You are on page 1of 3

QUESTÃO 1/10

Um dos textos mais consagrados da história da filosofia é a


alegoria da caverna, escrito por Platão. Sobre esse texto,
pode-se afirmar que

A se trata de uma obra religiosa que narra o encontro do


filósofo com Deus.

B se trata de um texto que apresenta dimensões


pedagógicas, filosóficas e políticas.

C seu percurso narra o aprisionamento do filósofo, que


perde a liberdade de que desfrutava e passa a viver solitário
em uma caverna.

D o texto exalta a importância dos sofistas para o


conhecimento filosófico. Relacionando o fragmento de texto de Platão e a tirinha da
Turma da Mônica, de Maurício de Souza, com os seus
E o texto pressupõe a identificação do conhecimento conhecimentos sobre o Mito da Caverna, assinale a
filosófico com o senso comum. alternativa incorreta.
QUESTÃO 2/10 A Os homens acorrentados no fundo da caverna são aqueles
Conosco homens, aí se diz, se passa o mesmo que com que passam a vida contemplando sombras, acreditando que
prisioneiros, que se achassem numa caverna subterrânea, elas correspondem à realidade e à verdade.
encadeados, desde o nascimento, a um banco, de modo a B Para Platão existem três níveis de conhecimento: o
nunca poderem voltar-se, e assim só poderem ver a parede primeiro é chamado de agnosis, que significa ignorância, e
oposta à entrada. Por detrás deles, na entrada da caverna, corresponde ao estágio dos homens no interior da caverna;
corre por toda a largura dela, um muro da altura de um o segundo é denominado de doxa, ou opinião, e é o primeiro
homem, e por trás deste, arde uma fogueira. Se entre esta estágio de conhecimento, que se forma logo após os
e o muro passarem homens transportando imagens, homens saírem da caverna e contemplarem a realidade; o
estátuas, figuras de animais, utensílios etc., que terceiro é designado pela palavra grega epistheme, que
ultrapassem a altura do muro, então as sombras desses significa ciência, ou o conhecimento em sua integralidade.
objetos, que o fogo faz aparecerem, se projetam na parede
da caverna, e os prisioneiros também percebem, além da C Para Platão existe um único mundo sensível e inteligível,
sombra, o eco das palavras pronunciadas pelos homens que de forma que os homens devem aprender com a
passam. experiência a distinguir o conhecimento verdadeiro de
impressões falsas dos sentidos.
Como esses prisioneiros nunca perceberam outra coisa
senão as sombras e o eco, têm eles essas imagens pela D O visível, para Platão, corresponde ao império dos
verdadeira realidade. Se eles pudessem, por uma vez, sentidos captado pelo olhar e dominado pela subjetividade.
voltar-se e contemplar, a luz do fogo, os próprios objetos, É o reino do homem comum preso, às coisas do cotidiano.
cujas sombras foram apenas o que até agora viram; e se
E O inteligível, para Platão, diz respeito à razão. É o reino do
pudessem ouvir diretamente os sons, além dos ecos até
homem sábio, que desconfia das primeiras impressões e
então ouvidos, sem dúvida ficariam atônitos com essa nova
busca um conhecimento das causas da realidade.
realidade. Mas se além disso pudessem, fora da caverna e à
luz do sol, contemplar os próprios homens vivos, bem como QUESTÃO 3/10
os animais e as coisas reais, de que as figuras projetadas na
A Alegoria da Caverna de Platão, além de ser um texto de
caverna eram apenas cópias, então ficariam de todo
teoria do conhecimento, é também um texto político. No
fascinados com essa realidade de forma tão diversa.
sentido político, é correto afirmar que Platão sustentava um
PLATÃO, 7.º livro da República, p.514 ss. modelo

A monárquico, cujo governo deveria ser exercido por um


filósofo e cujo poder deveria ser absoluto, centralizador e
hereditário.

B aristocrático, baseado na riqueza e que representava os


interesses dos comerciantes e nobres atenienses, por serem
eles os mecenas das artes, das letras e da filosofia.
C democrático, baseado, principalmente, na experiência O princípio que de entrada estabelecemos que devia
política de governo da época de Péricles. observar-se em todas as circunstâncias, quando fundamos a
cidade, esse princípio é, segundo me parece, ou ele ou uma
D aristocrático, cujo governo deveria ser confiado aos
das suas formas, a justiça. Ora nós estabelecemos, segundo
melhores em inteligência e em conduta ética.
suponho, e repetimo-lo muitas vezes, se bem te lembras,
E socialista, cujo governo seja partilhado por todos os que cada um deve ocupar-se de uma função na cidade,
proletários e trabalhadores. aquela para a qual a sua natureza é mais adequada.

QUESTÃO 4/10 Platão. A República. Fundação Calouste Gulbenkian

O trecho abaixo faz parte de um diálogo de Sócrates contido No trecho apresentado acima, faz-se referência à justiça, na
em A República, de Platão. Leia-o para responder à questão. concepção platônica. Assinale a opção que contém a
proposição verdadeira que sustenta o argumento usado por
Sócrates – Agora, com relação à cultura e à falta dela, Platão para definir e justificar tal concepção.
imagine nossa condição da seguinte maneira. Pense em
homens encerrados numa caverna, dotada de uma abertura A A igualdade natural predispõe o ser humano para a justiça
que permite a entrada de luz em toda sua extensão da e para o bem comum.
parede maior. Encerrados nela desde a infância,
B Compartilhar tarefas e habilidades com nossos
acorrentados por grilhões nas pernas e no pescoço que os
semelhantes é a base natural de uma cidade justa.
obrigam a ficar imóveis, podem olhar para a frente,
porquanto as correntes no pescoço os impedem de virar a C A execução da função própria é uma exigência das
cabeça. Atrás e por sobre eles, brilha a certa distância uma convenções políticas como instrumentos jurídicos para a
chama. Entre esta e os prisioneiros delineia-se uma estrada fundação das cidades.
em aclive, ao longo do qual existe um pequeno muro,
D O ato de cada um fazer o que lhe é mais adequado por
parecido com os tabiques que os saltimbancos utilizam para
natureza é necessário para a formação de uma cidade
mostrar ao público suas artes.
justa.
PLATÃO. A República. 2. ed. Trad. Ciro Mioranza. São Paulo:
E O interesse pessoal de cada um conduz naturalmente à
Escala, 2007. p. 243.
implementação da justiça na cidade.
Há uma referência à Alegoria da Caverna, exposta na fala de
QUESTÃO 7/10
Sócrates, no seguinte filme:
Leia o texto a seguir e responda à questão.
A Blade Runner
- Considera pois – continuei – o que aconteceria se eles
B Mad Max
fossem soltos das cadeias e curados da sua ignorância, a ver
C 2001 – Uma odisseia no espaço se, regressados à sua natureza, as coisas se passavam deste
modo. Logo que alguém soltasse um deles, e o forçasse a
D Matrix
endireitar-se de repente, a voltar o pescoço, a andar e a
E Clube da luta olhar para a luz, a fazer tudo isso, sentiria dor, e o
deslumbramento impedi-lo-ia de fixar os objetos cujas
QUESTÃO 5/10Mais Questões sombras via outrora.
Considerando o pensamento de Platão na “Alegoria da Que julgas tu que ele diria, se alguém lhe afirmasse que até
Caverna”, é CORRETO afirmar que então ele só vira coisas vãs, ao passo que agora estava mais
A os prisioneiros entendem como única realidade o perto da realidade e via de verdade, voltado para objetos
conhecimento que se afasta dos sentidos. mais reais? E se ainda, mostrando-lhe cada um desses
objetos que passavam, o forçassem com perguntas a dizer o
B os prisioneiros fundamentam o seu conhecimento na que era? Não te parece que ele se veria em dificuldade e
reflexão sobre o mundo da caverna. suporia que os objetos vistos outrora eram mais reais do
C a opinião é certa de si mesma quanto mais afastada se que os que agora lhe mostravam?
encontra da verdade. (PLATÃO. A República 7. ed. Lisboa: Caiouste &Ibenkian,
D a verdadeira realidade, para os prisioneiros, é aquela que I993. p. 3I8-3I9.)
vai além dos sentidos. O texto é parte do livro VII da República, obra na qual Platão
E a verdade é apenas o sol que é Deus. desenvolve o célebre Mito da Caverna. Sobre o Mito da
Caverna, é correto afirmar.
QUESTÃO 6/10
I.A caverna iluminada pelo Sol, cuja luz se projeta dentro D qualquer um pode encontrar em si mesmo, pela intuição,
dela, corresponde ao mundo inteligível, o do conhecimento a luz para o conhecimento.
do verdadeiro ser.
E N.D.A
II.Explicita como Platão concebe e estrutura o
QUESTÃO 10/10
conhecimento.
No pórtico da Academia de Platão, havia a seguinte frase:
III.Manifesta a forma como Platão pensa a política, na
“não entre quem não souber geometria”. Essa frase reflete
medida em que, ao voltar à caverna, aquele que
sua concepção de conhecimento: quanto menos
contemplou o bem quer libertar da contemplação das
dependemos da realidade empírica, mais puro e verdadeiro
sombras os antigos companheiros.
é o conhecimento tal como vemos descrito em sua Alegoria
IV.Apresenta uma concepção de conhecimento estruturada da Caverna.
unicamente em fatores circunstanciais e relativistas.
“A ideia de círculo, por exemplo, preexiste a toda a
A Somente as afirmativas I e IV são corretas. realização imperfeita do círculo na areia ou na tábula
recoberta de cera. Se traço um círculo na areia, a ideia que
B Somente as afirmativas II e III são corretas.
guia a minha mão é a do círculo perfeito. Isso não impede
C Somente as afirmativas III e IV são corretas. que essa ideia também esteja presente no círculo
imperfeito que eu tracei. É assim que aparece a ideia ou a
D Somente as afirmativas I, II e III são corretas. forma.”
E Somente as afirmativas I, II e IV são corretas. JEANNIÈRE, Abel. Platão. Tradução de Lucy Magalhães. Rio
QUESTÃO 8/10 de Janeiro: Zahar, 1995. 170 p.

Entende-se que, para Platão, na “Alegoria da Caverna” Com base nas informações acima, assinale a alternativa que
interpreta corretamente o pensamento de Platão.
I.aponta-se para o sentido da entrada do homem no mundo
inteligível e o retorno ao mundo sensível. A A Alegoria da Caverna demonstra, claramente, que o
verdadeiro conhecimento não deriva do “mundo
II.aponta-se para o sentido da natureza da educação inteligível”, mas do “mundo sensível”.
apropriada ao filósofo.
B Todo conhecimento verdadeiro começa pela percepção,
III.o mundo da opinião está presente nas imagens que pois somente pelos sentidos podemos conhecer as coisas
projetam as sombras e as próprias sombras. tais quais são.
IV.a educação deve conduzir para as essências, para a C Quando traçamos um círculo imperfeito, isto demonstra
ciência que a alma possui no seu interior. que as ideias do “mundo inteligível” não são perfeitas, tal
V.a educação deve conduzir para questões que afastem o qual o “mundo sensível”.
homem das especulações intelectuais. D As ideias são as verdadeiras causas e princípio de
Estão CORRETAS as afirmações contidas na alternativa: identificação dos seres; o “mundo inteligível” é onde se
obtêm os conhecimentos verdadeiros.
A I, II, IV, V
E N.D.A
B II, III, IV, V

C I, III, IV, V

D I, II, III, IV

E N.D.A

QUESTÃO 9/10

Sobre a alegoria da caverna de Platão pode-se afirmar que:

A o filósofo deve ter uma vida exclusivamente


contemplativa.

B a educação do filósofo visa também à atividade política.

C os sentidos são fundamentais para o conhecimento.