You are on page 1of 3

A importância do brincar e das brincadeiras na Educação Infantil- Jogos e

Brincadeiras

APRESENTAÇÃO
Desde o surgimento da humanidade as brincadeiras sempre fizeram parte da vida
cotidiana das pessoas, através dela o ser humano passou a desenvolver
potencialidades, trabalhar bloqueios, estimular o convívio entre grupos, respeitar as
diferenças e conhecer suas limitações. Por esse motivo infere-se que as
brincadeiras estimulam o desenvolvimento das crianças e consequentemente lhes
auxiliam na compreensão do mundo a sua volta.

Neste sentido, percebe-se que a brincadeira deve ir além do convívio familiar,


fazendo-se necessário sua presença nas escolas, pois durante o ato de brincar a
criança usa a imaginação para compreender o mundo que a cerca, criando
representações daquilo que lhe é pertencente, na tentativa de compreender a
realidade que vive.
Com os intensos avanços tecnológicos e os diversos estudos que priorizam a
aprendizagem significativa, a eficácia do ensino tradicional vem sendo questionada e
o ensino lúdico tem ganhado espaço nesse contexto educacional. Pois se percebeu
que a brincadeira interfere diretamente no processo de aprendizagem, já que
desenvolve as capacidades cognitivas e as relações interpessoais.
E com o mundo globalizado em que vivemos a capacidade de interação,
tomada de decisões, assumir riscos de resolver problemas em menor espaço de
tempo tem sido priorizadas pelo mercado de trabalho, e os jogos e brincadeiras
permitem desenvolver todas essas habilidades, pois ao interagir com o meio a
criança desenvolve estratégias de ação que lhes permitem questionar os resultados
obtidos com suas jogadas, e isso e muito importante, pois ao serem questionadas as
crianças desenvolvem o raciocínio, uma vez que se faz necessário relatar todos os
passos aplicados na busca de soluções.
Diante de tantos benefícios proporcionados pelo o uso de jogos, optou-se por
investigar o uso do lúdico nas turmas de educação infantil
Partindo deste pressuposto podemos inferir que o lúdico é algo muito importante para
desenvolvimento humano, sua contribuição se estende além do desenvolvimento cognitivo,
pois estimula a participação social do indivíduo na aquisição de conhecimentos que lhes
serão úteis não apenas na escola, mas por

toda a vida. Neste sentido, jogos e brincadeiras constituem fatores essenciais para o
desenvolvimento das crianças, por ser algo pertencente ao universo infantil a ludicidade se
trabalhada como ferramenta pedagógica para o desenvolvimento das competências e
habilidades que a sociedade espera de seus cidadãos, é uma importante aliada no processo
de ensino e aprendizagem na obtenção de conhecimentos e na transformação da sociedade
por parte dos seus envolvidos, uma vez que os jogos permitem desenvolver o senso crítico,
observação, análise e a busca na resolução de problemas, itens indispensáveis para a
formação crítica da sociedade.

O tema proposto neste respectivo trabalho possui o intuito de proporcionar


uma visão sobre o desenvolvimento da criança e a ludicidade como um instrumento
facilitador da aprendizagem, sabemos que desde os primórdios da humanidade o
uso de atividades lúdicas são essenciais para o desenvolvimento da espécie, poie
eles permitem que através de jogos brincadeiras e brinquedos as crianças
desenvolvam a linguagem , socialização, iniciativa, assuma riscos , além de trabalhar
com auto estima das mesmas, ajudando-as a compreender o mundo a sua volta.

Neste sentido o uso do lúdico está intimamente ligado ao desenvolvimento infantil, pois ele é
a primeira ferramenta que a criança utiliza para descobrir e compreender a realidade à
medida que vai crescendo, assim o lúdico pode ser entendido como a propulsão necessária
para o desenvolvimento da criança, pois ele é capaz de unir os dois polos que regem o
comportamento humano a emoção e a razão. Assim quando uma criança brinca ela está
desenvolvendo não apenas suas potencialidades, mas também está conhecendo suas
limitações e descobrindo formas superá-la, dessa maneira o lúdico permite que a criança se
desenvolva e descubra seu papel dentro da sociedade.
Desde o surgimento da humanidade as interações e brincadeiras sempre fizeram
parte do cotidiano das pessoas, através dela é possível desenvolver
potencialidades, trabalhar bloqueios, estimular o convívio entre grupos, respeitar as
diferenças e conhecer suas limitações. E como o homem é um ser que está sempre
em busca de desafios e de novos conhecimentos, o lúdico torna-se uma
possibilidade de adquirir este conhecimento de forma prazerosa. Pois desde o
nascimento as crianças são estimuladas através de brinquedos e brincadeiras, a se
relacionarem com o meio e consequentemente isso contribui para o seu
desenvolvimento cognitivo.
Neste sentido, percebe-se que a brincadeira deve ir além do convívio familiar,
fazendo-se necessário sua presença nas escolas, pois durante o ato de brincar a
criança usa a imaginação para compreender o mundo que a cerca, criando
representações daquilo que lhe é pertencente, na tentativa de compreender a
realidade que vive.
Com os intensos avanços tecnológicos e os diversos estudos que priorizam a
aprendizagem significativa, a eficácia do ensino tradicional vem sendo questionada e
o ensino lúdico tem ganhado espaço nesse contexto educacional. Pois se percebeu
que a brincadeira interfere diretamente no processo de aprendizagem, já que
desenvolve as capacidades cognitivas e as relações interpessoais.
E com o mundo globalizado em que vivemos a capacidade de interação,
tomada de decisões, assumir riscos de resolver problemas em menor espaço de
tempo tem sido priorizadas pelo mercado de trabalho, e os jogos e brincadeiras
permitem desenvolver todas essas habilidades, pois ao interagir com o meio a
criança desenvolve estratégias de ação que lhes permitem questionar os resultados
obtidos com suas jogadas, e isso e muito importante, pois ao serem questionadas as
crianças desenvolvem o raciocínio, uma vez que se faz necessário relatar todos os
passos aplicados na busca de soluções.
Diante de tantos benefícios proporcionados pelo o uso de jogos, optou-se por
investigar o uso do lúdico nas turmas de educação infantil.