You are on page 1of 7

A IOTA é uma criptomoeda criada em 2015 com a função de servir a

indústria da Internet das Coisas – proposta para integração de diversos itens

usados no dia a dia à rede mundial de computadores que possibilita às

máquinas a troca de informações e microsserviços.

Com esse propósito em mente, os fundadores da criptomoeda decidiram

empregar uma estrutura alternativa ao Blockchain que os permitiu criar um

sistema de micropagamentos revolucionário. O Tangle, nome dado à

estrutura acíclica e direcionada do sistema, funciona sob um protocolo que

permite que as transações sejam feitas online e off-line, contenham valores

extremamente pequenos, sejam validadas num período de tempo cem vezes

mais rápido que as transações de Bitcoin e não precisem de taxas de

transação para aprovação.

• Tangle

Fundamentalmente, o Tangle segue os mesmos princípios que o Blockchain

uma vez que depende de mecanismos de consenso e validação, é uma base

de dados distribuída e também é uma rede peer-to-peer.

1
No entanto, existem algumas diferenças importantes entre os dois. No

Tangle, as transações são chamadas de sites e sua dinâmica se dá da

seguinte maneira: novas transações são chamadas de tips (“pontas”) e para

que essa transação seja aprovada é necessário que o node que a criou

aprove duas outras transações, estabelecendo uma conexão entre as elas

chamada de edge. O algoritmo que seleciona aleatoriamente as duas

transações é chamado de Cadeia de Markov Monte Carlo.

Assim, ao invés de uma pequena parte da rede ser responsável pelo

consenso geral como acontece no Blockchain, toda a rede está diretamente

envolvida na aprovação das transações. Cada usuário possui participação

ativa no estabelecimento da segurança na rede já que o próprio realizará o

proof of work necessário para a aprovação da sua transação. Por esse


motivo, não existe mineração de IOTA e o estabelecimento do consenso e a

emissão de transações andam de mão dadas, permitindo que o uso da

criptomoeda seja altamente eficiente mesmo sem a necessidade de taxas.

Sob uma perspectiva mais técnica, a realização de uma transação na rede

consiste em três passos: seleção dos inputs e outputs e assinatura digital

através da chave privada; validação de duas tips aleatoriamente escolhidas

pelo algoritmo MCMC pelo node emissor da nova transação através de um

proof of work similar ao hashcash do Blockchain; comunicação da nova


transação à rede e integração com Tangle através da validação de outros

dois nodes. Essa dinâmica única cria uma rede que se torna mais rápida

2
conforme mais dispositivos emissores e, consequentemente, validadores se

conectam a ela. Por isso, várias características técnicas do Tangle foram

desenvolvidas afim de viabilizar a integração de todo o tipo de dispositivo,

de celulares à geladeiras, à rede.

Estas são as principais razões pelas quais o IOTA se identifica como a única

criptomoeda que poderia ser amplamente utilizada por máquinas e

indivíduos. Como nenhum node é privilegiado por seu poder de

processamento, o Tangle é mais resistente a um processo de centralização

do poder de consenso (diferentemente do que ocorre em outras redes).

Soma-se a isso outras limitações como o tamanho dos blocos no Blockchain,

por exemplo. Quanto mais transações na rede Bitcoin, mais congestionada

ela se fica, tornando sua ampla utilização inviável tanto pelo demorado

processo de aprovação como pelas altas “taxas de mineração”.

• Segurança
Atualmente, ainda não existe atividade suficiente no Tangle para que a rede

se proteja autossuficientemente. Por essa razão, a Fundação IOTA decidiu

utilizar um coordenador digital que contribui para a manutenção da

segurança da rede. Caso não houvesse um mecanismo de segurança como o

coordenador, o tamanho atual do Tangle não seria suficiente para evitar

ataques como um 33% attack, por exemplo.

3
A cada minuto, o coordenador emite uma transação sem valor algum que

chamamos de milestone. Toda transação (incluindo milestones) verifica

outras duas transações. Para saber se uma transação foi verificada, identifica-

se a milestone mais recente a fim de analisar se esta está direta ou

indiretamente ligada à transação em questão. A razão da existência das

milestones é o fato de que se for escolhida uma transação aleatória, há a


possibilidade de que o node a que se está conectado seja malicioso e está

tentando te enganar fazendo validar as transações dele. As pessoas que

operam os nodes sabem que não podem falsificar a signature de uma

Milestone, então sabe que pode confiar que uma Milestone é legítima.

Entretanto, a ideia é desativar o coordenador assim que a rede atinja o

tamanho e nível de atividade mínimos que viabilizem sua autonomia. O

Tangle vem crescendo e testes de desligamento do coordenador já

provaram possível o bom funcionamento da rede na ausência do

mecanismo. Assim, apesar de não existir nenhuma previsão oficial para o

desligamento do coordenador, é possível que esta realidade esteja em um

futuro próximo.

Em termos de segurança criptográfica, a IOTA é considerada uma das únicas

criptomoedas que não estariam em perigo na eventual presença de

computação quântica. Isso pois os modelos criptográficos utilizados

atualmente podem ser decifrados via tentativa e erro, o que não é verdade

4
para a IOTA já que o seu mecanismo de assinaturas digitais (Winternitz One-

Time Signature) não funciona da mesma maneira.

Além disso, muitas das funções criptográficas utilizadas no Tangle foram

especialmente desenhadas para a internet das coisas. Um exemplo é a

hashfunction chamada “Curl” que foi recentemente substituída por uma


nova função chamada “Kerl” devido a descoberta de algumas falhas

apresentadas em um estudo da Universidade de Boston em conjunto com o

Instituto de Tecnologia de Massachusetts.

• Mercado e performance
A criptomoeda foi ao público a partir de um ICO que arrecadou cerca de

1.337 BTC (US$434.000,00 na época), um valor baixo se compararmos aos

ICO’s mais recentes, realizado em novembro de 2015. Todos os fundos

adquiridos através do ICO foram destinados ao desenvolvimento do projeto

que tem como sede a IOTA Foundation – uma organização sem fins

lucrativos localizada em Berlim, Alemanha.

Todas as moedas existentes foram criadas na transação gênesis do Tangle

(quando um endereço que continha todas as moedas emitiu uma transação

na qual as distribuiu para diversas outras contas os quase 3 quadrilhões de

moedas). Isso explica o motivo do IOTA ser uma criptomoeda altamente

concentrada – os 100 endereços mais ricos detinham aproximadamente 67%

de todas as moedas em 25/01/2018. Porém, segundo a Fundação IOTA,

5
todos os fundadores que possuem IOTA atualmente adquiriram as moedas

como qualquer outro usuário.

Devido ao seu caráter revolucionário que prometia mudar a forma como se

pensavam redes peer-to-peer e sua viabilidade, havia uma expectativa

significativamente alta do mercado para o início da sua comercialização nas

corretoras. Em junho de 2017, a criptomoeda se tornou disponível ao redor

do mundo e foi comercializada a US$0,63 por MIOTA (um milhão de IOTA’s).

Entretanto, foi somente dois meses depois que a criptomoeda entrou para o

radar dos grandes investidores e analistas – foi neste mês que seu market

cap atingiu três bilhões de dólares e seu preço ultrapassou a barreira do


US$1,00 pela primeira vez. Atualmente, a IOTA é a 11ª criptomoeda em

tamanho de market cap (aproximadamente US$7Bi) e o valor mais alto pelo

qual já foi negociado é $5,69 em 19 de dezembro de 2017.

Atualmente, você pode comprar MIOTA nas principais corretoras que a

comercializam: Bitfiniex, Binance e Coinone.

Bernardo de Almeida e Gabriel Franco, 01/02/2018

6
• Bibliografia e links:

https://www.tecmundo.com.br/mercado/125181-o-que-e-iota.htm
https://iota.org/
http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2014/08/internet-das-coisas-entenda-o-
conceito-e-o-que-muda-com-tecnologia.html
http://www.iotabrasil.com/
https://www.youtube.com/watch?v=UwEp5cexTJE
https://iota.org/IOTA_Whitepaper.pdf
https://learn.iota.org/faqs
https://iota.readme.io/v1.2.0/docs/what-is-iota
https://iota.readme.io/v1.2.0/docs/glossary
https://blog.iota.org/upgrades-updates-d12145e381eb
https://blog.iota.org/a-mathematician-is-always-fascinated-by-a-challenge-and-with-
darcy-camargo-its-no-different-72c55f996401
https://github.com/mit-dci/tangled-curl/blob/master/vuln-iota.md
https://thetangle.org/statistics/tokens-distribution
https://blog.iota.org/exchange-launch-2d38c654349a
https://medium.com/@IngoFiedler_96862/iota-distribution-update-after-snapshot-from-
08th-august-2017-21e92cf15eea
http://iotafeed.com/portugues/index.php/2017/12/05/cryptocoinsnews-o-preco-da-iota-
explode-apos-o-anuncio-da-parceria-da-microsoft/
https://cointelegraph.com/news/price-analysis-jan-19-bitcoin-ethereum-bitcoin-cash-
ripple-iota-litecoin-nem-cardano
https://blog.iota.org/iota-data-marketplace-cb6be463ac7f
https://medium.com/@linda.xie/a-beginners-guide-to-iota-a84424ff5536
https://github.com/mit-dci/tangled-curl/blob/master/vuln-iota.md
http://untangled.world/iota-founders/
https://iota.readme.io/v1.2.0/docs/what-is-iota
https://blog.iota.org/curl-disclosure-beyond-the-headline-1814048d08ef
https://medium.com/@IngoFiedler_96862/iota-an-update-on-token-distribution-and-
exchange-launch-ee3e56bd0d32
https://medium.com/@iotasuppoter/iota-the-new-wallets-yes-plural-f20a8ab5237
https://multicoin.capital/
https://guiadobitcoin.com.br/fundo-de-hedge-em-criptomoedas-analisa-iota-
absurdamente-sobrevalorizada/
https://blog.iota.org/2017-in-review-2018-in-preview-704177484ef0