You are on page 1of 35

TÓPICO 01 – EVOLUÇÃO DA
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
PROFESSOR FLÁVIO ASSIS

01. (CESPE/MDS) O estamento burocrático caracteriza-se pela
conjugação de altos ocupantes de cargos públicos, burocratas e
segmentos da classe política, atuando em conjunto, em benefício
próprio e em desrespeito aos princípios da impessoalidade e do
universalismo de procedimentos

. (CESPE/STM) Burocracia é um sistema social racional. ou um sistema social em que a divisão do trabalho é racionalmente realizada tendo em vista os fins visados.02.

foi inovadora por não estar alinhada aos princípios da administração científica presentes na literatura mundial da época. (CESPE.MDS / TECNICO SUPERIOR) A reforma administrativa empreendida pelo DASP.03. . na década de 30 do século passado.

em Brasília.04 . . das estruturas federais que existiam no Rio de Janeiro.(CESPE – MCT / ANALISTA PLENO) A administração paralela do governo JK assim se denominava devido à replicação.

TCE-AC / ACE ) A reforma iniciada pelo Decreto n.º 200/1967 foi uma tentativa de superação da rigidez burocrática. e pode ser considerada como o começo da administração gerencial no Brasil.(CESPE .05 . .

o que possibilitou a coexistência de núcleos de eficiência e de competência na administração indireta e formas arcaicas e ineficientes no plano da administração direta ou central. ) As reformas realizadas por meio do Decreto-lei n.(CESPE – AGU.06 .o 200/1967 não desencadearam mudanças no âmbito da administração burocrática central.AGENTE ADM. .

a racional-legal e a gerencial.(CESPE – MDS / ADMINISTRADOR ) Max Weber considera a existência de três tipos puros de dominação legítima: a tradicional.07 . .

entre as quais se pode citar a ausência típica de um quadro de funcionários com qualificação profissional formal.08 .TCU/ ACE ) O patrimonialismo normal inibe a economia racional não apenas por sua política financeira. .(CESPE . mas também por peculiaridades de sua administração.

.09 .(CESPE – MDS / ADMINISTRADOR ) Impessoalidade. especialização e ênfase nos controles são características dos modelos das organizações burocrático de gestão. hierarquia. flexibilização de procedimentos.

que têm caráter puramente burocrático. em Economia e Sociedade. O topo da dominação é representado por um ou alguns elementos. até os níveis mais elevados da organização.(CESPE – MPS / ADMINISTRADOR) De acordo com Max Weber. o grau de qualificação profissional cresce continuamente na burocracia. .10 .

direcionando a ação dos serviços de Estado para o atendimento dos cidadãos.11 . sua capacidade administrativa de governar com efetividade e eficiência.(CESPE – AGU.AGENTE ADM. ) A administração pública burocrática sustenta. . a necessidade de aumentar a governança do Estado. entre seus objetivos globais. ou seja.

se sobrepõe ao modelo burocrático. treinamento sistemático. impessoalidade e formalismo.ADMINISTRATIVA) A administração pública burocrática se alicerça em princípios como profissionalização. calcada na eficiência e na eficácia. .12 .(CESPE – TRE-BA /ANAL JUD . que são abandonados à medida que a administração pública gerencial.

13 . com a criação do Ministério da Desburocratização e do Programa Nacional de Desburocratização.TCE-AC / ACE ADMINISTRAÇÃO) No início dos anos 80 do século passado.(CESPE . registrou-se uma nova tentativa de reformar o Estado na direção da administração gerencial. .

14 . concedendo mais flexibilidade ao aparelho estatal.TCE-AC / ACE ADMINISTRAÇÃO ) A Constituição de 1988 promoveu um avanço significativo na gestão pública.(CESPE . .

TCU / ACE ) De acordo com o Plano Diretor da Reforma do Aparelho do Estado (1995). . exceto pela aquisição de bens e serviços produzidos.(CESPE . sem aporte de recursos orçamentários. os serviços não exclusivos constituem um dos setores correspondentes às atividade-meio. que deveriam ser executadas apenas por organizações privadas.15 .

. na década de 30 do século passado.16 .(CESPE. foi inovadora por não estar alinhada aos princípios da administração científica presentes na literatura mundial da época.MDS / TECNICO SUPERIOR) A reforma administrativa empreendida pelo DASP.

17. no qual o patrimônio público não se distinguia do privado . (CESPE/TRE-GO/TJAA) O modelo burocrático foi adotado por diversos países em substituição ao modelo patrimonialista de administração pública.

.(CESPE/TRE-GO/TJAA) O Departamento Administrativo do Serviço Público (DASP). tinha por objetivo a desburocratização da administração pública do Brasil mediante a modernização de estruturas e processos. criado nos anos 30.18.

e.(CESPE/TRE-GO/TJAA) A reforma administrativa ocorrida em 1967 pretendia o rompimento com a rigidez burocrática. .19. as atividades da administração foram centralizadas e algumas instituições de administração indireta foram extintas. para isso.

na administração pública. depende de um grau de confiança limitado nos agentes públicos. devem ter delegação de competência suficiente para escolher os meios mais apropriados ao cumprimento das metas prefixadas . mesmo com estrito monitoramento permanente. (CESPE/TCU) O controle dos resultados de forma descentralizada.20. que.

21. a estratégia volta-se para a definição dos objetivos que o administrador público deve atingir em sua unidade. . materiais e financeiros e para o controle e a cobrança a posteriori de resultados. para a garantia da autonomia na gestão de recursos humanos. (CESPE/TCE-AC) Na administração pública gerencial.

A administração pública gerencial nega essa visão do interesse público.AGENTE ADM.(CESPE – AGU. o interesse público é frequentemente identificado com a afirmação do poder do Estado. . e não do Estado.22 . relacionando-o com o interesse da coletividade. ) Para a administração pública burocrática.

dando menos ênfase à estruturação e reestruturação organizacional. .(CESPE – ANVISA / ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO) Programas de qualidade. como o Programa de Qualidade no Serviço Público. atuam prioritariamente na melhoria de processos de trabalho.23 .

(CESPE – INCA / GESTÃO PÚBLICA ) O Programa Nacional de Desburocratização. e o Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade. instituído na gestão do presidente Figueiredo. mediante a avaliação continuada das práticas de gestão e dos resultados das organizações. iniciado em 1990.24 . . foram os alicerces para a criação do Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização. cuja missão é a promoção da excelência da gestão pública brasileira.

elaborado com base na premissa de que a gestão de órgãos e entidades públicos pode e deve ser excelente. mas não pode ser comparada com padrões internacionais de qualidade em gestão. devido às especificidades de cada país.TRT-RJ – ANALISTA ADM ) Uma das políticas formuladas na busca da excelência nos serviços públicos é o Gespública. .25 .(CESPE .

TÓPICO 2 – ESTRUTURAS ORGANIZACIONAIS E DEPARTAMENTALIZAÇÃO PROFESSOR FLÁVIO ASSIS .

ADM. ou seja. as organizações estruturadas no modelo de projetos delegam grande autoridade e responsabilidade aos gerentes.) A escolha das tarefas que são atribuídas às unidades administrativas baseia-se nos critérios de departamentalização.(CESPE – AGU. na especialização dos blocos de trabalho de uma organização. .ANAL. Nesse contexto.26 .

. solução para coordenar recursos multidisciplinares designados para determinado projeto.ADMINISTRADOR ) A estrutura matricial de uma organização. compromete os princípios básicos da unidade de comando e da equivalência entre responsabilidade e autoridade.(CESPE – MPS .27 .

.(CESPE – MPS .28 . assim como na exclusão de diversas empresas em diferentes mercados. sendo marcada pela individualidade das organizações.ADMINISTRADOR ) A organização em rede tem sido um instrumento facilitador na formação de monopólios sobre tecnologias e meios de produção.

ADMINISTRADOR ) Organizações horizontais e não burocráticas se utilizam. . de uma estrutura linear. favorecimento do trabalho em equipes de cooperação e descentralização de autoridade / responsabilidade. mais comumente.29 .(CESPE – MPS . basicamente caracterizada por flexibilidade estrutural.

inclui-se o funcional. . organizado por tarefas independentes e orientadas para um objetivo geral.30 .(CESPE – ABIN / OFICIAL TÉCNICO ) Entre os critérios de departamentalização.

31 .(CESPE – MPU / TÉCNICO ADMINISTRATIVO ) A departamentalização por produto permite uma visão única acerca da organização e o controle eficaz sobre seu conjunto. .