You are on page 1of 25

TEORIA DA

CONSTITUIÇÃO

CLASSIFICAÇÃO
DAS
CONSTITUIÇÕES

Origem  Promulgadas – Democráticas  Outorgadas .

Quanto ao Conteúdo  Material  Formal .

Não existe um processo específico. . são leis esparsas. num documento escrito e único. São aquelas que a prática ou o costume sancionaram ou impuseram.  Não Escrita – Não são elaboradas num documento único. Quanto à Forma  Escrita – São elaboradas num determinado momento.

. seguindo as idéias daquela época. Elaboradas num dado momento.  Histórica – Surgem a partir dos valores da sociedade. a partir do lento passar do tempo. Quanto ao Modo de Elaboração  Dogmática – São Escritas.

.  Semi-Rígida – Parte do processo tem um procedimento rígido e outro flexível. Quanto à Estabilidade Imutáveis.  Flexível – Processo de elaboração identico ao de uma lei ordinária.  Rígida – Exige um processo especial de elaboração.

.  Nominativa – Tentam regular a vida do estado. sem limitação do seu conteúdo. entretanto não conseguem.  Semântica – Mero instrumento dos donos do poder. Correspondência Realidade(ontológico) Karl Loewenstein  Normativa – Regulam efetivamente a vida do estado.

 Normas de Princípio Institutivo. Quanto à Extensão e Finalidade  Analíticas (Dirigentes) – Cuida de várias matérias de forma mais detalhada.  Sintéticas (Garantia) – Só os elementos essenciais.  Normas Programáticas. .

PODER CONSTITUINTE  Poder Constituinte Originário – Realizado na primeira Constituição.  Ilimitado. . Ou uma ANC.  Inicial.  Incondicionado. Uma revolução.

 PODER CONSTITUINTE DERIVADO  Secundário  Limitado  Condicionado .

APLICABILIDADE DAS NORMAS CONSTITUCIONAIS .

 Auto-Executáveis.  Aplicabilidade Imediata. . NORMA DE EFICÁCIA PLENA  Produzem efeitos desde a entrada em vigor da Constituição.

mas deixou margem para o legislador ordinário.  Aplicabilidade imediata. direta. NORMA DE EFICÁCIA CONTIDA  O autor regulou a matéria. .

 NORMA DE EFICÁCIA LIMITADA  Enquanto não for criada a norma regulamentadora o dispositivo constitucional não terá aplicabilidade.  Aplicabilidade mediata. .  Não auto-executável.  Aplicabilidade indireta.

HERMENÊUTICA CONSTITUCIONAL .

 Máxima Efetividade – A norma constitucional deve ser atribuído o sentido que maior eficácia lhe conceda. Unidade da Constituição – A interpretação deve ser realizada de maneira a evitar a contradições entre as suas normas  Efeito Integrador – Resolução dos problemas buscará a integração política e social. .

 Concordäncia Prática ou da harmonização – A idéia é o não sacrifício total de uns bens jurídicos em conflito com outros. . Justeza ou Conformidade Funcional – Os órgãos que interpretam a Constituição não poderão chegar a uma interpretação que subverta. altere ou pertube o esquema estabelecido pelo contituinte originário.

. com a instituição de uma nova Constituição. APLICABILIDADE DE UMA NOVA CONSTITUIÇÃO  Constituição Nova X Constituição Antiga  A Constituição antiga será totalmente revogada.

 (Importante perceber que é importante a compatibilidade material e não formal.) .Constituição nova X Direito Ordinário Anterior  Se incompatível com a nova Constituição será revogada. não podendo falar em inconstitucionalidade e sim revogação.  (Importante notar que a Constituição antiga será revogada.)  Se compatível materialmente será recepcionada.

 Uma lei ordinária poderá ter um status de lei complementar por conta de determinação constitucional . STATUS DAS NORMAS  Quem determina o status das normas pré- constitucionais é o novo ordenamento jurídico constitucional.

CONCEITOS DE CONSTITUIÇÃO  Conceito Sociológico  Conceito Político  Conceito Jurídico .

o militar. de forma que terá eficácia. Conceito Sociológico – Fedinand Lassalle  A Constituição é a soma dos fatores reais de poder existente no pais. do contrário será por eles sobrepujada e terá efeito meramente retórico. o político e o ideológico. quando for construída em conformidade com tais fatores. tais como o econômico. .

Tem por objeto.  A constituição seria uma decisão política fundamental.Concepção Política – Carl Schmitt  A Constituição é uma decisão política fundamental. A constituição surge a partir de um ato constituinte. a forma e o regime de governo.  (Cuidado não confundir leis constitucionais x normas constitucionais) . bem como a forma de estado.