You are on page 1of 23

SOBRE MIM...

• Graduação em nutrição em 2010 pela UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO OESTE – UNICENTRO


• Pós graduada em Nutrição Clínica Funcional – Unicsul/VP em 2014
• Aluna de Mestrado na Universidade Federal de São Paulo – Unifesp
• Pós – graduanda em Segurança Alimentar e Nutricional – Unesp Botucatu
• Nutricionista da Prefeitura de Birigui – Saúde – desde 2011.
• Docente no Unisalesiano – Araçatuba.

Link CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/5880279243781547


QUESTIONAMENTO
• COMO UM INDIVÍDUO MAGRO PODE TER UM IRMÃO GÊMEO OBESO?

• COMO UMA DIETA COM BAIXO TEOR DE LIPÍDIOS PODE REDUZIR AS


CONCENTRAÇÕES DOS MESMOS NO SANGUE DE ALGUMAS PESSOAS, MAS
NÃO DE TODAS?
NUTRIGENÔMICA
PAPEL DOS NUTRIENTES E COMPOSTOS BIOATIVOS

EXPRESSÃO GÊNICA
NUTRIGENÔMICA

IMPACTO EM COMO A SAÚDE É VISTA


ANÁLISE DO GENÓTIPO

SUSCEPTIBILIDADE PARA DOENÇAS

PROGRAMAR A ALIMENTAÇÃO
E HÁBITOS DE VIDA PARA PREVENIR

ATINGIR O SEU POTENCIAL GENÉTICO


COM SAÚDE E LONGEVIDADE
PROJETO GENOMA HUMANO
• Inicio em 1990  objetivo de identificar cada um dos nucleotídeos do DNA = Material Genético
Humano

• Concluído em 2003

• Atualmente o foco :
Catalogar o número de genes para esses 3 bilhões de nucleotídeos
Identificar unidades funcionais e sua funções
Associar as variações no gene com as doenças
PROJETO GENOMA HUMANO

Compreender como genes interagem com o ambiente


Identificar metabólitos úteis na progressão das doenças e aplicações nutricionais
(metabolômica)

Objetivo primordial – integrar estudos da genética com a prática clínica


APLICAÇÃO CLÍNICA
• Conhecer o gene associado a uma determinada doença e sua sequencia de DNA, seu
produto proteico e a função desse produto na saúde ou na doença  EXAMES

• Ex – tumores que parecem idênticos, mas que poderão ser distinguidos pelo perfil
genético  TRATAMENTO MAIS EFICAZ
• Ex. Farmacogenômica
• Ex. Nutrição – adequar alimento ao perfil genético
GENÓTIPO E AVALIAÇÃO NUTRICIONAL
• Impacto – Mudança na forma de trabalho do profissional

• Capacitação e conhecimentos genéticos, fisiológicos, metabólicos, bioquímicos e nutricionais

• Conhecimento maior  protocolos

• Objetivo --- PREVENÇÃO

• Cliente chegará a consulta com seu perfil genético em mãos


GENÉTICA  NUTRIGENÉTICA
GENÔMICA  NUTRIGENÔMICA
• Genética  ciência da herança (pai  filho) => Doenças raras
• Foco  doenças que surgem por erro num único gene
• Atualmente --- direta ou indiretamente TODAS as doenças estão ligadas às informações nos
genes

• Genômica  foco nas doenças crônicas atuais que resultam da influência de vários genes e
múltiplos fatores
• Nutrigenética  estudo da maneira como as variantes genéticas do individuo afetam o
funcionamento do organismo
Ex. Fenilcetonúria

• Nutrigenômica impacto do ambiente nos genes e seus produtos proteicos e de


como os compostos bioativos ou nutrientes desencadeiam mudanças na expressão
gênica.
IMPRINTING EPIGENÉTICO
E GENÔMICO
• Epigenética – alterações na molécula de DNA que afetam a expressão gênica, mas não
alteram a sequencia nucleotídica
• Três mecanismo conhecidos:
1. Metilação do DNA
2. Modificação de histona
3. Imprinting genômico
IMPRINTING EPIGENÉTICO
E GENÔMICO
• Imprinting genômico
• Ocorre quando a mudança genética é a mesma, mas ocorrem diferentes fenótipos,
dependendo de o alelo ter sido herdado da mãe ou do pai.
Ex.
- Se alelos herdados da mãe – Síndrome de Prader-Willi
- Se alelos herdados do PAI – Síndromes de Angelman
• http://angelman.org.br/o-que-e-s-a/
DISTÚRBIOS GENÉTICOS METABÓLICOS
• Disturbios autossômicos recessivos
• Hereditários
• Distúrbio do metabolismo de CHO, PTN, LIP  erros inatos do metabolismo

• Ex. Fenilcetonúria, galactosemia.


GENÉTICA E TERAPIA NUTRICIONAL
• Desenvolvimento rápido da genômica  expande o papel do nutricionista para além de
doenças raras

• Doenças crônicas mais prevalentes: cardiovasculares, câncer, DM, distúrbios


inflamatórios e osteoporose

• Conhecimento e estabelecimento de protocolos


GENÉTICA E TERAPIA NUTRICIONAL
• Influência genômicas nutricionais sobre os processos metabólicos
- Interação: Nutrição x Genética
Gene ou proteína defeituosa  concentração deficiente de um metabólito e uma doença que
responde ao tratamento nutricional - Erros Inatos do Metabolismo, dietas para fornecer aa
essenciais, vitaminas, ácidos graxos, etc.

- NOVO  NUTRIÇÃO CONTORNAR ESSAS SITUAÇÕES


- Percebe-se os nutrientes como condicionalmente essenciais
GENÉTICA E TERAPIA NUTRICIONAL
• Exemplo da necessidade de adequar recomendações nutricionais ao genótipo:
MTHFR (enzima) --- Folato  5-metiltetraidrofolato (ativa)
B9 - S-adenosilmetionina (metabólito da Homocisteína)

Variação do gene 677c>t ----- > acúmulo de homocisteína


Conhecimento dessa característica --- Terapia nutricional mais eficaz (doses)
GENÉTICA E TERAPIA NUTRICIONAL
• Influência genômica nutricional na expressão gênica
Ex. Nutrientes (w-3, vitamina d, curcumina) que ligam-se a moléculas que se ligam a
sequencias específicas de uma região reguladora --- modular a resposta e modificar a
expressão gênica
- Secreção da insulina --- translocação GLUT 4 (receptor que permite que a glicose entre
na célula muscular)
RESUMINDO....
• Revolução genética – importante para o profissional da nutrição

• Base molecular da doença fornece meios de personalizar a terapia

• Tratamentos orientados para o genótipo do indivíduo

• Nutrição = PREVENÇÃO e melhorar o tratamento da doença já instalada

• Conhecimento