You are on page 1of 2

REFERÊNCIAS

Artigo de jornal
Artigo de periódico
ADES, C. Os animais também pensam: e têm consciência. Jornal da
SANTEIRO, T. V. Criatividade em psicanálise. Psicologia: Teoria e
Tarde, São Paulo, p. 4, 15 abr. 2001.
Prática, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 43-59, 2000.
ADES, L.; KERBAUY, R. R. Obesidade: realidade e indignações. Trabalho em anais
Psicologia USP, São Paulo, v. 13, n. 1, p. 197-216, 2002. AMARAL, L. A. Atividade física e diferença significativa/deficiência:
PETERSON, L. et al. Improvement in quantity and quality of prevention algumas questões psicossociais remetidas à inclusão/convívio pelo. In:
measurement of toddler injuries and parental interventions. Behavior CONGRESSO BRASILEIRO DE ATIVIDADE MOTORA
Therapy, New York, v. 33, n. 2, p. 271-297, 2002. ADAPTADA, 4., 2001, Curitiba. Anais...
Curitiba: Associação da Folha, 2001. p. 30-31.

Capítulo Resumo
BANKS-LEITE, L. As questões linguísticas na obra de Piaget: CASTRO, R. E. F.; MELO, M. H. S.; SILVARES, E. F. M. Avaliação da
apontamentos para uma reflexão crítica. In: BANKS-LEITE, L. (Org.). percepção dos pares de crianças com dificuldades de interação em uma
Percursos piagetianos. São Paulo: Cortez, 1997. p. 207-223. sucursal da clínica-escola do Instituto de Psicologia da Universidade de
GRIZE, J. B. Psicologia genética e lógica. In: BANKS-LEITE, L. (Org.). São Paulo. In: CONGRESSO INTERNO DO INSTITUTO DE
Percursos piagetianos. São Paulo: Cortez, 1997. p. 63-76. PSICOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO, 5., 2001,
São Paulo. Resumos... São Paulo: Instituto de Psicologia da Universidade
de São Paulo, 2001. p. 49.
Livro
AZEVEDO, M. A.; GUERRA, V. N. A. Mania de bater: a punição Teses/Dissertações
corporal doméstica de crianças e adolescentes no Brasil. São Paulo: Iglu,
2001. GOMES, Pedro Souza. Impacto de um programa estruturado de
linguística de corpus. 2007. 100 f. Dissertação (Mestrado em Letras) –
AZEVEDO, M. A.; GUERRA, V. N. A. Exemplo de quando há mais Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal dos
de dois autores e eles são os mesmos da referência anterior. Montes, Belo Horizonte, 2007.
Maravilha: Nova Editora, 2012.
FOUCAULT, M. Historia da sexualidade: a vontade de saber. 3. ed. Rio
de Janeiro: Graal, 1980. Trabalho em CD
RIBEIRO, R. Psicologia social e desenvolvimento do terceiro setor:
participação da Universidade. In: CONGRESSO NORTE NORDESTE DE
Dicionário PSICOLOGIA, 2., 2001,
FERREIRA, A. B. H. Aurélio século XXI: o dicionário da Língua Salvador. Anais... Salvador: Universidade Federal da Bahia, 2001. 1 CD.
Portuguesa. 3. ed. rev. e ampl. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1999.
Artigo em periódico eletrônico ilustrações e das tabelas
=> espaçamento 1,0.
PAIVA, G. J. Dante Moreira Leite: um pioneiro da psicologia social no
Brasil. Psicologia USP, São Paulo, v. 11, n. 2, 2000. Disponível em:
<http://www.scielo.br/>. Acesso em: 12 mar. 2001. <Citações diretas com mais de 3 linhas>
As citações diretas, no texto, com mais de três linhas, devem ser destacadas com
recuo de 4 cm da margem esquerda, com letra menor (tamanho 10) que a do texto
Texto da internet utilizado e sem as aspas.
LEFFA, V. J. O jogo da aprendizagem: games na escola. Disponível em:
<http://www.ufrgs.br/pasta/jogo.htm>. Acesso em: 20 jun. 2010. <Citação>
Os autores citados no corpo do texto devem aparecer apenas com inicial maiúscula,
e, quando entre parênteses, com todas maiúsculas (e.g., TORRES, 2010). Nas
referências, usar todo o sobrenome do autor em maiúsculas (e.g., BECHARA). No
<Resumo>
corpo do texto, para dois autores usar “e”, segundo Alves e Silva (2009). Jamais
Recomenda-se o uso de parágrafo único. Deve-se usar o verbo na voz ativa e na
usar “&”. Quando entre parênteses, usar ponto-e-vírgula (e.g., ALVES; SILVA,
terceira pessoa do singular. Quanto a sua extensão, os resumos devem ter de 150 a
2009; ANTUNES et al., 2010; FREIRE, 2005; TEIXEIRA, 1995). Os
500 palavras de trabalhos acadêmicos (teses, dissertações e outros).
sobrenomes dos autores devem estar organizados alfabeticamente.
“As palavras-chave devem figurar logo abaixo do resumo, antecedidas da
expressão Palavras- chave:, separadas entre si por ponto e finalizadas também por
<Referências>
ponto” (ABNT NBT 6028: 2003, p. 2).
Devem ser colocadas em ordem alfabética. O título “REFERÊNCIAS” não
recebe indicativo numérico e deve ficar centralizado na folha.
<Ilustrações>
As ilustrações (TABELA 1, GRÁFICO 1) devem ser numeradas. Qualquer que
<Anexo e Apêndice>
seja o tipo de ilustração, sua identificação aparece na parte superior, precedida
Apêndice: texto ou documento elaborado pelo autor, a fim de complementar sua
da palavra designativa (desenho, esquema, fluxograma, fotografia, gráfico,
argumentação, sem prejuízo da unidade nuclear do trabalho.
mapa, organograma, planta, quadro, retrato, figura, imagem, entre outros),
Anexo: texto ou documento não elaborado pelo autor, que serve de
seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto, em algarismos
fundamentação, comprovação e ilustração. (ABNT NBR 14724:2011, p. 2
arábicos, travessão e do respectivo título.
Após a ilustração, na parte inferior, indica-se a fonte consultada (elemento
obrigatório, mesmo que seja produção do próprio autor), legenda, notas e outras
informações necessárias à sua compreensão (se houver). (ABNT NBR 14724
:2011, p. 11, grifo meu).

<Espaçamento>
Todo texto deve ser digitado ou datilografado com espaçamento 1,5 entre as
linhas (ABNT NBR 14724:2011, p. 10).
Citações de mais de três linhas, notas de rodapé, referências, legendas das