You are on page 1of 4

Dimensionamento de engrenagens cilíndricas de dentes helicoidais

Critério de Pressão

𝑀 𝑖±1
𝑏 × 𝑑2 = 0,2 × 𝑓 2 × 2 × ×𝜑
𝑃𝑎𝑑𝑚 × 𝜑𝑝 𝑖

Em que:

b – largura do pinhão (mm)

d – diâmetro primitivo do pinhão (mm)

f – fator de características elásticas do par (adimensional)

i – relação de transmissão (adimensional)

Padm – pressão admissível de contato (N/mm2)

φp – fator de correção de hélice (adimensional)

φ – coeficiente de segurança

O fator de correção de hélice, utilizado para o critério de pressão, obtém-se por meio do ângulo de correção
de hélice β0 na tabela seguinte:

Φp 1,00 1,11 1,22 1,31 1,4 1,47 1,54 1,6 1,66 1,71
Β0 0o 5o 10o 15o 20o 25o 30o 35o 40o 45o

Critério de resistência à flexão
𝐹𝑡 × 𝑞
𝜎𝑚á𝑥 = ≤ 𝜎𝑚𝑎𝑡𝑒𝑟𝑖𝑎𝑙
𝑏 × 𝑚𝑛 × 𝑒 × 𝜑𝑟

Ft – força tangencial (N)

q – fator de forma (adimensional)

b – largura do pinhão (mm)

mn – módulo normal (mm)

φr – fator de correção de hélice (adimensional)

e – fator de carga 0,8 ≤ e ≤ 1,5 (adimensional)

Fator de Carga (serviço)

e = 0,8 – serviços pesados

e = 1,0 – serviços normais

e = 1,5 – serviços leves

Pelo fator de serviço (φ), Tabela de Agma, determina-se por intermédio de:
1
𝑒=
𝜑

2.5. Fator de correção de hélice 1.2 1.2 – Fator de forma Para utilizar a tabela do fator de forma da ECDR. Relação de transmissão 1. Torque no pinhão 1.φr fator de correção de hélice (resistência) φr 1. Módulo de engrenamento Utilizar da proporcionalidade desejada entre as dimensões b/d e substituir na equação para volume mínimo encontrando assim o valor do diâmetro primitivo.28 1.1. Pressão admissível 1. Como o diâmetro primitivo é definido por meio do produto entre o módulo frontal (m s) e o número de dentes da engrenagem.Força tangencial (N) 𝑀𝑡 𝐹𝑡 = 2 𝑑𝑝0 2.3.0 1. tem-se que: 𝑑𝑝 = 𝑚𝑠 ∗ 𝑍 Encontrar o valor do módulo frontal através da equação: Módulo normal 𝑚𝑛 = 𝑚𝑠 𝑐𝑜𝑠𝛽0 Normalizar o módulo obtido por meio da DIN 780 (tabela) Recalcular o módulo frontal através do módulo normalizado 𝑚𝑛 0 𝑚𝑠𝑜 = 𝑐𝑜𝑠𝛽0 1.4. Resistência à flexão no pé do dente 2.Recálculo da largura da engrenagem. Recálculo do diâmetro primitivo (dor) 𝑑𝑝0 𝑚𝑠𝑜 = 𝑍 1. Fator de características elásticas 1. Utiliza-se para tal a relação seguinte: 𝑍1 𝑍𝑒 = (𝑐𝑜𝑠𝛽0 )3 .36 Β0 0o 5o 10o 15o a 25o 25o a 45o Procedimento para dimensionar engrenagem cilíndrica de dentes helicoidais: 1. Volume mínimo no pinhão 1.7.6. torna-se necessário determinar o número de dentes helicoidais correspondentes a dentes retos.35 1.9.8.1.

O acionamento será por meio de motor elétrico com 1140 rpm e potência de 14. 2. Considere: b1/d1 = 0.7 kW. Fator de Características Elásticas (f) para ângulo de pressão de 20º Material E (GPa) Fator (f) Pinhão de aço E = 210 1512 Coroa de aço E = 210 Pinhão de aço E = 210 1234 Coroa de FoFo E = 105 Pinhão de FoFo E = 105 1069 Coroa de FoFo E = 105 . Z2 = 89 dentes .6 – fator de correção de hélice 2. Por meio de Ze obter q 2. β0 = 200 ângulo de hélice. O material utilizado é o SAE 8640. A engrenagem estará apta para suportar a transmissão se: σmax ≤ σmaterial 𝐹𝑟 = 𝐹𝑡 ∗ 𝑡𝑔𝛼𝑠0 Fr em (N) 𝐹𝑎 = 𝐹𝑡 ∗ 𝑡𝑔𝛽0 F em (N) Exercício Dimensionar o par de ECDH.25 . A duração prevista para 10000 horas de funcionamento. αno = 20o ângulo de pressão normal.4 – largura da engrenagem 2. Z1 = 29 . para que possa atuar com segurança em uma transmissão com engrenamento externo.5 – módulo normalizado 2.Ze é o número de dentes equivalentes.3 – fator de serviço (e) 2. com atuação em eixos de transmissão e acionamento de 10 h/dia.8 – análise do dimensionamento.7 – tensão máxima atuante no pé do dente. A dureza especificada é de 6000N/mm2.