You are on page 1of 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ – UFPI

Universidade Aberta do Piauí – UAPI


Disciplina: Computador & Sociedade
Professor Coordenador: Vinicius Machado

1ª Lista de Exercícios

As questões abaixo devem ser respondidas em forma dissertativa e argumentativa. Devem


refletir também além da opinião pessoal (quando permitir) além da interpretação da leitura do
texto juntamente com pesquisas sobre o tema arguido.

UNIDADE I e II
1. Explique os níveis de educação a distância (Programa de Educação a Distância, Unidade de
Educação a Distância, Instituição de Educação a Distância e Consórcio de Educação a
Distância.

Programa de Educação a Distância – em geral, é assim definido quando se adapta o


ensino tradicional inserindo alunos a distância – não há organização de um corpo de
professores especializados nem serviços específicos voltados exclusivamente para
as atividades a distância;
Unidade de Educação a Distância – é quando, dentro de uma instituição, cria-se um
corpo de profissionais exclusivos para o ensino a distância, através de uma divisão de
extensão, ou seja, um departamento encarregado de implantar e gerir os programas
ou cursos a distância.
Instituição de Educação a Distância – nesse caso, é quando a única proposta da
instituição é a educação a distância. Todas as atividades são dedicadas para a educação a
distância. A instituição tem um corpo de professores e uma equipe administrativa
totalmente diferente de outras instituições de ensino.
Consórcio de Educação a Distância – quando duas ou mais instituições se unem para
implantarem cursos de EaD. Nesse caso, pode ser que haja instituições que invistam na
implantação de cursos, sem serem, necessariamente, instituições de ensino.

2. De acordo com o documento “Referenciais de Qualidade para Educação Superior a Distância”,


estabelecido pelo Ministério da Educação atualizado em 2007, temos alguns elementos
estruturantes para o ensino superior na EAD. São eles: Concepção de educação e currículo
no processo de ensino e aprendizagem, Sistemas de comunicação, Material didático,
Avaliação, Equipe multidisciplinar, Infraestrutura de apoio, Gestão acadêmico-administrativa
e Sustentabilidade financeira. Explique cada um deles.

Concepção de educação e currículo no processo de ensino e aprendizagem:


descrever sua opção epistemológica de educação, de currículo, de ensino e de
aprendizagem. A definição do desenvolvimento dos processos de produção do material
didático, de tutoria, de comunicação e de avaliação será baseada nesses aspectos do projeto,
delineando assim princípios e diretrizes de modo a alicerçarem o desenvolvimento do
processo de ensino e aprendizagem.
Sistemas de comunicação: o uso inovador da tecnologia aplicada a educação deve ser
baseado em uma filosofia de aprendizagem que propicie aos estudantes efetiva interação no
processo de ensino aprendizagem, por meio de um sistema de comunicação.
Material didático: deve ser desenvolvido, quanto a forma e ao conteúdo, em consonância
com os princípios epistemológicos, metodológicos e políticos estabelecidos no projeto
pedagógico, facilitando a construção do conhecimento e mediando a interlocução entre
estudante e professor.
Avaliação: a avaliação de um projeto de EaD deve apresentar duas dimensões: a que diz
respeito ao processo de aprendizagem e a que se refere ao projeto pedagógico do curso.
Equipe multidisciplinar: os recursos humanos consistem em uma equipe multidisciplinar
com funções de planejamento, implementação e gestão dos cursos a distância, Docentes,
tutores e pessoal técnico-administrativo.
Infraestrutura de apoio: para dar suporte ao desenvolvimento dos cursos, faz-se
necessária a montagem de infraestrutura material proporcional ao número de alunos,
aos recursos tecnológicos envolvidos e a extensão de território a ser alcançada.
Gestão acadêmico-administrativa: um sistema de EaD necessita de uma gestão
acadêmica integrada aos demais processos da instituição, em que sejam proporcionados ao
estudante as mesmas condições e suporte (matrícula, inscrições, requisições, acesso às
informações institucionais, secretaria, tesouraria etc) que um estudante do curso presencial
detém.
Sustentabilidade financeira: a sustentabilidade financeira na EaD e embasada em dois
elementos principais, quais sejam: investimento de curto e médio prazo e custeio.

3. Defina com suas palavras o que vem a ser a arquitetura Cliente/Servidor.

Nos usuários somos os clientes que usamos programas clientes que através da rede de
internet nos conectamos a um servidor ou solicitamos alguma informação e o servidor e o
servidor respondem mostrando para o cliente, a informação que lhe foi solicitada. É isso que
entendo por arquitetura cliente/servidor.

4. Quais as diferenças entre aplicações Web com recursos lado-cliente e aplicações Web com
recursos lado-servidor.

No lado-cliente os componentes, como os Java Applets, controles ActiveX ou plug-ins,


podem acrescentar novos recursos ao browser, permitir que o mesmo suporte outros
formatos de multimídia, ou realizar tarefas bem específicas. São aplicações completas e
geralmente interagem pouco com a página HTML, utilizando-a somente como contexto
gráfico para exibição da sua própria interface. Componentes são objetos externos à
página, e, como qualquer objeto independente do texto, são carregados através de
uma requisição à parte.
No lado-servidor existem várias arquiteturas diferentes que implementam suporte a extensões
em servidores Web. A mais popular é a tecnologia CGI – Common Gateway Protocol, que
fornece uma especificação que permite o desenvolvimento de aplicações gateway que servem
como ponte para que o browser possa realizar tarefas no servidor. CGI não é linguagem. É
apenas uma especificação que pode ser implementada usando qualquer linguagem.
Aplicações CGI podem ter sua execução solicitada por uma requisição do browser e podem
servir de ponte para qualquer aplicação ou dados localizados no servidor.
O preço da portabilidade do CGI está no baixo desempenho. Um programa CGI não faz parte
do servidor. É um processo externo, separado do servidor, portanto, não reutiliza recursos
alocados ao mesmo. Essa e outras limitações têm incentivado o mercado a procurar
alternativas a esta tecnologia, mais fortemente integradas ao servidor.

5. Explique as vantagens de se usar um framework no desenvolvimento de software?

Os frameworks trazem grandes vantagens, que não seja apenas a facilidade de


implementação dentro dos padrões estabelecidos. Em parte, podem ser
automatizados em tarefas repetitivas, em operações que deve-se manipular dados
vindos do banco de dados, as operações como inclusão, exclusão e alteração são
praticamente iguais para todos na base de dados. Desta forma, não faz sentido repetir essa
parte do código-fonte que podem ser automatizadas contida em uma ferramenta do
framework (MINETTO, 2007).
Em uma aplicação que tenha de manipular dados vindos de uma tabela na base de
dados, as operações de inclusão, exclusão e alteração são praticamente iguais para todas
as tabelas envolvidas. Não teria sentido repetir o esforço para desenvolver esse código-
fonte várias vezes, e a geração dessas funções poderia ser automatizada por alguma
ferramenta contida no framework (MINETTO, 2007).
Outras vantagens dos frameworks é a facilidade de geração de testes automatizados,
geração de documentação, separação de apresentação e lógica.
Eis (2014), cita as vantagens de usar frameworks que são: aumentar a eficiência,
consistência e padrão de código, compatibilidade mais confiável, fácil manutenção e
facilidade na repetição de tarefas.
O funcionamento dos frameworks da atualidade se baseia em padrões definidos em
padrões de projetos, pois são formas já testadas e documentadas de se resolver
algum tipo de problema. “A grande maioria dos frameworks existentes baseia seu
funcionamento em um ou mais desses padrões”. (MINETTO, 2007).

Fábio da Nobrega Santana