You are on page 1of 2

Complemento do Nome

O complemento do nome é uma função sintática desempenhada por um


constituinte do grupo nominal, selecionado pelo nome, cujo sentido completa. Coloca-
- se à direita do nome e não pode, habitualmente, ser suprimido (salvo se puder ser
implícito), pois a sua supressão torna incompleto o sentido da frase.
Ex: A elaboração desta síntese foi difícil.

O complemento do nome pode ser:


 um grupo preposicional (o mais frequente);
Ex: O reencontro dos sobreviventes foi muito emotivo.

 uma oração introduzida por uma preposição;


Ex: O desejo de partir, por vezes, corresponde ao desejo de mudar.

 um grupo adjetival (o menos frequente).


Ex: A atividade vulcânica aumentou assustadoramente.

Pedem complemento os nomes:


 derivados de outro nome - o artista [derivado de arte] de circo.
 derivados de adjetivos – a beleza [derivado de belo] do quadro.
 derivados de verbos – a construção [derivado de construir] de pontes.
 de valor icónico – a imagem da ilha; a pintura do retrato; a fotografia do
jantar.
 que designam parentesco ou relação – o pai do Ricardo e da Maria; a irmã da
vizinha; os amigos dos animais.
 que correspondem a eventos localizados no espaço e no tempo – o casamento
da Mariana e do Martim; o concerto dos Muse.
 que regem preposição – a mania de...; a necessidade de..; o objetivo de…; o
interesse de…

► que estabelecem uma relação de:


– parte-todo – a rolha da garrafa;
– possuidor-agente-tema – a rolha da garrafa do rei;
– de fonte-origem – a rolha da garrafa do rei da Rússia.
EXERCÍCIOS

1. Sublinha os complementos do nome presentes em cada uma das frases.


a) Gosto de observar o vendedor de gelados a caminhar na praia.
b) Quando os estilistas de moda se juntam, nota-se alguma rivalidade no ar.
c) A tristeza da noite é apenas melancolia.
d) Muitos pensam que a inteligência dos gatos é superior à dos cães.
e) Nos países em vias de desenvolvimento, milhares de crianças trabalham no
fabrico de tijolos.
f) A oferta do João foi bem recebida por todos.
g) Gosto do desenho do portão e da sua modernidade.
h) Foste ao cinema com a mãe da Teresa?
i) Ela sempre teve a mania das grandezas, sobretudo em relação à sua origem.
j) A capa do último romance de Gonçalo M. Tavares é muito expressiva.

2. Nas expressões sublinhadas nas frases, identifica complemento do nome,


modificador do nome e complemento oblíquo.
a) Se tu moras no Porto, deves conhecer bem a Casa da Música.
b) Entrei no último autocarro e, enfim, descansei.
c) A felicidade das crianças resulta da sua natural ingenuidade face aos problemas
da vida.
d) A viagem pela Costa Vicentina foi maravilhosa.
e) Creio que aquela atriz, que faz o papel de judia, é romena ou moldava.
f) A indústria sueca já teve um papel mais relevante na Europa.
g) Ficaste à espera dos pastéis de nata para levares à tua avó?
h) Precisei de ir à Loja do Cidadão para renovar o passaporte.
i) Os medicamentos que têm sido inventados salvam muitas vidas.
j) O grande objetivo da Catarina é ser realizadora de cinema.

3. Sublinha os complementos do adjetivo presentes em cada uma das frases.


a) Estou muito contente com a nota de Português.
b) Ficou radiante por ter sido selecionada.
c) Sinto-me triste por partires.
d) O problema é facílimo de resolver.
e) Todos estavam entusiasmados com o jogo.

4. Identifica o predicativo do sujeito e o predicativo do complemento direto nas


frases seguintes.
a) Acho-te linda.
b) Ela está, realmente, linda.
c) Considero esta uma escola de sucesso.
d) Eles acharam o passeio inesquecível.
e) A tua irmã continua na paragem do autocarro.
f) Ela parece que está melhor.
g) A maioria dos votantes elegeu um desconhecido para Presidente da Câmara.
h) Estou na Loja do Cidadão para renovar o passaporte.
i) Acho os avanços da medicina espantosos.
j) A Catarina considera a realização de um filme o seu maior objetivo.