You are on page 1of 8

13/10/2017

‘DEFINIÇÃO’

ENERGIA Por se tratar de uma ideia muito abstrata, criada para modelar vários fenômenos
naturais, o conceito de energia está sujeito a interpretações complexas, e algumas

TRABALHO E LEIS vezes equivocadas. Há, porém, uma visão simples e confiável: podemos dizer que
corpos em movimento estão sob efeito de algum tipo de energia atuante, capaz

DE CONSERVAÇÃO de gerar o movimento a partir da transmissão ou transformação dessa energia.

PROFESSOR EDUARDO HONORATO

LEI DA CONSERVAÇÃO DA ENERGIA TIPOS DE ENERGIA

A energia total do Universo é constante; não pode ser criada nem destruída, mas A energia que atua sobre um corpo ou sobre um sistema de corpos pode
apenas transformada em diversas modalidades. ser de diferentes origens, como as descritas a seguir.
Energia química. Proveniente de reações químicas entre átomos e moléculas, como a
energia contida em alimentos e nos combustíveis de veículos automotores.

que permitem o funcionamento de aparelhos elétricos. A maior agitação das partículas de um corpo determina aumento da energia térmica desse corpo. 13/10/2017 ENERGIA TÉRMICA ENERGIA NUCLEAR É resultante do somatório das energias cinéticas das partículas constituintes dos corpos. provocando a elevação de sua temperatura. liquidificadores. • A luz é uma onda que transmite energia • O atrito normalmente ‘consome’ energia • Armazenar energia é DIFÍCIL. Nesses equipamentos. ENERGIA ELÉTRICA OUTRAS CONSIDERAÇÕES É a modalidade de energia responsável pela geração de correntes elétricas. que estão em constante movimento. a energia elétrica é transformada em outra modalidade de energia. como lâmpadas. • O som é uma onda que transmite energia geladeiras e computadores. Origina-se de reações que ocorrem no núcleo atômico de alguns elementos químicos. .

Trata-se de uma grandeza escalar (positiva que produzam seu deslocamento. um ou negativa) que mede o efeito da ação de uma força sobre um corpo ao longo de corpo pode aumentar ou diminuir sua energia cinética. o trabalho de uma Que ao considerarmos força com intensidade forças na mesma direção do ² constante é definido: deslocamento assume: 1 =1 ² Podemos. o trabalho indica se a força. . Basicamente. expressar assim o teorema da energia cinética: TRABALHO DE UMA FORÇA VARIÁVEL ENERGIA POTENCIAL E FORÇAS CONSERVATIVAS Além da energia cinética. então. 13/10/2017 TRABALHO DE UMA FORÇA (τ ou W) ENERGIA CINÉTICA (Ec) • A quantidade de energia adquirida ou transferida por um corpo pode ser medida pela • Para um corpo adquirir movimento. Com a realização de trabalho pelas forças. atuando sozinha. há outros tipos de energia capazes de colocar um corpo em movimento. Onde: contribui para acelerar o corpo (com ganho de energia) ou para retardar o corpo (com Ec = Energia Cinética (J) m = massa (kg) perda de energia) v = Velocidade (m/s) Então. • Energia potencial gravitacional (Peso) • Energia potencial elástica (Elástica) • Energia potencial elétrica (Elétrica) Essas forças são exemplos de forças conservativas. Portanto. assim chamadas porque se conserva a energia mecânica dos corpos que se deslocam sob sua ação exclusiva. é necessário que ele esteja sob a ação de forças grandeza chamada trabalho de uma força. a cada tipo de energia potencial está associado um tipo de força conservativa. um deslocamento.

13/10/2017 ENERGIA POTENCIAL GRAVITACIONAL (Epg) ENERGIA POTENCIAL ELÁSTICA (Epe) • A energia potencial de um corpo mede a energia armazenada que. Por isso. depende apenas da posição inicial e da posição final desse corpo. eventualmente. • Quanto maior for a constante k característica da mola. um plano inclinado e do alto de uma montanha sinuosa. corpo será a mesma nas três situações. Onde: Epg = Energia Potencial Gravitacional (J) m = massa (kg) g = gravidade (m/s²) = 10 / h = altura (m) ENERGIA POTENCIAL ELÁSTICA (Epe) TEOREMA DA ENERGIA POTENCIAL • A força elástica é tangente à trajetória e tem intensidade variável. e a energia transformada é a mesma nos três casos. • A energia potencial pode admitir valores negativos. quanto maior a dureza da Se não houver dissipação de energia. . maior será a energia potencial altura em três situações diferentes: em queda livre. mas sim sua variação. isto é. Isso se deve ao fato de a força peso ser conservativa. O mais relevante não é o k = constante valor da energia potencial. pode ser convertida em outra modalidade de energia. que pode • O trabalho de uma força conservativa não depende da trajetória descrita pelo corpo ser expressa pela lei de Hooke: = sobre o qual atua. da mola (N/m) pois é a variação de energia potencial que se x = distensão da mola (m) relaciona com a transformação desse tipo de energia em outra modalidade. Onde: Epe = Energia Potencial Elástica (J) k = constante da mola (N/m) Essa expressão permite concluir que: x = distensão da mola (m) O esquema ao lado mostra um corpo abandonado da mesma • Quanto maior for a deformação x sofrida pela mola. maior será a energia potencial armazenada. ao longo de armazenada. a velocidade final do mola. Onde: • A energia potencial depende da adoção de uma Epe = Energia Potencial Elástica (J) posição de referência. o trabalho dessa força independe da trajetória do corpo.

Alguns exemplos de forças não conservativas são: o atrito. 13/10/2017 ENERGIA MECÂNICA ESTUDO DE CASO – MONTANHA RUSSA • De acordo com esse teorema. a energia mecânica do sistema se mantém constante. CONSERVAÇÃO DA ENERGIA MECÂNICA ESTUDO DE CASO – BUNGY JUMPING • Quando o trabalho das forças não conservativas sobre um sistema é nulo. a força de resistência do ar. a força elástica ou a força elétrica. isto é. a energia mecânica total de um corpo só pode ser alterada pela realização de trabalho por forças não conservativas. a tração e a força de propulsão de gases. . o conjunto de corpos em questão é denominado sistema conservativo. Nesse caso. por quaisquer forças excluindo-se o peso. a força normal.

a unidade de medida de potência é: = = / = ( ). Observe as inscrições em uma lâmpada. Existem lâmpadas de diferentes potências: 40 W. etc. 13/10/2017 ESTUDO DE CASO – BUNGY JUMPING POTÊNCIA ∆ No SI. teríamos: Nessas condições. o rendimento da lâmpada é dado por: ú 8 = = = 0. que corpos. CONSERVAÇÃO DA ENERGIA TOTAL RENDIMENTO Quando somamos todas as modalidades de energia envolvidas em um sistema de • Vamos considerar uma lâmpada incandescente de 100 W de potência. maior será sua potência. ou seja. Considerando o intervalo de tempo de 1 segundo. Uma lâmpada de 40 W de potência consome menos energia e também brilha menos que uma de 100 W. ∆ A expressão acima permite concluir que quanto mais rapidamente uma máquina transformar energia. O esquema abaixo ilustra as transformações de energia que ocorrem no funcionamento permanece constante. 100 W. dessa lâmpada para alguns valores de energia convertida. antes e depois de certo fenômeno. 60 W. verificamos que a energia total do sistema consome 100 J de energia elétrica a cada segundo.08 ⇒ = % 100 .

com/watch?v=HiCHgi-5KRo b) A seleção da velocidade.3x104 J b) 6. 13/10/2017 ENEM – PPM . apesar de ser o último dos corredores a reagir ao tiro e iniciar a corrida. – 1.1 ENEM – PPM . este tipo de produzida por edições SM.youtube. e) A escolha do ângulo a ser girado.e – São Paulo: Saraiva. o trabalho total realizado nas 13 primeiras passadas é mais próximo de: a) 5. Poderes elétricos .com/watch?v=O1lZtdd5OAg d )A determinação do movimento. cuja tendência é o equilíbrio. Supondo que a massa desse corredor seja igual a 90 kg. Bolt havia atingido a velocidade máxima de 12 m/s. por exemplo.2x104 J c) 8. o cientista concebeu Referências principal: Ser protagonista: Física.com/watch?v=pXtVUobPQLs c) O controle do sentido da velocidade tangencial. Como o movimento ocorreria igualmente em ambos os sentidos de rotação. Ed – São Paulo.youtube. Assim. 1 ano: ensino médio / obra coletiva concebida. Luiz Felipe. medi-lo pelo número de dentes da engrenagem.com.youtube. controlada pela pressão nos dentes da engrenagem. um dente de engrenagem assimétrico. Motor perpétuo . O esquema. chamado movimento REFERÊNCIAS browniano. 2010.https://www.5x10³ J e) 3. Energia – nerdologia 11 https://www. sendo possível. Volume 1/ Luiz Felipe Fuke. Física para o ensino medio.uol. 2012 (adaptado). devido ao caráter aleatório.https://www. permitindo. inclusive. Kazuhito testado. ENEM – PPM . 2013. A explicação para a necessidade do uso da engrenagem com trava é: Vídeos recomendados para saber mais: a) O travamento do motor. em escala muito pequena. editor responsável Ângelo Stefano vita – 2.com/watch?v=mjk1S3RFAqM uma fácil leitura do seu valor.6x10³ J . Acesso em: 5 ago.2 Uma análise criteriosa do desempenho de Usain Bolt na quebra do recorde mundial dos 100 metros rasos mostrou que. Até se colocar com o corpo reto. montadas sobre um eixo. Disponível em: http://esporte. motor poderia executar trabalho. para que ele não se solte aleatoriamente. é mostrado a seguir. inclusive.4x10² J d) 1.youtube.https://www. puxando um pequeno peso para cima. A ideia de um inventor era construir uma série de palhetas. foram 13 passadas. o momento mais importante da corrida.78 segundos. Yamamoto. Energia mecânica . que seriam postas em movimento pela agitação das partículas ao seu redor.br. desenvolvida e um segundo elemento. seus primeiros 30 metros foram os mais velozes já feitos em um recorde mundial. que já foi Referência de apoio: Fuke. mostrando sua potência durante a aceleração. Ao final desse percurso. causado pelos choques das partículas que compõem o fluido.2 Partículas suspensas em um fluido apresentam contínua movimentação aleatória. cruzando essa marca em 3.

gravitacional. por ter menor risco ambiental e ser adequada a locais com menor extensão territorial.com. à extensão territorial do país e aos recursos naturais disponíveis. devido ao relevo. que produz a mesma quantidade de luz. uma lâmpada incandescente de 40 W emite cerca de 600 lm. c) nuclear. em watt (W). representada na etapa III. ENEM – PPM . a) maior que a de uma lâmpada fluorescente de 8 W.3 Suponha que você seja um consultor e foi contratado para assessorar a implantação de uma matriz energética em um pequeno país com as seguintes características: região plana. a matriz energética de menor impacto e risco ambientais é a baseada na energia: a) dos biocombustíveis. Acesso em: 29 fev. representada na etapa IV. e) eólica. De acordo com as características desse país. pois tem menor impacto ambiental e maior disponibilidade. d) a energia potencial gravitacional. é necessário que quantidade de luz produzida e o consumo. As etapas de um dos saltos de um atleta estão representadas na figura: combustíveis fósseis. . considerada linear. dispondo de poucos recursos hídricos e sem reservatórios de Uma das modalidades presentes nas olimpíadas é o salto com vara. 2012 (adaptado). cuja a) a energia cinética. representada na etapa I. seja totalmente convertida em energia b) maior que a de uma lâmpada fluorescente de 40 W. O consumo está relacionado à potência elétrica da lâmpada que é medida representada na etapa IV. e) igual a de uma lâmpada fluorescente de 40 W. 13/10/2017 ENEM – PPM . pelo seu baixo custo e pelas características do país.terra. d) hidráulica. representada na etapa III. c) menor que a de uma lâmpada fluorescente de 8 W. que produz menor quantidade de luz.5 Desprezando-se as forças dissipativas (resistência do ar e atrito).br. seja totalmente convertida em energia potencial Disponível em: http://tecnologia. representada na etapa IV. pelas características do país e por não gerar gases do efeito estufa nem resíduos de operação. entre a possível. que consome a mesma quantidade de energia. e) a energia potencial gravitacional. seja totalmente convertida em energia potencial A eficiência de uma lâmpada incandescente de 40 W é gravitacional. b) solar. favoráveis à sua implantação. chuvosa e com ventos constantes. representada na etapa II.3 ENEM – PPM . seja totalmente convertida em energia potencial elástica unidade é o lúmen (lm). seja totalmente convertida em energia d) menor que a de uma lâmpada fluorescente de 40 W. que produz menor quantidade de luz. potencial elástica.4 ENEM – PPM . pois consome maior quantidade de potencial elástica. representada na etapa I. c) a energia cinética. b) a energia cinética. ou seja. enquanto uma lâmpada fluorescente de 40 W emite cerca de 3 000 lm. energia. o máximo de energia seja conservada. representada na etapa II. A quantidade de luz é medida pelo fluxo luminoso. Por exemplo. para que o salto atinja a maior altura A eficiência das lâmpadas pode ser comparada utilizando a razão. representada na etapa I.