You are on page 1of 13

Exercícios Resolvidos da Quarta Lista

Professor: Fernando Soares dos Reis


Eletrônica de Potência I Novembro de 2007

1a) Para o conversor representado abaixo responda as questões formuladas a continuação?


Sendo: Ve = 100 V, Vs = 200 V, L = Lcrítica , F = 20 kHz e R = 20 .
vT vD

iT iD VT e iT

Ve Vs Co R
vL
VL e iL

a) Determine o seu nome e deduza a expressão do ganho estático.


Resp.:________________________________________________
b) Represente as formas de onda VT, iT, VL, iL, iD e VD VD, iD
c) O valor da razão cíclica D? Resp.:_______
d) A corrente média no diodo iD média? Resp.:_______
e) A potência entregue pela fonte Ve? Resp.:_______
f) O valor de Lcrítica? Resp.:________

DADOS:
1
Ve  100 Vs  200 R  20 Fs  20000 T 
Fs
a ) Conversor Redutor-Elevador

Fazendo o Balanço Volts x Segundos no indutor obtém-se:

Ve ton  Vs toff = 0


Sendo:

T = ton  toff Logo: toff = T  ton

Ve ton  Vs ( T  ton) = 0


ton ton
Vs = Ve Como: D=
T  ton T

ton
T D
Vs = Ve Vs = Ve
Tton 1D
T
Vs D
Em módulo se tem G: G= =
Ve 1D
Vs
c) D  D  0.667
Vs  Ve

Vs
d) Idmed 
R Idmed  10

e) A potência entregue pela fonte de entrada deve ser necessariamente igual a potência absorvida pela
carga, sempre que um sistema ideal isento de perdas seja considerado.
2
Vs
P  P  2000.0000
R

Determinação da indutância crítica.


Para tal fim se vai partir da determinação do pico da corrente no indutor, empregando para tal fim a
corrente que circula pelo diodo. Pois o valor médio desta corrente é igual a corrente de carga.

1 Idmax ( 1  D)  T
Idmed = 
T 2

2Idmed
Idmax  Idmax  60
1D

Como o pico da corrente no indutor também pode ser determinado durante o intervalo em que a chave
S é fechada se pode escrever:

Ve Ve
Ilmax = Idmax =  D T Lcri   D T Lcri  5.556  10 5
L Idmax

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
a
2 ) Para o conversor mostrado abaixo determine o que se pede.
a) Determine o nome deste conversor e deduza a
Ve = 100 V, F = 20 kHz, L = Lcrítica, expressão do ganho estático G = Vs/Ve.
R = 20  e D = 0,5 Resp.:_______________________________
b) O valor da tensão de saída sobre o resistor R.
Resp.:______________
c) A potência entregue a carga nesta situação.
Resp.:______________
d) O valor da indutância critica Lcrítica.
Resp.:_____________
Considere o valor do capacitor C muito elevado.

DADOS: a) Conversor Elevador


1
Ve  100 R  20 Fs  20000 T  D  0.5
Fs

Fazendo o Balanço Volts x Segundos no indutor obtém-se:

Ve ton  ( Ve  Vs)  toff = 0


Sendo:

T = ton  toff Logo: toff = T  ton

Ve ton  ( Ve  Vs)  ( T  ton) = 0

T ton
Vs = Ve Como: D=
T  ton T

T 1
T Vs = Ve
Vs = Ve 1 D
T ton
T
Vs 1
a) G= =
Assim o ganho estático G pode ser obtido como segue: Ve 1D

1
b) Vs  Ve Vs  200
1 D
c) A potência absorvida pela carga.
2
Vs
Pe  Pe  2000.0000
R

d) Determinação da indutância crítica.


Para tal fim se vai partir da determinação do pico da corrente no indutor. Analisando a corrente que
circula pelo diodo se pode realizar este trabalho. Pois o valor médio desta corrente é igual a corrente
de carga. Idmed = Icarga = Vs/R.

Vs
Idmed  Idmed  10
R
A partir da forma de onda da corrente que circula pelo diodo a qual é triangular se tem:

1 Idmax ( 1  D)  T
Idmed = 
T 2

2Idmed
Idmax  Idmax  40
1D

Como o pico da corrente no indutor também pode ser determinado durante o intervalo em que a chave
S permanece fechada se pode escrever:

Ve Ve
Ilmax = Idmax =  D T Lcri   D T d) Lcri  6.25  10 5
L Idmax
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
3a) Para o conversor representado abaixo responda as questões formuladas?
Sendo: Ve = 100 V, Vs = 50 V, L = Lcrítica , F = 20 kHz e R = 20 .
d) Correlacione as formas de onda ao lado com o
CKT acima.

a) Determine o seu nome e deduza a expressão do


ganho estático G = Vs/Ve. Resp.:_____________
b) A potência entregue a carga nesta situação.
Resp.:______________
c) O valor da indutância critica Lcrítica.
Resp.:_____________

DADOS:
1
Ve  100 Vs  50 R  20 Fs  20000 T 
Fs

a) Conversor Redutor

Fazendo o Balanço Volts x Segundos no indutor do conversor redutor obtém-se:

( Ve  Vs)  ton  ( 0  Vs)  toff = 0


Sendo:

T = ton  toff Logo: toff = T  ton

( Ve  Vs)  ton  ( 0  Vs)  ( T  ton) = 0

ton ton
Vs = Ve Como: D=
T T

Vs
a) Logo o ganho estático do conversor Redutor é G: a) G= = D
Ve
Vs
D  D  0.5
Ve

b) A potência absorvida pela carga é de:

2
Vs
P  b) P  125.0000
R
c) Determinação da indutância crítica.
Para tal fim se vai partir da determinação do pico da corrente no indutor, empregando para tal fim a
corrente que por ele circula. Pois o valor médio desta corrente é igual a corrente de carga.
ILmed = IRmed

Vs
ILmed  ILmed  2.5
R

1 ILmax T
ILmed = 
T 2

ILmax  2ILmed ILmax  5


Como o pico da corrente no indutor também pode ser determinado durante o intervalo em que a chave
S é fechada se pode escrever:

Ve  Vs Ve  Vs
ILmax =  D T Lcri   D T c) Lcri  2.5  10 4
L ILmax
d) A onda quadrada corresponde a tensão no indutor e quanto a corrente triangular corresponde a corrente
no capacitor uma vez que ambas as formas de onda tem valor médio nulo.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
4) Represente todos os conversores básicos (desenhe os diagramas esquemáticos) e deduza as
expressões do ganho estático (GV = Vs/Ve = ?) para estes três conversores.

Já respondida nas três questões anteriores.

5a) Calcule a indutância mínima necessária (Lcrítico) para manter o conversor redutor, operando no MCC,
fornecendo 8 V constantes na sua saída. Represente este conversor (desenhe o diagrama esquemático).
Considere os seguintes dados para este conversor:
10 V < Ve < 14 V 5 W < Pout < 50 W Fs = 20 kHz
L

D1 C R
30
Fonte
30Vdc

M1

Controle

0
1
DADOS: Ve  10 Vs  8 P  5 Fs  20000 T 
Fs

Vs
D  D  0.8
Ve

P
ILmed  ILmed  0.625
Vs

1 ILmax T
ILmed = 
T 2

ILmax  2ILmed ILmax  1.25

Ve  Vs Ve  Vs
ILmax =  D T Lcri1   D T
L ILmax Lcri1  6.4  10 5
++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

DADOS: 1
Ve  10 Vs  8 P  50 Fs  20000 T 
Fs
Vs
D  D  0.8
Ve

P
ILmed  ILmed  6.25
Vs

1 ILmax T
ILmed = 
T 2

ILmax  2ILmed ILmax  12.5

Ve  Vs Ve  Vs
ILmax =  D T Lcri2   D T
L ILmax Lcri2  6.4  10 6
++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
1
DADOS: Ve  14 Vs  8 P  5 Fs  20000 T 
Fs

Vs
D  D  0.571
Ve

P
ILmed  ILmed  0.625
Vs

1 ILmax T
ILmed = 
T 2

ILmax  2ILmed ILmax  1.25

Ve  Vs Ve  Vs
ILmax =  D T Lcri3   D T
L ILmax Lcri3  1.371  10 4
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
1
DADOS: Ve  14 Vs  8 P  50 Fs  20000 T 
Fs

Vs
D  D  0.571
Ve

P
ILmed  ILmed  6.25
Vs

1 ILmax T
ILmed = 
T 2

ILmax  2ILmed ILmax  12.5

Ve  Vs Ve  Vs
ILmax =  D T Lcri4   D T
L ILmax Lcri4  1.371  10 5

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Lcri1  6.4  10 5 Conversor Redutor Lcri3  1.371  10 4

Lcri2  6.4  10 6 Lcri4  1.371  10 5


+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
Escolhe-se o indutor de maior valor desta forma se garante que o conversor irá operar no MCC em qualquer
situação ou no pior caso no MCCri.

6a) Calcule a indutância mínima necessária (Lcrítico) para manter o conversor redutor-elevador, operando
no MCC, fornecendo 12 V constantes na sua saída. Represente este conversor (desenhe o diagrama
esquemático). Considere os seguintes dados para este conversor:
10 V < Ve < 14 V 5 W < Pout < 50 W Fs = 20 kHz

1
DADOS: Ve  10 Vs  12 P  5 Fs  20000 T 
Fs
Conversor Redutor-Elevador
Em módulo se tem G: P
Idmed  Idmed  0.417
Vs
Vs D
G= =
Ve 1D

Vs
D 
Vs  Ve D  0.545
Determinação da indutância crítica.
Para tal fim se vai partir da determinação do pico da corrente no indutor, empregando para tal fim a
corrente que circula pelo diodo. Pois o valor médio desta corrente é igual a corrente de carga.

1 Idmax ( 1  D)  T
Idmed = 
T 2

2Idmed
Idmax 
1D Idmax  1.833
Como o pico da corrente no indutor também pode ser determinado durante o intervalo em que a chave
S é fechada se pode escrever:
Ve Ve
ILmax = Idmax =  D T Lcri1   D T
L Idmax Lcri1  1.488  10 4
++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
1
DADOS: Ve  10 Vs  12 P  50 Fs  20000 T 
Fs
Conversor Redutor-Elevador
Em módulo se tem G: P
Idmed  Idmed  4.167
Vs
Vs D
G= =
Ve 1D

Vs
D 
Vs  Ve D  0.545
Determinação da indutância crítica.
Para tal fim se vai partir da determinação do pico da corrente no indutor, empregando para tal fim a
corrente que circula pelo diodo. Pois o valor médio desta corrente é igual a corrente de carga.

1 Idmax ( 1  D)  T
Idmed = 
T 2

2Idmed
Idmax 
1D Idmax  18.333
Como o pico da corrente no indutor também pode ser determinado durante o intervalo em que a chave
S é fechada se pode escrever:

Ve Ve
ILmax = Idmax =  D T Lcri2   D T
L Idmax Lcri2  1.488  10 5
++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
1
DADOS: Ve  14 Vs  12 P  5 Fs  20000 T 
Fs
Conversor Redutor-Elevador
Em módulo se tem G: P
Idmed  Idmed  0.417
Vs
Vs D
G= =
Ve 1D

Vs
D 
Vs  Ve D  0.462
Determinação da indutância crítica.
Para tal fim se vai partir da determinação do pico da corrente no indutor, empregando para tal fim a
corrente que circula pelo diodo. Pois o valor médio desta corrente é igual a corrente de carga.

1 Idmax ( 1  D)  T
Idmed = 
T 2

2Idmed
Idmax 
1D Idmax  1.548
Como o pico da corrente no indutor também pode ser determinado durante o intervalo em que a chave
S é fechada se pode escrever:

Ve Ve
ILmax = Idmax =  D T Lcri3   D T
L Idmax Lcri3  2.088  10 4
++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
1
DADOS: Ve  14 Vs  12 P  50 Fs  20000 T 
Fs
Conversor Redutor-Elevador
Em módulo se tem G: P
Idmed  Idmed  4.167
Vs
Vs D
G= =
Ve 1D

Vs
D 
Vs  Ve D  0.462
Determinação da indutância crítica.
Para tal fim se vai partir da determinação do pico da corrente no indutor, empregando para tal fim a
corrente que circula pelo diodo. Pois o valor médio desta corrente é igual a corrente de carga.

1 Idmax ( 1  D)  T
Idmed = 
T 2

2Idmed
Idmax 
1D Idmax  15.476

Como o pico da corrente no indutor também pode ser determinado durante o intervalo em que a chave
S é fechada se pode escrever:

Ve Ve
ILmax = Idmax =  D T Lcri4   D T
L Idmax Lcri4  2.088  10 5
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Lcri1  1.488  10 4 Conversor Redutor-Elevador Lcri3  2.088  10 4

Lcri2  1.488  10 5 Lcri4  2.088  10 5


+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
Escolhe-se o indutor de maior valor desta forma se garante que o conversor irá operar no MCC
em qualquer situação ou no pior caso no MCCri.
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
7a) Calcule a indutância mínima necessária (Lcrítico) para manter o conversor elevador, operando no MCC,
fornecendo 24 V constantes na sua saída. Represente este conversor (desenhe o diagrama esquemático).
Considere os seguintes dados para este conversor:
10 V < Ve < 14 V 5 W < Pout < 50 W Fs = 20 kHz

1
DADOS: Ve  10 Vs  24 P  5 Fs  20000 T 
Fs
Ganho do Conversor Elevador
Vs 1
G= =
Ve 1D
Vs  Ve
D  D  0.583
Vs

P
Idmed  Idmed  0.208
Vs
Determinação da indutância crítica.
Para tal fim se vai partir da determinação do pico da corrente no indutor, empregando para tal fim a
corrente que circula pelo diodo. Pois o valor médio desta corrente é igual a corrente de carga.
1 Idmax ( 1  D)  T
Idmed = 
T 2

2Idmed
Idmax 
1D Idmax  1
Como o pico da corrente no indutor também pode ser determinado durante o intervalo em que a chave
S é fechada se pode escrever:

Ve Ve
ILmax = Idmax =  D T Lcri1   D T Lcri1  2.917  10 4
L Idmax

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
1
DADOS: Ve  10 Vs  24 P  50 Fs  20000 T 
Fs
Ganho do Conversor Elevador
Vs 1
Vs  Ve G= =
D  D  0.583 Ve 1D
Vs

P
Idmed  Idmed  2.083
Vs
Determinação da indutância crítica.
Para tal fim se vai partir da determinação do pico da corrente no indutor, empregando para tal fim a
corrente que circula pelo diodo. Pois o valor médio desta corrente é igual a corrente de carga.

1 Idmax ( 1  D)  T
Idmed = 
T 2

2Idmed
Idmax 
1D Idmax  10

Como o pico da corrente no indutor também pode ser determinado durante o intervalo em que a chave
S é fechada se pode escrever:

Ve Ve
ILmax = Idmax =  D T Lcri2   D T Lcri2  2.917  10 5
L Idmax

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
1
DADOS: Ve  14 Vs  24 P  5 Fs  20000 T 
Fs
Ganho do Conversor Elevador
Vs 1
G= =
Vs  Ve Ve 1D
D  D  0.417
Vs

P
Idmed  Idmed  0.208
Vs
Determinação da indutância crítica.
Para tal fim se vai partir da determinação do pico da corrente no indutor, empregando para tal fim a
corrente que circula pelo diodo. Pois o valor médio desta corrente é igual a corrente de carga.

1 Idmax ( 1  D)  T
Idmed = 
T 2
2Idmed
Idmax 
1D Idmax  0.714
Como o pico da corrente no indutor também pode ser determinado durante o intervalo em que a chave
S é fechada se pode escrever:

Ve Ve
ILmax = Idmax =  D T Lcri3   D T Lcri3  4.083  10 4
L Idmax

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
1
DADOS: Ve  14 Vs  24 P  50 Fs  20000 T 
Fs
Ganho do Conversor Elevador
Vs 1
Vs  Ve G= =
D  D  0.417 Ve 1D
Vs

P
Idmed  Idmed  2.083
Vs

Determinação da indutância crítica.


Para tal fim se vai partir da determinação do pico da corrente no indutor, empregando para tal fim a
corrente que circula pelo diodo. Pois o valor médio desta corrente é igual a corrente de carga.

1 Idmax ( 1  D)  T
Idmed = 
T 2

2Idmed
Idmax 
1D Idmax  7.143
Como o pico da corrente no indutor também pode ser determinado durante o intervalo em que a chave
S é fechada se pode escrever:

Ve Ve
ILmax = Idmax =  D T Lcri4   D T Lcri4  4.083  10 5
L Idmax
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Lcri1  2.917  10 4 Conversor Elevador Lcri3  4.083  10 4

Lcri2  2.917  10 5 Lcri4  4.083  10 5


+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
Escolhe-se o indutor de maior valor desta forma se garante que o conversor irá operar no MCC
em qualquer situação ou no pior caso no MCCri.

8a) Para o circuito inversor em ponte 180o monofásico abaixo determine:


Sendo:
E = 150 V
F = 60 Hz
R = 150 
L = 0.0 H
a) Determine o valor eficaz da tensão V2;
b) A fonte E deve ser reversível em corrente? ( )sim ou não ( ) Porque?____________________
c) Qual é a potência dissipada no resistor R?
a) Como a modulação é de 180 graus uma onda quadrada é aplicada a carga. Como a onda é elevada
ao quadrado durante o processo de calculo do valor eficaz. O valor RMS de V2 = 150V

b) Quando a carga é resistiva pura não a necessidade da fonte ser reversivel já que
nenhuma energia da carga retorna para a bateria. Entretanto quando a carga for RL,
parte da energia (reativa) retorna a via diodos do inversor, para a bateria neste caso
ela deve ser reversivel isto é aceitar carga.
c) A potencia dissipada é de 150 W.
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

9a) Considere o conversor redutor (Buck) mostrado abaixo, onde todos os componentes são ideais, calcule:
a) O ripple da tensão de saída do conversor (? Vs). Resp.: ____________
b) O ripple da corrente no indutor (? IL). Resp.: ____________
c) A potência fornecida pela fonte Ve. Resp.: ____________
d) O valor médio da corrente no indutor (IL médio). Resp.: ____________
Fs = 60 kHz, Ve = 12 VCC, e) Qual o máximo valor de R para garantir a operação em MCC?
Resp.: ____________
Vs = 8 VCC, R = 2 , L = 3 mH e
C = 330 μF
iL
vC  Obs.: Para responder os itens a, b, c e d considere R = 2 .
8 C Fs

DADOS:

Ve  12 Vs  8 R  2 Fs  60000 C  10 10 6 L  100  10 6

Vs
D  D  0.667
Ve
Vs
ILmed  ILmed  4
R
2
Vs
P  P  32
R
Ve  Vs D
ΔIL   ΔIL  0.444
L Fs
ΔIL
ΔVC  ΔVC  0.093
8  C Fs

1 ILmax T
ILmed = 
T 2

ILmax  2ILmed ILmax  8

Vs
R 
ΔIL R  36
2

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
10a) Você decidiu ir pescar em uma praia deserta, para combater o stress, mas você não quer abrir mão da
sua TV, a única fonte de energia disponível é a bateria de seu carro (12 VCC) a sua TV consome 120 W e
não dispõe de entrada CC. Desta forma você vai necessitar de um inversor de tensão, responsável por
gerar a tensão alternada de 120 V RMS necessária para o correto funcionamento da TV.
Notas: 1) Para resolver este problema utilize dois conversores de potência em cascata (um elevador e um
inversor). 2) O valor máximo do ciclo de trabalho é: D = 0,9.

a) Represente o diagrama esquemático do circuito que lhe permita assistir TV.

b) O valor do indutor L de tal forma que o conversor opere no MCCrítico, para Fs=20 kHz
Resp.: Lcrítico = ....................................

c) O valor do capacitor de filtragem do conversor CC de tal forma que o ripple máximo de tensão não
ultrapasse 2,4 V. Resp.:........................................................

d) A máxima tensão aplicada a todos os interruptores dos dois conversores de potência circuito proposto.
Conversor 1. VDS...................; Conversor 2. VDS...................

a) Um conversor Elevador seguido por um inversor em ponte completa conforme o


da questão 8.

b) 1
DADOS: Ve  12 Vs  120 P  120 Fs  20000 T 
Fs
Ganho do Conversor Elevador ΔV  2.4
Vs 1
Vs  Ve G= =
D  D  0.9 Ve 1D
Vs
P
Idmed  Idmed  1
Vs

Determinação da indutância crítica.


Para tal fim se vai partir da determinação do pico da corrente no indutor, empregando para tal fim a
corrente que circula pelo diodo. Pois o valor médio desta corrente é igual a corrente de carga.

1 Idmax ( 1  D)  T
Idmed = 
T 2

2Idmed
Idmax  Idmax  20
1D

Como o pico da corrente no indutor também pode ser determinado durante o intervalo em que a chave
S é fechada se pode escrever:

Ve Ve
ILmax = Idmax =  D T Lcri   D T Lcri  2.7  10 5
L Idmax

c) Idmed D
C  C  1.875  10 5
Fs ΔV

d) A máxima tensão que todos os transistores necessitam suportar é de 120 Volts.


++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
Se você observar as expressões que se encontram nas apostilas do Moodle verá
que uma substitução do simbolo de > por = permite o cálculo da indutância critica e o
melhor é a mesma fórmula para todos pois no Buck ILmed = IRmed.
Ve 1  d   d
LBOOST 
2  Fs  I R Med
MCC

Ve 1  d   d
LBUCK  BOOST 
2  Fs  I R Med
MCC