You are on page 1of 23

Departamento de Polícia Habbiana®

Coronel Matheus Dantas Eufrásio (KOISA,)

Trabalho de Conclusão de Cargo ®

Rio Grande do Norte,

2017.
Trabalho de Conclusão de Cargo (TCC)

Coronel KOISA,

Diante deste documento, venho apresentar novas ideias para policia,

juntamente com meu trabalho de conclusão de cargo,

visando melhorias e aperfeiçoamentos em certos pontos da polícia.

Natal,

2017.
Introdução

É com um enorme prazer e dedicação a que venho apresentar novos projetos e


melhorias para avaliação, para que possivelmente sejam implantadas na polícia DPH.

Segundo o estatuto, o principal objetivo do TCC é: Formar um bom oficial superior de


qualidade, com a finalidade de “avaliar” se o coronel tem uma postura e experiência de
um futuro oficial superior. Também possui a finalidade de apresentar projetos e novas
melhorias para que sejam avaliadas e se aprovadas, aplicadas à polícia.

Com base nisso, tendo capacidade e conhecimento o suficiente para a elaboração,


apresenta-vos, meu digno e humilde trabalho de conclusão de cargo, apresentando
novos projetos e melhorias para aprimorar ainda mais todos os setores da polícia.

Nos últimos anos, a polícia DPH inovou e teve várias mudanças de forma geral, uma
delas foi à implantação do novo sistema chamado “System” onde substituiria o fórum
da polícia. Com o system tudo ficaram mais fácil e simples de se fazer, desde a
postagem de uma simples advertência á uma demissão, onde era bastante demorado
de se postar, hoje ficou bem rápido e fácil com o novo sistema.

Também veio a implantação do estado-maior na polícia, onde são resolvidas punições


irregulares aplicadas por nossos policiais. Qualquer policial tem o direito de realizar uma
“Denuncia” ao estado maior, onde eles irão entrar em contato com o militar e
posteriormente resolver a punição irregular aplicada.
CAPÍTULO 6: Direitos ®

Explicação do capítulo: O capítulo em geral, informa ao leitor sobre as regras e


informações sobre os direitos das bases da polícia, onde é informado sobre como
ganhar os direitos, que patente é necessária para possuir direitos, e como é
conquistado o porte de direitos em bases. De acordo com minha interpretação do
capítulo, foram absorvidas as informações a seguir:
A patente mínima para ganhar direitos em base é de capitão acima, porém não é
somente ser capitão, é necessário confiança dos supremos da polícia, onde eles irão
selecionar os melhores policiais de acordo com a disponibilidade exigida de porte de
direitos. É informado também que policiais portadores de direitos que usarem seu
porte inadequadamente, estarão sujeito á punições e suspensão de seu porte de
direitos. Muitos policiais procuram saber com outros portadores de direitos como
ganhar direitos, onde se deve orientar a estes policiais para lerem este capitulo do
estatuto, pois nele está repleto de informações importantes que com certeza,
responderá qualquer pergunta ou dúvida em relação a este assunto.

ARTIGO 1: Os direitos serão entregues a policiais de confiança dos Supremos da DPH.

Explicação do artigo: O artigo citado acima informa que os direitos em base só serão
atribuídos á policiais de confiança da supremacia da polícia, onde quem exerce a
“Supremacia” são as patentes de supremo, vice-presidente e presidente da polícia.
Portanto, para possuir seu porte de direitos, será necessário confiança dos mesmos em
geral.

- Situação 01: Um capitão está bastante ativo em base, cumpre com todas suas metas
impostas pelos seus grupos, ajuda seus inferiores, resolve problemas da base e exerce
um bom comando do oficial de base semanalmente. Este policial estará apto á receber
seu porte de direitos.

- Situação 02: Um general está sempre criando confusão em base, às vezes não usa
termo correto com seus inferiores/superiores em base, mostra-se em base com má
postura ou disciplina, causando com que outros inferiores vejam essa postura e repitam
futuramente, não cumpre com suas metas, mas é ativo em base. Este policial não está
apto á receber seu porte de direitos.

ARTIGO 2: Não são todos os cargos pagos que estão aptos para obter direitos.

Explicação do artigo: O artigo citado acima informa que não é qualquer cargo pago que
pode obter direitos em base, ou seja, não é qualquer patente de cargo pago que está
apta a receber direitos em base, deve haver confiança e merecimento de cada militar.
Este artigo é bem útil, porque às vezes um cargo pago entra na polícia e só porque ele
tem patente hierárquica alta, o mesmo acha que estará apto á receber direitos, a regra
citada para cargos não pagos, encaixa-se também para cargos pagos.

- Situação 01: Um policial adquiriu o cargo de Staff-Geral na polícia, e pelo motivo do


mesmo obter conclusão e aprovação em todos seus treinamentos, ele acha-se no
direito de ganhar seu porte de direitos em base. Este policial não está apto á receber um
porte de direitos.

- Situação 02: Um policial ao adquirir o cargo de Staff na polícia, e concluir todos os


treinamentos, o mesmo se dedica e empenha a todos os postos disponíveis para o
mesmo trabalhar, está sempre ativo em base, e possui um bom histórico de carreira
policial na DPH. Este policial estará apto á receber um porte de direitos.

ARTIGO 3: Quem usar os direitos indevidamente, perderá os direitos, além de ser


punido.

Explicação do artigo: O artigo citado acima informa que o portador de direitos que usar
indevidamente seus direitos, perderá e será punido com a punição mais adequada ao
tipo de ação que o mesmo fez. Ou seja, caso um portador faça algo de errado com seus
direitos, nem que seja expulsar um policial por vontade própria sem motivo adequado,
ele será punido e ganhará a suspensão de seu porte de direitos.

- Situação 01: Um portador de direitos abre a portinha da salinha de recrutas para um


cabo que está em deslocamento ao posto, ao abrir a portinha um recruta adentra ao
quartel, ficando perto da porta, o portador de direitos expulsa-o sem ao menos tentar
solicitar ao recruta sua retornada á salinha. Esta ação do portador está INCORRETA.

- Situação 02: Um portador de direitos ao assumir o oficial de comandos, avista um


soldado na recepção de pé, o mesmo solicita ao tal soldado para obedecer a seus
comandantes e retornar a sua poltrona para um possível alistamento, após solicitar ao
soldado, o mesmo retorna ao assento e as atividades da recepção retornam a fluir. Esta
ação do portador está CORRETA.

- Situação 03: Um portador de direitos, sem ao mínimo informar, sai expulsando todos
os policiais do lado externo da base. Esta ação do portador está INCORRETA.

- Situação 04: Um portador ao exercer seu trabalho normalmente no oficial de


comando, um soldado do centro levanta-se e começa a deslocar-se para postos sem
necessidade, o mesmo solicita-o para sentar-se novamente e instrui o mesmo
informando que não é permitido este tipo de conduta diante o departamento. O
soldado senta-se e não retorna a realizar más condutas novamente sem á necessidade
de o portador usar seus direitos para expulsar o mesmo. Esta ação do portador está
CORRETA.
ARTIGO 4: Está permanentemente proibido pedir direitos. Se ocorrer um caso deste, o
superior tem permissão de puni-lo com advertência escrita. Se persistir, demissão.

Explicação do artigo: O artigo citado acima informa que é extremamente proibido pedir
direitos na base. Caso algum militar peça, ele será advertido de forma escrita, e caso
persista em pedir o superior terá a permissão de demitir o policial. Pedir direitos a
superiores está causando punições por conta do não cumprimento deste artigo, tendo
em vista que a maioria dos policiais ativos em base, já leu ou lê o estatuto oficial da
polícia semanalmente.

- Situação 01: Após a entrada do presidente em base, um policial sussurra com o mesmo
e pede porte de direitos administrativos em base. O policial estará sujeito á punições.

- Situação 02: O policial desde sua entrada á policia até o dia atual, dedica-se á polícia,
sempre ajudando no necessário, sua patente é acima da permitida (Capitão), é bastante
ativo em base, e após a entrada de um superior o mesmo nunca pediu direitos. O
policial não estará sujeito a punições.

ARTIGO 5: Direitos em emblemas oficiais da polícia são entregues pelo responsável pelo
grupo, caso o policial use esta ferramenta para aprovação nos grupos e tenha total
confiança.
Nenhum policial inferior a Diretor pode dar direitos administrativos sem permissão.

Explicação do artigo: O artigo citado acima informa que á administração de emblemas


serão entregues somente pelo responsável do grupo, ou seja, somente policiais
selecionados pelo responsável do grupo terão administração no emblema que lhe foi
dado a administração, ficando assim, extremamente proibido entregar direitos
administrativos a outros policiais sem permissão.

- Situação 01: Um policial após receber direitos administrativos, usa com má conduta
dos direitos retirando/adicionado alguém incorretamente, ou seja, sem o mesmo obter
permissão para a entrega dos direitos administrativos. Este policial estará apto á receber
punições.

- Situação 02: Um policial desde que recebeu direitos administrativos, antes de


aceitar/retirar qualquer policial o mesmo confere a página do policial no system,
garantindo assim que a sua ação seja efetivada de forma correta. Este policial não está
apto á receber punições.

Possíveis melhorias para o capítulo: Bom, depois de relatar sobre esta possível
implantação de melhoria a diversos militares e muitos dos mesmos aprovarem, decidi
apresenta-la em meu TCC. Esta implantação seria adicionar ao capítulo do estatuto os
seguintes artigos:
• ARTIGO 6: Policiais com pouco rendimento e má postura diante o departamento,
terão seus direitos retirados.

• ARTIGO 7: Portadores de direitos que forem rebaixados por ações de má postura ou


falta de disciplina militar, terão seus direitos retidos. Caso o policial demostre merecer
novamente, receberá a devolução dos direitos.

• ARTIGO 8: Caso alguma regra acima seja descumprida ou ignorada, o portador de


direitos será advertido, podendo correr o risco de perder totalmente seu porte.

• ARTIGO 9: Todos os portadores de direitos terão a permissão de ao adentrar a base


dirigir-se a sala de ausentes para postar sua devida entrada, sem necessitar de
permissão do comando central do quartel-general.

• ARTIGO 10: Os relatórios de entrada/saída deverão ser postados sempre que o


portador adentrar a base, não sendo necessário postar caso o mesmo entre por um
tempo inferior á 20 minutos.

Com a implantação destes novos artigos, teremos mais informações para os policiais
que já possuem direitos em base, pois temos portadores que não são cientes das regras
do grupo e não honram seu porte de direitos. Muitos portadores após ganhar seu porte
de direitos “enjoam” do oficial de comandos, negando-se e ficando apenas para cumprir
a meta semanal.

Projeto oficial – Treinamento de Porte


de Direitos (TPD)
Muitos policiais quando recebem seu porte de direitos, ficam um pouco
“desinformados” e perdidos sobre assumir o oficial de comando das bases, não
lembram sobre a principal função e trabalho de um oficial de comandos, causando
assim um possível mau comando exercido em base. Pensando na amenização e solução
para este problema, decidi criar um projeto onde irá acabar com isso, pois o oficial de
comando exige bastante atenção e informação do policial, não é só abrir e fechar
portas. Ao assumir o oficial de comando o militar deverá está sempre atento e ter um
bom conhecimento do estatuto para responder perguntas e dúvidas feitas por
inferiores presentes no quartel.

Como irá funcionar este projeto?


Será criado um treinamento de Pré direitos, onde os policiais que forem convidados á
receber direitos deverá obter aprovação no mesmo para conseguir seus direitos. Este
treinamento será nomeado de TPD - (Treinamento de Porte de Direitos), onde cada
policial deverá realizar para que possa relembrar e aprender ainda mais sobre como se
portar ao assumir o oficial de comandos dos quartéis-generais. O treinamento contém
cinco tópicos são eles:

• Tópico 01 – Postura exigida no oficial de comandos.


- Neste tópico seria informada ao portador a postura que o mesmo precisa ao assumir o
oficial de comando do quartel, informando para sempre evitar brincadeiras e desfoco
da função do oficial de comandos, como ser direto e definitivo no que falar, e como agir
diante os problemas ocorridos em base.

• Tópico 02 – Qual a função do oficial de comandos.


- Neste tópico seria informada sobre a função do Oficial de Comando, no que se deve
está atento á base por completo, dicas para evitar presença de intrusos na polícia e
finalizando com informações extras sobre a função em geral ao assumir o oficial de
comandos.

• Tópico 03 – Como e quando anunciar o sentido.


- Neste tópico seria informado e ensinado ao portador como e quando anunciar o
comando sentido, informando que a maior patente da base recebe sentido, cargos
pagos necessitam de medalha para receber o comando, como anunciar o comando, e
finalizando com informações que abrange o comando sentido em geral.

• Tópico 04 – ¥ Teste Prático – Oficial de Comandos ¥.


- Neste tópico será realizado um teste prático bastante rigoroso com o novo portador,
onde será testado todo seu conhecimento do estatuto e postura diante os problemas
apresentados pelo aplicador do teste. Após a aprovação no teste prático, o mesmo
poderá passar para o questionário.

• Tópico 05 – Questionário.
- Neste ultimo tópico, o portador deverá responder uma série de dez perguntas
relacionadas ao estatuto, regulamento disciplinar, e sobre informações da polícia que
todo portador de direitos deve saber para repassar a militares que o pergunte durante
seu trabalho no oficial de comandos. Após a finalização e aprovação no questionário o
mesmo poderá exercer seu trabalho como portador de direitos oficial da Polícia DPH.

Informações finais

- Este treinamento não será postado no system, e não disponibilizará nenhuma sigla
para o portador.

- Somente portadores aprovados neste treinamento poderão exercer seu trabalho


como portador de direitos.
- Somente auxiliares de direitos poderão aplicar este treinamento.

- Este seria um treinamento oficial da polícia DPH, pois será de sigilo do grupo de
direitos, ou seja, apenas quem for convidado para receber direitos que terá o direito
saber mais sobre este treinamento.

- Caso o militar reprove no treinamento, ele poderá refazê-lo mais uma vez, após 24
horas do ultimo treinamento, somando duas tentativas, a terceira tentativa deverá
haver uma permissão dos auxiliares.

- O portador será avisado com antecedência do treinamento, portanto, deverá marcar


com o aplicador com no mínimo 24 horas de antecedência, para que tenha o tempo
para estudar e preparar-se para o treinamento.

Com este treinamento teremos portadores eficientes e de qualidade na polícia,


garantindo que os mesmos estejam preparados para o trabalho diário e cansativo de um
oficial de comandos.

Projeto EXTRA – Sala de Acessos


Depois de dias, semanas e até meses de dedicação a polícia DPH, venho apresentar um
projeto para a organização e remuneração de todo esforço exercido pelos portadores
de direitos.

Como é de se perceber, muitos portadores de direitos exercem em base diariamente e


semanalmente um serviço de qualidade e demorado no oficial de comando do quartel-
general, muitos até madrugam no computador para garantir que a base permaneça
aberta durante 24 horas. Pensando em retribuir este esforço e dedicação exercidos
para a polícia, criei um bom projeto onde seriam dados “benefícios” pelo bom esforço e
dedicação dos oficiais, além de incentivar os mesmos a assumir o oficial de comando
com mais vontade e esforço.

Como irá funcionar o projeto?

Todos os meses serão divulgados uma lista de três portadores que durante o mês se
disponibilizou e se dedicou por mais tempo para o oficial de comandos, esta designação
seria formada através do ranking de direitos, onde são atualizados todos os domingos.
No final de cada mês, seria dado levantamento dos três portadores que assumiu oficial
de comando durante mais tempo, e os três ganharia direitos na SALA DE ACESSOS da
polícia, onde somente a liderança de guias tem acesso.

Quase todas as manhãs recrutas bagunceiros visitam a policia com o intuito de criar
badernas e problemas que são difíceis de resolver porque no turno matutino,
normalmente nenhum membro da liderança de guias está disponível. Com a
implantação deste projeto, muitos policiais que se destacaram, ou seja, mostraram-se
aptos a confiança resolveriam este problema, pois de acordo com que percebi, a
maioria dos portadores tem disponibilidade pela manhã, turno que estes “Recrutas
baderneiros” aparecem para afrontar e desrespeitar nossos superiores e policiais na
polícia. Lembrando que qualquer erro ou problema que o militar cause durante seu
tempo de direitos, ele correrá o risco de perder seus direitos além de ser punido com a
punição adequada para o tipo de ação praticado.

CAPÍTULO 5: Aulas/Treinos/Rondas/Instrução/Supervisão ®

Explicação do capítulo: Este capítulo é contido todas as informações, objetivos e funções


das aulas, treinos, rondas, instrução e supervisão como consta no nome do capitulo,
abaixo contém todas as informações contidas no capitulo:

• Horário e quantidade de militares necessário para uma devida aula ou instrução.

• Horários e dias respectivos dos treinamentos oficiais da polícia, onde são realizadas
todas as semanas trazendo diversão e entretenimento para todos os militares da
polícia.

• Horários e dias da semana onde são ocorridas as rondas da polícia, onde sua função é
divulgar a habbo etiqueta nos quartos públicos da polícia, além de convidar novos
usuários para conhecer o departamento.

• Informações sobre os grupos oficiais da polícia, onde é instruído de como nunca ser
enganado com emblemas e grupos fakes criados por usuários baderneiros querendo
derrubar cada vez mais o departamento.

• Informações sobre os emblemas da polícia, desde praças oficiais á oficiais superiores,


informando qual patente cada emblema de acesso é entregue.

• Informativos em geral sobre tudo citado acima, e finalizando com algumas


informações sobre as funções extras da polícia DPH.

ARTIGO 1: O objetivo da aula é ensinarmos aos nossos policias assuntos importantes


como: História da DPH e nossas regras.

Explicação do artigo: O artigo citado acima informa o principal objetivo da aula, que é
ensinar a os policiais tudo que os mesmos necessitam saber sobre a polícia, são elas, as
regras, história da polícia, como assumir certos setores da base, além de preparar o
policial para qualquer tipo de trabalho que a aula instrui.
Exemplo: O treinamento T1, onde é instruído sobre como trabalhar nas alavancas, e
como manusear o system.

ARTIGO 2: O objetivo do treino é treinarmos nossos policiais para qualquer


eventualidade, deixando-o mais ágeis e competentes, além de promover a diversão dos
mesmos.

Explicação do artigo: O artigo citado acima informa qual o objetivo dos treinos
realizados na polícia, que sua função é deixar os policiais da DPH mais ágeis e
competentes durante sua rotina diária de trabalho no quartel-general. Além de
proporcionar uma diversão e um lazer para os policiais que durante toda a semana
trabalharam com esforço e dedicação. Os treinos são uma forma de “retribuição” por
todo esforço exercido para á polícia durante a semana.

ARTIGO 3: O objetivo da ronda é ajudar novatos em espaços públicos, cooperarmos com


a Habbo Etiqueta e ensinar nossos policiais o que é a honestidade no Hotel.

Explicação do artigo: O artigo citado acima informa qual o objetivo das rondas da polícia,
que sua função é deslocar os policiais presentes para os quartos públicos do habbo,
onde lá será divulgando e explicando sobre a habbo etiqueta. Além disso, convidando
os usuários para conhecer a polícia, onde teremos novos policiais alistando-se nas
bases.

ARTIGO 4: O objetivo dos GUIAS é instruir os Recrutas/Policiais da DPH, ensinando-os os


nossos comandos, história e de como a Polícia DPH funciona.

Explicação do artigo: O artigo citado acima informa qual o objetivo dos guias da polícia,
o que eles ensinam e quais suas funções. A função dos guias é aplicar aulas para todos
os policiais da polícia, desde recruta á capitão, onde são aplicados treinamentos e aulas
que são essenciais para a carreira do policial. Aos recrutas é ensinado sobre a história
da DPH, suas regras e todas e as informações que rege a mesma.

ARTIGO 5: O Objetivo da supervisão é verificar as páginas/ausência de cada policial,


evitando assim a presença de intrusos dentro da Polícia da DPH.

Explicação do artigo: O artigo citado acima informa o principal objetivo da supervisão,


onde sua função é observar e supervisionar os policiais ausentes da polícia, além de
supervisionar todos os emblemas da polícia, garantindo a retirada de fakes e policiais
demitidos do departamento. Esta é uma função importantíssima para á polícia, pois
garante a organização e controle dos grupos e páginas dos policiais.

ARTIGO 6: Abaixo estão os horários e datas dos respectivos grupos:

Guias:
AG Parte 1: Todas as Terças às 15h00 ou às 20h00/BR
AG Parte 2: Todas as Quintas às 15h00 ou às 20h00/BR

Treinos:
Sextas-feiras às 20:30/BR - Sábados às 20:30/BR - Domingos às 19h00/BR

Rondas:
Quintas-Feiras às 17h00/BR
Nos finais de semana -> Horários diversos. Ronda surpresa.

Aulas:
Treinamento [TE]: Basta ter três sargentos na base e um professor aplicará
Treinamento [TF]: Basta ter dois subtenentes na patente na base para a aplicação da
mesma.

ARTIGO ÚNICO – GRUPOS:

Apenas os emblemas da conta: EMBLEMAS-DPH ou Unbornbard são OFICIAIS.

O Grupo ★ POLÍCIA DPH ★ Empregos é o grupo obrigatório em que todos os


membros da Polícia DPH tem de estar. Desde o cargo mais inferior ao cargo mais
superior.
O emblema deste grupo não deve ser utilizado como favorito para entrar dentro do
quartel.

Explicação do artigo: O artigo citado acima é um dos mais importantes do capitulo, pois
informa todas as informações e horários das aulas, rondas e treinos da polícia. O artigo
informa que, o horário do A.G parte um é realizado todas as terças às 15 horas e/ou ás
20 horas do mesmo dia. O A.G parte dois é realizado todas as quintas ás 15 horas e/ou
ás 20 horas do mesmo dia.
Informa também que os treinamentos da polícia são realizados ás sextas-feiras às 20
horas e 30 minutos, nos sábados ás 20 horas e 30 minutos, e aos domingos ás 19 horas.
As rondas são realizadas todas as quintas-feiras ás 17 horas, podendo ocorrer rondas
surpresas no final de semana, onde á qualquer horário pode ocorrer. E por ultimo, o
artigo informa sobre as aulas, treinamento de especializado e treinamento de
formação, onde o treinamento especializado é realizado com três sargentos em base e
um professor disponível e o treinamento de formação com dois subtenentes em base e
um professor disponível para a aplicação. Por fim, o artigo é encerrado com a
informação que apenas os grupos das contas “EMBLEMAS-DPH” e “Unbornbard” são
oficiais e o grupo oficial ★ POLÍCIA DPH ★ é de uso geral de cada membro da polícia,
desde recruta á presidente.

ARTIGO 7: O grupo [DPH] CPG's Superiores e Vip Pass, são destinados a todos os
membros da Polícia DPH que pagaram por um cargo e para os Diretores acima.
Explicação do artigo: O artigo citado acima informa que os grupos [DPH] CPG's
Superiores e [DPH] Vip Pass ®, são de uso dos cargos pagos da polícia. As patentes de
sócios á delegados usam além do emblema de sua devida patente o [DPH] Vip Pass ®, e
patentes acima de vip’s usam além do [DPH] Vip Pass ® o [DPH] CPG’s Superiores, pois a
partir do cargo vip’s já é considerado superior. Cargos não pagos acima de diretor
poderão usar os devidos grupos para venda de cargos.

ARTIGO 8: Os policiais deverão utilizar seus grupos de ACESSO como favorito, sendo:
Praças Especiais, Oficiais Subordinados, Oficiais Intermediários, Oficiais e Oficiais
Superiores.
Inferiores a subtenente deverão utilizar os grupos do cargo, assim como cargos pagos
inferiores a Vip.

Explicação do artigo: O artigo citado acima informa que todos os policiais registrados na
polícia DPH deverão obrigatoriamente usar seu devido emblema de acesso ao adentrar
ao quartel. Abaixo temos o emblema de acesso e suas devidas patentes:
• Praças Especiais: Grupo de acesso de subtenentes e aspirantes a oficiais da polícia.
• Oficiais Subordinados: Grupo de acesso de tenentes da polícia
• Oficiais Intermediários: Grupo de acesso de capitães e majores da polícia.
• Oficiais: Grupo de acesso de generais e coronéis da polícia.
• Oficiais Superiores: Grupo de acesso de inspetores e inspetores-chefes da polícia.
- Policiais com patente hierárquica abaixo de subtenentes devem usar seu emblema de
sua devida patente.

ARTIGO 9: É permitido que líderes das funções criem grupos para controle interno ou
para dividir policiais em suas funções. Os grupos poderão ser utilizados, porém, não
poderão de forma alguma entrarem em base utilizando-os como favoritos.

Explicação do artigo: O artigo citado acima informa que os líderes de funções extras da
polícia tem permissão para criar grupos para uso de controle interno do grupo, porém
nenhum desses grupos poderá ser usado para adentrar ao quartel, seguindo as regras
todos os policiais devem adentrar ao quartel com seu emblema de acesso ou de sua
respectiva patente. Somente o líder e vice-líder terá permissão de usar o grupo oficial
da função como favorito ao adentrar ao quartel.

- Situação 01: Um sargento é membro do lota-lota, e adentra a base com o emblema do


lota-lota como favorito, o mesmo será advertido verbalmente e será solicitado ao
mesmo para realizar a troca do emblema, colocando o de sua devida patente. Este
policial estará incorreto.

- Situação 02: Um policial adentra ao quartel-general com o emblema de sua respectiva


patente como favorito. Este policial está correto.

ARTIGO 10: O Líder e o Vice-Líder do grupo pode utilizar o emblema do grupo como
"Favorito" no perfil.
Explicação do artigo: O artigo citado acima informa que apenas o líder e vice-líder de
uma função extra terão permissão de adentrar ao quartel-general com o emblema do
grupo como favorito no perfil, contendo apenas a restrição de que grupo que estiver
favorito no perfil deverá ser o emblema oficial do grupo, e não um devido emblema de
controle e afins.

- Situação 01: O líder dos supervisores de promoções adentra ao quartel-general


portando seu emblema de “Coordenadores de Supervisores de Promoções” como
favorito no perfil. Este policial está incorreto.

- Situação 02: O vice-líder dos supervisores de promoções adentra ao quartel-general


portando o emblema oficial dos supervisores. Este policial está correto.

- Situação 03: A líder de guias adentra a base com o emblema do treinamento T1 como
favorito. Este policial está incorreto.

ARTIGO 11: A participação de todo Praça e Oficial nos grupos da polícia DPH é uma
bonificação, confira as regras para adesão e retirada dos grupos:

Explicação do artigo: O artigo citado acima está incompleto, não contendo nenhuma
informação á ser absorvida para uma possível explicação.

Possíveis melhorias para o capítulo: Neste artigo gostaria de apresentar algumas


melhorias onde irei cita-las abaixo em uma forma numérica:

Melhoria 01: No artigo 06 do capítulo são informados os horários dos diversos tipos de
treinamentos/aulas/rondas e etc... Como é de se perceber, temos rondas apenas nas
quintas, e divulgar a habbo etiqueta sempre fez parte do objetivo da polícia, portanto
em minha concepção acrescento a melhoria de realizar rondas semanais com mais
frequência, e não apenas nas quintas, pois nem todos possui a disponibilidade nas
quintas às 17 horas, temos policiais que só tem disponibilidade de manhã ou à noite,
onde não participam das rondas por este motivo. Com mais rondas na polícia, teremos
mais membros alistando-se e, além disso, divulgando a Habbo Etiqueta que é o principal
objetivo da polícia. Em minha opinião, realizaria uma correção nos horários e dias,
abaixo apresento um novo cronograma para a função:

Segunda-Feira às 10:30/BR – [Turno matutino]


Quarta-Feira às 17:00/BR – [Turno vespertino]
Sexta-Feira às 21:00/BR – [Turno noturno]

Melhoria 02: Adicionar o formulário de marcação de A.G no artigo 06 em “guias”,


facilitando para os militares que desejam marcar seu A.G individual e não sabe onde,
evitando que o mesmo tenha que ocupar um superior por uma coisa simples.
Melhoria 03: No artigo 08 informa sobre os emblemas de acessos dos cargos não pagos,
mas não informa sobre qual patente tem qual grupo de acesso, portanto a implantação
a seguir seria útil para informar melhor cada policial:

• Praças Especiais: Grupo de acesso de subtenentes e aspirantes a oficiais da polícia.


• Oficiais Subordinados: Grupo de acesso de tenentes da polícia
• Oficiais Intermediários: Grupo de acesso de capitães e majores da polícia.
• Oficiais: Grupo de acesso de generais e coronéis da polícia.
• Oficiais Superiores: Grupo de acesso de inspetores e inspetores-chefes da polícia.

Melhoria 04: Uma das melhorias mais perceptíveis foi a do artigo 11, onde se encontra
incompleto. Abaixo apresento o artigo completo:

ARTIGO 11: A participação de todo Praça e Oficial nos grupos da polícia DPH é uma
bonificação, confira as regras para adesão e retirada dos grupos:

- Qualquer policial que solicitar adesão em um grupo oficial da polícia, ele deverá
cumprir com todas as responsabilidades adquiridas no grupo, o descumprindo das
regras e responsabilidades o policial irá sofrer as punições que ao mesmo foi
apresentada ao adentrar a função.

- Qualquer pedido de retirada do grupo deverá ser feito a liderança do mesmo, após o
líder estiver ciente da sua retirada o militar estará autorizado a retirar-se do grupo. Caso
saia dos grupos sem permissão do líder, o devido policial será advertido de forma
escrita, além de ser aplicada também a punição de permanência de um mês sem
ingressar-se em outro grupo.

- Um policial que se retirar de uma função com um período inferior a um mês, NÃO
poderá participar de outra função durante um mês completo.

Projeto
Escola Prática de Instrução de Militares
Bom, após minha retornada para á policia procurei observa-la em certos pontos para
que novas ideias e projetos possam surgir para um possível projeto que seja útil para
polícia. Foi perceptível que a polícia encontra-se com uma organização que é de se
respeitar, pois ela evoluiu muito em um pouco tempo. Após meu retorno, veio à
implantação do system onde quase tudo é feito e controlado por ele, a implantação do
estado-maior onde antigamente muitas punições incorretas eram aplicadas e não dava
em nada, hoje o estado maior resolve e garante á aplicação das punições corretamente
sem injustiças ou desavenças. Mas foi perceptível também que á polícia no momento
necessita de uma organização em seus militares, onde alguns inferiores estão
desorganizados, e não é somente necessário os nossos superiores obterem postura e
desempenho, e sim todos os polícias desde um simples soldado a um diretor. Pensando
na solução e possível organização dos militares da polícia, decidi criar um projeto que
solucionasse essa desorganização, e traria mais benefícios e utilidade para á polícia. Há
anos atrás, criei um projeto parecido com esse, ele era chamado de “Projeto Reforço”,
onde sua função era aplicar aulas de reforço sobre a DPH aos policiais que obtinham
interesse. Este novo projeto chegará com novas funções utilitárias e um novo nome
chamado de “ETIM - Escola teórica de instrução de militares”. Nesta escola, teremos
uma série de testes para qualquer tipo de problema que o militar obter, terá os
seguintes treinamentos:

[T.M.O] – Treinamento de melhoria ortográfica.

- Neste treinamento será aplicada uma aula teórica e prática ao militar que possuir
necessidade de melhorar sua ortografia, pois em base necessitamos de policiais com
uma boa ortografia apresentada diante todos policiais, tendo em vista a organização e
boa aparência da base sendo visto todos seus policiais com uma ortografia pelo menos
razoável, com aprovação neste treinamento, será garantido que o militar tenha uma
boa ortografia para usa-la no dia-dia do trabalho no departamento. Com a aprovação
neste treinamento, teríamos uma grande amenização de policiais com este tipo de
ortografia:

Patente mínima para realização: Todas as patentes.

[T.M.P] – Treinamento de melhoria de postura.

- Neste treinamento será repassado aos militares técnicas e dicas para melhorar sua
postura diante o departamento, será ensinado sobre os deveres e obrigações de um
bom militar e como trabalhar com ética e educação. Além de explicar como ajudar a
combater o nepotismo na polícia. Após a conclusão deste treinamento seria feito um
questionário citando perguntas sobre situações diversas que ocorrem em base
diariamente, ou seja, trazendo ainda mais informações ao militar sobre como ter uma
postura exigida para solucionar estes tipos de situações. O treinamento contém 03
tópicos, sendo eles:

Tópico 01 – O que é postura?

- Neste tópico será informado sobre o que é uma postura, e como obter e implanta-la
sobre sua carreira militar.

Tópico 02 – Como conseguir uma postura de um futuro superior?

- Neste tópico será explicado aos militares sobre como obter uma postura de um futuro
superior, onde serão dadas dicas para melhorar cada vez mais sua postura em base e
finalizando com explicação de situações diversas onde uma boa postura é exigida para
solucionara-las.

Tópico 03 – Questionário.

- Neste ultimo tópico será feito um questionário com o militar, onde abrangerá todas as
informações citadas nos tópicos anteriores.

Patente mínima para realização: Todas as patentes.

[T.D.S] – Treinamento de Destaque Semanal.

- Este treinamento terá como função “treinar” os militares para destacar-se durante
uma semana, será dado dicas e técnicas sobre como trabalhar com eficiência e rapidez,
resultando assim um trabalho reconhecido e apreciado por todos os policiais. O
treinamento contém 03 tópicos, sendo eles:

Tópico 01 – O que é destaque semanal?

- Este tópico será bem pequeno, apenas explicando sobre o que é o destaque semanal, e
quais benefícios que o mesmo traz para o policial destaque.

Tópico 02 – Como conseguir ser um destaque semanal?


- Este tópico explicará ao militar como se tornar um destaque semanal, realizando um
trabalho eficiente e perfeito diante o departamento, onde dicas serão dadas sobre como
se portar diante qualquer situação ocorrida em base, como trabalhar corretamente nos
devidos setores, finalizando sobre a explicação de como ter a postura adequada para
cada setor e como atender os policiais que necessite de algum auxílio durante seu
trabalho.

Tópico 03 – Questionário.

- Neste último tópico será apresentado um questionário onde abrangerá todas as


informações contidas nos tópicos anteriores.

Patente mínima para realização: Patentes de aspirantes a oficiais/coordenadores (com


medalha) acima.

[T.O.F] – Treinamento de organização de atividades e funções extras.

- Neste treinamento será explicado como realizar seu trabalho com organização e
eficiência em todas suas funções extras, como organizar seus trabalhos diários e como
realizar um planejamento semanal de atividades á fazer durante a semana. O
treinamento contém 03 tópicos, sendo eles:

Tópico 01 – O que são funções extras e qual sua utilidade na polícia?

- Neste tópico será explicado sobre o que são funções extras na polícia, além de explicar
sobre a sua utilidade na polícia, quais suas devidas funções de cada grupo da polícia e
como os mesmos exercem seus trabalhos semanais e mensais na polícia. Informações
sobre como ingressar-se também serão divulgadas, informando assim todos os militares
da polícia sobre qual o trabalho de cada função e como ingressarem-se caso tenham
interesse.

Tópico 02 – Como organizar todas suas atividades semanais de sua função extra?

- Neste tópico será auxiliado ao militar sobre como organizar suas atividades e funções
semanais durante toda a semana ou mês, controlando sobre o que se deve fazer em seu
devido dia e horário, e se a atividade foi feita ou não. Além de servir como lembrete
sobre cada função que te foi solicitado realizar, desde um relatório a postar á uma
aplicação de aula semanal. Será aconselhada ao militar a criação de uma planilha, onde
todas as atividades serão citadas, onde constará se a função/atividade foi realizada ou
não. Segue exemplo de uma planilha exemplo de uma planilha de controle de atividades
semanais:

Tópico 03 – Questionário.

- Neste tópico será feito um questionário onde abrangerá todos os assuntos citados nos
tópicos anteriores.

Patente mínima para realização: Patentes de subtenentes/advogado (com medalha)


acima.

[T.F.D] – Treinamento de formação de destaques.

- Este treinamento terá como função formar um policial destaque, onde vai auxilia-lo
sobre como virar um destaque da polícia, o que fazer para aumentar as suas chances de
virar um destaque mensal da polícia. Neste treinamento não haverá tópicos, ele será
divido em dois módulos onde o modulo 01 será o treinamento teórico e o modulo 02 o
treinamento prático.

No treinamento teórico (modulo I) da ETIM, será passado para ao militar informação de


como destacar-se em uma polícia no modo geral, será dado dicas repassadas por
antigos e novos superiores, trabalhos e ações que geram reconhecimento de trabalho,
como ajudar a polícia na formação de projetos e ideias, como participar de uma função
extra e destacar-se nela, como não usar o nepotismo, além de abranger no modo geral
cada aspecto necessário para a formação de um bom destaque mensal. O treinamento
terá a vantagem de entregar ao militar aprovado a sigla de [A.TFD] que significa:
Aprovado no Treinamento de Formação de Destaques, com esta sigla em missão
qualquer superior que for consultar seu perfil no habbo ou até mesmo no system, o
mesmo poderá considerar-se ciente que o tal policial recebeu informações importantes
e que está apto á receber qualquer tipo de beneficio ou promoção. Com a implantação
deste treinamento teremos policiais mais experientes e formais dentro do quartel, além
de gerar interesse em realizar este treinamento em pelo menos na maioria dos militares
da polícia que não conseguem destacar-se.

No treinamento prático (modulo II) da ETIM será em um documento onde terá um


questionário de 10 perguntas relacionadas ao modulo I (treinamento teórico). Abaixo
temos exemplos de perguntas á serem apresentadas no modulo II:

Questão 01: Qual seria sua reação ao estar comandando o oficial de guarda, e um
policial ausente-se em pleno saguão da base?

Questão 02: Qual é a postura adequada á apresentar em base?

Questão 03: O que significa nepotismo? Quais seus malefícios na polícia?

Questão 04: O que foi aprendido no modulo anterior sobre como destacar-se em suas
atividades em base?

Questão 05: O que é nepotismo? E como ajudar a combatê-lo na polícia?

Questão 06: Qual seria sua reação se um soldado oferecesse suborno em troca de uma
promoção para cabo?

Questão 07: Para ser um destaque você deverá ser um bom policial, e um bom policial
deve ter conhecimento sobre pelo menos o regulamento disciplinar da polícia, com
base nisso, cite 03 motivos leves ou levíssimos de acordo com o regulamento disciplinar
na polícia.

Questão 08: Cite abaixo que patentes é treinamentos são necessários para assumir os
seguintes postos: Oficial de comandos, oficial de base e oficial de guarda?

Questão 09: De acordo com o estatuto da polícia, o que um policial de sua patente
precisa para ser oficialmente promovido?

Questão 10 (Pessoal): Em sua opinião, o que você achou do T.F.D? Apresente melhorias
e ideias para possíveis alterações no treinamento.

Patente mínima para realização: Patentes de tenentes/embaixadores (com medalha)


acima.
Informações finais:

• Este projeto será totalmente concebido a policia para fazer possíveis alterações e caso a
implantação do mesmo seja realizado, seria de minha responsabilidade ou á de outro
policial qualificado á responsabilização deste projeto.

• Policiais interessados em qualquer treinamento da ETIM deverá marcar seu devido


treinamento com seu devido instrutor. Lembrando que cada treinamento tem sua
patente mínima para realizar.

• Os treinamentos da ETIM não serão obrigatórios a nenhum policial, tendo necessidade


do policial interessado marcar em um formulário especial para isso.

• Todo e qualquer treinamento realizado pela ETIM será postado no system e nos
devidos grupos para avaliação.

• Todos os treinamentos da ETIM terão seu script próprio para aplicação dos mesmos,
onde somente instrutores acima terão acesso.

Siglas do grupo:

[L.Etim] – Líder da Escola Teórica de Instrução de Militares.

[A.Etim] – Auxiliar da Liderança da Escola Teórica de Instrução de Militares.

[C.Etim] – Coordenador da Liderança da Escola Teórica de Instrução de Militares.

[I.Etim] – Instrutor da Escola Teórica de Instrução de Militares.

[A.TFD] – Aprovado no Treinamento de Formação de Destaques.


Conclusão.

A polícia DPH constitui em uma organização policial onde possui uma ótima
estrutura, nosso principal objetivo é divulgar a habbo etiqueta para nossos policiais e
usuários do habbo hotel, proporcionando a diversão e conforto de todos os usuários
habbianos. Nosso departamento garante de todos os anos, realizar investimentos nas
bases, nos pagamentos, e em premiações para nossos policiais onde com inovação em
investimentos de qualidade, torna-se uma das melhores polícias do Habbo Hotel.
Nosso quartel que foi feito pelo presidente da polícia, onde garante e assegura
um ótimo espaço para trabalho de seus policiais, pela sua organização, seu espaço e a
qualidade das mobílias que a mesma possui, muitos policiais se dedicam dias, semanas
e meses para ajudar e divertir-se em uma das melhores policia do habbo hotel.
Diante de todas as experiências e situações adquiridas por mim, concluo que
para ter um bom rendimento de oficial superior, necessita saber resolver problemas em
um curto tempo com educação, postura e respeitosa com todos os policiais, tentando
levantar todas as provas e saber mais sobre as duas partes, para que no final, possa
aplicar a punição que se adequada a tal ação feita por um policial. Com esse
pensamento e agindo da forma citada acima, o esforço e dedicação do mesmo irão ser
reconhecidos, apreciados e espelhados por muitos inferiores ao seu redor, tornando-se
uma polícia onde se há harmonia e sintonia presente.
Afirmo nesta conclusão de TCC, que tudo que está contido nesse TCC, foi feito
com total atenção e respeito à Polícia DPH, onde são visadas melhorias que rege a
polícia, onde deixarei meu legado e me tornando orgulhoso de pertencer a uma das
melhores organizações policiais do habbo hotel.
Carreira militar

Meu primeiro alistamento na polícia foi em 2012-2013 onde comecei minha carreira
policial apenas para conhecer uma policia do habbo, onde fui até a patente de cabo,
após isso fui demitido por ausentar-me de minhas funções.

Em 2014-2015, retornei a polícia como cargo pago, onde neste ano fiz muita história,
me tornando líder dos cargos pagos, e um dos melhores cargos pagos da polícia na
atualidade, possuindo direitos em todas as bases e direitos administrativos em
bastantes emblemas oficiais. Nesta minha retornada, criei um projeto que hoje está em
vigor, mas com atualizações. O projeto reforço foi de minha elaboração, e que hoje é o
famoso P.A.M (Programa de Apoio Militar), onde sua função é auxiliar militares sobre as
função exercidas em base.

Retorno agora no ano de 2016 com intuito de recuperar toda minha história e
conquistas onde um dia conquistei há anos atrás, com o pensamento e intuito de
chegar a direção da polícia, onde irei dar ainda mais o meu melhor, e poder ajudar a
todos os diretores e presidência a transformar a polícia DPH cada vez melhor.

Todas as dicas que pedi anos atrás a muitos superiores antigos têm todas aqui anotadas
em um bloco de notas onde armazenei com muito carinho em um DVD. Desde que
entrei novamente, tento dar o meu melhor e uso todas as dicas e ensinamentos
repassados há muito tempo atrás, o que me torna um bom oficial.

Bom, encerro por aqui minha tese onde apresento ideias e melhorias a serem avaliadas
e se aceitas, implantadas na DPH. Espero que com esse pequeno texto acima, eu possa
ter passado quem é, e quem foi o Coronel KOISA, e qual proposito que tenho em mente
para o futuro da polícia.

Cordialmente,

KOISA, - Coronel do Departamento de Polícia Habbiana ™