Desde as
primeiras investigações gregas até o uso do computador, as formas de registrar os fatos históricos e de
utilizar suas fontes vêm tendo um contínuo aperfeiçoamento‖. (BORGES, 1993).

Essas técnicas vão ajudar o historiador a reconstituir e analisar o contexto estudado, auxiliando-o a escolher os
documentos significativos, situá-los no tempo e no espaço, classificá-los quanto ao gênero e criticá-lo quanto ao grau de
credibilidade.
Dentre as ciências auxiliares da história, podemos aludir algumas principais, tais como: a cronologia (estudo da fixação
das datas), a epigrafia (estudo das inscrições), a sigilografia (estudo dos selos ou sinetes), a numismática (estudo das moedas), a
diplomática (estudo dos diplomas), a onomástica (estudo dos nomes próprios), a genealogia (estudo das linhagens familiares), a
filologia (estudo dos documentos antigos), a arqueologia (estudo dos vestígios materiais), a antropologia (estudo das relações
culturais humanas), a teologia (estudo de ―Deus‖ ou da ―Divindade‖), entre outras.
Sabemos que a história somente existe em função do homem, na sua relação com a sociedade e na sua própria
humanidade. Para referendar esta afirmação, temos Borges (1993):
―A história é a história do homem, visto como um ser social, vivendo em sociedade. É a história das
transformações humanas, desde o seu aparecimento na terra até os dias que estamos vivendo. Desde o
início, pode-se tirar uma conclusão fundamental: quer saibamos ou não, quer aceitemos ou não, somos
parte da história, e todos desempenhamos nela um papel. E temos então todos desde que nascemos,
uma ação concreta a desempenhar nela‖.

Marc Bloch, renomado historiador francês e um dos expoentes da École d’ Annales, afirma que a História é a Ciência do
Homem no tempo. Segundo ele, ―o bom Historiador se parece com o monstro do conto de fadas. Quando ele sente o cheiro da
carne humana, sabe que ali está a sua presa‖. (BLOCH, in: Apologie pour l’Historie).
Conhecida a Ciência Histórica, cumpre-nos identificar a importância da mesma como componente curricular da
Educação Básica.

5

Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino de História, o aprofundamento de estudos de diversos
grupos sociais e povos trouxe como resultado também transformações nas concepções de tempo, rompendo com a ideia de um
único tempo contínuo e evolutivo para toda a humanidade. Os estudos consideram que, no confronto entre povos, grupos e
classes, a realidade é moldada por descontinuidades políticas, por rupturas nas lutas, por momentos de permanências de
costumes ou valores, por transformações rápidas e lentas.
O conhecimento histórico, como área científica, tem influenciado o ensino, afetando os conteúdos e os métodos
tradicionais de aprendizagem. Contudo, não têm sido essas transformações as únicas a afetarem o ensino de História. As
escolhas, do que e como ensinar, são provenientes de uma série de fatores e não exclusivamente das mudanças historiográficas.
Relacionam-se com a série de transformações da sociedade, especialmente a expansão escolar para um público culturalmente
diversificado, com a intensa relação entre os estudantes com as informações difundidas pelos meios de comunicação, com as
contribuições pedagógicas — especialmente da Psicologia Social e cognitiva — e com propostas pedagógicas que defendem
trabalhos de natureza interdisciplinar.
O ensino de História possui objetivos específicos, sendo um dos mais relevantes, o que se relaciona à constituição da
noção de identidade. Assim, é primordial que o ensino de História estabeleça relações entre identidades individuais, sociais e
coletivas, entre as quais as que se constituem como nacionais.
Para a sociedade brasileira atual, a questão da identidade tem se tornado um tema de dimensões abrangentes, uma vez
que se vive um extenso processo migratório que tem desarticulado formas tradicionais de relações sociais e culturais. Nesse
processo migratório, a perda da identidade tem apresentado situações alarmantes, desestruturando relações historicamente
estabelecidas, desagregando valores cujo alcance ainda não se pode avaliar. Dentro dessa perspectiva, o ensino de História tende
a desempenhar um papel mais relevante na formação da cidadania, envolvendo a reflexão sobre a atuação do indivíduo em suas
relações pessoais com o grupo de convívio, suas afetividades e sua participação no coletivo.

certa flexibilidade. o qual funcionará como complemento/apoio aos conteúdos propostos. foi criado um blog da disciplina. como o próprio nome diz. após o período de conhecimento do grupo-classe. Este plano está estruturado através de uma tríade da dimensão do processo ensino-aprendizagem. permitindo. bem como ampliar o horizonte de pesquisa dos mesmos. atitudes e normas). Para facilitar o contato com os alunos. 6 É neste sentido que o presente plano foi desenvolvido. 18 de fevereiro de 2016. e não de um documento engessado.br. caberá ao professor. Imbituba. estando a critério do aluno a utilização dessa ferramenta. Ressaltamos que este documento.historiajms. Dessa forma. o que compreende os diferentes procedimentos diagnósticos. estudar este plano a fim de estabelecer o melhor percurso pedagógico junto a seus alunos. Diego Fernandes Custódio Matrícula SES/SC nº 665184-4 .com. assim. (que se referem a um ―saber fazer‖) e atitudinais (que estão associados a valores. no qual os conteúdos apresentam-se divididos em conceituais (que se referem ao conhecimento de conceitos. trata-se de um plano. O acesso a esse ambiente virtual em hipótese alguma poderá ser considerado obrigatório. Profº Me. procedimentais. O referido blog poderá ser acessado através do endereço eletrônico: www. bem como a sua importância enquanto componente do currículo escolar. ainda que apresente uma divisão bimestral dos conteúdos.wordpress. fatos e princípios). considerando os aspectos técnico-científicos da História.

7 .

riqueza e poder.  Utilização da cronologia para  As teorias de povoamento. históricos. étnica  A contagem do tempo. produtos de pesquisa.  Coleta de dados sobre diferentes  Integração ao processo histórico. ambiente escolar. .  A História e o tempo.  Identificação de diferentes formas de  O homem: coletor/ caçador/ agricultor conhecimento histórico (oralidade.  Regras sociais e valores. africana.  Registro de relatos. e social.  Da aldeia à tribo. tecnológicos possibilitaram a sobrevivência do homem tiveram início no continente africano. magia e arte na luta pela  Análise comparada de textos. instrumento de mudança: oriental e americana) agente histórico.  Percepção de que conhecimentos  Metais. compreensão dos processos  O homo sapiens povoou o mundo. do respeito às normas sociais. escrita. experiências e  Respeito à diversidade cultural.  As armas.  Compreensão do homem como  História. sociedades (européia. desenho).  Diferenças sociais. /criador. sobrevivência.  Os nossos antepassados.  Construção do conceito de simultaneidade dos processos que originaram o surgimento das sociedades organizadas. 8 6º Ano 1º BIMESTRE (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  O homem em sociedade: vida social e  Construção de regras sociais para o  Questionamento responsável diante  dependência.

Observação e comparação de dados. trabalhos e pesquisas.  Percepção que as civilizações  As sociedades africanas clássicas .os persas entre homens e meio ambiente. utilizando-se da prática do no continente africano (ex: Axum.  Registro de relatos.conceito de cidade como espaço sociedades.  As primeiras grandes civilizações compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural. produtos de pesquisa. de desigualdades sociais.Núbia .  aglomerados humanos e o  Construção de regras sociais para o  Capricho na apresentação de surgimento das cidades ambiente escolar. tanto individual quanto coletivo. experiências e  Integração ao processo histórico. enfocando que formados a partir da língua e/ou grande parte delas se desenvolveram religião.  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante . . cultura. e social. interação .Bantus . 9 6º Ano 2º BIMESTRE (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  O processo de formação dos  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado. existentes no período. efeito. .os fenícios  Estabelecimento e demonstração de .  Compreensão do homem como  Utilização da cronologia para agente histórico. do respeito às normas sociais.os hebreus relações de causa.Axum . economia):  Análise comparada de textos. política e históricos. (Mesopotâmia). .os egípcios. primeiros construção do conhecimento. abordadas não foram as únicas grupos africanos organizados. étnica (sociedade. comércio e de tecnologia: Núbia).

 Registro de relatos. étnica e social.a arte grega. diante do respeito às normas . efeito.Japão* o ambiente escolar.a democracia. excluir-se-á o referido conteúdo conceitual. . compreensão dos processos agente histórico.  Estabelecimento e demonstração  O declínio da civilização grega e sua relação de relações de causa. experiência e sociais. .China construção do conhecimento.  Integração ao processo histórico.  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável  A civilização grega: sociedades.a religião e a mitologia. históricos.  Análise comparada de textos.  Respeito à diversidade cultural. . . produtos de pesquisa.as cidades-estados:Atenas e Esparta. 10 6º Ano 3º BIMESTRE (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  Antiguidade Oriental:  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado.  Utilização da cronologia para  Compreensão do homem como .Jogos Olímpicos dados.os genos.a formação do povo grego. ambiente. com o surgimento de novas formas de interação entre homens e meio organização política. social e econômica.a sociedade escravista. trabalhos e pesquisas. .  Observação e comparação de . 6º Ano 4º BIMESTRE . . tanto individual quanto coletivo.Índia  Construção de regras sociais para  Capricho na apresentação de . *Caso haja algum imprevisto. .

compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural.  Roma: construção do conhecimento. tanto individual quanto coletivo. históricos. . sociedades.A expansão romana. . interação entre homens e meio ambiente.Crise e decadência romana.  Compreensão do homem como .A formação do povo romano.O Direito romano.  Observação e comparação de dados. do respeito às normas sociais. . 11 (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado. produtos de pesquisa.Império Carolíngio  Análise comparada de textos. ambiente escolar.  Utilização da cronologia para agente histórico.A reforma agrária.  A cultura clássica  Estabelecimento e demonstração de relações de causa. étnica . efeito. e social. .  Construção de regras sociais para o  Capricho na apresentação de .Cultura romana.Arte e arquitetura. . . experiências e  Integração ao processo histórico.O cristianismo. trabalhos e pesquisas.Do politeísmo ao monoteísmo.  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante .  Registro de relatos. .

12 .

.Formação do Feudalismo produtos de pesquisa.Organização política feudal históricos. . experiências e sociedades.  Questionamento de regras .Cultura Medieval  Árabes e Expansão do Islamismo . .Povos e reinos da região do Sahel . outras culturas .Sociedade.Crise e queda do Império Romano utilizando fontes diversas. cotidiano e mentalidades diversificados. . estabelecidas por diferentes .  Compreensão do homem como .Igreja Medieval e social. étnica .Cultura árabe  África dos africanos .África: outros povos.  Respeito à diversidade cultural.  Integração ao processo histórico.Economia e produção feudal  Análise comparada de textos agente histórico.Reinos Germânicos  Registro de relatos. 13 7º Ano 1º BIMESTRE (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  Construção do Mundo Medieval  Coleta de dados e pesquisa.Expansão do Islã .  Utilização da cronologia para  Postura critica sobre a utilização de  Feudalismo compreensão dos processos novas tecnologias.

.Renascimento literário e científico  Análise comparada de textos.Desordem econômica e crise social  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante . tanto individual. . berço da  Utilização da cronologia para agente histórico. experiências e  Integração ao processo histórico. e social. do respeito às normas sociais.  Registro de relatos.Expansão do comércio europeu  Construção de regras sociais para o  Capricho na apresentação de .Reativação das atividades comerciais construção do conhecimento. . a divisão do Cristianismo dados. Renascença.Nova ordem política sociedades.  Compreensão do homem como . 14 7º Ano 2º BIMESTRE (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  Transformações na ordem feudal  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado.Renascimento artístico históricos.Religião e religiosidade  Estabelecimento e demonstração de .  Renascença Cultural produtos de pesquisa. compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural. interação . quanto coletivo.Mudanças na sociedade feudal ambiente escolar. . efeito. .Reforma Protestante entre homens e meio ambiente.  Observação e comparação de  Reforma.Crise da Igreja Católica relações de causa. Península Itálica.Reação católica à Reforma . . trabalhos e pesquisas. étnica .

Astecas  Análise comparada de textos. efeito.  Povos da América produtos de pesquisa. . tanto individual quanto coletivo.Civilizações da América: mosaico de  Utilização da cronologia para agente histórico.Império colonial espanhol entre homens e meio ambiente.  Compreensão do homem como . . étnica .Expansionismo Espanhol ambiente escolar.Expansionismo Português  Construção de regras sociais para o  Capricho na apresentação de . experiências e  Integração ao processo histórico. trabalhos e pesquisas. e social. . culturas compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural. .Grandes Navegações Europeias construção do conhecimento. interação .Disputa Europeia pelo Novo Mundo  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante .Império ultramarino português .  Estabelecimento e demonstração de  Impérios Coloniais Ibéricos relações de causa.Maias  Observação e comparação de dados. 15 7º Ano 3º BIMESTRE (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  Viagens que mudaram o mundo  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado.Viagem de Cabral sociedades.Incas históricos.  Registro de relatos. do respeito às normas sociais. . .

. efeito.Sistema administrativo colonial produtos de pesquisa.Luta pela Liberdade relações de causa. experiências e diante do respeito às normas . colonial  Conhecimento e valorização da .Escravidão: base da sociedade colonial  Estabelecimento e demonstração de .Traços característicos da sociedade entre homens e meio ambiente. .Conquista da Terra Brasilis sociedades.Religião e religiosidade no Brasil Colonial  Expansão da colonização portuguesa . interação . .Atividades econômicas além da cana  Análise comparada de textos. tanto individual quanto .  Observação e comparação de étnica e social.Invasão holandesa .  Respeito à diversidade cultural. agente histórico.Colonização do Brasil  Registro de relatos. ambiente escolar.Desencontro de Culturas  Construção de regras sociais para o coletivo. utilizado.  Colônia para enriquecer a metrópole compreensão dos processos  Compreensão do homem como .Agroindústria açucareira históricos.  Questionamento responsável . 16 7º Ano 4º BIMESTRE (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  Donos da Terra Brasilis  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material .Formação do território colonial .  Utilização da cronologia para  Integração ao processo histórico.  Capricho na apresentação de  Brasil: uma invenção Portuguesa  Coleta de dados sobre diferentes trabalhos e pesquisas.Crise e conflitos na Colônia .Povos Nativos do Brasil construção do conhecimento. sociais. Nordeste Açucareiro: cotidiano e História Oral como fonte de mentalidades conhecimento.  Sociedade Colonial dados. .

17 .

Conjuração mineira.  Registro de relatos.Déspotas esclarecidos. .Movimentos Cartista e Ludismo.Pioneirismo inglês.Conjuração baiana.A exploração do trabalhador.  Questionamento de regras . étnica . estabelecidas por diferentes .O Iluminismo e a Contestação do  Análise comparada de textos agente histórico. históricos. . Voltaire e Montesquieu. .  Integração ao processo histórico.  Utilização da cronologia para  Postura critica sobre a utilização de compreensão dos processos novas tecnologias.Retomada do poder pela burguesa. diversificados. e social.  Coleta de dados e pesquisa.Filósofos iluministas: Rousseau. .  O Iluminismo. experiências e sociedades.Independência das 13 colônias. utilizando fontes diversas.  A liberdade no continente americano. . . Antigo Regime.  Revolução Francesa. .Ditadura Jacobina.  Respeito à diversidade cultural. 18 8º Ano 1º BIMESTRE (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  Revolução Industrial.O fim da Monarquia.A máquina e a fábrica. . . produtos de pesquisa.A República. .  Compreensão do homem como . .

.  A Independência da América  Estabelecimento e demonstração de Espanhola relações de causa. interação . e social.Napoleão e o Congresso de  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante Viena. . . entre homens e meio ambiente. efeito. históricos.  Registro de relatos.  Expansionismo dos Estados Unidos: . . .o progresso econômico. do respeito às normas sociais.a corrida para oeste.  Família Real no Brasil: produtos de pesquisa.o retrocesso na política.bloqueio continental. trabalhos e pesquisas.  Observação e comparação de dados. construção do conhecimento. tanto individual.o extermínio dos índios.exploração e opressão. .confronto coma Inglaterra.movimento de libertação. étnica fim do pacto colonial. ambiente escolar. .mudanças econômicas no Brasil: compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural.  Construção de regras sociais para o  Capricho na apresentação de . 19 8º Ano 2º BIMESTRE (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  Napoleão Bonaparte:  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado. quanto coletivo. sociedades.a Guerra da Secessão.  Compreensão do homem como . .  Análise comparada de textos. . .caudilhismo. experiências e  Integração ao processo histórico.Brasil-Reino.  Utilização da cronologia para agente histórico.

históricos.a abdicação de D. relações de causa. entre homens e meio ambiente.a resistência portuguesa. e social. . . do respeito às normas sociais.o reconhecimento da produtos de pesquisa. Pedro.Farroupilha. efeito. construção do conhecimento.Sabinada. .Palmares – um símbolo da resistência dos negros à escravidão.  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante  O Primeiro Reinado: sociedades.  Compreensão do homem como independência.a Constituição outorgada.  Observação e comparação de dados.o socialismo. 20 8º Ano 3º BIMESTRE (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  Brasil . . compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural.as medidas recolonizadoras  Construção de regras sociais para o  Capricho na apresentação de .a Confederação do Equador. interação .  Utilização da cronologia para agente histórico.  Análise comparada de textos.  Período Regencial:  Estabelecimento e demonstração de . tanto individual quanto coletivo.a transformação pela luta de classes.o mundo do trabalho. experiências e  Integração ao processo histórico.o 7 de setembro.a atuação de José Bonifácio.independência política:  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado. .Cabanagem. . ambiente escolar.Balaiada. étnica . trabalhos e pesquisas.  Registro de relatos.  O movimento social dos trabalhadores: . . . . . . .

a economia no Segundo Reinado: o café. . . . -a imigração.a Revolução Praieira. .o fim do tráfico negreiro.o parlamentarismo. 21  O Segundo Reinado: .

do respeito às normas sociais.  Registro de relatos. . experiências e  Integração ao processo histórico.  Construção de regras sociais para o  Capricho na apresentação de ambiente escolar. sociedades. étnica .  Observação e comparação de dados. .  Conhecimento e valorização da História Oral como fonte de conhecimento. interação entre homens e meio ambiente. compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural.Unificação italiana. .  Compreensão do homem como . trabalhos e pesquisas.Unificação alemã.Consolidação do capitalismo.Os novos domínios europeus. indústria. tanto individual quanto coletivo. construção do conhecimento.A presença do capital estrangeiro históricos. no Brasil e o desenvolvimento da  Análise comparada de textos.  Utilização da cronologia para agente histórico. .O domínio norte-americano. efeito.  A segunda Revolução Industrial:  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante . e social. relações de causa.A divisão da África entre as  Estabelecimento e demonstração de potências européias. .  O neocolonialismo: produtos de pesquisa. 22 8º Ano 4º BIMESTRE (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  A política das nacionalidades:  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado.

23 .

.a República Oligárquica. .  Respeito à diversidade cultural.Conflitos sociais no Brasil: as lutas operárias e o sindicalismo.A economia durante a República. compreensão dos processos novas tecnologias. experiências e sociedades. . . . participação da cidade de Santos no produtos de pesquisa.O poder dos coronéis.  Compreensão do homem como . movimento abolicionista. 24 9º Ano 1º BIMESTRE (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  O declínio da Monarquia. étnica República da Espada.  Integração ao processo histórico. poder e paz  A Primeira Guerra Mundial. guerra.A expansão alemã. estabelecidas por diferentes libertação dos escravos: a  Registro de relatos. .  Coleta de dados e pesquisa. e as conseqüências na sociedade .Os conflitos que geraram a atual.  Questionamento de regras .O movimento abolicionista e a utilizando fontes diversas.  Impressões sobre guerra.O crescimento da indústria.Os efeitos da guerra. .A política dos governadores. . .A Igreja contra o Estado.  Utilização da cronologia para  Postura crítica sobre a utilização de . históricos. e social.O ideal republicano.A política do café-com-leite. . .  Brasil .A questão militar. .  Análise comparada de textos agente histórico.O Tratado de Versalhes.A proclamação da República: a diversificados.

. .O fim do czarismo. .A Rússia antes da Revolução. 25  Rússia: o comunismo no poder.Os bolcheviques tomam o poder.O ―domingo sangrento‖.  A Guerra Civil. . .

 Brasil .  Utilização da cronologia para agente histórico. e social. sociedades. entre homens e meio ambiente. 26 9º Ano 2º BIMESTRE (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  A queda da República Oligárquica:  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado. experiências e  Integração ao processo histórico.a guerra na Europa e no mundo.o capitalismo em crise: 1929. Constitucionalista. do respeito às normas sociais. tanto individual quanto coletivo.  A Segunda Guerra Mundial: . .  Compreensão do homem como .o Estado Novo.o acordo de paz. .o movimento cultural de 1922.o tenentismo contra o coronelismo. .o Governo Constitucional.a era Vargas:  Análise comparada de textos.surgimento e ascensão do nazismo.  Adoção da cultura pela paz. .  Construção de regras sociais para o  Capricho na apresentação de . efeito. .  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante . ambiente escolar.  Registro de relatos.  Reflexão sobre o papel das guerras na história do homem. . relações de causa. .o Governo Provisório e a Revolução  Observação e comparação de dados. trabalhos e pesquisas. étnica históricos. . .a Revolução de 1930.  Os regimes totalitários na Europa: produtos de pesquisa.o nazismo e o fascismo. .surgimento e ascensão do fascismo.o Brasil na guerra.a guerra no Pacífico.  Estabelecimento e demonstração de .a intervenção do Estado na economia. compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural. . construção do conhecimento.a nova ordem mundial. . interação .a Coluna Prestes.

a Constituição de 1946.conflitos da Guerra Fria.AI – 5. históricos. .  Estabelecimento e demonstração de .  Análise comparada de textos. .independência das colônias ambiente escolar.Cuba: um país socialista nas compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural. . 27 9º Ano 3º BIMESTRE (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  Descolonização:  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado.  Adoção da cultura pela paz.a política desenvolvimentista de  Reflexão sobre o papel das guerras JK.o governo populista de Getúlio relações de causa. . portuguesas. . construção do conhecimento. . produtos de pesquisa.  Brasil . trabalhos e pesquisas. interação Vargas. experiências e  Integração ao processo histórico. entre homens e meio ambiente. . étnica Américas. . .  Utilização da cronologia para agente histórico.Estado Autoritário: . na história do homem.  A democracia no Brasil:  Observação e comparação de dados. tanto individual quanto coletivo.da África.  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante sociedades.A crise do populismo: Jânio Quadros.da Ásia. .  Compreensão do homem como .  Guerra Fria:  Registro de relatos.o mundo dividido. pacífica e armada. ao regime militar.  Construção de regras sociais para o  Capricho na apresentação de . do respeito às normas sociais.as formas de resistência. e social. efeito.milagre econômico.

efeito.  Reflexão sobre o papel das guerras na história do homem.  Compreensão do homem como (pessoas com necessidades  Utilização da cronologia para agente histórico. .A Constituição Federal de 1988. do respeito às normas sociais. compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural.O processo democrático em 1989.Políticas públicas de inclusão produtos de pesquisa.Globalização e exclusão social. . ambiente escolar. construção do conhecimento. tanto individual quanto coletivo. étnica históricos. e social.  Conhecimento e valorização da . sociedades. experiências e  Integração ao processo histórico. . . negros. conhecimento. interação  A globalização: entre homens e meio ambiente. . .  Tensões e conflitos no mundo atual:  Análise comparada de textos.Terrorismo.  Adoção da cultura pela paz. .  Construção de regras sociais para o  Capricho na apresentação de Impeachment. .  Registro de relatos. 28 9º Ano 4º BIMESTRE (EF 09 Anos) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  Brasil .  Observação e comparação de dados. .Conceituação. mulheres).  Estabelecimento e demonstração de relações de causa. . idosos.Globalização e sociedade de História Oral como fonte de consumo.O governo Lula.a redemocratização:  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado. especiais.Fanatismo religioso. trabalhos e pesquisas.Governo Fernando Henrique  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante Cardoso.

29 .

.A filogenia Homo construção do conhecimento. berço da Humanidade  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado. ao modelo social vigente. e social.Paleolítico  Construção de regras sociais para o  Zelo na apresentação de trabalhos e ambiente escolar.Os Hititas aglomerados humanos  Egito: uma civilização no Norte da África . . .  Agricultura e Sedentarização  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante . interação . efeito.A migração dos primeiros sociedades. hominídeos  Registro de relatos.  Questionamento responsável quanto . experiências e  Integração ao processo histórico. 30 1ª Série 1º BIMESTRE (Ensino Médio) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  África. . do respeito às normas sociais. étnica  A ocupação primitiva da América históricos. compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural.Os Caldeus urbanização da sociedade humana.Os primeiros cultivos produtos de pesquisa.De aldeias à Cidades entre homens e meio ambiente.Uma Civilização de Regadio .Mesolítico e Neolítico  Utilização da cronologia para agente histórico. tanto individual quanto coletivo.Os Sumérios  Reconhecimento das diferentes .  Compreensão do homem como . .As teorias alóctones  Análise comparada de textos.A teoria autóctone  Observação e comparação de dados.  Estabelecimento e demonstração de  Os povos da Mesopotâmia relações de causa.As forças do Caos e do Maat – as . .Dos Nomos ao Império .A Babilônia formas de organização dos .Os Assírios  Percepção do processo de . pesquisas.

 A China Antiga .A chegada dos Arianos . 31 divindades do Duat: religiosidade egípcia.O Imperador Dragão .Medos e Persas .A Dinastia Qin (Chin)  As civilizações da Índia .Do Império Mauria ao Império Gupta  Os feníncios .As Cidades Portuárias .A invenção do alfabeto  O Império Persa .O reino de Israel .A construção do sentimento de identidade .De Ur à Palestina .A primeira civilização da Índia .A religiosidade dos Persas  Os Hebreus .A formação do Império .Uma Palestina Monoteísta .A unificação dos Reinos Guerreiros .

.Atenas: uma democracia escravista históricos.Os dórios sociedades.Uma mistura de povos construção do conhecimento.  A Cultura Grega entre homens e meio ambiente.Sobre sete colinas . ao modelo social vigente. experiências e  Integração ao processo histórico. . . pesquisas.A Gigantomaquia  Percepção do processo de . do respeito às normas sociais.As Guerras Greco-Pérsicas  Análise comparada de textos. . interação alicerçam o conceito de cidadania. .  Registro de relatos.A Guerra do Peloponeso  Observação e comparação de dados.A Ilíada .Um império a perder de vista formação do conceito de cidadania e das relações de direito na sociedade  Os primeiros séculos de Roma humana .A Ascensão de Tebas  Estabelecimento e demonstração de  Interiorização dos valores que relações de causa.A expansão macedônica  Compreensão do processo de .A Teogonia  Reconhecimento das diferentes formas de organização dos  O Helenismo aglomerados humanos .A sociedade minóica  Construção de regras sociais para o  Zelo na apresentação de trabalhos e ambiente escolar. efeito. tanto individual quanto coletivo. .A Pólis Grega  Utilização da cronologia para agente histórico.Viver em Esparta compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural. étnica .  Compreensão do homem como . .  Questionamento responsável quanto .A Titanomaquia urbanização da sociedade humana. e social.  A Grécia Clássica produtos de pesquisa. .A chegada dos aqueus  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante . 32 1ª Série 2º BIMESTRE (Ensino Médio) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  A Grécia Antiga: formação  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado.

As instituições republicanas .Roma contra Cartago  A República em crise  O Império Romano . 33 .A divisão do Império .Primeiros tempos do Império .A monarquia romana .

do respeito às normas sociais. ao modelo social vigente.A civilização Iorubá  Identificação da influência dos modos .  Compreensão do processo de Zimbábue. .O Japão dos Samurais ambiente escolar.  Questionamento responsável quanto . .Os mongóis e seu império  Construção de regras sociais para o  Zelo na apresentação de trabalhos e . . .O Islã e a jihad  Análise comparada de textos. .Politeísmo e Fetichismo compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural. étnica .Os árabes e o comércio de produtos de pesquisa.Os reinos do Sahel na formação da sociedade humana. .A áfrica subsaariana aglomerados humanos .Maomé e o Islaminismo históricos. tanto individual quanto coletivo. . experiências e  Integração ao processo histórico. .Os reinos de Aksum. pesquisas. 34 1ª Série 3º BIMESTRE (Ensino Médio) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  A Ásia em uma época esplendorosa  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado.O reino Khmer  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante sociedades.  Os reinos Africanos  Reconhecimento das diferentes formas de organização dos .A dinastia Omíada  Estabelecimento e demonstração de  Interiorização dos valores que . . efeito.  O mundo árabe-muçulmano  Registro de relatos.Saber e Cultura no mundo islâmico entre homens e meio ambiente. interação alicerçam o conceito de cidadania.Sunitas e Xiitas  Observação e comparação de dados. .  Compreensão do homem como caravanas  Utilização da cronologia para agente histórico.Prosperidade e esplendor na China construção do conhecimento. Mali influência das instituições religiosas .A divisão do mundo islâmico  Percepção do processo de urbanização da sociedade humana. .Os Bantus de produção e mecanismos econômicos no ordenamento social. Axum. e social.A dinastia Abássida relações de causa.

O reino franco .A divisão do Império Romano .O fortalecimento da Igreja .A luta pela Terra Santa .Um longo declínio .O feudo e sua organização .O tribunal do Santo Ofício  Comércios e Cidades no Fim da Idade Média .O novo Milênio .Os camponenses e vilões  A Igreja e seus poderes .A Arte Bizantina  Os primeiros reinos medievais .O império sob Justiniano .A fragmentação do Império Carolíngio  Feudalismo .Poder material e poder espiritual . 35  O Império Bizantino .Um império de mil anos .Os reinos germânicos .O império Carolíngio .Características da Sociedade Feudal .

. entre homens e meio ambiente. .  Questionamento responsável quanto . mundo contemporâneo. 36 1ª Série 4º BIMESTRE (Ensino Médio) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  A formação do Estado Moderno  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado.Cristãos versus Mouros  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante . tanto individual quanto coletivo.A Igreja sob suspeita  Percepção do processo de aos modelos de Estados Nacionais no . . .O rei fortalece seu poder construção do conhecimento. .A explosão renascentista históricos.  Compreensão do homem como  A revolução cultural do Renascimento  Utilização da cronologia para agente histórico. . efeito.A Igreja católica contra-ataca aglomerados humanos  Compreensão do processo de  As Grandes Navegações influência das instituições religiosas . experiências e  Integração ao processo histórico.O poder real na França ambiente escolar.Portugal: de condado a reino sociedades.O calvinismo  Reconhecimento das diferentes . étnica . .  Estabelecimento e demonstração de  Interiorização dos valores que  A cristandade em crise relações de causa. . e social.  Questionamento responsável quanto .O renascimento nórdico  Análise comparada de textos. produtos de pesquisa.Os espanhóis chegam à América de produção e mecanismos . do respeito às normas sociais.O nascimento da Espanha  Registro de relatos. interação alicerçam o conceito de cidadania.O começo na Península Itálica compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural. .A Inglaterra sob os Normandos  Construção de regras sociais para o  Zelo na apresentação de trabalhos e .Lutero lidera a reforma urbanização da sociedade humana.A Igreja Anglicana formas de organização dos .A caminho das Índias .O gótico flamenco  Observação e comparação de dados.A aventura portuguesa  Identificação da influência dos modos .O Mar Tenebroso na formação da sociedade humana. ao modelo social vigente.O Tratado de Tordesilhas econômicos no ordenamento social. pesquisas.

O ―Pacto Colonial‖ .Os senhores feudais perdem o poder . 37 .Portugal e seu Império .A Revolução Comercial .O mercantilismo .Tordesilhas. . adeus .As companhias de comércio  O absolutismo monárquico .Um poder (quase) absoluto .Portugueses na América  Reconhecimento do processo de formação dos Estados Nacionais  Os impérios coloniais Modernos.O rei vira o jogo .A Prata de Potosí .

38 .

 Questionamento responsável quanto  Percepção do processo de ao conceito de identidade brasileira.  Análise comparada de textos.  A colônia portuguesa.  Estabelecimento e demonstração de  Interiorização dos valores que  Escravidão e resistência.As descobertas no Novo Mundo sociedades.  Questionamento responsável quanto . . Astecas e Maias construção do conhecimento. tanto individual quanto coletivo. ao modelo social vigente.  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante .  A conquista espanhola.Os indígenas brasileiros  Construção de regras sociais para o  Zelo na apresentação de trabalhos e ambiente escolar.Os Incas.  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado. experiências e  Integração ao processo histórico. interação alicerçam o conceito de cidadania.Recife e Olinda  Reconhecimento das diferentes formas de organização dos  Os bandeirantes. aglomerados humanos .  O tráfico de escravos.Entradas e monções nacional brasileira. étnica históricos. .  Compreensão do homem como . 39 2ª Série 1º BIMESTRE (Ensino Médio) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  Os povos indígenas.  O domínio holandês. relações de causa. produtos de pesquisa. .Quilombos e quilombolas entre homens e meio ambiente. .As capitanias hereditárias compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural. pesquisas.Expedições de Apresamento  Identificação dos grupos culturais . urbanização da sociedade humana. efeito.A captura de Índios no Sertão primários que compõe a identidade . . do respeito às normas sociais.O comércio triangular  Observação e comparação de dados.  Registro de relatos. .A terra Brasilis  Utilização da cronologia para agente histórico. e social.

A Europa do Antigo Regime compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural. .O Liberalismo Econômico  Estabelecimento e demonstração de  Interiorização dos valores que .O domínio inglês no comércio  Reconhecimento das diferentes observar as principais diferenças entre mundial formas de organização dos o modelo brasileiro de educação e os .A Revolução Gloriosa  Registro de relatos.  Compreensão do homem como  O Iluminismo. tanto individual quanto coletivo. interação alicerçam o conceito de cidadania.Os conflitos da Era Stuart  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante . étnica . XVII  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado. . . . entre homens e meio ambiente. . e social. . acadêmico vigente.  Percepção do processo de construção do modelo escolar e .A reação Iluminista históricos. Industrial  Percepção da ruptura de mentalidade . ao modelo social vigente. . produtos de pesquisa.Um governo aliado à burguesia urbanização da sociedade humana.A formação do absolutismo inglês construção do conhecimento.Os modos de produção em série após as idéias iluministas. . pesquisas. do respeito às normas sociais. europeus.A modernização da Agricultura aglomerados humanos modelos dos países desevolvidos.A era da Dinastia Tudor  Construção de regras sociais para o  Zelo na apresentação de trabalhos e . .  Questionamento responsável quanto .O Despotismo Esclarecido  Observação e comparação de dados.  Utilização da cronologia para agente histórico.  Compreensão do processo de  A Revolução Industrial. 40 2ª Série 2º BIMESTRE (Ensino Médio) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  As Revoluções Inglesas do Séc.Não tenha medo de usar o intelecto  Análise comparada de textos.Luzes na Educação relações de causa. . . bem como.Características da Revolução maquinização da produção humana.Abundância de carvão e ferro  Identificação do processo de sobretudo.O Governo da Rainha Elizabeth I ambiente escolar.A Revolução Puritana sociedades. experiências e  Integração ao processo histórico. efeito.

41 .As cidades industriais e a vida operária .O tempo da natureza e o tempo do relógio .As lutas operárias: o Ludismo e o Cartismo .

experiências e  Integração ao processo histórico. . .  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado.A Declaração da Independência produtos de pesquisa.A Convenção Nacional  Percepção da ruptura de mentalidade . Revolucionária e sua contribuição para a formação da .  Questionamento responsável quanto .A Era do Terror aglomerados humanos .O início da Revolução entre homens e meio ambiente. ao modelo social vigente. étnica  A Revolução Francesa. pesquisas. o Incorruptível mentalidade burguesa ocidental.As treze colônias da América do  Construção de regras sociais para o  Zelo na apresentação de trabalhos e Norte ambiente escolar.O Significado da Independência  Utilização da cronologia para agente histórico. históricos. .Nasce a República Francesa formas de organização dos .  Compreensão das instituições sociais . interação alicerçam o conceito de cidadania. 42 2ª Série 3º BIMESTRE (Ensino Médio) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  A independência dos Estados Unidos. . tanto individual quanto coletivo.A queda da Bastilha urbanização da sociedade humana. do respeito às normas sociais.A monarquia constitucional  Reconhecimento das diferentes .O cotidiano da França revolucionários nos EUA e na França. . . . .Robespierre. .As sanções inglesas e as Leis sociedades. compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural.O movimento separatista  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante .A Reação Termidoriana após as idéias iluministas e sua . e social.O mercantilismo inglês construção do conhecimento. Intoleráveis  Registro de relatos.A crise econômica  Estabelecimento e demonstração de  Interiorização dos valores que . .  Compreensão do homem como .A convocação dos Estados Gerais relações de causa.A França antes da Revolução  Análise comparada de textos. efeito.Do diretório ao 18 Brumário influência nos processos .A Assembléia Constituinte  Percepção do processo de ocidentais.O velho e o novo em conflito  Observação e comparação de dados.

interação alicerçam o conceito de cidadania. . e social. pesquisas. do respeito às normas sociais. ao modelo social vigente. construção do conhecimento. efeito. espanhola. tanto individual quanto coletivo. .A organização política e econômica  Construção de regras sociais para o  Zelo na apresentação de trabalhos e nas colônias ambiente escolar. .A Conjuração Mineira . . 43 2ª Série 4º BIMESTRE (Ensino Médio) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  A independência da América  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado.Datas e faiscações formas de organização dos países da América Latina.As guerras pela independência sociedades. experiências e  Integração ao processo histórico. .Os indígenas na América  Observação e comparação de dados. .Heranças coloniais  Análise comparada de textos.A revolução chega à América  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante .A independência da América Central  Utilização da cronologia para agente histórico.A independência do México produtos de pesquisa. .  Questionamento responsável quanto à .  Percepção do processo de ocidentais.O fim do império espanhol na compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural.  Compreensão das instituições sociais emancipação na colônia portuguesa.O controle sobre os diamantes países da América Latina. étnica América Latina históricos. .A descoberta dos diamantes  Percepção da formação política dos .  Questionamento responsável quanto .A guerra das Emboadas  Reconhecimento das diferentes situação da soberania nacional dos .Simón Bolívar e San Martín  Registro de relatos. . Independente  Estabelecimento e demonstração de  Interiorização dos valores que relações de causa.  Mineração e tentativa de entre homens e meio ambiente.A Conjuração Baiana .A descoberta do ouro urbanização da sociedade humana.Revolta contra os impostos aglomerados humanos .  Compreensão do homem como .

A Confederação do Equador .Uma rebelião no Nordeste .As rebeliões provinciais. .Inovações da Cidade da Corte .A vinda da Família Real .De colônia a Reino Unido . Pedro e as elites . Pedro I  As Regências.A consolidação da Independência . 44  O Brasil como sede do Império português.A Constituição de 1824 .A crise política . João VI a Portugal . .A Assembléia Constituinte de 1823 .D. .Um reino sem rei . .A Crise na Província Cisplatina .A abertura dos portos .A volta de D. .A interiorização da metrópole  A independência do Brasil.A proclamação da Independência  O Primeiro Reinado.A abdicação de D.Da regência Trina à regência Uma .

45 .

tanto individual quanto coletivo.Da concorrência aos oligopólios  Utilização da cronologia para agente histórico.O movimento republicano conglomerados econômicos.  O reinado de Pedro II.A Era do Capitalismo Financeiro produtos de pesquisa. . e social. 46 3ª Série 1º BIMESTRE (Ensino Médio) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  A Europa e os Estados Unidos no  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado.A Guerra do Paraguai  Reconhecimento das diferentes situação da soberania nacional dos . .A Industrialização dos EUA  Registro de relatos.Detendo o carro da Revolução  Percepção do processo de ocidentais. construção do conhecimento.  Compreensão das instituições sociais .  A proclamação da República.  Questionamento responsável quanto à . .A Segunda Revolução Industrial  Construção de regras sociais para o  Zelo na apresentação de trabalhos e . .  Questionamento responsável quanto .O Império Colonial Britânico  Estabelecimento e demonstração de  Interiorização dos valores que relações de causa.A expansão cafeeira no Brasil formas de organização dos países egressos da expansão colonial . . experiências e  Integração ao processo histórico. . . entre homens e meio ambiente.Estratégias de Colonização  Observação e comparação de dados. históricos. pesquisas. ao modelo social vigente.  Identificação dos principais .Os imigrantes no Brasil  Percepção da formação política dos países da América Latina.A questão militar  Compreensão das forças motrizes do processo republicano no Brasil.A expansão industrial da Rússia e  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante do Japão sociedades. .A expansão colonial capitalista  Análise comparada de textos.A abolição do tráfico negreiro aglomerados humanos capitalista. efeito. étnica  O imperialismo e o neocolonialismo. compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural. .A industrialização na Alemanha ambiente escolar. interação alicerçam o conceito de cidadania. .  Compreensão do homem como . do respeito às normas sociais. século XIX.Liberais e conservadores no poder urbanização da sociedade humana.

Da Guerra rápida à Guerra de Trincheiras .A revolução de Outubro .A industrialização das cidades .A república Oligárquica dos fios condutores das mudanças globais.A república da Espada organização da economia mundial e .A ditadura de Stalin  As primeiras décadas da República no Brasil.O movimento operário .A Guerra de Canudos . 47 . .O triunfo do modo de vida burguês  A Primeira Guerra Mundial. . .Faísca do Barril de Pólvora .A Rússia dos Czares .Os EUA entram na Guerra . .O mundo após a Guerra  A Revolução Russa.A Nova Política Econômica .O golpe de 15 de novembro  Reconhecimento das formas de .Fatores da Primeira Grande Guerra .Bolcheviques e Mencheviques .Os combates na frente oriental .A revolução de Fevereiro .  O mundo em transformação.Explode o Barril de Pólvora .A Guerra Civil e o Comunismo .A Paz dos vencedores .

.O avanço dos aliados . 48 3ª Série 2º BIMESTRE (Ensino Médio) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  A crise da República e a ruptura de  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado.O fim do Reich . pesquisas.  Compreensão do homem como . do respeito às normas sociais.A Revolução de 1930  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante .A adoção do New Deal  Análise comparada de textos. .  Os Estados Unidos produtos de pesquisa.Os efeitos mundiais da crise históricos. tanto individual quanto coletivo.  Estabelecimento e demonstração de  Interiorização dos valores que  O totalitarismo relações de causa. étnica .Os anos 1920 e a Grande  Utilização da cronologia para agente histórico.O pretexto para a tomada do poder ambiente escolar.  Questionamento responsável quanto .  Adoção da Cultura de Paz e Não . .Novos mandatos de Roosevelt  Observação e comparação de dados.Fim da Política do Café-com-leite  Construção de regras sociais para o  Zelo na apresentação de trabalhos e . .O fascismo na Itália  Percepção do processo de ocidentais.O Regime de Hyroito no Japão  Reconhecimento das diferentes Violência.A Guerra Civil Espanhola urbanização da sociedade humana.  Compreensão das instituições sociais .A expansão do eixo  Identificação das forças motrizes para . e social. 1930 construção do conhecimento. Depressão compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural. interação alicerçam o conceito de cidadania. ao modelo social vigente. efeito.  Registro de relatos.A divisão da Alemanha .O Nazismo na Alemanha entre homens e meio ambiente. formas de organização dos  A Segunda Guerra Mundial aglomerados humanos .A eclosão da Guerra: o avanço do as movimentações bélicas das eixo grandes potências mundiais. .Cai Washington Luís sociedades. . experiências e  Integração ao processo histórico.

A Guerra do Vietnã .A Descolonização da África .URSS: um mosaico de povos .O mundo pós-guerra  Brasil sob Getúlio Vargas.A ditadura de Vargas – O Estado Novo  Guerra Fria.O Governo Provisório .As revoluções na China e Indochina .A Guerra nos Esportes  O bloco comunista . .A Constituição Polaca de 1937 .As reformas de Gorbatchev .Uma Guerra sem armas de fogo .A Guerra das Imagens . 49 .Socialismo versus Capitalismo . .O Governo Constitucional .O Golpe de 1930 .A questão Bósnia  Independência da África e da Ásia .O Plano Cohen e o Golpe do Estado Novo .A questão da Iugoslávia .O fim da URSS .

. .  Adoção da Cultura de Paz e ao  Reconhecimento das diferentes Violência.O Governo de Eurico Gaspar Dutra sociedades. .O Governo de Jânio Quadros  Utilização da cronologia para agente histórico.O governo Pinochet  Construção de regras sociais para o  Zelo na apresentação de trabalhos e ambiente escolar. tanto individual quanto coletivo.O Governo Figueiredo urbanização da sociedade humana.  Compreensão das instituições sociais . efeito.O Governo de Juscelino Kubistchek produtos de pesquisa. pesquisas.Entre a Guerra e Paz grandes potências mundiais. e social. 50 3ª Série 3º BIMESTRE (Ensino Médio) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  Ditaduras latino-americanas  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado.  Brasil sob a ditadura militar  Análise comparada de textos. do respeito às normas sociais.A Revolução em Cuba construção do conhecimento. . .O Governo de Getúlio Vargas  Registro de relatos.O Governo Costa e Silva  Estabelecimento e demonstração de  Interiorização dos valores que .O Governo Médici entre homens e meio ambiente. interação alicerçam o conceito de cidadania.A questão Palestina as movimentações bélicas das .  Questionamento responsável quanto .O Governo Castello Branco relações de causa. experiências e  Integração ao processo histórico. ao modelo social vigente.  Brasil: anos de democracia  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante .O Governo de João Goulart compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural. . étnica históricos.A região da Caxemira  Identificação das forças motrizes para .O Governo Geisel  Percepção do processo de ocidentais. .A Intifada e o muro da divisão  Identificação da influência externa na .  Compreensão do homem como .O futuro da Autoridade Palestina política administrativa do Brasil. .A criação do Estado de Israel aglomerados humanos . .O Golpe de 1964  Observação e comparação de dados. .  O conflito árabe-israelense formas de organização dos .

O poderio dos EUA .O Governo Sarney . 51  O mundo globalizado .O Governo FHC .O Governo Itamar Franco .A volta das eleições para presidente . Tecnologia e Políticas Públicas .O Governo Collor .O Governo Lula .A globalização econômica  Novos rumos para o Brasil .O Terrorismo do século XXI .A primeira presidenta do Brasil .A globalização e seus efeitos .Um balanço do Brasil Contemporâneo: Economia.

.Os Sambaquieiros: povoadores do construção do conhecimento.  Reconhecimento da Identidade . Misticismo e Sabedoria Popular . do respeito às normas sociais. efeito.A colonização Açoriana  Observação e comparação de dados.As fortalezas da Ilha  Percepção do processo de Barriga-Verde. compreensão dos processos  Respeito à diversidade cultural. . . interação alicerçam o conceito de cidadania. .A Tauromaquia  Visita técnica às Fortalezas da Ilha. experiências e  Integração ao processo histórico. étnica  A ocupação do Litoral históricos. ao modelo social vigente. .As microrregiões de base cultural  Estabelecimento e demonstração de  Interiorização dos valores que relações de causa. tanto individual quanto coletivo.Os xoklengs e Caingangues ambiente escolar.  Questionamento responsável quanto .  Compreensão do homem como . 52 3ª Série 4º BIMESTRE (Ensino Médio) Conteúdos Conceituais Procedimentais Atitudinais  A Pré-história Catarinense  Leitura para coleta de dados e  Cuidado com o material utilizado.Magia.O reconhecimento das terras produtos de pesquisa. pesquisas. .O princípio do Uti possidetis  Utilização da cronologia para agente histórico. litoral  Construção de regras sociais para o  Zelo na apresentação de trabalhos e .Catarina de Alexandria ou Medrano?  Reconhecimento das diferentes formas de organização dos  Religiosidade e Cultura Popular aglomerados humanos Açoriana  Estudo dirigido da ocupação do .O Tratado de Santo Idelfonso urbanização da sociedade humana. e social.Os Guaranis  Coleta de dados sobre diferentes  Questionamento responsável diante sociedades. . .  A Província de Santa Catarina entre homens e meio ambiente.  As expedições espanholas  Registro de relatos.As fundações vicentistas  Análise comparada de textos. .Culto ao Espírito Santo território catarinense.

Música e Literatura Popular  A ocupação da encosta da Serra.Os Italianos .A Guerra do Contestado  A Economia Catarinense .  Indicadores Sociais em SC .O Pólo Agropecuário e Alimentício  A mobilidade urbana .Perfil Epidemiológico .As Estradas. Sul e Vale do Itajaí .IDH .A questão da erva-mate . 53 .O Turismo Religioso .Perfil Demográfico .As minorias de imigrantes  Rumo ao interior: a Conquista do Oeste .Políticas Públicas .Os Poloneses e Austríacos .O Turismo de Inverno . Portos.O Pólo Têxtil . Aeroportos e Ferrovias.O Pólo Eletro-metal-mecânico .Os Alemães .O Turismo Litorâneo .

. por experiência própria. administrativos e culturais. educação não é somente uma atividade é. é a educação das coisas. sejam levados em consideração alguns condicionantes. deve ser diagnóstico. obras e acontecimentos. e a adquirida dos objetos que nos impressionam. . o uso que nos ensinam a fazer desse desenvolvimento é a educação dos homens. processual e contínuo. ao avaliar o aluno. a construção de um saber que ultrapassa o sentido escolar e se torna uma construção permanente na vida do ser humano. acima de tudo. de outros tempos. projetando a sua realidade numa dimensão histórica. assim como nos outros campos do conhecimento. políticos.. Por isso. numa dimensão de tempo de longa duração.  Reconhecer alguns laços de identidade e/ou diferenças entre os indivíduos. é necessário que. De acordo com os PCN’s para o Ensino de História. econômicos. nos seus aspectos sociais.  Reconhecer algumas semelhanças e diferenças que a sua localidade estabelece com outras coletividades de outros tempos e outros espaços.  Reconhecer a presença de alguns elementos do passado no presente. os grupos e as classes. 54 AVALIAÇÃO ― [. devendo o aluno ser capaz de:  Reconhecer algumas semelhanças e diferenças no modo de viver dos indivíduos e dos grupos sociais que pertencem ao seu próprio tempo e ao seu espaço. na dinâmica da vida atual.] O desenvolvimento interno de nossas faculdades e de nossos órgãos é a educação da natureza. identificando a participação de diferentes sujeitos.‖ O processo avaliativo na disciplina de História.

aluno.  Compreender o papel histórico das instituições de poder e dominação associando-as às práticas das diferentes classes.  Compreender os elementos econômicos. no qual serão considerados os aspectos acima descritos. . mudanças e permanências no modo de vida de algumas populações. sendo estes capazes de:  Compreender a sociedade. a justiça e a distribuição dos benefícios econômicos no sentido de uma interpretação crítica do progresso civilizatório e da realização da liberdade e igualdade humana. de acordo com o quadro abaixo. raça e classe. acrescemos outros três aspectos fundamentais para a avaliação do Ensino de História em Nível Fundamental e Médio da Educação Básica. em conformidade com os acordos didáticos estabelecidos entre professor. O quadro apresenta a situação ideal e possível. sociais e culturais que constituem a identidade própria e dos outros. aos direitos e deveres da cidadania. grupos e atores sociais. mas cabe-nos lembrar das intempéries do percurso do ano letivo. nas quais algumas competências e capacidades. ainda que historicamente condicionado e os múltiplos fatores que nelas intervém como produtos das contradições que alimentam a ação humana. de outras épocas e lugares Além destas competências. a si mesmo como protagonista agente social. estamentos. aos princípios éticos e culturais que regulam a convivência em sociedade. e os processos sociais como orientadores da dinâmica da conflitualidade dos interesses dos diferentes grupos sociais. devem ser reconhecidas nos alunos. compor-se-á da soma e divisão por igual número de fatores. Neste sentido. a partir da sua condição de gênero. dos trabalhos produzidos ao longo do bimestre. esta programação é passível de mudanças. sua gênese e transformação como um processo aberto. enquanto sujeitos sociais que interagem no processo histórico. 55  Reconhecer algumas semelhanças. equipe de apoio pedagógico e direção escolar. a avaliação. e como tal. diferenças.

*** Esta avaliação não será aplicada no Ensino Médio. A03** Trabalho em Grupo 0 a 7 – Pesquisa 10 produzido e apresentado em grupo. sendo elas. dividida por 3. 50% objetivas e 10 50% discursivas Prova escrita. 0 a 2 – Metodologia 0 a 5 – Caderno / Referente às produções em sala de aula. 0 a 1 – Apresentação Trabalho de Pesquisa. composta por no mínimo 10 1. organizado. 56 Avaliação Tipo Descrição Pontuação Pontuação Total Prova escrita. 10 0 a 5 – Caderno/ solicitação de materiais para aula. Produções em Sala MÉDIA BIMESTRAL = (A01 + A02 + A03 + A04) 04 * Dependendo do andamento das aulas. 50% objetivas e 10 50% discursivas 0 a 2 – Metodologia Trabalho de Pesquisa.0 por questão A02* Prova Escrita (dez) questões. na qual 0 a 6 – Redação A03** Produção Textual Individual será proposta uma redação sobre um tema 0 a 2 – Pesquisa 10 específico. tarefas de casa. Tarefas de Casa A04*** Produções Individuais organização do caderno. ficando a média constituída pela soma das 3 avaliações. sendo realizada uma das duas propostas acima. sendo elas. . individual.0 por questão A01 Prova Escrita (dez) questões. composta por no mínimo 10 1. ** A A03 será acordada com os alunos no início de cada bimestre. esta avaliação poderá ser suprimida.

São Paulo: Brasiliense. 2013. História: Sociedade e Cidadania. Dialética da Colonização. Maria Raquel (Org. História: Sociedade e Cidadania. SANTAMARIA. François. Petrópolis: Editora Vozes. Clarisse. BOULOS Jr. 2ª Ed. APOLINÁRIO. São Paulo: FTD. Maria Raquel (Org. 2007. BARROS. LEMONDE. São Paulo. J. CALDEIRA. Alfredo.. 2007. 1992. 3ª Série. 1ª Ed. São Paulo. Sobre o conceito de História. BOVI. 2ª Série. Alfredo. ARRUDA. BOULOS Jr. Fundamental em 4v. Projeto Araribá: História – 7º Ano. 1ª Ed. In: Obras escolhidas. Coleção E. São Paulo: FTD. Como se faz a História: Historiografia. . Alfredo. CADIOU. História Moderna e Contemporânea. COULOMB. 1ª Ed. 2ª Ed. 2ª Ed. São Paulo: Moderna. 57 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS APOLINÁRIO. Alfredo. Método e Pesquisa. 2004. Coleção E. 2013. 1997. Projeto Araribá: História – 6º Ano. Fundamental em 4v. 1997.. Walter. O Campo da História: Especialidades e Abordagens. São Paulo: Moderna. 1ª Série. BENJAMIN. Cia das Letras. 2ª edição. História: Sociedade e Cidadania. 1986 BOULOS Jr. Cia das Letras. Viagem pela História do Brasil. São Paulo: FTD.J.). 2013. Yves.. Jorge.). Ática. Anne. José d’Assunção.

DOMINGUES. São Paulo: FTD. São Paulo: FTD. 1977. DOMINGUES. FURTADO. 8º Ano. São Paulo. Cortez/CEDES. Os métodos da História. 6º Ano. Rio de Janeiro. Uma Introdução à história. 1984 (Cadernos Cedes. Ciro Flamarion. 1975. FERRO. 1971. Cia das Letras. KOSHIBA. DOMINGUES. Joelza Esther. São Paulo. Marc. Boris. Joelza Esther. CARDOSO. L. 2012. Difel. 2ª Ed. Uma história do tráfico de escravos entre a Àfrica e o Rio de Janeiro. História em Documento: Imagem e Texto. Globo – 1993 . Os Donos do Poder. FAUSTO. D. 2ª Ed. Graal. São Paulo: Cia das Letras.M. São Paulo. História do Brasil. 9º Ano. Celso. 7º Ano. Atual. 1981 CENTRO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO E SOCIEDADE. História das colonizações: das conquistas às Independências. BRIGNOLI. Manolo. Ciro Flamarion. e PEREIRA. Joelza Esther. 1996.F. 58 CARDOSO. 2ª Ed. 2ª Ed. . 1979. História em Documento: Imagem e Texto. A prática do Ensino de História. História em Documento: Imagem e Texto. Hector Perez. São Paulo: FTD. Em costas negras. São Paulo. FLORENTINO. Editora Nacional. Raimundo. 2012. 2012. Brasiliense. História em Documento: Imagem e Texto.9ª edição. São Paulo: FTD. História Geral da Civilização Brasileira. DOMINGUES. 2012. Joelza Esther. 10). Formação Econômica do Brasil. 1997. Séculos XIII a XX. FAORO.

3). Fundamental em 4v. Curitiba: Positivo. 2012. História da vida Privada no Brasil. SALIBA. A devassa da devassa: a Inconfidência Mineira. 2ª Ed. 1982 (Lições com Cinema. 1996. 3ª Ed. Nelson e PILLETTI. Encontros com a História – 9º Ano. 3ª edição. 1988. NOVAIS. 3ª edição. 4 volumes. Claudino. 3ª Ed. Encontros com a História – 8º Ano. Vanise. 1992. 2ª Ed. São Paulo: Ática. São Paulo. RIBEIRO. Nelson e PILLETTI. São Paulo: Ática. Cia das Letras. 2012. Cia de Letras/ Secretaria Municipal da Cultura. PILLETTI. São Paulo. TORERO. Curitiba: Positivo. Elias Thomé. . RIBEIRO. 2005. São Paulo. 2012. Fernando Adauto. Tempo e História. História & Vida Integrada – 5º Série. Encontros com a História – 6º Ano. 2012. Fernando Adauto. Brasil e Portugal (1750-1808). 59 MAXWELL. Cia das Letras. o chalaça. 2005. NOVAIS. SCHWARTZMAN. Vanise. Vanise. RIBEIRO. José Norberto. Galantes Memórias e admiráveis aventuras do virtuoso conselheiro Gomes. Simon. A produção do conhecimento histórico e suas relações com a narrativa fílmica. Editora Campus. Coleção E. Encontros com a História – 7º Ano. Coleção E. 1997. Curitiba: Positivo. PILLETTI. Vanise. Kenneth. Claudino. Fundamental em 4v. 3ª Ed. RIBEIRO. Curitiba: Positivo. Bases do Autoritarismo Brasileiro. Paz e Terra. Rio de Janeiro. 3ª Ed. História & Vida Integrada – 6º Série.