You are on page 1of 28

Políticas de Financiamento do

Transporte Público

Ricardo Mendanha Ladeira
Presidente do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes do
Transporte Público Urbano e Diretor-Presidente da BHTRANS

Nelson Dantas
Analista Econômico da BHTRANS
São Paulo, setembro de 2003

Políticas de Financiamento do Transporte Público

Seminário sobre Alternativas de
Financiamento para o Transporte Público
BH, set. 99
Fontes de Financiamento
– recursos fiscais de caráter geral;
– tarifação pelo uso;
– contribuição do automóvel e
– outros beneficiados.

elevando a competitividade da economia brasileira e priorizando tanto a redução de desigualdades sociais e regionais. como a manutenção e geração de emprego . Políticas de Financiamento do Transporte Público BNDES A missão do BNDES é promover o desenvolvimento do País.

Políticas de Financiamento do Transporte Público Banco Mundial • Luta contra a pobreza. promoção da cidadania e inclusão social 1 – reforçar a democracia e defender os direitos humanos. 2 – reduzir desigualdades inter-regionais e 3 – promover os direitos das minorias vítimas de prejuízo e discriminação .

esporte e cultura. . saúde. emprego. Políticas de Financiamento do Transporte Público Banco Mundial Programa “Brasil Jovem” visa criar condições favoráveis para desenvolvimento holístico • Promover acesso para educação.

abrangendo todos os aspectos da qualidade de vida urbana. Políticas de Financiamento do Transporte Público Ministério das Cidades a sua criação explicita a idéia de que a questão habita- cional transcende a simples produção unitária de moradias. João Sette Whitaker Ferreira (Correio da Cidadania) .

Políticas de Financiamento do Transporte Público O que financiar no transporte? Investimentos x Operação .

segurança)  envolve particularmente raças. mas principalmente a privação do acesso:  aos serviços essenciais (saúde. transporte)  aos direitos da vida social (trabalho. mulheres e crianças . Barateamento das Tarifas Pobreza e Exclusão Social A Pobreza não é só insuficiência de renda. participação social. educação.

Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Exclusão Social no Transporte  crescente número de viagens a pé.  redução da mobilidade  emprego só para quem mora perto  perda contínua de passageiros  redução maior nos finais de semana .

Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Pobreza Falta de Perda de Acesso dinamismo das cidades as oportunidades Desemprego Círculo Perverso .

Causas .

elevados e túneis sem qualquer tratamento preferencial para o transporte coletivo . Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Incentivos ao Transporte Individual  financiamento público e incentivos à instalação de novas montadoras e à modernização das existentes  reduções nos impostos sobre os automóveis  sobrevida de veículos obsoletos  financiamento público federal .veículos do transporte clandestino  investimento em avenidas.

em Celso Franco no Jornal do Brasil. Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Incentivos ao Transporte Individual “Não sou prefeito. Sou economista. Os senhores vão mexer com o trânsito. . Miguel Colassuono. Não infernizem a vida do automóvel. estou prefeito. Como economista. lhes advirto de que a industria automobilística é a locomotiva da economia nacional”. com restrições demais. prefeito de São Paulo nos anos 70 em recomendação a equipe que deu origem a CET-SP.

. Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Abandono do Transporte Público  cultura “rodoviarista” dos transportes  ausência do governo federal das políticas urbanas de transporte  falta de comunicação entre as três esferas de estado  dificuldades de planejamento integrado  investimentos federais para “livrar-se do problema”  aumento dos insumos e queda de passageiros  informalidade crescente.

transferência de renda do pobre para o mais pobre . Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Resultado da Política Adotada  moradia menos distante = favelização  custo afeta a população de mais baixa renda (Classes D e E urbana)  apropriação de espaços públicos para a circulação de autoóveis  vale transporte .atendimento limitado ao trabalhador formal  gratuidades .

6 13.3 17.480 4.8 389 > 1.0 64 480 .8 29.9 3.2 6.1 52. .6 50. Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Resultado da Política Adotada ocupação de espaço x renda Diferença Nivel de Renda Familiar (1) Transporte Público Transporte Urbano Total acumulada (%) < 240 2.0 25.9 193 900 .800 4.7 764 Consumo diário de espaço viário por domicílio (km x m2) (1) em US$ de 1997.1.900 4.0 6.800 2.1 - 240 .0 10.

Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Resultado da Política Adotada Exclusão Desemprego Poluição Acidentes .

Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Transporte e Equidade Social Transporte Urbano eficiente e de qualidade Contribui para a Melhora a acessibilidade competitividade das e a mobilidade cidades urbana Impacto positivo no Permite o acesso dos emprego e na renda mais pobres às oportunidades e aos serviços sociais Reduz a pobreza e promove a inclusão social Fonte:IPEA .

Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Experiências exitosas no Mundo  priorização de Transporte Público  a tarifa é apenas uma das fontes de custeio da operação  os recursos orçamentários são estáveis (vinculados) e comprometidos em planos plurianuais  utilização modos de transporte de maior eficiência e energética .

00% 0.00% 13.00% 0.00% 0.00% 18.00% 20.00% 0.00% 7.00% 16.00% 100.00% Total Usos 100. Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Experiências exitosas no Mundo França Região metropolitana de Usos Total Paris Operação(2) Investimentos Fontes Receita tarifária (1) 37.00% (1) inclusive compensações (2) exclusive amortizações .00% 29.00% 5.80% 19.00% 65.60% 0.00% 25.40% Governo Central 23.00% 8.00% 100.00% 8.00% 80.00% 29.00% Fontes Coletividades locais 10.00% 0.00% Empréstimos 0.40% 9.00% 13.00% 21.00% 1.60% Versement transport 20.00% 8.40% 4.20% Outras Fontes 10.

empresa pública alemã . Ressarcimento Investimentos de custos Investimentos Investimentos Württemberg. em milhões de dólares (2) na Deutsche Bahn AG. Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Experiências exitosas no Mundo Alemanha Usos do imposto sobre combustíveis(1) Estado de Baden. capital em sistemas operacionais em sistemas em sistema Totais Stuttgart não ferrovia federal ferroviários viário ferroviários (2) Lei de Financiamento do Transporte 0 5 115 108 228 Fontes Municipal Lei da 540 176 36 0 752 Regionalização Total 540 181 151 108 980 (1) em 1997.

Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Experiências exitosas no Mundo Cidade Taxa de Taxa de Cidade Cobertura* cobertura Amsterdã 25% Londres 79% Atenas 27% Luxemburgo 18% Bruxelas 33% Madri 75% Kopenhagem 52% Paris 33% Dublin 96% Roma 10% Frankfurt 45% Estocolmo 34% Helsinqui 44% Viena 40% Lisboa 62% *Parcela dos custos cobertos com receita tarifária .

Democratizar o acesso as vias . Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Proposta Transporte Público Estratégia das cidades x Área de negócios Pacto Social .Democratizar o acesso as oportunidades .

Estado => desoneração e investimento . Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Proposta Pacto Federativo .União => 25% CIDE + avalizar financiamentos .Município => desoneração e investimento .

45 incorporação integral dos impostos sobre combustíveis existentes hoje Nova tarifa = R$ 0. Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Simulação Belo Horizonte (Radical) tarifa atual R$ 1.30 .

mínimo de 25% Tratamento tributário semelhante à cesta básica Quebrar paradigma de custo coberto somente pelo usuário . Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Qual o Pleito do Fórum dos Secretários : CIDE.

Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Dinamismo das Cidades Aumento Acesso do Emprego aos Meios de Produção Aumento da Demanda Redução da Tarifa Círculo Virtuoso .

Barateamento das Tarifas e Inclusão Social Baratear a Tarifa do Transporte Público é: Inclusão Social Acesso aos Serviços Geração de Empregos Combate a Fome .