You are on page 1of 5

Soluções são misturas homogêneas, onde o solvente aparece em maior quantidade e o soluto em menor.

O estado de agregação do solvente é que determina o estado de agregação da solução. Solução gasosa líquida sólida Solvente gasoso líquido sólido Soluto gasoso gasoso, líquido, sólido gasoso, líquido, sólido

As soluções podem, ou não, produzir corrente elétrica.
Iônica conduz. Exemplo: H2O(l) + NaCl(s) Molecular não conduz. Exemplo: H2O(l) + etanol(l) A quantidade de soluto presente divide as soluções em dois grupos: Diluídas: até 0,1mol de soluto por litro. Concentradas: acima de 0,1mol de soluto por litro. A afinidade entre soluto e solvente é que determina a formação da solução. Substâncias polares são solúveis em solventes polares, e as apolares em apolares. Algumas substância têm sua solubilidade aumentada com o aumento da temperatura, enquanto outras têm sua solubilidade diminuída. A quantidade máxima de soluto que pode ser dissolvida em 100g de um dado solvente é dita coeficiente de solubilidade deste soluto, naquele solvente e naquela temperatura. O coeficiente de solubilidade permite dividir as soluções em: Insaturada: quantidade de soluto abaixo do coeficiente de solubilidade numa dada temperatura, não apresenta precipitado. Saturada: quantidades de soluto igual ao permitido pelo coeficiente de solubilidade numa dada temperatura. Pode ter, ou não, precipitado. Supersaturadas: quantidade de soluto acima do permitido pelo coeficiente de solubilidade numa dada temperatura. É instável e, se perturbada, origina solução saturada com precipitado.

O gráfico apresenta a variação dos coeficientes de solubilidade do KNO3 (nitrato de potássio) em água, em função da temperatura.

0 §) ¦¤ ¨$ ¨ ¦§¤¤¥ ¡¢ ¦¤¡ §'%$§#"('¨ !¤ §'%$§# ¥! §§  ¨¨¨ §¥£££ ¢     &  $    £ ¦ ¨ $ ¨ &  $  "  £  ¨  ¦   © ¦§¥ ¡¢
Porcentagem em peso
% em peso é a massa do soluto em 100 g da solução.

Título

Sendo: T = título (é um número puro, isto é, não tem unidade). m1 = massa do soluto m2 = massa do solvente m = massa da solução ( m1 + m2 ).

Concentração Comum

Sendo: C = concentração comum m1 = massa do soluto, em gramas. V = volume da solução, em litros.

Molaridade
O número de moles é obtido através da aplicação da relação massa por mol.

Sendo: M = molaridade ou concentração molar n1 = número de moles do soluto. V = volume da solução, em litros.

Molalidade
Sendo: W = molalidade ou concentração molal n1 = número de moles do soluto m2 = massa do soluto em quilogramas

Fração Molar: (é um número puro, isto é, não tem unidade).
fração molar do soluto Sendo: F1 = fração molar do soluto e F2 = fração molar do solvente n1 = número de moles do soluto. n2 = número de moles do solvente. n = número de moles da solução ( n1 + n2 ). A soma da fração molar do soluto (n1) e da fração molar do solvente (n2) é sempre igual a um.

fração molar do solvente

F1 +

F2 = 1

RELAÇÕES ENTRE AS CONCENTRAÇÕES:

1-( Fuvest-SP) Quatro tubos contem 20 mL de água cada um. Coloca-se nesses tubos dicromato de potássio (K2Cr2O7) nas seguintes quantidades: Massa de Tubo A Tubo B Tubo C Tubo D K2Cr2O7 1,0 3,0 5,0 7,0 A solubilidade do sal, a 20oC, é igual a 12,5 g por 100 mL de água. Após agitação, em quais dos tubos coexistem nessa temperatura, solução saturada e fase sólida? 2- O brometo de potássio (KBr) apresenta a seguinte tabela de solubilidade: Temperatura oC g de KBr/100 g de água 30 70 50 80 70 90 Uma solução saturada desse sal foi preparada utilizando-se 200g de H2O a 70oC e a seguir foi resfriada a 30OC. Com base nessas informações, responda: a- Qual é a massa de KBr que precipita? b- Qual é a massa total da solução final? c- Qual é a menor massa de água necessária para dissolver 40g de KBr a 50oC? 3- uma solução de cloreto de sódio foi preparada, a 20oC, adicionando-se 108 g do sal (NaCl) a 300 g de água. Determine a solubilidade ou coeficiente de solubilidade do NaCl a essa temperatura. 4- (UFCE) Considere os recipientes A,B e C contendo as seguintes quantidades do soluto e solvente: A – 50 g de NaCl e 500mL de H2O B – 10 g de NaCl e 200mL de H2O C - 45 g de NaCl e 300mL de H2O dentifique as alternativas corretas: 01. A solução C é mais concentrada que a A 02. A solução B é mais diluída 03. A e B são mais diluídas que C 04. Após misturar as soluções contidas em B e C, obtem-se uma solução mais concentrada que A. 5- Qual é massa de cloreto de cálcio que deve ser dissolvida em 400 g de água para produzir uma solução de titulo 20%? 6- Uma solução foi preparada adicionando-se 40g de NaOH em agua suficiente para produzir 400 mL de solução. Calcule a concentração da solução em g/mL e g/L. 7- (Puccamp-SP) Evapora-se tota.lmente o solvente de 250 mL de uma solução aquosa de MgCl2 de concentração 8,0 g/L. Quantos gramas de MgCl2 são obtidos? 8- Qual é massa de NaOH, em gramas, em 500 mL de uma solução 0,1M de NaOH? 9- Dissolveram-se 2 mols de HCl em 72g de água. Determine as frações molares de HCl e H2O.

10- Considere as soluções I, II e III, descritas a seguir. I - Solução obtida pela adição de 9,80 g de H2SO4 (massa molar = 98,0 g) em água suficiente para completar o volume de 500 mL. II - 2,00 L de solução de NaOH (massa molar = 40,0 g) com pH igual a 13. III - 100 mL de solução de sulfato de sódio de concentração 0,300 mol L−1. Sobre as soluções I, II e III, é correto afirmar: 01- A concentração de ácido sulfúrico na solução I é igual a 0,100 mol L−1. 02- A solução II contém 8,0 g de soluto. 04- A concentração de hidróxido de sódio na solução II é igual a 1,0x10−13 mol L−1. 08- A mistura de I e II é uma solução eletrolítica. 16- A concentração de íons sódio na solução resultante da mistura de I e II é igual à da solução III. 11- Um litro de uma solução de Al2(SO4)3 0,1M foi preparada em laboratório e armazena-da em um recipiente apropriado. Sobre a solução preparada, é CORRETO afirmar que: 01. O número de mols do soluto, presente na solução, é igual a 2 (dois). 02. A solução contém mais de 33 gramas do soluto. 04. Transferindo 25 mL da solução para um balão volumétrico de 250 mL e completando-se seu volume com água, a solução resultante fica 4 (quatro) vezes mais diluída. 08. Separando a solução em dois recipientes, contendo quantidades iguais da mesma, cada nova solução terá uma concentração de soluto que vale a metade da concentração inicial. 16. Se o soluto Al2(SO4)3 apresentar-se 20% dissociado, a concentração dos íons Al3+ será 0,04 M. 12- Qual a massa de Na2SO4, em gramas, necessária para preparar 100 mL de uma solução 3,50 molar? Qual o volume de água, em mL, necessário para diluir 10 mL desta solução, transformando-a em 1,75 molar? 13- Dissolvendo-se 0,020 mol de NaHCO3(s) e 0,010 mol de H2C4H4O6(s) em água suficiente para preparar 100 mL de solução, a concentração, em mol/L, dos íons sódio na solução resultante é: a) 0,010 b) 0,020 c) 0,10 d) 0,20 e) 1,0 14- Dissolveu-se 4,6 g de NaCl em 500 g de água “pura”, fervida e isenta de bactérias. A solução resultante foi usada como soro fisiológico na assepsia de lentes de contacto. Assinale a opção que indica o valor aproximado da percentagem, em peso, de NaCl existente nesta solução. a) 0,16 % b) 0,32 % c) 0,46 % d) 0,91 % e) 2,30 %

14- O permanganato de potássio pode ser utilizado como germicida no tratamento de queimaduras. É um sólido brilhante e usado, habitualmente, como reagente comum nos laboratórios. Considere a dissolução em meio ácido de 0,395 g deste sal em água suficiente para produzir 250 mL de solução. A molaridade da solução resultante é: a) b) c) 0,01 M 0,02 M 0,03 M d) e) 0,04 M 0,05 M

se pastilhas efervescentes de bicarbonato de sódio ( NaHCO3) puro. Se, no estômago do indivíduo, há unicamente 500 mL de ácido clorídrico ( HCl ) 5 x 10- 2 mol /L, a massa de bicarbonato, em gramas, para neutralizar totalmente a acidez estomacal, é: a) 0,25 b) 1,20 c) 2,10 d) 12,00 e) 21,00 20- (PUC-RS) Solução salina normal é uma solução aquosa de cloreto de sódio, usada em medicina porque a sua composição coincide com aquela dos fluídos do organismo. Sabendo-se que foi preparada pela dissolução de 0,9g do sal em 100 mL de solução, podemos afirmar que a molaridade da solução é, aproximadamente, a) 1,25 b) 0,50 c) 0,45 d) 0,30 e) 0,15 21- (UFCE) O soro caseiro é preparado pela completa dissolução de porções de açúcar (C12H22O11), e de sal de cozinha ( NaCl ), em água fervida. Esta solução é bastante eficaz no combate à desidratação crônica, em crianças com elevado grau de desnutrição. Estabelecendo-se que a massa das porções de açúcar e sal são 0,171 g e 0,585 g , respectivamente, dissolvidos em 500 mL de água, e considerando-se que estas massas são desprezíveis com relação ao volume total da solução, as concentrações de C12H22O11 e NaCl em mol.L-1 nesta solução são, respectivamente: a) 1,0 x 10-4 e 2,0 x 10-3 b) 0,001 e 0,02 c) 0,005 e 0,10 d) 1,0 x 10-5 e 2,0 x 10-4 e) 3,42 e 11,7 22- (PUC-MG) Em um determinado creme dental, encontra-se um teor de bicarbonato de sódio de 5 mg desse composto por grama. A quantidade de NaHCO3, utilizada na preparação de 50 g de creme dental, é: a) 0,25 g b) 0,50 g c) 0,025g d) 0,05 g e) 2,50 g 23- (PUC-RS) O "soro caseiro" recomendado para evitar a desidratação infantil consiste de uma solução aquosa de cloreto de sódio, 3,5 g/L, e de sacarose, 11,0g/L. A concentração, em mol/L, do cloreto de sódio nessa solução é, aproximadamente, a) 0,03 b) 0,04 c) 0,06 d) 0,10 e) 0,15 24- (UFPE) Considere a figura abaixo:

15- (FUVEST/SP) Soluções aquosas de mesma molaridade de ácido acético e de hidróxido de amônio têm baixa condutividade elétrica quando separadas. Todavia, ao misturá-las em volumes iguais, obtém-se uma solução com maior condutividade. Dê uma explicação para esse fato, equacionando as reações envolvidas. 16-(UFMG) Uma solução 0,1 mol/L de um hidróxido alcalino MOH é preparada dissolvendo-se 0,8 g de hidróxido MOH em 200mL de solução. A fórmula do hidróxidoé: a) CsOH b) KOH c) LiOH d) NaOH e) RbOH 17- (UFF) 23,6 g de NaHCO3 (bicarbonato de sódio) são dissolvidos a 200,0 mL de solução. A concentração molar da solução será: a) 0,8 b) 1,6 c) 0,5 d) 1,4 e) 3,2 18- (UNB) Examine a tabela seguinte, com os dados sobre a solubilidade da sacarose (C12H22O11), do sulfato de sódio (Na2SO4) e do clorato de potássio (KCIO3) em água a duas temperaturas diferentes e julgue os itens seguintes. Solubilidade em água (g/L) Substâncias 40oC 60oC C12H22O11 Na2SO4 2.381 488 2.873 453

KCIO3 12 22 0 0 A solubilidade de uma substância em determinado solvente independe da temperatura. 1 1 Uma solução aquosa de sulfato de sódio, de concentração 488 g/L, deixa de ser saturada, quando aquecida a 60oC. 2 2 A uma dada temperatura, a quantidade limite de um soluto que se dissolve em determinado volume de solvente é conhecida como solubilidade. 3 3 Nem todas as substâncias são mais solúveis e quente. 19- (PUC-MG) A solução aquosa de hipoclorito de sódio (NaCl O) com uma concentração igual a 1,5 x 10 -3 mol /L é usada para combater o cólera. A massa de hipoclorito de sódio, em gramas, para prepararmos 10 litros dessa solução, é: a) 0,015 b) 0,111 c) 1,118 d) 1,500 e) 15,00 19- (PUC-MG) No combate à hiperacidez estomacal, utilizam-

e as seguintes possibilidades para o líquido existente no interior do copo: (I)H2O (II)H2O + Glicose (III)H2O + Sal de Cozinha

Qual alternativa que melhor descreve a condição da lâmpada? a) Acesa em II e apagada nas demais b) Apagada em I e acesa nas demais c) Apagada em I e II d) Acesa em I, II e III e) Acesa em I e apagada nas demais 25- (UFPE) O gráfico abaixo representa a variação de solubilidade em água, em função da temperatura, para algumas substâncias. Qual dessas substâncias libera maior quantidade de calor por mol quando é dissolvida ?

d) KNO3

e) KBr

30- (UERJ) A experiência abaixo é largamente utilizada para diferenciar soluções eletrolíticas de soluções não eletrolíticas. O teste está baseado na condutividade elétrica e tem como conseqüência o acendimento da lâmpada.

A lâmpada acenderá quando no recipiente estiver presente a seguinte solução: a) O2(l) b) H2O(l) c) HCl(aq) d) C6H12O6(aq)

31- (UERJ) No rótulo de uma garrafa de água mineral, lê-se: Conteúdo = 1 litro Sais minerais a) Na2SO4 b) Li2SO4 c) KI d) NaCl e) KNO3 Bicarbonato de magnésio Bicarbonato de potássio Bicarbonato de bário Fluoreto de sódio Cloreto de sódio Nitrato de sódio Composição 15,30 mg 10,20 mg 0,04 mg 0,80 mg 7,60 mg 17,00 mg

26- (UFPE) Em uma solução de sulfato de sódio, qual das espécies abaixo é mais abundante? a) Na+ b) SO3-2 c) Na2SO4 d) SO2 e) H2SO4 27- (PUC-RS) Um aluno do curso de Química necessita preparar uma solução 0,20 M em NaOH para ser utilizada em uma reação de neutralização. A forma correta de preparação dessa solução seria dissolver ______ g de NaOH em _____ L de solução. a) 2,0 / 0,50 b) 4,0 / 0,25 c) 4,0 / 0,50 d) 8,0 / 0,75 e) 8,0 / 1,50 28- (PUC-RS) Um técnico necessita preparar uma solução aquosa de hipoclorito de sódio, NaClO, 0,5M, para o branqueamento de um tecido de algodão. No laboratório foram encontrados apenas 10g do soluto, portanto o volume, em litros, de solução obtida com a molaridade desejada é de, aproximadamente, a) 0,27. b) 0,50. c) 2,70. d) 3,70. e) 5,00. 29- (PUC-RJ) A tabela abaixo mostra a solubilidade de vários sais, a temperatura ambiente, em g/100ml: AgNO3 (nitrato de prata): 260 Al2(SO4)3 (sulfato de alumínio): 160 NaCl (cloreto de sódio): 36 KNO3 (nitrato de potássio): 52 KBr (brometo de potássio): 64 Se 25ml de uma solução saturada de um destes sais foram completamente evaporados, e o resíduo sólido pesou 13g, o sal é: b) Al2(SO4)3 c) NaCl a) AgNO3

Nessa água mineral, a concentração de nitrato de sódio - NaNO3 - em mol.L-1, corresponde a: a) 1,0 x 10-4 b) 2,0 x 10-4 c) 4,0 x 10-2 d) 8,5 x 10-2

32- (UERJ) O perigo oculto das embalagens Alumínio, chumbo e materiais plásticos como o polipropileno são substâncias que estão sob suspeita de provocar intoxicações no organismo humano. (O Globo, 13/07/97) Considerando uma embalagem de creme dental que contenha 0,207 g de chumbo, o número de mol de átomos desse elemento químico corresponde a: a) 1,00 x 10-3 b) 2,07 x 10-3 c) 1,20 x 1023 d) 6,02 x 1023 33- (UFRRJ) Misturando-se 100 mL de solução aquosa 0,1 molar de KCl, com 100 mL de solução aquosa 0,1 molar de MgCl2, as concentrações de íons K+ , Mg++ e Cl- na solução resultante, serão, respectivamente, a) 0,05 M; 0,05 M e 0,1 M. b) 0,04 M; 0,04 M e 0,12 M. c) 0,05 M; 0,05 M e 0,2 M. d) 0,1 M; 0,15 M e 0,2 M. e) 0,05 M; 0,05 M e 0,15 M.