Ofício protocolado no Ministério do Trabalho e Emprego – Divisão da Classificação Brasileira de Ocupação.

DO Código 5173 - VIGILANTES E GUARDAS DE SEGURANÇA título 517330 VIGILANTE

Polícia Federal. trabalham em ambiente fechado. com Curso Fundamental de Guarda Portuário de duzentas a quatrocentas horas-aula. Patrulham ostensivamente os portos. bagagens e cargas. previstos no Plano de Segurança Pública Portuária . federais. Agente e Inspetor da Guarda Portuário. CONFORME SEGUE: CÓDIGO 5172 GUARDAS PORTUÁRIOS. documento de identificação. através de verificação de crachás.PARA código 5172 . equipamentos. fraudes e sonegação de impostos através de fiscalização de documentos circulantes em operações de consumo de bordo e de importação e exportação.Rondante. fiscalizando a entrada e saída de pessoas. de acordo com o Código Internacional ISPS Code. assalariados celetistas. autorizados pelas autoridades competentes. controlando bens e serviços da união. organizam-se em equipes. colabora com as autoridades portuárias. atuando harmonicamente na segurança pública dos portos com ações coordenadas com a Alfândega do Porto. Capitania dos Portos. Sanitária e Meio Ambiente. na área de fronteira portuária. veículos e carga nas operações portuárias. tráfico de drogas internacional. estaduais e municipais. GUARDAS-CIVIS MUNICIPAIS E AGENTES DE TRÂNSITO. CONDIÇÕES GERAIS DE EXERCÍCIO: Trabalha em entidade pública de fiscalização e segurança portuária. contra ilícitos e atos terroristas. bem como os homologados e averbados pela Polícia Federal. mantém a fluidez e a segurança das pessoas. DESCRIÇÃO SUMÁRIA: Investiga. protegem bens públicos. mercadorias. bem como de estrangeiros. passaportes e listagem de tripulantes e passageiros. como “pirataria”. reprime e previne infrações penais contra interesse da nação em área de fronteira portuária. serviços. Autoridades de Saúde.Guarda Portuário . fiscalizando o cumprimento das leis. instalação portuária e embarcações atracadas.POLICIAIS. denominação principal “GUARDAS PORTUÁRIOS” e as denominações que secunda no quadro de carreira: Rondante. sob novo título 5172-25. contrabando. FORMAÇÃO E EXPERIÊNCIA Requer-se Ensino Médio Completo. Agente e Inspetor da Guarda Portuária. TÍTULOS: 5172-25 .PSPP. veículos. a céu aberto ou em .

630. § 1° Compete à Administração do Porto. levando-o a situação de estresse. Podem ser expostos a materiais tóxicos e ruído intenso.. lanchas. em horários diurnos e noturnos.organizar e regulamentar a guarda portuária. NATUREZA JURÍDICA DA GUARDA PORTUÁRIA DA CODESP lei nº 8. nº. veículos motorizados. armamentos. RECURSOS DE TRABALHO Algemas. monitoramento eletrônico e etc.} IX . Permanecem em pé por longos períodos. EPI. em qualquer hipótese. sinalização. em revezamento de turno e em horários irregulares. a participação mínima no Capital Social necessária à manutenção do controle acionário . Estão sujeitos a trabalho sob pressão. a fim de prover a vigilância e segurança do porto.veículos. apitos. A Administração do Porto é exercida diretamente pela União ou pela entidade concessionária do porto organizado. 33. dentro dos limites da área do porto: {. uniformes. rádios HT. de 05/10/93 aprova Regimento Interno Regulamento da Guarda Portuária da Companhia Docas do Estado de São Paulo CODESP serviços públicos sociedade de economia mista “À União é reservada.. 271/93. de 25/02/1993 Lei dos Portos “Art.

XII. cabendo-lhe não apenas o controle de acesso das pessoas no porto.sociedade de economia mista serviços públicos Constituição Federal . DA ATUAÇÃO CONJUNTA COM ÓRGÃOS FEDERAIS . mas também dos veículos que chegam e partem transportando carga. ou seja. mas o próprio porto. Vale ressaltar que a Guarda Portuária possuí “Poder de Polícia“ dentro de suas atribuições. “A Guarda Portuária é uma das atividade-fim da Administração do Porto. 21.” ATUALIZAÇÃO E MODERNIZAÇÃO SE DEVEM TAMBÉM PELAS PROFUNDAS MUDANÇAS OCORRIDAS NO CENÁRIO DA SEGURANÇA PÚBLICA MUNDIAL Tratado Internacional antiterrorismo. eventuais ameaças. o cha mado ISPS CODE. “c” e “f”.art. crises e atos ilícitos. por óbvio. não se trata de vigiar as instalações do prédio da Administração.

(grifo nosso) “Para efeito do disposto no inciso IX deste artigo. o que inclui a identificação de pessoas e a inspeção de volumes e veículos. com a finalidade de agilizar a fiscalização e a liberação das pessoas. da Lei 8.630/93.” “Da Guarda Portuária:” Nos termos do artigo 33 inciso IX. embarcações e mercadorias.das Administrações Po rtuárias. (grifo nosso) . e para cumprimento do acordo internacional ISPSCODE. a taref a de prover a vigilância e segurança da área portuária. através dos “Portões CODESP”. cabe a CODESP. as autoridades no porto devem criar mecanismo permanente de coordenação e integração das respectivas funções. atra vés de sua guarda. na entrada e saída da zona primária do Porto de Santos.

“longa manus” COMPETÊNCIAS DOS GUARDAS PORTUÁRIOS • • • • .

• • • • • • • • • • • • .

• • • • • • • • • .

--------------------------------------------------------------Terceirizado ou pessoal próprio.102/83 e suas atualizações. -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Área de fronteira portuária . -----------------------------------------------------------------Pessoal próprio. inciso IV).16. regular e fiscalizar todos os procedimentos pertinentes as -----------------------------------------------------------------empresas de segurança e seus respectivos Regulame nt o e Regimento próprio como determina vigilantes.Investiga. empresas particulares. 33 § 1º inciso IX da Lei 8.PSPP . segurança como “pirataria”. 20 e seus incisos e parágrafos da Lei 9. --------------------------------------------------------------Não tem limite para atuação da segurança ----------------------------------------------------------------- . autorizar o seu funcionamento. 8. o art. art. tráfico de drogas de pessoas físicas e transporte de valores. internacional.• • • GUARDA PORTUÁRIO VIGILANTE PATRIMONIAL Competências e atribuições definidas na Lei 7. Estadual e/ou Municipal . -----------------------------------------------------------------Funcionário da Administraç ão Portuária Federal.630/93 . -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Ter sido aprovado em curso de for mação de Concurso Público. vigilante. Serviço Público. realizado em estabelecimento com funcionamento autorizado nos termos desta lei (art.630/93 e no Plano de Segurança Pública --------------------------------------------------------------Funcionário de empresas especializadas contratada e/ou do próprio estabelecimento financeiro.Aprovado pela Resolução 271/93.Aut oridade Port uária Delegatária da União. de 05/10/93. financeiras e outros estabelecimentos.017/95. fraudes e sone gação de impostos através de fiscalização de docume nt os circulantes em operações de consumo de bordo e de --------------------------------------------------------------importação e exportação e demais atribuições Cabe ao Ministério da Justiça confor me o reza o me ncionadas na descrição sumária acima. --------------------------------------------------------------Serviço Privado.Código ISPS. reprime e Vigilância patrimonial das instituições previne infrações penais contra interesse da nação. contrabando. ------------------------------------------------------------------ Competê ncias e atribuições definidas na Lei Portuária .

II . com o Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (Código ISPS). armazéns.Para prevenção e repressão aos atos ilícitos. cais.Tem at uação pre vista no caput I .102/83 e suas atualizações. quebra-mares. descrita na Lei 7.os serviços de vigilância e de transporte de valores poderão ser executados por uma mesma empresa.realizar o transporte de valores ou garantir o transporte de qualquer outro tipo de carga. ancoradouros. no âmbito da Organização Marítima Inter nacional . vigilância e transporte de valores. Redação . recomendada pela Lei Brasileira em vigor. estabelecimentos comerciais. oriundo da Resolução nº 2 da Conferência Diplomática Sobre Proteção Marítima. atuação do vigilante patrimonial. art.área do porto organizado: compreendida pelas espaço público não existe regulamentação para instalações port uárias. bem como a segurança de pessoas físicas. indústrias. NATUREZA JURÍDICA DO VIGILANTE Vigilante caput dada pela lei 8. terrenos. bacias de evolução e áreas de fundeio. além das hipóteses previstas nos incisos deste artigo. a entidades sem fins lucrativos. poderão se prestar ao exercício das atividades de segurança privada a pessoas. de prestação de serviços e residências. canais.863/94): I . bem como pela infra-estrutura de proteção e acesso aquaviário ao porto tais como guiascorr ent es.630/93). edificações e vias de circulação. às ameaças terroristas e outros incidentes que atentem contra a segurança nos portos. § 1º. inciso particular em espaços privados. e piers de atracação e acostagem. Consubstanciadas no Plano de Segurança Pública Portuária .proceder à vigilância patrimonial das instituições financeiras e de outros estabelecimentos. interna. e órgãos e empresas públicas. Porém em IV . § 1º .IMO . § 2º . Atuação docas. públicos ou privados.As empresas especializadas em prestação de serviço de segurança. constituídas sob a forma de empresas privadas.PSPP. eclusas. quais sejam. 1º. (Lei 8.

das empresas especializadas em transporte de valores.fiscalizar as empresas e os cursos mencionados no inciso anterior. para execução dessas atividades.As empresas que tenham objeto econômico diverso da vigilância ostensiva e do transporte de valores.. previdência e penal. 23 desta lei.Serão regidas por esta lei..ter sido aprovado em curso de formação de vigilante. realizado em estabelecimento com funcionamento autorizado nos termos desta lei. e dos cursos de formação de vigilantes. comercial.conceder autorização para f uncionamento: das empresas especializadas em serviço s de vigilância. II. o vigilante preencherá os seguintes requisitos: {. ficam obrigadas ao cumprimento do disposto nesta lei e demais legislações pertinentes.. trabalhista. III. pelos regulamentos dela decorrentes e pelas disposições da legislação civil.§ 3º . . {. que utilizem pessoal de quadro funcional próprio.aplicar às empresas e aos cursos a que se refere o inciso I deste artigo as penalidades previstas no art. § 4º ..} A O exercício da profissão de vigilante requer prévio registro na Delegacia Regional do Trabalho do Ministério do Trabalho IV. as empresas definidas no parágrafo anterior. I . exercício da profissão.} IV .

vigilante patrimonial Guarda Portuário vigilante patrimonial Guarda Portuário GUARDAS PORTUÁRIOS e VIGILANTES.{. plena mente compatível com as atividades que desempenham. . na família ocupacional descrita nesta asserção. vigilante patrimonial Guarda Portuário vigilante patrimonial Guarda Portuário vigilante patrimonial guarda portuário vigilante patrimonial Guarda Portuário .} Guarda Portuário Vigilante. Que o Guarda Portuário seja reconhecido como ocupação e não como sinônimo. através de Revisão da Família Ocupacional 5173 – “Vigilância e Guardas de Segurança”...

Luiz Roberto Gomes Presidente da APROGPORT .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful