You are on page 1of 5

ESCOLA E. B.

2,3 / S DE CASTELO DE PAIVA

FÍSICA / 12º ANO

TESTE DE AVALIAÇÃO

Nome do aluno: Nº: Turma:

TESTE DE AVALIAÇÃO DE FÍSICA

NOTA: Apresenta todos os cálculos que efetuares

1- Um sistema de vasos comunicantes contém dois


líquidos não miscíveis 1 e 2, em equilíbrio hidrostático,
de densidades ρ1 e ρ2 , respetivamente. As alturas h1 e h2,
indicadas na figura, foram medidas desde o nível horizontal
que passa na superfície de separação dos dois líquidos até à
superfície livre dos líquidos 1 e 2, respetivamente.

Indica o valor lógico das seguintes afirmações.

__________________________________________________________________________
2- Uma esfera homogénea de massa m e densidade ρ está presa, como mostra a figura, por um fio esticado
ao fundo de uma tina, que contém um líquido de densidade ρL.
O módulo da tensão é:
3- O vaso da figura seguinte contém dois líquidos X e Y, não miscíveis. Abandona-se no fundo do vaso um
corpo que sobe no interior dos dois líquidos até atingir a superfície livre do líquido X, onde fica em
equilíbrio. Considera h2 = 2 h1.

Qual dos gráficos traduz como varia o módulo da velocidade, v, do corpo, em função da distância h,
do seu centro de massa ao fundo do vaso, enquanto o corpo estiver totalmente mergulhado?

_______________________________________________________________________________________
4- Os líquidos M e N, contidos nos dois recipientes representados na figura, têm superfície livre ao mesmo
nível e em contacto com o ar atmosférico. A relação entre as massas volúmicas dos líquidos é ρ M > ρN.

Seleciona o gráfico que pode traduzir como varia a pressão p num ponto no interior de cada um dos
líquidos M e N, em função da distância d desse ponto à superfície livre do líquido.
5- Determina a pressão a que fica sujeito um peixe que se encontra 150 m abaixo da superfície do mar.

_______________________________________________________________________________________
6- A figura que se segue representa um recipiente que contém dois líquidos, A e B, não miscíveis e de massas
volúmicas, respetivamente, ρA e ρB, sendo ρB = 1,2 ρA.

As alturas dos líquidos, hA e hB, são tais que hB = hA.

6.1. O líquido A tem massa volúmica de valor ρA = 0,8 g/cm3 e altura hA = 10 cm.

Calcula a diferença de pressão entre a superfície livre do líquido A e o fundo do recipiente.


6.2. Em dado momento, um corpo homogéneo caiu no recipiente, acabando por ficar em equilíbrio entre os
dois líquidos, de tal modo que ¾ do seu volume ficaram imersos em B.

Calcula a massa volúmica da substância de que é feito o corpo.

_______________________________________________________________________________________
7- No sistema representado na figura, o líquido mais denso tem densidade 1,2 g/cm 3.
Determina a densidade do outro líquido.
8- Uma prensa hidráulica, sendo utilizada como elevador de um carro de peso P, encontra-se em equilíbrio
conforme se mostra na figura. As secções retas dos pistões são indicadas por S 1 e S2, tendo-se S2 = 4 S1.
A força exercida sobre o fluido tem intensidade F 1 e a força exercida pelo fluido tem intensidade F 2.

Indica, justificando, qual a alínea que completa corretamente a frase.

A situação descrita obedece

a) ao Princípio de Arquimedes e, pelas Leis de Newton, conclui-se


que F1 = F2 = P;

b) ao Princípio de Pascal e conclui-se que F2 = 4 F1 = P;

c) ao Princípio de Pascal e conclui-se que F2 = 4 F1 ≠ P;

d) apenas às leis de Newton e F1 = F2 = P;

e) apenas à lei da conservação da energia.

DADOS: Pressão atmosférica = 1,01 x 105 Pa; dágua = 1


dágua mar = 1,026 1Kgf = 10 N

FORMULÁRIO

BOM TRABALHO!