You are on page 1of 5

Tipos de Sujeito – Verbos Impessoais – GRAMÁTICA

Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

TIPOS DE SUJEITO – VERBOS IMPESSOAIS

Verbos impessoais = orações sem sujeito.

A Língua Portuguesa possui alguns verbos que não admitem que a posição
de sujeito seja ocupada. Esses são os verbos impessoais.
Os verbos impessoais não admitem sujeito. Uma vez que é por causa do sujeito
que o verbo estabelece relação de concordância, o verbo impessoal não tem com
quem concordar. Assim, o verbo impessoal aparece somente no singular.

São verbos impessoais:

1) Verbos que indicam fenômenos da natureza.


Ex.: Choveu bastante ontem.
 sentido de “existir”, “ocorrer” e “acontecer”;
2) Verbo haver 
 indicação de tempo transcorrido.
IMPORTANTE!
Cabe ressaltar que um verbo que indica tempo transcorrido é diferente de
afirmar que esse verbo está no pretérito.

3) Verbo fazer → indicação de tempo transcorrido.

QUESTÕES DE PROVA
Existiam cédulas na China do ano 960, mas elas não se espalharam para outros
lugares e caíram em desuso no fim do século XIV.

A forma verbal “Existiam” poderia ser corretamente substituída por Haviam.

  COM E N T ÁRI
O item está errado. O verbo haver, com o sentido de existir, é um verbo
impessoal. Portanto, ele deve ser empregado somente no singular. A forma
correta seria: “Havia cédulas na China...”
ANOTAÇÕES

1
www.grancursosonline.com.br
GRAMÁTICA – Tipos de Sujeito – Verbos Impessoais
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

Entretanto, os verbos “existir”, “ocorrer” e “acontecer” são verbos pessoais,


ou seja, apresentam sujeito, havendo relação de concordância verbal. Em
“Existiam cédulas...”, o sujeito é cédulas.

Existiam cédulas na China.


Verbo pessoal Sujeito

Havia cédulas na China.


Verbo impessoal OD

Não existem dúvidas de que lhe diziam que determinado amante tramava contra
ele ou que outro desviava o dinheiro público, mas ele sempre fazia o que a mulher
lhe pedia e logo se livrava daqueles homens.

A forma verbal “existem” poderia ser corretamente substituída por hão, já que haver
é sinônimo de existir.

  COM E N T ÁRI
A questão está errada. Veja que a forma “hão” está no plural. Conforme já
visto, o verbo haver, com o sentido de existir, é um verbo impessoal, sendo
empregado somente no singular.
Na frase, “existem” está no plural para concordar com o seu sujeito “dúvidas”.

Atualmente, há duas Américas Latinas. A primeira conta com um bloco de países


— incluindo Brasil, Argentina.

A forma verbal “há” poderia ser corretamente substituída por existem.

  COM E N T ÁRI
Na questão, pede-se para substituir um verbo impessoal por um pessoal. Para
substituir “há” por “existem” deve-se levar em conta as relações de concordância.
ANOTAÇÕES

2
www.grancursosonline.com.br
Tipos de Sujeito – Verbos Impessoais – GRAMÁTICA
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

Então, ficaria: “Existem duas Américas Latinas”, sendo o sujeito “duas Amé-
ricas Latinas”. Como o sujeito está no plural, o verbo “existir” deve ser conju-
gado no plural para concordar com o sujeito. Logo, a questão está correta.

O autor do texto, ao discutir sua relação com a língua, afirma: “De vez em quando
um leitor culto se irrita comigo e me manda um recorte de crônica anotado, apon-
tando erros de Português”. Seu relato está reescrito, respeitando a norma-padrão,
na seguinte frase:
a. Houveram leitores cultos que, de vez em quando, se irritaram comigo e me man-
daram um recorte de crônica anotado, apontando erros de Português.
b. Existe leitores cultos que, de vez em quando, se irritam comigo e me mandam um
recorte de crônica anotado, apontando erros de Português.
c. De vez em quando, surge leitores cultos que se irritam comigo e me mandam um
recorte de crônica anotado, apontando erros de Português.
d. Há leitores cultos que, de vez em quando, se irritam comigo e me mandam um
recorte de crônica anotado, apontando erros de Português.
e. De vez em quando, haverão leitores cultos que se irritarão comigo e me manda-
rão um recorte de crônica anotado, apontando erros de Português.

  COM E N T ÁRI
a) A alternativa está errada. A forma correta seria: Houve leitores cultos.
b) A alternativa está errada. A forma correta seria: Existem leitores cultos.
c) A alternativa está errada. A forma correta seria: ... surgem leitores cultos.
d) A alternativa está correta, pois o haver, com o sentido de existir, está corre-
tamente empregado.
e) A alternativa está errada. A forma correta seria: ... haverá leitores cultos.

Portanto, a alternativa correta é a letra “d”.

Os alunos, em uma aula de Português, receberam como tarefa passar a frase abai-
xo para o plural e para o passado (pretérito perfeito e imperfeito), levando-se em
conta a norma-padrão da língua.
ANOTAÇÕES

3
www.grancursosonline.com.br
GRAMÁTICA – Tipos de Sujeito – Verbos Impessoais
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

Há opinião contrária à do diretor.

Acertaram a tarefa aqueles que escreveram:


a. Houve opiniões contrárias às dos diretores / Havia opiniões contrárias às dos diretores.
b. Houve opiniões contrárias à dos diretores / Haviam opiniões contrárias à dos diretores.
c. Houveram opiniões contrárias à dos diretores / Haviam opiniões contrárias à dos
diretores.
d. Houveram opiniões contrárias às dos diretores / Haviam opiniões contrárias às
dos diretores.
e. Houveram opiniões contrárias às dos diretores / Havia opiniões contrárias às dos
diretores.

  COM E N T ÁRI
Note que a frase, independentemente de estar no singular ou no plural, só
poderá ter o verbo “haver” no singular. Portanto, a única alternativa correta é
a letra “a”, uma vez que o “haver” aparece no singular em ambas as frases.

Se vivemos hoje a era do conhecimento é porque nos alçamos em ombros de gi-


gantes do passado. A Internet representa um poderoso agente de transformação do
nosso modus vivendi et operandi.
É um marco histórico, um dos maiores fenômenos de comunicação e uma das mais
democráticas formas de acesso ao saber e à pesquisa. Mas, como toda inovação,
a Internet tem potencial cuja dimensão não deve ser superdimensionada. Seu con-
teúdo é fragmentado, desordenado e, além disso, cerca de metade de seus bites é
descartável.

O último parágrafo do texto inicia-se com oração sem sujeito.

  COM E N T ÁRI
Falar em oração sem sujeito é o mesmo que falar em verbo impessoal. Em “É
um marco histórico...”, o verbo “é” é um verbo de ligação.
Em “É um marco histórico...”, o sujeito está elíptico/desinencial (oculto) e refere
à Internet.
Portanto, a questão está errada.
ANOTAÇÕES

4
www.grancursosonline.com.br
Tipos de Sujeito – Verbos Impessoais – GRAMÁTICA
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

 Obs.: Este material foi elaborado pela equipe pedagógica do Gran Cursos
Online, de acordo com a aula preparada e ministrada pelo professor Elias
Santana.
ANOTAÇÕES

5
www.grancursosonline.com.br