PSICOLOGIA JURÍDICA PROF

:
MARCO ANTÔNIO

HÉLIO VITOR SOUZA CAMPOS

Psicologia Jurídica
• Psicanálise: - Analisa o individuo - Padrão mental neutro Psicologia: Avalia um individuo um grupo, um sistema. Trata do individuo e pode fazer medicação, dentro de limites. Psiquiatria: - Formando em medicina. - Realiza exames, cirurgias. - Indica qualquer medicamento

O cérebro

é o principal órgão e centro do sistema nervoso em todos os animais vertebrados, e em muitos invertebrados

Cérebro = Possui componentes Objetivos e Subjetivos.
Percebe as coisas = Percepção. È algo orgânico há alterações.

Componentes Objetivos:
São todas as coisas que podemos fazer uma autopsia – tem uma química dentro deles. Ex.: Uso de drogas estimula a percepção, glicose, água, proteínas, etc.. Componente Objetivo é fundamental para o bom funcionamento do celebro.

Componentes Subjetivos:
São as idéias, a memória, o pensamento, as emoções, o sonho, os desejos, etc..

Doença Mental = Problema, uma falha nos Componentes Objetivos. Distúrbio Mental = Problema, uma falha nos Componentes Subjetivos.

O cérebro é o órgão mais complexo do organismo, situando-se na fronteira da Biologia e da Psicologia. Ao mesmo tempo em que é o centro controlador de todos os outros órgãos do corpo, possuem funções mentais superiores que definem as características básicas do homem.

sexualidade = todo ser humano tem prazer de sexo. Quando gera movimento nestes sensores = Estímulo. Identidade de Gênero: .Perímetro menor Perímetro é a medida do comprimento de um contorno. uma mulher ou se a mesma vê a si como fora do convencional).identidade com os papeis gênero . não consegue mandar informações para o celebro. Identidade é o conjunto de caracteres próprios e exclusivos com os quais se podem diferenciar pessoas. plantas e objetos inanimados uns dos outros. acredita-se que a identidade de gênero possa ser afetada por uma variedade de estruturas sociais. . animais.Pensamento Convergente .• Identidade = È a ação de identificar . corte de cabelo.Perímetro maior HOMEM: . se a mesma se identifica como sendo um homem.e. MULHER: . identidade de gênero se refere ao gênero em que a pessoa se identifica (i.Pensamento Divergente . Do primeiro uso.+ = Prazer _ = Desprazer Ela é Amoral e não Imoral (não depende de fatores culturais).). etc. independente do papel social de gênero que a pessoa se apresente. quer ante seus semelhantes. Na sociedade. visão. mas pode também ser usado para referir-se ao gênero que certa pessoa atribui ao indivíduo tendo como base o que tal pessoa reconhece como indicações de papel social de gênero (roupas. Tato. incluindo etnicidade. Do segundo. Sensação: Sen = sensor Ação = movimento Todo nosso corpo é coberto de sensor. olfato. *Sensor Comprometido = são incapaz de gerar estímulos. acredita-se que a identidade de gênero se constitui como fixa e como tal não sofrendo variações. paladar. querem diante do conjunto das diversidades.

È uma usina celebral.*O conjunto elementar de todas as sensações gera: Impressão = um conjunto de sensações. cientista. Percepção = como percebemos as coisas. bater = Externo. responde emocionalmente mais extensa. *Existe 2% dos homens que têm o Hipotálamo com diâmetro de 4 mm. Isto é uma reação de síntese por desidratação que ocorre entre moléculas de aminoácidos. gritar. quantificamos. O Homem = 2 mm de diâmetro A Mulher = 4 mm de diâmetro *A Mulher é mais sensível. Mente Humana = é justamente a capacidade de raciocínio e onde qualificamos. capta as informações que o celebro identifica e transforma numa química. são os artistas. músicos. uma falha nos Componentes Objetivos. Emoção = a resposta do corpo como um todo. liberando uma molécula de água (H2O). . suar. gera uma cadeia peptídica. Distúrbio Mental = Problema. *Quanto mais conhecimento = quebra o preconceito. Hipotálamo = è uma estrutura que se encontra dentro do celebro. Doença Mental = Problema. E cada impressão associar a cada objeto que a gente vê. Sentimento = é celebro = Interno. Cadeia Peptídica = Uma ligação peptídica é uma ligação química que ocorre entre duas moléculas quando o grupo carboxila de uma molécula reage com o grupo amina de outra molécula. È responsável por ser um filtro. como o celebro vai interpretar as coisas. sai dele tudo aquilo que chamamos de Emoção. uma falha nos Componentes Subjetivos.

que selecionamos e escolhemos o que lembramos e que a lembrança tem como a percepção. Alguns estudiosos julgaram que a memória seria um fato puramente biológico. a necessidade para nossa vida prática ou para o desenvolvimento de nossos conhecimentos. acontecimentos. há saudade. . entram componentes objetivos e componentes subjetivos para formar as lembranças. São componentes subjetivos: a importância do fato e da coisa para nós. etc. também não se poderia explicar o esquecimento. Em outras palavras. Em segundo lugar. porque. Para esses estudiosos. não se poderia explicar o fenômeno da lembrança. São componentes objetivos: as atividades físico-fisiológicas e químicas de gravação e registro cerebral das lembranças. nem poderíamos ter dificuldade para lembrar certas coisas e facilidade para recordar outras tantas. portanto. a psicologia da Gestalt mostra que temos maior facilidade para memorizar uma melodia do que sons isolados ou dispersos. aspectos afetivos.Memória A memória é uma evocação do passado. A lembrança conserva aquilo que se foi e não retornará jamais. O QUE É A MEMÓRIA A memória é uma atualização do passado ou a presentificação do passado e é também registro do presente para que permaneça como lembrança. Em primeiro lugar. É a capacidade humana para reter e guardar o tempo que se foi salvando-o da perda total. Assim. triângulo. quadrado. valorativos (há lembranças alegres e tristes. um modo de funcionamento das células do cérebro que registram e gravam percepções e idéias. o modo como alguma coisa nos impressionou e ficou gravada em nós. ao registro cerebral ou à gravação automática pelo cérebro de fatos. há arrependimento e remorso). porém. bem como a estrutura do objeto que será lembrado. o prazer ou dor que um fato ou alguma coisa produziram em nós. não se sustenta. não poderíamos esquecer coisa alguma. mesmo que nosso cérebro grave e registre tudo. que memorizamos mais facilmente figuras regulares (círculo. gestos e palavras. Podemos dizer que. por exemplo. sentimentais.) do que um conjunto dispersa de linhas. o significado emocional ou afetivo do fato ou da coisa para nós. isto é. pessoas e relatos. pois se tudo está espontânea e automaticamente registrado e gravado em nosso cérebro. etc. não é isso a memória e sim o que foi gravado com um sentido ou com um significado para nós e para os outros. isto é. coisas. Essa teoria. a memória se reduziria. se a memória fosse mero registro cerebral de fatos e coisas passados. em nosso processo de memorização.

Recordação ou reminiscência de alguma coisa como pertencente ao tempo passado e. da experiência ou de um conhecimento adquirido. registros. experimentado ou conhecido numa imagem. Por esse motivo. Reconhecimento e produção do dado percebido. permite estabelecer uma relação ou um nexo entre o já conhecido e novos conhecimentos. fatos. etc. MEMÓRIA E TEORIA DO CONHECIMENTO Do ponto de vista da teoria do conhecimento. a memória possui as seguintes funções: • • • • Retenção de um dado da percepção. na Metafísica: . A memória biológica da espécie. A memória perceptiva ou reconhecimento. seja do ponto de vista afetivo. 3. pessoas. ornamentos. Capacidade para evocar o passado a partir do tempo presente ou de lembrar o que já não é através do que é atualmente. que são fabulações. documentos. A memória artificial das máquinas. a memória é considerada essencial para a elaboração da experiência e do conhecimento científico. pessoas. 4. Excetuando-se os mitos.Existem seis grandes tipos de memória: 1. que é fixada por uma sociedade através de mitos fundadores e de relatos. ao ser lembrado. 5. que adquirimos por atenção deliberada ou voluntária e pela repetição de gestos ou palavras. reconhecer coisas. filosófico e técnico. gravada no código genético das diferentes espécies de vida e que permitem a repetição da espécie. etc. A memória social ou histórica. que nos faz guardar a lembrança de coisas. monumentos. lugares. essa memória é objetiva. e que é indispensável para nossa vida cotidiana. instrumentos. 6. A memória-fluxo-de-duração-pessoal. monumentos. datas e nomes de pessoas. Aristóteles escreveu. diferente ou semelhante a alguma coisa presente.) e fora de nós. baseada na estrutura simplificada do cérebro humano. que nos permite 2. a quinta é inconsciente e puramente física. enquanto tal. seja do ponto de vista de nossos conhecimentos. fatos e lugares que possuem significado para a vida coletiva. As quatro primeiras fazem parte da vida de nossa consciência individual e coletiva. Por essas funções. a última é uma técnica. até gravá-los e poderem ser repetidos sem que neles tenhamos que pensar. A memória-hábito. pois existe em objetos (textos. lugares cujo significado é importante para nós. que.

ausente e distante. porém. isto é. Esquecer é ficar privado de memória e perder alguma coisa. também existem problemas e perturbações da memória. Lembramos espontaneamente quando. perda de tato) e imaginativos (loucura. por situações de grande sofrimento psíquico que nos forçam a esquecer alguma coisa. Na afasia perdemos a relação com os outros através da linguagem ou da comunicação. sofremos a afasia. A memória não é um simples lembrar ou recordar. Recordamos quando fazemos o esforço para lembrar. . seja por uma perturbação momentânea e passageira. isto é. diante de uma situação presente nos vem à lembrança alguma situação passada. Algumas vezes. essa perda é um bem: esquecer alguma coisa terrível é ultrapassá-la para poder viver bem novamente. perdemos a relação com o nosso corpo e com o mundo das coisas. surdez. que é a relação com o tempo. indo desde uma dificuldade momentânea para recordar alguma coisa. até a amnésia. algum fato. e.É da memória que os homens derivam à experiência. A memória é o que confere sentido ao passado como diferente do presente (mas fazendo ou podendo fazer parte dele) e do futuro (mas podendo permitir esperá-lo e compreendê-lo). quanto por um trabalho deliberado de nossa consciência. perdemos relação com o todo de nossa existência. sofremos de apraxia. por exemplo. o passado. Na amnésia. no tempo. Quando perdemos a capacidade para lembrar palavras ou construir frases. somos capazes de lembrar e recordar. Essas perturbações podem ser causadas por lesões físicas (no cérebro ou no sistema nervoso) ou traumas psicológicos. A memória é retenção. perda total ou parcial da memória. o esquecimento é a perda de nossa relação com o passado e. os conhecimentos filosóficos. Graças à memória. Quando perdemos a capacidade para lembrar e realizar gestos e ações. mas revela uma das formas fundamentais de nossa existência. Graças à lembrança e à prospecção. pois as recordações repetidas da mesma coisa produzem o efeito duma única experiência. Seja por lesão física. Assim como há perturbações e problemas perceptivos (cegueira. alguma situação. seja por sofrimento psíquico. Na apraxia. técnicos e científicos podem elaborar a experiência e alcançar novos saberes e práticas. As lembranças podem ser trazidas ao presente tanto espontaneamente. com uma dimensão do tempo e com uma dimensão de nossa vida. com aquilo que está invisível. portanto. ideologia).

Psiquismo: [do grego psykhé + ismo] 1. no decorrer da evolução dos animais. *Para Darwin.Conjunto das características psicológicas de um indivíduo.Coisa típica que se pode observar no corpo (queda dos cabelos. o homem passou por mudanças.É o exame do corpo. Como o sujeito percebe o sensor (o que dói). etc. Obs. Este monopolizava todas as fêmeas do grupo e. . Freud observou tudo que o médico vê: Sinais: . admitia que. *Antigamente o ser humano era um ser inseparado da Natureza.). é analise sobre a forma básica. Freud. por isto.: Algumas pessoas apresentam sinais sem se ter uma coisa lógica para isto. existiu primitivamente uma horda de gorilas dominada por um Macaco Velho. perseguia e expulsava os filhos.Psiquismo Humano: *Psiquismo: é como a mente humana trabalha. Sintomas: . . olheiras. visando a manter o monopólio das mulheres.É a subjetividade do sujeito. movido pela doutrina de Darwin. O psiquismo humano: Deve estar situado entre o campo das ciências naturais e das ciências sociais. Sigmund Freud: Médico de Viena (Áustria) é o pai da Psicanálise. o Consciente (Ego) e o Censor (Superego). Como Freud concebe o homem? O inconsciente (Es). posto que o homem é sujeito a uma dupla história: a de suas disposições internas e de suas situações externas.

a consciência seria função de um sistema. Como parte de sua teoria. por exemplo). raio x. Seu tratamento é considerado como marcando o início da psicanálise. que podem ser laboratoriais ou de imagem realizados por médicos. é a qualidade momentânea que caracteriza as percepções externas e internas no conjunto dos fenômenos psíquicos. Segundo a teoria metapsicologia de Freud. processam-se no sistema consciente. são inconscientes no sentido “descritivo” do termo. Avaliação Médica: è toda trajetória de individuo. que descreve como a camada entre o consciente e o inconsciente. audição e fala. Freud postula também a existência de um pré-consciente. foi tratado por Breuer para a tosse severa. a maior parte das funções perceptivo-cognitivas-motoras do ego – como as de percepção. No sentido descritivo. embora esse funcione intimamente conjugado com o sistema Inconsciente. Não existe consciência parra barrar. (é um estado mental (teorias de estado) ou um tipo de comportamento (teorias de não-estado) usualmente induzidos por um procedimento conhecido como indução hipnótica. Leva o individuo em um estado de transito (pessoa não está lúcida). na hipnose a mente fica bloqueada. Anna O. Era muito comum. mas distingue-se dos conteúdos do sistema inconsciente na medida em que permanecem de direito acessíveis à consciência (conhecimentos e recordações não atualizados. etc. que mais tarde levou à sua morte [1] . o qual é geralmente composto de uma série de instruções preliminares e sugestões).: tirar sangue. Ela apresentava diversos sinais e os exames estavam perfeitos. Ela foi diagnosticada com a histeria . Vai mostrar como esta o corpo naquele momento. Consciente tem a função de receber informações provenientes das excitações provenientes do exterior e do interior. O pré-consciente também funciona como um pequeno arquivo de registros. cabendo-lhe sediar a fundamental função de conter as representações de palavra. pensamento. . como adjetivo. Consciente: = está lúcido. bem como alucinação e perda de consciência. naquela época uma técnica. Freud implica que sua doença era uma conseqüência da dor sentida por doença física e seu pai real. que ficam registradas qualitativamente de acordo com o prazer e/ou.A primeira paciente de Freud foi Anna O. mostra apenas um momento. Pré-consciente: Primeira face do sono. e os distúrbios de visão.. Exame Médico é um termo utilizado para designar tanto o exame físico realizado pelo médico quanto exames complementares ao diagnóstico. desprazer que elas causam. a Hipnose. Ele descobre que existe um outro elemento a mais no ser humano a Mente. paralisia das extremidades do lado direito de seu corpo. qualifica as operações e conteúdos desse sistema pré-consciente (Pcs). designa um sistema do aparelho psíquico nitidamente distinto do sistema inconsciente (Ics). com o qual quase sempre está em oposição. Estes não estão presentes no campo atual da consciência e. porém ele não retém esses registros e representações como depósito ou arquivo deles. evocação. Hoje temos muitos trabalhos científicos ligados à hipnose. Como substantivo. juízo crítico. toda trajetória de vida de um sujeito (tudo para traz). conforme foi conceituado por Freud. exemplo disto à substituição da anestesia. portanto. antecipação. o sistema percepção-consciência (Pcs-Cs). Assim. Exs. atividade motora.

Ex. Freud procurou uma explicação à forma de operar do inconsciente. Freud não quis afirmar que o psiquismo humano era constituído por três partes. aciona o mecanismo da defesa. seriam três as instâncias básicas da personalidade: o Id. para além das suas competências na área da Medicina um excelente escritor. De sua teoria ele estava preocupado em estudar o que levava à formação dos sintomas psicossomáticos (principalmente a histeria. em um dado momento. Id = não é possível domina-lo = é AMORAL. por isso apenas os conceitos de inconsciente. No primeiro tópico recorre à imagem do iceberg em que o consciente corresponde à parte visível.: capetinha falando do outro lado). a sua genialidade consistiu em encontrar nesses comportamentos uma série de estruturas ou leis valendo-se dos três conceitos a que acima fizemos referência. isto num sentido “descritivo” e não “tópico”.Inconsciente: É o conteúdo ausente. suicídio quando não realiza. Plenamente inconsciente. Estes conceitos revelaram-se de extrema utilidade para explicar ordenada e sistematicamente os fenômenos psíquicos. Desejo sexual = adolescência. Esta com sono = você dorme. Esta com sede = você bebe água. e o inconsciente corresponde à parte não visível. Tripartição do Psiquismo Humano Segundo ele (Freud). que está no centro da teoria psicanalítica. não dominamos. porque não foi isso que ele observou no comportamento perturbado ou normal dos seus pacientes. Este conectado com a memória biológica da espécie humana (o lado animal do homem Ex. Id: . a parte submersa do iceberg. pré-consciente e consciente eram suficientes). . Quando sua preocupação se virou para a forma como se dava o processo da repressão. propondo uma estrutura particular. O adjetivo inconsciente é por vezes usado para exprimir o conjunto dos conteúdos não presentes no campo efetivo da consciência. sem se fazer discriminação entre os conteúdos dos sistemas pré-consciente e inconsciente. da consciência. Liberdade = ser humano sobreviveu até hoje porque tem um pulso de liberdade. não fosse Freud. ou seja. ego e superego. Exemplos: • • • • • • Esta com fome = você come. Freud batizou o Id de = pulsão de vida A criança é puro Id.: chuta o pau da barraca. passou a adotar os conceitos de id. Esta com instinto de sobrevivência = a mãe que se lança em defesa de seu filho. o Ego e o Superego.É aquela fala “eu quero” = aciona o hipotálamo e o corpo vai pedir. .Instinto. quer dizer.

Desenvolve o mecanismo de defesa. representa os pensamentos morais e éticos internalizados. Inicialmente. O id representa os processos primitivos do pensamento e constitui segundo Freud. esses desejos seriam de caráter sexual. Este mecanismo defensivo mantém o Id numa situação inconsciente quando os desejos que lutam por realizar-se não estão de acordo com o Ego ou o Superego. já que nessa altura o organismo humano não busca mais que a satisfação das suas necessidades instintivas e através delas o prazer. Posteriormente. em grande parte. tendo em mira o prazer.representa as normas e os valores convencionais da sociedade ou do grupo social no qual o indivíduo foi criado e em que está inserido. já que tanto o Id como o Superego procuram que o Ego atua de acordo com as suas próprias exigências ou desejos. ou que atuariam no sentido de auto-preservação. O Superego . O id é responsável pelas demandas mais primitivas e perversas. para que seja realmente válida. que atuariam no sentido contrário ao das pulsões de agregação e preservação da vida.É maior que o id. Para Freud. dessa forma toda energia envolvida na atividade humana seria advinda do id. Normalmente o que o Ego faz é procurar uma solução de compromisso que os satisfaça. deverá ter em conta também a realidade ambiental.Cociente e inconsciente. com as suas leis e normas muitas vezes fonte de embaraço e de inibição para a estrutura do ego. introduziu o conceito das pulsões de morte. o reservatório das pulsões. O recalcamento. mas também aos desejos agressivos do Id. No início. caso ocorra. Diríamos que representa a sociedade dentro do próprio indivíduo. O Id como tal é inconsciente.Exemplos: .gula – o individuo que se programa para se matar com uma bomba. a qual. O superego. Super-Ego: . a partir de 1920 passa a atribuir também muita importância não só aos desejos sexuais. embora procure alcançar a consciência para desse modo conseguir a realização dos seus desejos. considerou que todas essas pulsões seriam ou de origem sexual. a parte que contra-age ao id. Um Ego maduro consegue normalmente achar esta fórmula conciliatória. É evidente que as exigências do Superego se opõem quase sempre aos desejos do Id. embora parcialmente. Ficheiro: Iceberg-freud-incosciente. Este conflito. .O Id seria o conceito que designaria os impulsos. É a estrutura MORALIZADORA do ser humano. o ser humano seria todo ele Id. . as motivações e desejos mais primitivos do ser humano.png . entre o Superego e o Id incide diretamente no Ego. . a tomada de consciência do Id. Freud. ou repressão é o mecanismo de defesa que impede.

porém às vezes reconhece que tem de suspender a sua procura sob pena de entrar em conflito com a realidade. que levaria à segregação de tudo o que é vivo à destruição. Ao contrário. Um Ego maduro e adulto não se assusta. Não é que o Ego não queira o prazer que o Id procura. defendendo-se contra eles através da repressão (recalcamento) e outros mecanismos de defesa. uma pulsão sexual com tendência à preservação da vida. a pulsão da morte. todas as funções através das quais os sujeitos se adaptam ao meio ambiente. . Um Ego amadurecido. ou seja.É o menor deles. É certo que a maior parte dos mecanismos e processos do Ego é consciente. afinal a finalidade de se alimentar é a manutenção da vida. não teme os desejos instintivos. Um eu saudável proporciona a habilidade para adaptar-se à realidade e interagir com o mundo exterior de uma maneira que seja cômoda para o id e o superego. Descreveu duas pulsões antagônicas: Eros. . alternando nossas necessidades primitivas e nossas crenças éticas e morais.Ego: . Ambas as pulsões não agem de forma isolada. O Ego seria um guia do comportamento do organismo à luz da realidade. não se assusta ao fazer eco dos desejos do Id. É certo. e que. consiste em acreditar que todos os processos designados pelo Ego freudiano possuem a propriedade de ser conscientes. e aí está presente um elemento agressivo. É a instância na que se inclui a consciência. Argumentou que essa relação é influenciada por fatores ou energias inatas. Freud chegou a esta conclusão ao observar que em certas ocasiões alguns desejos instintivos procedentes do Id são rejeitados ou reprimidos pelo Ego sem que o sujeito tenha consciência alguma nem dos desejos nem da sua rejeição ou repressão. nossa personalidade. e Tanatos. No Ego radicam as funções perceptivas. O ego. de segregação. significa somente que os consciencializa e depois satisfazê-los ou não segundo seja ou não racional fazê-lo.Cociente. com alguma freqüência é cometido também por alguns psicólogos. existe também a pulsão de morte presente. Um dos erros mais correntes. estão sempre trabalhando em conjunto. -É o que equilibro do id. Freud estava especialmente interessado na dinâmica destas três partes da mente. um Ego infantil e neurótico resiste a trazê-los à consciência. que o Ego faz eco das demandas do Id e dos seus desejos. Eu. mas nem todos o são. não quer dizer que os satisfaça a todo o momento. . pois é necessário que se destrua o alimento antes de ingeri-lo. ao tomar consciência deles. Como no exemplo de se alimentar.Significa. mas a sua função consiste em satisfazê-los ou não. O Ego é o conceito que Freud utiliza para designar o conjunto de processos psíquicos e de mecanismos através dos qual o organismo entra em contacto com a realidade objetiva. permanece entre ambos. embora haja pulsão de vida presente. segundo as possibilidades oferecidas pela realidade. cognitivas. que chamou de pulsões. lingüísticas e da aprendizagem.

5.Alter-Ego: . . Naturalismo: Sensação Impressão Razão Percepção Id . 2.Exemplo: Transformistas.É o Eu alternativo. InconscienteDomínio – pulsão mente Modelo Racionalista . 4.Modelo Freudiano – Realismo. A Bissexualidade. 3. 7. 7 Pecados Capitais: 1. que você é no momento em que você pode.Positivismo: • Sensação • Impressão • Razão • Percepção EGO . Memória = Reminiscência. Ira Gula Inveja Orgulho Avareza Preguiça Luxúria . 6. Super ego. O seu outro Eu.pulsão devida Super ego consciente Percepção Razão Hipotálamo Mente Reação.

agressividade exagerada. a dificuldade de admirar o outro. A AVAREZA: Define-se como estar excessivamente apegado a alguma coisa levando a um grande medo de faltar. A característica da gula é engolir e não digerir. encontraremos um monte de gente que ilustram esse pecado. . tendo também conotações sexuais. O negativo é alimentá-los e agir sob o efeito deles não combatendo-os nem trazendo novas alternativas de comportamento. A LUXÚRIA: É definida como uma impulsividade desenfreada. uma percepção de escassez. minando com isso o crescimento e o fortalecimento das competências dentro das organizações. a altivez. gula é o excesso no comer e beber. A IRA: Tem como sinônimos a raiva. o sentimento de injustiça. Este sentimento faz com que as pessoas desqualifiquem os problemas e a possibilidade de solução destes. O ORGULHO: É o brio.OS 7 PECADOS CAPITAIS Conhecer quais são os 7 pecados capitais? Os sentimentos envolvidos nos Pecados Capitais por si só não são negativos. negligência. na sua simbologia maior significa voracidade. A GULA: No sentido literal. um prazer pelo excesso. Se pararmos para observar. A PREGUIÇA: É definida como aversão ao trabalho. a soberba. A INVEJA: É o desgosto ou pesar pelos bens do outro. A sensação de que "Eu sou melhor que os outros" por algum motivo. a cólera.

.

uma incontrolável do medo ou emocional excessos. . tipo de conversão" e” desordem de conversão“. ver também dismórfico corporal desordem e hipocondria As pessoas que estão "histéricas" muitas vezes perdem o autocontrole devido ao medo oprimindo. no seu uso coloquial. Os psiquiatras e outros médicos que. em teoria. Em 1980 a American Psychiatric Association mudou oficialmente o diagnóstico de "neurose histérica. descreve um estado de espírito . o medo pode ser centrada em uma parte do corpo ou mais em um problema imaginar com que parte do corpo.HISTERIA Histeria. substituindo-a por termos mais precisos. Doença é uma queixa comum. tais como transtorno de somatização . O medo geralmente é causado por vários eventos em um passado que envolveram algum tipo de conflito grave. dado o uso de "histeria".

O que é histeria? • • Histeria: distúrbio psicológico que causa sintomas físicos. que poderia possivelmente causar histeria inclui: • • • • • • • • • • • • • • Distúrbios psicológicos Doenças físicas Afecções Cérebro Demência Tumor cerebral Alcoolismo O transtorno de personalidade Esquizofrenia Temporal contusão do lobo Mania aguda Depressão Drogas O transtorno bipolar Desordem neurológicaNeurose histérica Ego Super id HIPOTÁLAMO cria CADEIA PEPTÍDICA Vão chegar Ego . causas e tratamentos da histeria está disponível abaixo. Hysteria: estado de agitação mental violentos. Histeria: distúrbio psicológico que causa sintomas físicos. Os sintomas da histeria A lista de sinais e sintomas mencionados em várias fontes de Hysteria inclui os seis sintomas listados abaixo: • • • • • • Os sintomas físicos de uma base psicológica Cegueira Paralisia Paralisia de membros Perda da fala Nenhuma intenção de enganar Lista de causas de Hysteria Que se segue é uma lista de causas ou condições subjacentes (ver também Misdiagnosis das causas subjacentes da histeria). Mais informações detalhadas sobre os sintomas .

: Matar o Amante. . [1] [2] A manifestação comum de histeria em massa ocorre quando um grupo de pessoas acredita que estão sofrendo de um similar da doença ou enfermidade. quando um torcedor pensa que seu time fez um gol todos juntos levantam gritando com ele. injeção.Olha sempre para baixo – Anda sempre encolhida – Não olha para lado nenhum – É uma pessoa sempre tímida). ou de levar vantagens. mesmo que uma panela de pressão).: Um jogo de futebol. histeria grupo.outros nomes incluem histeria coletiva. Histeria Coletiva Histeria em massa . Avistamentos de religiosos milagres são atribuídos frequentemente à histeria em massa. [3] A histeria coletiva = um sujeito libera. Estratégia do celebro. Algumas frases de Freud: “Nada ocorre ao acaso nos processo mentais”.é o sociopsicológica fenômeno da manifestação do mesmo ou similar histérica sintomas por mais de uma pessoa. vai. mas eu não consigo lembrar. Ex.:. Mecanismo de Defesa do Ego: Recalque ou Repressão: = Reprimida (Ex. Esquecimento é consciente ou inconsciente? (são diferentes). Vem se uma cadeia muita violenta = Histeria (explode..Existem algumas reações. Quando a histeria são descadeadas são chamadas de PROJEÇÃO (se projeta em outro). todos vão atrás. “Existem processos mentais conscientes e inconscientes”. Não adianta nada segurar. Ex. Massa psicogênica doença .. Ex. Menor dor. Esquecimento Consciente opera de 2 maneiras: Como resistência a terapia. Consciente: A razão está em forma lúcida. Eu sei a resposta. “Há conecções entre todos eventos mentais”.: Chá de bordo. ou comportamento obsessivo coletivo . Inconsciente: A razão é capaz de dominar.

. Ex. motivo inveja estes queriam ser os vencedores. sofre com as cenas ou o mesmo acontece assistindo um filme erótico. quando se trata uma pessoa idosa como criança esta passa a ter características de crianças. “Quanto mais liberdade mais acontece à responsabilidade”. ataques de histerias. Ex. o desejo deles é ser. quando são induzidos.: O individuo assistindo um filme e começa a chorar. vai manter um padrão mental para o resto de sua vida. a torcida vencedora comemorando. Sonhos = Necessidade que o desejo realiza. Projeção). exemplo: A pessoa adulta passa para a face criança. alegres e a torcida perdedora parte para agressão = Raiva. 1º) Neurótico: Este possua todo mecanismo de defesa do Ego (Recalque ou Repressão. este vem o estimulo do sexo. 1º A) Neurótico Básico: . Ex. O adulto que quer bancar o garotão. ______________________________________________________________________ Síndrome do Pânico: = A memória ativa grandes.: Crise de elevador.______________________________________________________________________ Regressão: = Psiquismo da pessoa passa por várias faces de vida.Torcida de futebol. O individuo projeta nas outras. Ou namorado que possua horror de gay’s estes meninas vocês podem ficar com o pé atráz é inveja.: . comportamento violento. Os 3 Tipos de Padrão Mental são: Neurótico Sociopata Psicótico OBS: A partir dos 7 anos de idade (este já criou o perfil de caráter). gera raiva (inconsciente).. ______________________________________________________________________ Projeção: = Inveja Inconsciente. Quando é estimulada ela retorna para a face anterior. o mecanismo. Regressão. fobias ______________________________________________________________________ O celebro humano não consegue distingue o que é real é o que é sonho (imaginário). Existem pessoas que entram no Ego Infantil.

sem fantasias Não tem psicose Não tem paranóia È inteligente È observador Manda as pessoas fazer para ele È um ser humano sem culpa Pode se dizer que um artista teatral Não estabelece nenhum vinculo Nunca vai ser neurótico.C.O. (Transtorno Obsessivo Compulsivo). ______________________________________________________________________ 2º) Sociopata: Podemos dizer que é o ser humano mais saudável da face da Terra Este não possua strees Não preocupa em ser amado Não sente culpa Vê a vida como real.Vive muito bem na sociedade È moral.: Lavar as mãos a toda hora Um Exemplo: Estrupador. ______________________________________________________________________ . Ex. viver o mundo que não existe. há não ser que seja de seu interesse podendo assim fingir O estelionatário é um sociopata de mãos cheias. capaz de sentir culpado Possua sentimento de paixão È romântico Tem sonhos Possua fantasias È um indivíduo padrão na sociedade. 1º B) Neurótico Extremo: Seu id é bloqueado Não consegue falar não Possuam complexos (eu sou feio) Este fica doente ou violento Pode ter Surtos Psicóticos. mundo das fantasias São agressivos Desenvolve o T.

______________________________________________________________________ * Agorafobia = O sujeito desenvolve varias fobias. não trás risco nenhum. . possua problemas químicos de nascimento São indivíduos considerados doentes Caso estiver bem tratado. o individuo. não problemas Na ausência de medicamentos podem se tornarem agressivos Temos como exemplo em Três Pontas o “Beijinho”.3º) Psicótico: Neste caso.

Master your semester with Scribd & The New York Times

Special offer for students: Only $4.99/month.

Master your semester with Scribd & The New York Times

Cancel anytime.