You are on page 1of 7

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA

CENTRO DE CIENCIAS E TECNOLOGIA


DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL
DISCIPLINA: CIV 45 – ENGENHARIA AMBIENTAL
Professora Ofélia de Lira Carneiro

II LISTA DE EXERCICIOS DE ENGENHARIA AMBIENTAL – SEMESTRE 2018.1

01. Um pequeno rio recebe o lançamento de esgoto de um vilarejo através de uma Estação de
Tratamento de Esgoto (ETE) e de uma indústria cujos despejos são tratados em um sistema de
tratamento de esgoto por meio de lagoas de estabilização. O vilarejo tem 5000 habitantes e
apresenta uma vazão correspondente de esgoto doméstico de 1000 m³ /dia. Os despejos da
indústria apresentam vazão de 200 m³ /dia e DBO de 1000 mg/L. Considere as informações:
• o tratamento dos despejos industriais reduz em 90% a poluição orgânica;
• o rio, antes de receber as contribuições poluentes do vilarejo e da indústria, tem vazão de 1 m³/s
e DBO de 1 mg/L;
• a concentração de DBO da mistura não deve ultrapassar 3,0mg/L.

a) Determine a máxima concentração de DBO do esgoto doméstico a ser lançada no rio.


Resposta: DBO efluente = 156,4 mg/L.

02. No anteprojeto de um sistema de esgotos está previsto o lançamento de 6000 L/s de esgotos
com uma concentração de DBO de 250mg/L em um rio de classe 3, com vazão de 15 m³/s e
concentração de DBO de 5mg/L. O limite previsto para DBO de um curso d’água de classe 3,
segundo Resolução CONAMA 357/05, é 10 mg/L. Indique se há necessidade de tratamento deste
esgoto antes do seu lançamento no rio, de modo a não desobedecer ao enquadramento previsto.
Justifique a sua resposta.
Resposta: DBO mistura = 75,00 mg/L

03. Um rio com vazão de 10 m³/s e DBO 5 de 7 mg/L vai receber, num determinado ponto, o
lançamento de 500 L/s de um esgoto tratado. Se a máxima concentração de DBO 5 permitida para
o rio é de 10 mg/L, e o esgoto bruto tem DBO 5 de 350 mg/L, Qual deverá ser a eficiência
mínima da estação de tratamento de esgotos.
Resposta: E=80%

04. Preocupada com o estado de contaminação de um arroio que corta um bairro estritamente
residencial da cidade, devido a ligações clandestinas de esgotos domésticos, a administração de
um certo município contratou a sua empresa para fazer um estudo sobre as condições desse curso
de água. Informações disponíveis no órgão ambiental existente no município indicaram que o
curso de água tem uma bacia de contribuição de 2 km2, uma vazão mínima específica de 10
L/s/km2 , e que o arroio, naturalmente, tem uma DBO (Demanda Bioquímica de Oxigênio) de 4
mg/L.
Para a realização do estudo, você solicitou que fosse realizado um exame de uma amostra de
água, que deveria ser colhida do arroio, em época de seca (período de estiagem). O resultado
desse exame indicou uma DBO de 54 mg/L.
Pesquisando na bibliografia referente ao assunto, você encontrou as seguintes informações:
· para um esgoto doméstico, a DBO considerada é de 300 mg/L;
· no local do estudo, a contribuição de esgotos adotada para uma pessoa é 100L/dia.
De posse dessas informações, responda às perguntas abaixo.

a) Qual a vazão mínima do arroio, em época de seca, sem o afluxo de nenhuma vazão de esgoto?
b) Qual a quantidade de oxigênio demandada pelo curso de água, em kg, no transcurso de um
dia, considerando-se o exame realizado?
c) Que parcela da quantidade de oxigênio demandada, em kg, no transcurso de um dia, pode ser
atribuída à contaminação por esgoto clandestino ?
d) Qual a quantidade de pessoas cujos dejetos estão contribuindo para a contaminação do arroio?
Resposta: a) Q=20L/s; b) Carga (DBO) = 93,31kg/d; c) X = 86,40kg(DBO)/d; d) N=2880 habitantes

05. Calcular o equivalente populacional (EP) de uma indústria que possui os seguintes dados:

 Vazão = 120m³/d
 Concentração de DBO5=2000mg/L
 Contribuição per capita DBO5=54g/hab.dia

Resposta: EP = 4.444 habitantes

06. Você é o profissional da área ambiental para avaliar um estudo de impacto ambiental
referente as obras de esgotamento sanitário, tratamento de esgoto e disposição final de uma
cidade com seu respectivo parque industrial. Avalie o estudo com base nas informações
apresentadas a seguir:
a) A cidade em questão está localizada próxima a dois mananciais de água (Rio Preto e Rio
Branco). Recentemente foi aprovada uma grande verba social que contempla 100% de
implantação do sistema de abastecimento de água assim como 100% de coleta, tratamento e
disposição de esgotos (doméstico e industrial). Os sistemas foram projetados tendo como base
uma população futura de projeto de 200.000 habitantes, contribuição per capita de esgotos de
150 L/hab.dia, e carga orgânica per capita de 54g/hab.dia.
b) O parque industrial da cidade é composto de:

 Matadouro: abate cerca de 400 toneladas/dia de bovinos; contribuição per capita de


esgotos de 0,50m³/toneladas; carga orgânica per capita de 6kg/tonelada abatida;
 Fabrica de laticínios: processa 40.000 L/dia; contribuição per capita de esgoto 1,5m³/m³
processado; carga orgânica per capita de 6kg/m³ processado;
 Usina de açúcar: processa 4000 toneladas/dia; contribuição per capita de esgoto
3m³/tonelada processada; carga orgânica per capita de 3,5kg/tonelada processada;
 Cervejaria: processa 200m³/dia; contribuição per capita de 10m³/m³ processado; carga
orgânica per capita de 20kg/m³ processado.
c) A estação de tratamento ETE-2 pode ser utilizada para tratamento de esgotos domésticos ou
uma combinação de esgotos domésticos com esgotos industriais; a estação de tratamento de
esgoto ETE-1 pode ser utilizada para tratamento de esgotos industriais ou uma combinação de
esgotos domesticos com esgoto industriais. A tabela 01 apresenta as características das ETEs.
d) O Rio Branco tem uma DBO média de 3mg/L e vazão mínima de 15m³/s. O rio é classificado
em função do seu uso e a qualidade de suas águas como Classe 2, segundo a Resolução
CONAMA 357/2005. O Rio Preto tem uma DBO média de 4mg/L e vazão mínima de 10m³/s. O
rio é classificado em função do seu uso e a qualidade de suas águas como Classe 2, segundo a
Resolução CONAMA 357/2005. No entanto, permite-se o seu enquadramento na Classe 3 no
trecho entre os pontos A-B, conforme mostra a Figura 01.
Tabela 01 – Características das ETEs.

ETE-1 para ETE-2 para


ETE-1 para os ETE-2 para os
Parâmetros esgoto esgoto
dois esgotos dois esgotos
industrial doméstico

TDH (dias) 4 4 3 3

DBO (%) 75 85 95 90

Os esgotos domesticos e industriais podem ser tratados e dispostos de diversas formas. Por
exemplo, o relatório de impacto ambiental sugeriu três possibilidades:

1º- Tratamento do efluente industrial na ETE-1 com lançamento no Rio Branco; tratamento do
esgoto domestico na ETE-2 com lançamento no Rio Preto.

2º - Tratamento dos esgotos domesticos e industriais apenas na ETE-2 com lançamento no Rio
Preto.

3º - Tratamento dos esgotos domesticos e industriais apenas na ETE-1 com lançamento no Rio
Branco.

Responda:
I. Você como responsável pela tomada de decisão da melhor alternativa para tratamento e
disposição dos efluentes nos corpos receptores, qual delas você optaria? Justifique sua resposta.
Figura 01 – Local de estudo de impactos ambientais.

Resposta: Qi=14260m³/d; Co=20640kg/d; DBOaf=1447mg/L ; apenas a 2ª possibilidade atende.

07. Um esgoto industrial com concentração de 1200 mg/l de cloreto de sódio e vazão de 2000
L/min é lançado em um pequeno rio. Se o rio tem uma concentração de cloreto de sódio de 20
mg/l e vazão de 2 m3/s, qual a concentração de cloreto de sódio após a mistura? Considere
condições de mistura completa do esgoto com o rio, que o sal é uma substância conservativa e
que o sistema funciona em condições constantes (não há acúmulo de matéria no sistema).

Resposta: DBOm= 1180,65mg/L

08. Uma cidade com população de 25.000 e vazão de esgotos de 50 g/hab.dia e 100 L/hab.dia,
respectivamente. Considere que toda a cidade será saneada através de coleta e tratamento de
esgotos, e que o efluente será lançado em um rio que pela legislação vigente está enquadrado
como um rio de classe 2 (DBO ≤ 5 mg/l e coliformes fecais ≤ 1000 CF/100 ml) que apresenta
vazão = 1,40 m3/s, DBO = 2 mg/l e 250 coliformes fecais por 100 ml. Sabendo que a
concentração média de coliformes fecais no esgoto bruto é de aproximadamente 1,01 x 10 8
CF/100 ml, determine qual a eficiência mínima que a ETE deve apresentar na remoção de
DBO e coliformes para que o rio continue enquadrado como classe 2.
Resposta: EDBO= 47,57% e ECF= 99,96%

09. Calcule a eficiência da ETE?


a) DBO5afluente = 450 mg/l; DBO5efluente = 90 mg/l;
b) DBO5afluente = 800 mg/l; DBO5efluente = 87 mg/l;
c) DBO5afluente = 350 mg/l; DBO5efluente = 40 mg/l;
d) DBO5afluente = 4500 mg/l; DBO5efluente = 500 mg/l;
Resposta: a) E=80%; b) E=89,12%; c) E=88,57%; d) E=88,88%

10. Calcule:
a) A carga orgânica se DQO = 300 mg/l, Q = 100 l/s;
b) Com os valores da alternativa a) estimar o Equivalente Populacional, usar per capita de
54gDBO/hab.d
c) A carca orgânica, sendo população de 10000 habitantes e carga per capta 54 g DBO / hab. d
Resposta: a) Co=1296kg(DBO)/d; b) P=24000 habitantes; c) Co=540kg(DBO)/d

11. Um riacho poluído de vazão igual a 15 L/s, DBO igual a 150 mg/L, concentração de oxigênio
dissolvido igual a 2 mg/L, temperatura de 26°C e pH de 6,2, descarrega suas águas em rio de
vazão igual a 55 L/s, DBO igual a 5 mg/L, oxigênio dissolvido igual a 6,5 mg/L, temperatura de
20C e pH de 7,2. Supondo-se que a 30m a jusante a mistura já tenha sido completada, quais as
características das águas do rio nesse ponto? E considerando o enquadramento do rio em Classe
2, quais parâmetros estão em desacordo com a Resolução CONAMA 357/2005?

Resposta: DBOm=36,07mg/L; ODm=5,53mg/L; Temperaturam=21,28°C e pHm=6,73 . Dentre os parâmetros apenas a


temperatura atende o CONAMA 357/05, para rio Classe 2.

12. Um parque industrial é composto de quatro tipos de indústrias, conforme informações abaixo:
Tipo de Indústria Produção diária Per capita adotado (Carga) Per capita (vazão)

MATADOURO  Abate 100 bois  3,0kgDBO/boi abatido  2,0m³/boi abatido

 Abate 100 porcos  1,2kgDBO/porco abatido  0,8m³/porco abatido

CERVEJARIA  100m³/dia  12,00kgDBO/m³  6m³/m³

CURTUME  2,5t de pele/dia  120,00kgDBO/t processada  30m³/t processada

TEXTIL  2,0 t/dia  150kgDBO/t produzida  50m³/t produzida

Determine:
a) A carga total de DBO produzida diariamente.
b) O Equivalente populacional do parque industrial. Considerar carga per capita de 54g
DBO/hab.dia.
c) A vazão diária produzida.
d) A DBO afluente produzida pelo parque industrial.
e) Se a DQO é aproximadamente 2,5 maior que a DBO produzida pelo parque industrial, que
tipo de tratamento de esgoto você recomendaria?

Resposta: a) Co=222okg(DBO)/d; b) EP=41.111,1 habitantes; c) Q= 1055m³/d; e) DQO/DBO=2,5 ( Baixo, fração


biodegradável elevada, indicação para tratamento biológico).

13. A vazão de projeto para uma ETE, de uma cidade com uma população de 150.000 habitantes,
é de 75.000 m3/dia e concentração de 350 mg/l. Determine a carga de DBO e o equivalente
populacional deste sistema.

Resposta: Carga (DBO) = 26.250kgDBO/dia e EP = 486.111 habitantes.


14. Se você fosse escolhido para um projeto de uma ETE e não havendo tempo hábil para coleta
de esgotos para detalhamento das características físico-química e biológica do esgoto local, que
valores são aceitos segundo a literatura técnica para os seguintes parâmetros de projetos de
esgoto doméstico:
a) DBO e DQO . E, o que implicaria numa DBO alta ou baixa, Explique?
b) Nutrientes ( N e P)
c) Coliformes Termotolerantes
d) Contribuição per capita de esgoto
e) A relação DQO/DBO para tratamento de esgoto por processo biológico

15. Atendendo um pedido para esclarecimento de valores presentes numa análise físico-químico
e bacteriológico de água. Explique:
a) A água inibe a formação de espuma do sabão. Por que isso acontece? Indique as causas e
técnicas para remoção.
b) Teve pH > 7,0 . Explique a classificação das águas segundo o pH.
c) Apresentou odor, cor e turbidez quando coletada. Diferencie cor e turbidez. Cor real e cor
aparente.

16. Na cidade de Rio Branco, deseja-se construir uma lagoa de estabilização anaeróbia. A DBO
do esgoto bruto é de 400 mg/L e a vazão de 2000 m³/dia. Assumindo-se uma taxa de aplicação
volumétrica de 0,2kgDBO/m³.dia e uma altura útil de 3 metros, estime a área requerida e calcule
o tempo de detenção hidráulica (TDH). Adicionalmente, determine as dimensões da lagoa,
assumindo-se uma relação L/B igual a 2, e estime a DBO efluente, assumindo-se uma eficiência
de 40%. Resposta: A= 1333,3m²; TDH = 2 dias; (26 x 52)m

17. Calcular as dimensões totais de uma lagoa, que possui as seguintes dimensões, determinadas
no pré-dimensionamento. Considere:
 Comprimento (a meia profundidade) = 100m
 Largura (a meia profundidade) = 30m
 Profundidade = 2,20m
 Borda livre = 0,60m
 Inclinação dos taludes = 1:2,5
18. Dimensione um sistema de tratamento de esgoto por meio de lagoas de estabilização
compostos por duas lagoas anaeróbias e duas facultativas e três de maturação. Considere para o
dimensionamento os seguintes dados preliminares:
 População = 30.000 habitantes
 Contribuição per capita de esgotos de 150 L/hab.dia, e carga orgânica per capita de
54g/hab.dia.
 Temperatura (T) = 29°C (Líquido)
 Taxa de aplicação volumétrica Lv = 0,3kgDBO/m³.dia
 Taxa de aplicação superficial (Cs ) = 220kgDBO/ha.dia
 Adote para as lagoas anaeróbias, facultativas e maturação profundidades de 4m; 2m e 1m
respectivamente.
 As lagoas anaeróbia, facultativas e maturação assumem as relações de L/B igual a 2; 2,5
e 1,0 respectivamente
 Regime de mistura completa para as lagoas facultativas e fluxo disperso para as de
maturação
 DBOparticulada = 63mg/L e k = 0,27/d
 TDH = 4dias/lagoas de maturação