You are on page 1of 4

Conheça os valores dos sensores e atuadores do motor D12 C

As especificações técnicas abaixo ajudarão você a efetuar testes e realizar serviços com muita segurança
nos veículos da série H da Volvo

Com o conector PA no lugar, ligue a chave de ignição e verifique se o terminal 13 do


conector está recebendo a tensão da bateria. O relé K5 se arma quando o terminal 15 do
conector PA recebe negativo do módulo de controle de cabine.
OBS.: cuidado com as pontas de prova do multímetro para que não fechem curto uma
na outra quando o teste for realizado. (Figura 1)

Módulo de comando do motor


Tensão de alimentação: 24 V.
Conector do motor: 36 pinos cor preta.
Conector da cabine: 36 pinos cor vermelha.
Para soltar o conector conjugado é preciso soltar a trava de plástico.

Unidades injetoras
Tensão de alimentação: 90 V.
Resistência da bobina: 1,5 a 2,0 ohms.
Torque dos terminais elétricos da eletro-válvula: 15 Nm.
Torque do parafuso de fixação da injetora no cabeçote com arruela de encosto nova: 1ª
etapa - 20 Nm + 180 graus / 2ª etapa - solte novamente o parafuso e aperte com 20 Nm
+ 60 graus.
Torque do parafuso de fixação da injetora no cabeçote com arruela de encosto usada:
aperte com: 20 Nm + 60 graus.
Porca de fixação do parafuso de regulagem: 5.

Regulagem de unidades injetoras Lucas


Ajuste com valor de ¾ do sextavado do parafuso de regulagem ou 0,75 mm com uma
pré-carga de 0 mm.

Regulagem de válvulas
Admissão: 0,20 mm com motor sempre frio.
Escape: 0,50 mm com o motor sempre frio.
Escape com VEB: 1,60 mm sem pressão hidráulica e com o motor sempre frio
Torque do parafuso de fixação da regulagem de válvula: 38 Nm.

Aterramento do módulo
A resistência máxima de aterramento dos módulos do motor deve ser de 0 ohms do
terminal negativo da bateria aos terminais no conector dos módulos.

Interruptor do pedal de embreagem e freio


Tipo microinterruptor com os contatos fechados, sinal sonoro e resistência máxima de 5
ohms.

Sensor de pedal de acelerador


Tipo potenciômetro com contato de interruptor para marcha lenta.
Alimentação do sensor: 5 V.
Alimentação do interruptor de marcha lenta: 24 V.
Verifique se a resistência do sensor sobe gradativamente testando do terminal de sinal
ao negativo do sensor.
Verifique se existe sinal sonoro com os contatos de marcha lenta fechados.

Interruptor de controle de cruzeiro


Tipo microinterruptor com tensão de 24 V.
Verifique com o esquema elétrico se existe sinal sonoro com os contatos combinados. A
resistência máxima não pode ser maior que 10 ohms.

Sensor de temperatura do líquido de arrefecimento


Tipo termistor NTC, com tensão de alimentação de 5 V e faixa de trabalho de –30 a +
130O C.
Tabela de valores para teste:

-10 graus: +10 graus:


-20 graus:15,0Kohms 0 grau: 4,9Kohms
8,5Kohms 3,0Kohms
+30 graus: +40 graus: +50 graus:
+20 graus: 1,9Kohms
1,2Kohms 0,78Kohms 0,54Kohms
+60 graus: +70 graus: +80 graus: +90 graus:
0,36Kohms 0,26Kohms 0,19Kohms 0,139Kohms
+100 graus: +110 graus: +120 graus: + 130 graus:
0,103Kohms 0,078Koms 0,059Kohms 0,045Kohm

Sensor de temperatura do ar
Tipo termistor NTC com tensão de alimentação de 5 V e faixa de trabalho de –40 a +
150O C.
Tabela de valores para teste:

-10 graus: +10 graus: +20 graus:


0 grau: 16,2Kohms
27,5Kohms 9,88Kohms 6,20Kohms
+30 graus: +40 graus: +50 graus: +60 graus:
4,00Kohms 2,64Kohms 1,79Kohms 1,24Kohms
+70 graus: +80 graus: +90 graus: +100 graus:
0,87Kohms 0,62Kohms 0,45Kohms 0,33Kohms
+110 graus: 0,25 +120 graus: +130 graus: +140 graus:
Koms 0,19Kohms 0,15Kohms 0,11Kohms

Sensor de temperatura do óleo do motor


Tipo termistor NTC com tensão de alimentação de 5 V e faixa de trabalho de –30 a +
130O C.
Tabela de valores para teste:

-10 graus:
-20 graus:15,0Kohms 0 grau: 4,9Kohms +10 graus: 3,0Kohms
8,5Kohms
+30 graus: +40 graus: +50 graus:
+20 graus: 1,9Kohms
1,2Kohms 0,78Kohms 0,54Kohms
+60 graus: 0,36Kohms +70 graus: +80 graus: +90 graus:
0,26Kohms 0,19Kohms 0,139Kohms
+100 graus: +110 graus: +120 graus: +130 graus:
0,103Kohms 0,078Koms 0,059Kohms 0,045Kohms

Sensor de temperatura do ar ambiente


Tipo termistor NTC com tensão de alimentação de 5 V e faixa de trabalho de –40 a +
150O C.
Tabela de valores para teste:

-10 graus: +10 graus: +20 graus:


0 grau: 16,2Kohms
27,5Kohms 9,88Kohms 6,20Kohms
+30 graus: +40 graus: +50 graus: +60 graus:
4,00Kohms 2,64Kohms 1,79Kohms 1,24Kohms
+70 graus: +80 graus: +90 graus: +100 graus:
0,87Kohms 0,62Kohms 0,45Kohms 0,33Kohms
+110 graus: +120 graus: +130 graus: +140 graus:
0,25Koms 0,19Kohms 0,15Kohms 0,11Kohms

Sensor de rotações do volante do motor


Tipo sensor indutivo, com resistência de 700 a 900 ohms e amplitude de trabalho de 40
a 2500 rpm.
Distância do sensor e roda dentada sem a anilha separadora: 0,1 a 1,3 mm / com anilha:
0,7 a 2,0 mm.

Sensor de rotações do comando do motor


Tipo sensor indutivo com resistência de 700 a 900 ohms e amplitude de trabalho de 40 a
2500 rpm.
Distância do sensor e roda dentada sem a anilha separadora: 0,1 a 1,3 mm.

Sensor de pressão do turbo


Tipo medidor de pressão absoluta: atmosférica + pressão positiva do turbo, com tensão
de alimentação de 5 V e amplitude de trabalho de 0,70 a 3,00 bar de pressão.

0,5bar: 0,45v 1,0bar: 1,1v 1,5bar: 2,0v 2,0bar: 3,0v 2,5bar: 3,85v

Eletroválvula do freio motor


Tensão de trabalho de 24 V e resistência elétrica de 54 a 58 ohms.

Eletroválvula do freio VEB


Tensão de trabalho de 24 V e resistência elétrica de 87 a 101 ohms.

Pré-aquecedor de partida
Resistência elétrica do aquecedor de 5,0 ohms.
Resistência da bobina do relé do aquecedor com a chave desligada entre o negativo da
bobina e o aterramento 1,0 ohms. Tempo de acionamento do relé do aquecimento na
tabela a baixo.

-10 graus: 50 0 grau: 25 +12 graus: 25 +20 graus: 0


segundos segundos segundos segundo
Sensor de nível do líquido de arrefecimento
Sinal com o sensor aberto: 100 kohms
Sinal com o sensor fechado: 5 ohms

TESTE A: Com o multímetro na escala de ohms, a ponta vermelha no terminal 22 do


conector PB e a ponta de prova preta no terminal 8 do conector PB, pise no pedal
continuamente e verifique a resistência do sensor que deverá estar entre 1,6 Kohms e
3,6 Kohms sem nenhum corte ou falha na leitura do multímetro.
TESTE B: Com o multímetro na escala de sinal sonoro, a ponta de prova preta no
terminal 23 do conector PA e a ponta de prova vermelha no terminal 19 do conector PB,
pise no pedal de acelerador e verifique se existe sinal sonoro, caso não exista, verifique
o interruptor no pedal.(Figura 2)

Matéria elaborada por Arli das Neves Junior, “Jotta”, instrutor e consultor técnico da
Max Diesel, autor de manuais e CD-Rom da Scania, Mercedes-Benz e Volvo. Venda de
materiais pelo fone: (47) 241-5806, ou por e-mail: chektron@terra.com.br ou
max_dieseljotta@terra.com.br, e ainda no site www.cowboysdoasfalto.com.br.