You are on page 1of 21

3748230.

xls

Guia rápido do Microsoft Excel Solver


Mês T1 T2 T3 T4 Total
Sazonalidade 0.9 1.1 0.8 1.2

Unidades vendidas 3,592 4,390 3,192 4,789 15,962


Receita de vendas ### ### ### ### ### Codificação por cores
Custo de vendas 89,789 109,742 79,812 119,718 399,061
Margem bruta 53,873 65,845 47,887 71,831 239,437 Célula de destino

Equipe de vendas 8,000 8,000 9,000 9,000 34,000 Células variáveis


Propaganda 10,000 10,000 10,000 10,000 40,000
Despesas corporativas 21,549 26,338 19,155 28,732 95,775 Restrições
Custos totais 39,549 44,338 38,155 47,732 169,775

Lucro do produto R$14,324 R$21,507 R$9,732 R$24,099 R$69,662


Margem de lucro 10% 12% 8% 13% 11%

Preço do produto R$40.00


Custo do produto R$25.00
Os exemplos a seguir demonstram como trabalhar com o modelo acima para calcular um ou vários valores
de forma a maximizar ou minimizar um outro valor, inserir e alterar restrições e salvar um modelo de problema.
Linha Contém Explicação
3 Valores fixos Fator de sazonalidade: as vendas são maiores nos
trimestres 2 e 4, e menores nos trimestres 1 e 3.
5 =35*B3*(B11+3000)^0,5
Previsão de unidades vendidas para cada trimestre: a linha 3
contém o fator de sazonalidade; a linha 11 contém o
custo de marketing.
6 =B5*$B$18 Receita de vendas: previsão de unidades vendidas
(linha 5) vezes o preço (célula B18).
7 =B5*$B$19 Custo de vendas: previsão de unidades vendidas
(linha 5) vezes o custo do produto (célula B19).
8 =B6-B7 Margem bruta: receitas de vendas (linha 6) menos o
custo de vendas (linha 7).
10 Valores fixos Despesas com a equipe de vendas.
11 Valores fixos Orçamento de propaganda (cerca de 6,3% das vendas).
12 =0,15*B6 Despesas corporativas gerais: receitas de vendas
(linha 6) vezes 15%.
13 =SUM(B10:B12) Custos totais: despesas com a equipe de vendas (linha 10)
mais propaganda (linha 11) mais despesas gerais (linha 12).
15 =B8-B13 Lucro de produto: margem bruta (linha 8) menos
custos totais (linha 13).
16 =B15/B6 Margem de lucro: lucro (linha 15) dividido pela
receita de vendas (linha 6).
18 Valores fixos Preço do produto.
19 Valores fixos Custo do produto.
Este é um típico modelo de marketing que mostra o aumento de vendas a partir de um valor base (talvez devido
à equipe de vendas) juntamente com aumentos em propaganda, porém com retornos reduzidos. Por exemplo,
os primeiros R$5.000 em marketing no T1 acarretam mais 1.092 unidades vendidas, mas os próximos
R$5.000 geram somente mais 775 unidades.
Você pode usar o Solver para determinar se o orçamento de propaganda está baixo demais e se esta
deve ser alocada de forma diferente ao longo do tempo, para tirar vantagem da alteração do
fator de sazonalidade.

Calculando um valor para maximizar um outro valor


Uma forma de utilizar o Solver é para determinar o valor máximo de uma célula pela alteração de

Page 1
3748230.xls

uma outra célula. As duas células devem estar relacionadas pelas fórmulas da planilha. Caso não estejam,
a alteração do valor em uma célula não irá alterar o valor da outra célula.
Por exemplo, na planilha de exemplo você deseja determinar quanto precisa gastar em propaganda para
gerar o lucro máximo para o primeiro trimestre. Você está interessado no aumento do lucro pela alteração
das despesas em propaganda.
■ No menu Ferramentas, clique em Solver. Na caixa Definir célula de destino,
digite b15 ou selecione a célula b15 (lucro do primeiro trimestre) na planilha. Selecione
a opção Máx. Na caixa Células variáveis, digite b11 ou selecione a célula B11
(propaganda no primeiro trimestre) na planilha. Clique em Resolver.
Você verá mensagens na barra de status a medida que o problema for configurado e o Solver começar a trabalhar.
Após um instante, você verá uma mensagem informando que o Solver encontrou uma solução. O Solver
determinou que uma propaganda de R$10.093 no primeiro trimestre acarretará um lucro máximo de R$15.093.
■ Após examinar os resultados, selecione Restaurar valores originais e clique em OK
para descartar os resultados e retornar os valores originais da célulal B11.

Redefinindo as opções do Solver


Se você desejar retornar as opções da caixa de diálogo Parâmetros do Solver às definições originais
para que possa iniciar um novo problema, clique em Redefinir tudo.

Calculando um valor pela alteração de vários valores


Você pode também usar o Solver para calcular vários valores, de uma só vez, para maximizar ou minimizar
um outro valor. Por exemplo, você pode calcular o orçamento de propaganda para cada trimestre que
resultará no melhor lucro para o ano inteiro. Como o fator de sazonalidade na linha 3 é incluído no cálculo das
unidades vendidas na linha 5 como um multiplicador, parece lógico que você deva gastar um valor maior do
orçamento de propaganda no trimestre 4, quando as respostas de venda são maiores e menos no trimestre 3,
quando as respostas são menores. Use o Solver para determinar a melhor alocação por trimestre.
■ No menu Ferramentas, clique em Solver. Na caixa Definir célula de destino,
digite F15 ou selecione a célula F15 (lucro total para o ano) na planilha. Certifique-se
de que a opção Máx esteja selecionada. Na caixa Células variáveis,
digite b11:e11 ou selecione as células B11:E11 (o orçamento de propaganda para
cada trimestre) na planilha. Clique em Resolver.
■ Após examinar os resultados, clique em Restaurar valores originais e clique em OK
para descartar os resultados e retornar os valores originais a todas as células.
Você solicitou que o Solver resolvesse um problema de otimização não-linear moderadamente complexo, ou
seja, determinar os valores para os quatro itens não conhecidos nas células B11 a E11 que irão aumentar os
lucros. (Este é um problema não-linear por causa da exponenciação que ocorre nas fórmulas da linha 5). Os
resultados desta otimização sem restrições demonstra que você pode aumentar em R$79.706 os lucros para
o ano se gastar R$89.706 em marketing no ano inteiro.
Entretanto, os problemas de modelos reais possuem fatores limitativos que você deverá aplicar a determinados
valores. Estas restrições podem ser aplicadas às células de destino, variáveis ou a qualquer outro valor
que esteja relacionado às fórmulas destas células.

Adicionando uma restrição


Até agora, o orçamento recupera os custos de propaganda e produz um lucro adicional, porém você está
atingindo um ponto de redução no retorno. Como você nunca pode estar certo de que a resposta do seu
modelo de vendas será válida para o próximo ano (especialmente com o alto aumento nos níveis de
despesa), não parece prudente permitir despesas sem restrições em propaganda.
Suponhamos que você queira manter o seu orçamento original de propaganda de R$40.000. Adicione uma
restrição ao problema que limite a R$40.000 a soma de propaganda durante os quatro trimestres.
■ No menu Ferramentas, clique em Solver e, em seguida, clique em Adicionar. A caixa
de diálogo Adicionar restrição será exibida. Na caixa Referência de célula,
digite f11 ou selecione a célula F11 (total em propaganda) na planilha. A célula F11 deve
ser menor que ou igual a R$40.000. O relacionamento na caixa Restrição é <=
(menor ou igual) por padrão, de modo que não é necessário alterá-lo. Na caixa ao lado
do relacionamento, digite 40000. Clique em OK e, em seguida, clique em Resolver.

Page 2
3748230.xls

■ Após examinar os resultados, clique em Restaurar valores originais e, em seguida,


clique em OK para descartar os resultados e retornar os valores originais das células.
A solução encontrada pelo Solver aloca valores entre R$5.117 no T3 e R$15.263 no T4. O lucro total
aumentou de R$69.662 no orçamento original para R$71.447, sem qualquer aumento no orçamento de
propaganda.

Alterando uma restrição


Ao usar o Microsoft Excel Solver, você pode experimentar parâmetros ligeiramente diferentes para decidir
qual a melhor solução para o problema. Por exemplo, você pode alterar uma restrição para verificar se os
resultados são melhores ou piores que os anteriores. Na planilha de exemplo, tente alterar o valor da restrição
de marketing para R$50.000 para verificar a influência que isto tem no total do lucro.
■ No menu Ferramentas, clique em Solver. A restrição, $F$11<=40000, já deve
estar selecionada na caixa Submeter às restrições. Clique em Alterar. Na
caixa Restrição, altere o valor de 40000 para 50000. Clique em OK e, em seguida,
clique em Resolver. Clique em Manter solução do Solver e, em seguida, clique
em OK para manter os resultados exibidos na planilha.
O Solver encontra uma solução ótima que proporciona um lucro total de R$74.817. Isto significa uma melhoria
de R$3.370 sobre o último valor de R$71.447. Na maioria das empresas, não é muito difícil justificar um
aumento de R$10.000 no investimento para proporcionar um lucro adicional de R$3.370 ou um retorno
de 33,7% do investimento. Esta solução também resulta em um lucro de R$4.889 a menos do que o
resultado sem restrições, porém você gasta R$39.706 a menos para obtê-lo.

Salvando um modelo de problema


Ao clicar em Salvar no menu Arquivo, as últimas seleções feitas na caixa de diálogo Parâmetros do Solver
são anexadas à planilha e mantidas quando a pasta de trabalho é salva. Entretanto, você pode definir
mais do que um problema para a planilha ao salvá-los individuamente usando Salvar modelo na caixa de diálogo
Opções do Solver. Cada modelo de problema consiste das células e restrições inseridas na caixa de diálogo
Parâmetros do Solver.

Quando você clica em Salvar modelo, a caixa de diálogo Salvar modelo é exibida com uma seleção padrão,
com base na célula ativa como a área para gravação do modelo. O intervalo sugerido inclui uma célula para
cada restrição mais três células adicionais. Certifique-se de que este intervalo de células seja um intervalo
vazio na planilha.
■ No menu Ferramentas, clique em Solver e, em seguida, clique em Opções. Clique
em Salvar modelo. Na caixa Selecionar área do modelo, digite h15:h18
ou selecione as células H15:H18 na planilha. Clique em OK.

Observação: Você pode também informar uma referência a uma única célula na caixa Selecionar área do
modelo. O Solver usará esta referência como o canto superior esquerdo do intervalo no qual as especificações
do problema serão copiadas.

Para carregar posteriormente estas especificações de problema, clique em Carregar modelo na caixa de diálogo
Opções do Solver, digite h15:h18 na caixa Selecionar área do modelo ou selecione as células H15:H18
na planilha de exemplo e, em seguida, clique em OK. O Solver exibe uma mensagem perguntando se você deseja
redefinir as configurações atuais das opções do Solver com as configurações do modelo que está sendo
carregado. Click em OK para prosseguir.

Page 3
3748230.xls

Célula de destino

Células variáveis

Restrições

Page 4
3748230.xls

Page 5
3748230.xls

Page 6
3748230.xls

Exemplo 1: Problema de combinação de produtos com reduzidas margens de lucro.


Sua empresa fabrica TVs, estéreos e alto-falantes usando um estoque de peças comuns de Codificação por cores
fontes de energia, cones de alto-falantes, etc. As peças possuem um estoque limitado e você
deve determinar a combinação mais lucrativa na montagem dos produtos. Porém, seu lucro
por unidade produzida diminui com o volume porque são necessários incentivos adicionais
ao preço para suprir os canais de distribuição.

Aparelho de TV Estéreo Alto-falante


Número a ser produzido 100 100 100
Nome da peça Estoque Nº Usado
Chassi 450 200 1 1 0
Tubo de imagem 250 100 1 0 0 Expoente
Cone de alto-falante 800 500 2 2 1 de retorno
Fonte de energia 450 200 1 1 0 reduzido
Componentes eletrônicos 600 400 2 1 1 0.9
Lucros:
Por produto R$4,732 R$3,155 R$2,208
Total R$10,095

Este modelo fornece dados para diversos produtos que usam peças comuns, cada um com uma diferente
margem de lucro por unidade. As peças são limitadas, de modo que seu problema é determinar o número a
ser produzido de cada produto a partir do estoque disponível, de forma a maximizar os lucros.

Especificações do problema
Célula de destino D19 O objetivo é maximizar o lucro.
Células variáveis D10:F10 Unidades de cada produto a serem produzidas.
Restrições C12:C16<=B12:B16 O número de peças usadas deve ser menor do
que ou igual ao números de peças em estoque.
D10:F10>=0 O valor do número a ser produzido deve
ser maior do que ou igual a 0.

As fórmulas para lucro por produto nas células D18:F18 incluem o fator ^H15 para mostrar que o lucro por
unidade diminui com o volume. H16 contém 0,9, o que torna o programa não-linear. Se você alterar H16
para 1,0 de modo a indicar que o lucro por unidade permanece constante com o volume e, em seguida, clicar
em Resolver, a solução ótima será alterada. Essa alteração também torna linear o problema.

Page 7
3748230.xls

odificação por cores

Célula de destino

Células variáveis

Restrições

Page 8
3748230.xls

Exemplo 2: Problema de transporte


Minimiza os custos de transporte de mercadorias de fábricas para armazéns próximos aos centros
de demanda metropolitanos, sem exceder o estoque disponível em cada fábrica e atendendo
à demanda de cada área metropolitana.

Número a transportar da fábrica x para o armazém y (na interseção): Codificação por cores
Fábricas: Total Rio São Paulo Natal Manaus Curitiba
Porto Alegre 5 1 1 1 1 1 Célula de destino
Recife 5 1 1 1 1 1
Minas 5 1 1 1 1 1 Células variáveis
--- --- --- --- ---
Totais: 3 3 3 3 3 Restrições

Demanda por armazém --> 180 80 200 160 220


Fábricas: Estoque Custo de transporte da fábrica x para o armazém y (na interseção):
Porto Alegre 310 10 8 6 5 4
Recife 260 6 5 4 3 6
Minas 280 3 4 5 5 9

Transporte: R$83 R$19 R$17 R$15 R$13 R$19

O problema apresentado nesse modelo envolve o transporte de mercadorias de três fábricas para
cinco armazéns regionais. As mercadorias podem ser transportadas de qualquer fábrica para qualquer
armazém, porém o custo para transportar mercadorias em longas distâncias é maior que em curtas. O
problema é determinar a quantidade a ser transportada de cada fábrica para cada armazém, a um
custo mínimo, de forma a atender à demanda regional, sem exceder o estoque da fábrica.

Especificações do problema

Célula de destino B20 O objetivo é minimizar o custo total de transporte


Células variáveis C8:G10 Quantidade a ser transportada de cada
fábrica para cada armazém.
Restrições B8:B10<=B16:B18 O total transportado deve ser menor do que ou
igual ao estoque da fábrica.
C12:G12>=C14:G14 O total transportado deve ser maior do que ou
igual à demanda do armazém.
C8:G10>=0 O número a ser transportado deve ser maior do
que ou igual a 0.

Para resolver esse problema rapidamente, selecione a caixa de verificação Presumir modelo
linear, na caixa de diálogo Opções do Solver, antes de clicar em Resolver. Um problema
deste tipo tem uma solução ótima, onde as quantidades a serem transportadas são inteiros, se todos
os estoques e restrições forem inteiros.

Page 9
3748230.xls

ação por cores

Célula de destino

Células variáveis

Restrições

Page 10
Planejamento de pessoal

Exemplo 3: Planejamento de pessoal para um parque de diversões.


Para empregados trabalhando 5 dias consecutivos, com dois dias de folga, determine o planejamento
que atenda às necessidades dos níveis de freqüência, minimizando, ao mesmo tempo, os custos da
folha de pagamento.

Quadro Dias de folga Empregados Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Codificação por cores
A Domingo, Segunda 4 0 0 1 1 1 1 1
B Segunda, Terça 4 1 0 0 1 1 1 1
C Terça, Quarta 4 1 1 0 0 1 1 1
D Quarta, Quinta 6 1 1 1 0 0 1 1
E Quinta, Sexta 6 1 1 1 1 0 0 1
F Sexta, Sábado 4 1 1 1 1 1 0 1
G Sábado, Domingo 4 0 1 1 1 1 1 0
Totais do planejamento: 32 24 24 24 22 20 22 28
Demanda total: 22 17 13 14 15 18 24
Pagto/Empreg/Dia R$40
Pagto/Semana R$1,280

O objetivo deste modelo é organizar os empregados de modo que você tenha pessoal suficiente a um
baixo custo. Neste exemplo, todos os empregados recebem o mesmo salário. Sendo assim, a redução
no número de funcionários que trabalham por dia, minimizará também os custos. Cada funcionário
trabalha cinco dias consecutivos, seguidos por dois dias de folga.

Especificações do problema
Célula de destino D21 O objetivo é minimizar o custo da folha de pagamento.
Células variáveis D8:D14 Funcionários em cada planejamento.
Restrições D8:D14>=0 O número de funcionários deve ser maior do
que ou igual a 0.
D8:D14=Inteiro O número de funcionários deve ser um inteiro.
F16:L16>=F18:L18 O número de funcionários que trabalham por dia
deve ser maior do que ou igual à demanda.
Planejamentos Linhas 8-14 1 significa que o empregado daquele quadro trabalha
possíveis naquele dia.

Neste exemplo, você utiliza um valor de restrição inteiro para que a solução não resulte em números
fracionários de funcionários em cada planejamento. Selecionando a caixa de verificação
Presumir modelo linear, na caixa de diálogo Opções do Solver, antes de clicar em Resolver,
irá acelerar sensivelmente o processo de solução.

Page 11
Planejamento de pessoal

Codificação por cores

Célula de destino

Células variáveis

Restrições

Page 12
3748230.xls

Exemplo 4: Trabalhando com gerenciamento de capital.


Determina como investir o excesso de caixa em CDBs de 1 mês, 3 meses e 6 meses assim como
maximizar a renda de juros, atendendo aos requisitos de caixa da empresa (mais a margem de segurança).

Rendimento Prazo Adquirir CDBs nos meses:


CDB 1 mês: 1.0% 1 1, 2, 3, 4, 5 e 6 Juros
CDB 3 meses: 4.0% 3 1e4 recebidos
CDB 6 meses: 9.0% 6 1 Total R$7,700

Mês: Mês 1 Mês 2 Mês 3 Mês 4 Mês 5 Mês 6 Final Codificação por cores
Caixa inicial: R$400,000 R$205,000 R$216,000 R$237,000 R$158,400 R$109,400 R$125,400
Venc do CDB: 100,000 100,000 110,000 100,000 100,000 120,000
Juros: 1,000 1,000 1,400 1,000 1,000 2,300
CDB 1 mês: 100,000 100,000 100,000 100,000 100,000 100,000
CDB 3 meses: 10,000 10,000
CDB 6 meses 10,000
Uso do caixa: 75,000 (10,000) (20,000) 80,000 50,000 (15,000) 60,000
Caixa final: R$205,000 R$216,000 R$237,000 R$158,400 R$109,400 R$125,400 R$187,700

-290000

Se você é um agente ou gerente financeiro, uma de suas tarefas é gerenciar o caixa e investimentos de curto
prazo de modo a maximizar a renda de juros, mantendo fundo disponível para atender as despesas. Você
deve trocar as taxas de juros mais altas dos investimentos a longo prazo pela flexibilidade proporcionada
pela posse de fundos em investimentos de curto prazo.
Este modelo calcula o caixa final com base no caixa inicial (do mês anterior), vencimentos dos certificados de
depósito bancário, fluxos para novos CDBs e o caixa necessário para operações da empresa para cada mês.
Você tem um total de nove decisões a tomar: a quantia a investir em CDBs de 1 mês nos meses 1 a 6;
a quantia a investir em CDBs de 3 meses nos meses de 1 a 4 e a quantia a investir em CDBs de 6 meses
no mês 1.

Especificações do problema
Célula de destino H8 O objetivo é maximizar os juros recebidos.
Células variáveis B14:G14 O valor investido em cada tipo de CDB.
B15, E15, B16
Restrições B14:G14>=0 O investimento em cada tipo de CDB deve ser
B15:B16>=0 maior do que ou igual a zero.
E15>=0
B18:H18>=100000 O caixa final deve ser maior do que ou igual a
R$100.000.

A solução ótima determinada pelo Solver alcança uma renda de juros total de R$16.531 investindo o máximo
possível em CDBs de 3 e 6 meses e, em seguida, transforma-os em CDBs de 1 mês. A solução satisfaz a
todas as restrições.
Suponhamos, entretanto, que você queira garantir suficiência de caixa no mês 5 para o pagamento de
um equipamento. Adicione uma restrição para que a média de vencimento de um investimento detido no
mês 1 não seja maior do que quatro meses.
A fórmula na célula B20 calcula o total das quantias investidas no mês 1 (B14, B15, e B16), ponderadas
pelos vencimentos (1, 3 e 6 meses) e, em seguida, subtrai deste valor o investimento total, ponderado por 4.
Se esta quantia for igual ou menor do que zero, o vencimento médio não excederá a 4 meses. Para adicionar
esta restrição, restaure os valores originais e clique em Solver no menu Ferramentas. Clique em Adicionar.
Digite b20 na caixa Referência de célula, digite 0 na caixa Restrição e clique em OK. Para resolver o
problema, clique em Resolver.
Para satisfazer à restrição de vencimento de 4 meses, o Solver transfere fundos dos CDBs de 6 meses para
CDBs de 3 meses. Os fundos transferidos têm vencimento em 4 meses agora e, de acordo com o plano

Page 13
3748230.xls

atual, são reinvestidos por novos CDBs de 3 meses. Se você precisa dos fundos, entretanto, pode manter
o caixa em vez de reinvesti-lo. Os R$56.896 adquiridos no mês 4 são mais do que suficientes para o pagamento
do equipamento no mês 5. Você trocou cerca de R$460 em renda de juros para obter esta flexibilidade.

Page 14
3748230.xls

Codificação por cores

Célula de destino

Células variáveis

Restrições

Page 15
3748230.xls

Page 16
3748230.xls

Exemplo 5: Carteira rentável de ações.


Determinar os pesos das ações em uma carteira de ações rentável que aumente a taxa de
retorno para um dado nível de risco. Esta planilha usa o modelo de índice único de Sharpe;
você pode também usar o método Markowitz caso tenha disponível os termos de covariância.

Taxa livre de risco 6.0% Variância do mercado 3.0%


Taxa do mercado 15.0% Peso máximo 100.0%

Beta VarRes Peso *Beta *Var. Codificação por cores


Ação A 0.80 0.04 20.0% 0.160 0.002
Ação B 1.00 0.20 20.0% 0.200 0.008
Ação C 1.80 0.12 20.0% 0.360 0.005
Ação D 2.20 0.40 20.0% 0.440 0.016
LetraTes 0.00 0.00 20.0% 0.000 0.000

Total 100.0% 1.160 0.030


Retorno Variância
Totais da carteira: 16.4% 7.1%

Maximizar retorno: A21:A29 Minimizar risco: D21:D29


16.44% 7.08%
5 5
TRUE TRUE
TRUE TRUE
TRUE TRUE
TRUE TRUE
TRUE TRUE
TRUE TRUE
TRUE TRUE

Um dos princípios básicos da gerência de investimento é a diversificação. Com posse de uma carteira com
várias ações, por exemplo, você pode ganhar uma taxa de retorno que representa a média dos retornos
das ações individuais, reduzindo o risco de que qualquer ação tenha um baixo desempenho.
Usando este modelo você pode utilizar o Solver para determinar a alocação de fundos de ação
que reduza o risco da carteira de ações para uma dada taxa de retorno, ou que aumente a taxa de retorno
para um dado nível de risco.
Esta planilha contém valores de beta (risco relacionado ao mercado) e variância residual para quatro
ações. Além disso, sua carteira de ações possui investimentos em letras do Tesouro (LTN), consideradas
como possuindo uma taxa de retorno sem riscos e uma variância de zero. Quantidades inicialmente
iguais (20 porcento da carteira de ações) são investidas em cada título.
Use o Solver para tentar diferentes alocações de fundos de ações e letras do Tesouro tanto para
maximizar as taxas de retorno da carteira de ações para um nível de risco específico quanto para reduzir o
risco de uma determinada taxa de retorno. Com a alocação inicial de 20 porcento por tipo de papel,
o retorno da carteira de ações é de 16,4 porcento e a variância é 7,1 porcento.

Especificações do problema
Célula de destino E18 O objetivo é maximizar o retorno da carteira de ações.
Células variáveis E10:E14 Peso de cada ação.
Restrições E10:E14>=0 Os pesos devem ser maiores do que ou iguais a 0.
E16=1 Pesos devem ser 1.
G18<=0,071 Variância deve ser menor do que ou
igual a 0,071.
Beta para cada ação B10:B13
Variância para cada ação C10:C13

As células D21:D29 contêm as especificações do problema para minimizar o risco para uma taxa de retorno

Page 17
3748230.xls

necessária de 16,4 porcento. Para carregar estas especificações de problema no Solver, clique em
Solver no menu Ferramentas, clique em Opções, clique em Carregar modelo, selecione as células
D21:D29 na planilha e, em seguida, clique em OK até que a caixa de diálogo Parâmetros do Solver seja
exibida. Clique em Resolver. O Solver determina, em ambos os casos, alocações de carteira de ações que
superam a regra de 20 porcento por tipo de papel.
Você pode receber uma taxa de retorno maior (17,1 porcento) para o mesmo risco ou reduzir o risco sem
abandonar qualquer retorno. Estas alocações representam carteira de ações rentáveis.
As células A21:A29 contêm o modelo original do problema. Para carregar novamente este problema,
clique em Solver no menu Ferramentas, clique em Opções, clique em Carregar modelo, selecione as
células A21:A29 na planilha e, em seguida, clique em OK.
O Solver exibirá uma mensagem perguntando se você deseja redefinir as configurações das opções atuais
do Solver para o modelo que está sendo carregado. Clique em OK para prosseguir.

Page 18
3748230.xls

ação por cores

Célula de destino

Células variáveis

Restrições

arteira de ações.

Page 19
3748230.xls

Page 20
3748230.xls

Exemplo 6: Valor de um resistor em um circuito elétrico.


Determina o valor de um resistor em um circuito elétrico que irá dissipar a carga para 1 porcento
de seu valor original em um vigésimo de segundo após a chave ser fechada.

Chave->
q0 = 9 volts Codificação por cores
q[t] = 0.09 volts
t= 0.05 segundos Célula de destino
Bateria Capacitor (C) Indutor (L) L= 8 henrys
C= 0 farads Células de variáveis

Resistor R= 300 ohms Restrições


(R)

1/(L*C) 1250 q[t] = 0.25


(R/(2*L))^2 351.56
SQRT(B15-B16) 29.97
COS(T*B17) 0.07
-R*T/(2*L) -0.94
Q0*EXP(B19) 3.52

Este modelo descreve um circuito elétrico contendo bateria, chave, capacitor, resistor
e indutor. Com a chave na posição esquerda, a bateria carrega o capacitor. Quando a
chave é virada para a direita, o capacitor descarrega pelo indutor e o resistor, ambos os
quais dissipam energia elétrica.
Usando a segunda lei de Kirchhoff, você pode formular e resolver uma equação diferencial para
determinar como a carga do capacitor varia através do tempo. A fórmula diz respeito à carga q[t]
no tempo t para a indutância L, resistência R e capacitância C dos elementos do circuito.
Use o Solver para escolher um valor apropriado para o resistor R (dados os valores para o
indutor L e o capacitor C) que irá dissipar a carga para um porcento do seu valor inicial em
um vigésimo de segundo após o instante em que a chave é virada.

Especificações do problema
Célula de destino G15 O objetivo é definir o valor como 0,09.
Célula variável G12 Resistor.
Restrições D15:D20 Solução algébrica da lei de Kirchhoff.

Este problema e solução são apropriados para um intervalo pequeno de valores. A função repre-
sentada pela carga do capacitor através do tempo é na realidade uma onda senoidal amortecida.

Page 21