You are on page 1of 37

Doenças respiratórias

Alergia

Insetos. Fungos.Alergia  Alergia ou reação de hipersensibilidade. Alimentos. em indivíduos predispostos geneticamente.  ela só será desencadeada com a exposição a fatores ambientais.  A herança genética é a base para se ter alergia.. Pelos de animais. Agentes que costumam causar alergias são:  Ácaros .. Medicamentos.  As alergias respiratórias são doenças inflamatórias crônicas que acometem as vias respiratórias.  Pode acometer indivíduos em qualquer faixa etária. é uma resposta exagerada do sistema imunológico após a exposição a uma série de agentes. sendo a asma e a rinite alérgica as doenças mais comuns. Pólens. .

Alergia .

Alergia Diagnóstico de Alergia  O diagnóstico das alergias e doenças alérgicas é realizado principalmente por meio do histórico clínico e do exame físico do paciente. como radiografia e tomografia  Testes de provocação  Dietas de eliminação. com no sangue. exames são utilizados para complementação e/ou confirmação do diagnóstico clínico.  Diagnóstico por imagem. . Os principais exames utilizados em alergia são:  Exames laboratoriais. Quando necessário.

Alergia Tratamento e cuidados Medicamentos Os medicamentos mais usados para o tratamento de alergias são:  Anti histamínicos tópico nasal  Corticoides intra nasais  Corticoides pulmonares  Vasoconstritores tópicos nasais .

. com bordas lisas e de fácil limpeza  Limpeza: deve ser diária.Alergia Tratamento e cuidados Medidas de controle ambiental Dicas para uma casa saudável. com pano úmido com água. livre de alergia:  Ventilação: manter janelas abertas durante o dia. sabão e produtos de limpeza adequados.  Animais: evitar no quarto de dormir  Cuidados no armazenamento de roupas: lavar roupas guardadas antes do uso  Controle de fatores irritantes: fumaça de cigarro.  Móveis: o mobiliário deve ser simples.  Evitar produtos com odor ativo.  Colchões e travesseiros: trocar travesseiros uma vez por ano e preferir modelos com espuma inteiriça. odores e umidade.

Asma A asma se manifesta clinicamente por crises de falta de ar ou cansaço. . chiado no peito e sensação de aperto no peito. Cerca de 80% dos pacientes que tem asma. apresentam também rinite. geralmente acompanhada de tosse.

Asma Alergias alimentares podem causar crises de asma. Os alimentos mais comuns associados com sintomas alérgicos são:  Ovos  Leite de vaca  Amendoins  Soja  Trigo  Peixe  Camarão e outros crustáceos  Saladas e frutas frescas. Alguns conservantes e aditivos acrescentados dos alimentos industrializados também podem desencadear uma crise de asma. .

apresentam também rinite. Asma A asma se manifesta clinicamente por crises de falta de ar ou cansaço. Cerca de 80% dos pacientes que tem asma. chiado no peito e sensação de aperto no peito. . geralmente acompanhada de tosse.

pólens e Fatores irritantes como:  Odores fortes  Mudanças de temperatura  Fumaças e poluição  Infecções causadas por vírus e bactérias  Alguns tipos de medicamentos  Fatores emocionais  Exercício físico  Refluxo gastroesofágico  Fatores relacionados ao trabalho. baratas.Asma Os principais fatores desencadeantes das crises de asma são:  A exposição aos alérgenos inalantes como ácaros da poeira de casa. pelos de animais. fungos (mofo). .

.Asma A asma é classificada em quatro categorias gerais:  Grau 1: sintomas leves e intermitentes até dois dias por semana e até duas noites por mês. mas não mais do que uma vez em um único dia  Grau 3: sintomas persistentes moderados uma vez por dia e mais de uma noite por semana  Asma Grave (Grau 4): sintomas graves persistentes ao longo do dia na maioria dos dias e frequentemente durante a noite na asma grave. em geral com predomínio dos sintomas no inverno. por exemplo  Grau 2: sintomas persistentes e leves mais do que duas vezes por semana.

Tuberculose  A tuberculose pulmonar é uma infecção bacteriana contagiosa que afeta principalmente os pulmões. mas que pode se espalhar para outros órgãos. .

em algum momento da vida. o bacilo poderá entrar em atividade e vir a causar os sinais e sintomas típicos da tuberculose.  Se a pessoa infectada estiver com um bom sistema imunológico.  Se. a bactéria provavelmente não causará a doença. também conhecida como bacilo de Koch.  Ela é transmitida pelo ar.Tuberculose Causas  A tuberculose pulmonar é causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis.  permanecendo em estado latente dentro do organismo. . a resistência da pessoa baixar por algum motivo.

Tuberculose Contagiosidade A transmissão da tuberculose pulmonar pode ocorrer a partir de :  Liberação das secreções respiratórias no ambiente por meio da fala. . tosse ou espirro  Condições do ambiente:  Locais com pouca luz e mal ventilados são ideias para a proliferação da bactéria no ar e favorecem o contágio  Tempo e intensidade de exposição do indivíduo sadio com uma pessoa infectada.

 Idosos.Tuberculose Fatores de risco  Qualquer pessoa pode ser infectada pela bactéria causadora da tuberculose (bacilo de Koch). Elas são:  Infecção por HIV / Aids  Diabetes  Insuficiência renal crônica  Câncer  Quimioterapia  Medicamentos usados para evitar a rejeição do organismo a um órgão transplantado  Desnutrição  Ter pouca idade ou idade avançada. como o bacilo de Koch. . bebês e indivíduos imunossuprimidos são as principais populações-chave para a tuberculose pulmonar  Diversas razões podem levar uma pessoa a ser menos resistente à ação de bactérias.

Tuberculose Sintomas de Tuberculose pulmonar  Tosse intensa e contínua. que dure mais de duas ou três semanas  Presença de sangue na tosse  Dor no peito  Dor durante a respiração ou acompanhada da tosse  Dificuldade para respirar  Perda de peso não intencional  Fadiga  Fraqueza  Febre  Suores noturnos  Calafrios  Perda de apetite .

Tuberculose Tratamento de Tuberculose pulmonar O tratamento para tuberculose pulmonar é feito. . por meio de medicamentos  Isoniazida  Rifampicina  Etambutol  Pirazinamida. basicamente.

Câncer de pulmão .

Câncer de pulmão Causas  A causa mais comum do câncer de pulmão é o tabagismo por um longo período de tempo. . Outros fatores de risco importantes são:  Inalação de agentes químicos.  assim como uma alimentação pobre em frutas e verduras.  Há também fatores genéticos relacionados. como a tuberculose e a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). como asbesto. como a presença de história familiar. amianto e arsênio  Inalação de poeira e poluição do ar  Fumo passivo  Algumas doenças também predispõem à malignidade. radônio.

Câncer de pulmão Sintomas de Câncer de Pulmão Os sintomas iniciais do câncer de pulmão são facilmente confundidos com doenças comuns. sendo os mais frequentes:  Tosse  Falta de ar  Chiado no pulmão  Presença de sangue no escarro  Dor no peito. pois leva ao diagnóstico nas fases mais tardias da doença . o que é um perigo maior.  Perda rápida de peso e de apetite É comum o paciente não sentir absolutamente nada na fase inicial.

Dessa forma. são indicativos para procurar um médico. . deve servir como um alerta para a procura de orientação médica. justamente pela ausência de sintomas. o tumor geralmente é diagnosticado em estágio avançado ou alocado em outros lugares. principalmente se conhecida a exposição aos fatores de risco. como aumento da frequência e produção de catarro.  Dificilmente o câncer de pulmão é diagnosticado em fase inicial.Câncer de pulmão Diagnóstico e Exames Buscando ajuda médica  Qualquer uma das manifestações de sintomas. Mudanças características da tosse.

uma porcentagem reduzida se beneficia claramente da cirurgia  A radioterapia com intenção curativa.  A quimioterapia pode ser realizada para aumentar a média de sobrevida em relação ao tratamento de suporte. tem sido reservada para pacientes que não podem ser operados por questões técnicas. .  Entre esses.cerca de 10% a 20% dos casos apenas. poucos são os candidatos a uma ressecção completa . associada ou não à quimioterapia.Câncer de pulmão Tratamento de Câncer de Pulmão  Apesar de a cirurgia ser considerada o tratamento de maior chance de controle e cura. assim como a qualidade de vida.

pneumonias são provocadas pela penetração de um agente infeccioso ou irritante (bactérias. vírus. os interstícios (espaço entre um alvéolo e outro). .  Pode acometer a região dos alvéolos pulmonares onde desembocam as ramificações terminais dos brônquios e.  Existem diversos tipos de pneumonia.  Basicamente.Pneumonia  Pneumonia é uma infecção que se instala nos pulmões. Entre eles estão:  Pneumonia provocada por vírus  Pneumonia provocada por fungos  Pneumonia provocada por bactérias  Pneumonia química. às vezes. fungos e por reações alérgicas) no espaço alveolar.

Pneumonia Fatores de risco  Fumo: provoca reação inflamatória que facilita a penetração de agentes infecciosos  Álcool: interfere no sistema imunológico e na capacidade de defesa do aparelho respiratório  Ar-condicionado: deixa o ar muito seco. facilitando a infecção por vírus e bactérias  Resfriados mal cuidados  Mudanças bruscas de temperatura. .

principalmente a noite  Náuseas e vômito.5°C)  Tosse seca ou com catarro de cor amarelada ou esverdeada  Falta de ar e dificuldade de respirar  Dor no peito ou tórax  Mal-estar generalizado  Prostração (fraqueza)  Suores intensos. .Pneumonia Sintomas de Pneumonia  Entre os principais sintomas de pneumonia estão:  Febre alta (Acima de 37.

Pneumonia Sintomas de pneumonia em crianças  Crianças com pneumonia bacteriana podem apresentar também:  Respiração acelerada  Respiração ruidosa  Perda de apetite e recusa alimentar  Dor abdominal. .  A tosse nesta população costuma também ser mais seca. é comum o desenvolvimento de sintomas comportamentais como:  Confusão mental  Perda de memória  Desorientação em relação a tempo e espaço. Em idosos.

Pneumonia  Diagnóstico de Pneumonia  O diagnóstico de pneumonia é feito com exame clínico. . auscultação dos pulmões e radiografias de tórax.

.Pneumonia Tratamento de Pneumonia  O tratamento da pneumonia requer o uso de antibióticos. e a melhora costuma ocorrer em três ou quatro dias.  A internação hospitalar para pneumonia pode fazer-se necessária quando a pessoa é idosa.

 A bronquite pode ser  Aguda (de curta duração) ou  Crônica (dura por muito tempo e tem alta recorrência). .Bronquite  A bronquite é a inflamação das principais passagens de ar para os pulmões.

. a garganta e.  No início. A doença costuma estar acompanhada de uma outra infecção viral respiratória. além do vírus. Poluição e a emissão de gases tóxicos no meio ambiente ou no ambiente de trabalho também estão entre as prováveis causas. ela afeta o nariz. depois. pode-se contrair uma infecção bacteriana secundária nas vias respiratórias. como gripes e resfriados. se espalha para os pulmões. Isso significa que uma bactéria infectou as vias respiratórias. Bronquite crônica  O fumo é o principal responsável pelo desenvolvimento da bronquite crônica.Bronquite Causas Bronquite aguda  Bronquite é geralmente causada por vírus. Às vezes.

crianças pequenas e bebês têm mais riscos de contrair a infecção  Exposição a agentes irritantes: as chances de contrair a doença é maior se você trabalha com gases ou outros agentes que possam causar irritação nos pulmões  Refluxo gástrico: doenças que causam refluxo gástrico e azia podem aumentar as chances de a pessoa desenvolver bronquite. Fatores de risco  Alguns fatores são considerados de risco por médicos. eles podem ajudar no desenvolvimento de bronquite. como Aids  Idade: idosos. Segundo eles. Confira:  Fumo: o hábito de fumar pode elevar os riscos de uma pessoa desenvolver tanto a bronquite aguda quanto a crônica  Imunidade baixa: este fator de risco costuma ser uma consequência de outra doença aguda. ou ainda de uma condição crônica. como a gripe. .

Outros sintomas de bronquite crônica consistem em:  Inchaço nos tornozelos. . você ainda pode ter uma tosse seca e incômoda que se estende por várias semanas. pés e pernas  Lábios roxos devido ao nível baixo de oxigênio  Infecções respiratórias frequentes. são:  Tosse com presença de muco  Ronco ou chiado no peito  Fadiga  Dificuldade para respirar e falta de ar  Febre e calafrios  Desconforto no peito Mesmo após o desaparecimento da bronquite aguda. como resfriados ou gripes. tanto aguda quanto crônica.Sintomas de Bronquite Os sintomas da bronquite.

Sua principal causa é o cigarro. geralmente. seguido de inalação de poluição e substâncias químicas.DPOC  Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é um conjunto de doenças que levam à disfunção pulmonar. além de alteração no funcionamento dos alvéolos restantes. deixando o pulmão cheio de buracos que retém o ar. . constituída por bronquite crônica.  Inflamação e destruição dos alvéolos. A DPOC é. caracterizada pela dificuldade de respirar. E Enfisema pulmonar.

pessoas que trabalham em locais onde há muita poluição no ar devem estar atentas à quantidade de poluição inalada e. fumaça e substâncias químicas  Como prevenir a DPOC?  A melhor maneira de prevenir a doença pulmonar obstrutiva crônica é não fumar. principalmente. fumantes. . se necessário. trocar de profissão para manter a integridade física. entre outros. trabalhadores de carvoarias. a doença tem causa genética e atinge pessoas mais novas.  Causas: Cigarro.DPOC  Trata-se de uma doença progressiva que atinge. Raramente. ex-fumantes. pizzarias. pessoas acima dos 35 anos. Além disso. ou parar de fumar o quanto antes. olarias.

 Doenças pleurais.  Doenças torácicas.  Doenças nasais.  Anormalidades do sistema respiratório.  Neoplasias do trato respiratório .  Doenças da traquéia.  Laringopatias.  Infecções respiratórias.  Pneumopatias.OUTRAS DOENÇAS  Broncopatias.  Hipersensibilidade respiratória.  Fístula do trato respiratório.  Transtorno da motilidade ciliar.  Transtornos respiratórios.