You are on page 1of 4

Gêneros

Gêneros Liter ários


Literários
A tradição dos
estudos literários Gêneros
Literários
distingue os textos
literários a partir
não só de sua
forma, prosa ou Lírico
verso (poesia),
mas também
quanto à sua
Balada Soneto Etc.
estrutura e
conteúdo, ou seja,
quanto aos
gêneros literários. Dramá
Dramático
Embora a
classificação dos
gêneros literários
tenha, ao longo Tragédia Comédia Etc.
dos anos, sofrido
algumas
modificações, é
Épico
geralmente aceito
que os gêneros
literários são três:
a) Lírico, b) Romance Conto Etc.
Dramático e c)
Épico.
O
O que
que é trag édia?
tragédia?

É uma forma de drama, que se caracteriza pela sua


seriedade e dignidade, frequentemente envolvendo um
conflito entre uma personagem e algum poder de
instância maior, como a lei, os deuses, o destino ou a
sociedade.
Suas origens são obscuras, mas é certamente derivada
da rica poética e tradição religiosa da Grécia Antiga.
Suas raízes podem ser rastreadas mais
especificamente nos cantos e danças em honra ao
deus grego Dionísio (conhecido entre os romanos
como Baco) realizadas nos festivais Dionisíacos.
Na Antiguidade Grega, o filósofo Aristóteles foi um dos
mais importantes teorizadores da Tragédia e também
dos gêneros literários. Em sua A Poética, Aristóteles
coloca que a Tragédia é o mais importante gênero
literário na medida em que ela está fundamentada na
cartase, isto é, na sensação de alívio criada no
espectador do drama ao ver uma determinada cena
dramatizada.
Logo, a tragédia tinha uma função moralizante na
sociedade grega da época do filósofo. Os dramas
vividos pelos personagens eram como ensinamentos
dados aos gregos da antiguidade, ensinamentos que
tocam na questão do bem e do mal, do justo e do
injusto, do certo e do errado.
Quais
Quais são
são as
as caracter ísticas
características
da
da tragédia?
tragédia?

Características
a) Possui personagens de elevada
condição (heróis, deuses, etc.);
b) Ser contada em linguagem elevada e
digna;
c) Ter um final triste, com a destruição ou
loucura de um ou vários personagens
sacrificados por seu orgulho ao tentar
se rebelar contra as forças do destino;
d) Possui uma unidade de ação (uma
ação), uma unidade de tempo (um dia),
uma unidade de espaço (um lugar);
e) Há a presença de um coro (função de
ornamento da encenação);
f) Está divida em três partes: a) prólogo,
b) episódio e c) êxodo;
Principais
Principais tragediógrafos
tragediógrafos

1) Sófocles (497 ou 496 a 406 ou 405 a.C.)

• Édipo Rei
• Antígona
• Electra

2) Eurípedes (485 a 406 a. C.)

• Medeia
• Hipólito
• Electra

3) Ésquilo (525 ou 524 a 456 ou 455 a.C.)

• Agamenon
• As Eumênides
• As Suplicantes