You are on page 1of 4

PRÁTICA 6 – ÁCIDOS E BASES

1. INTRODUÇÃO
Segundo Arrhenius, ácidos são compostos que, em solução aquosa, ionizam-se,
produzindo o íon hidroxônio:
HCl + H2O → H3O+ + Cl-
BASES são compostos que, em solução aquosa, dissociam-se, liberando íons hidroxila
-
(OH) :
NaOH → Na+ + OH-
A Tabela 1a, mostra algumas propriedades funcionais dos ácidos e bases.

Tabela 1a: Principais propriedades de ácidos e bases
ÁCIDOS BASES (Hidróxidos)

Sabor Azedo Adstringente ou amargo

Solúveis: os formados por metais 1A
Solubilidade em água Solúveis (a maior parte) e2A

Iônicos: os formados por metais 1A
Estrutura Moleculares e 2A (Moleculares os demais)

Conduzem a corrente elétrica os
Conduzem a corrente hidróxidos dos metais dos grupos 1A
Condutividade Elétrica elétrica somente quando e 2A quando em solução aquosa ou
em solução aquosa fundidos.

Indicadores são substâncias que possuem a propriedade de mudar de cor em função da
concentração de íons H3O+. A Tabela 1b mostra o comportamento dos ácidos e bases em presença
de alguns indicadores.

Tabela 1b: Alguns indicadores mais comuns utilizados em química.
Indicador Cor em meio ácido Cor em meio básico

Fenolftaleína Incolor Vermelho

Metilorange Vermelho Amarelo

As bases podem ser preparadas a partir da reação de metais ativos (1A e 2A) com água,
produzindo a base do respectivo metal e libertando o hidrogênio de acordo com a seguinte
equação:
2 K(s) + 2 H2O → 2 KOH + H2↑
Os óxidos básicos em reação com a água produzem bases de acordo com a equação abaixo:
CaO + H2O → Ca(OH)2
Os ácidos podem ser preparados a partir da reação de óxidos ácidos ou anidridos com
água, conforme a reação:
SO2 + H2O → H2SO3

 óxido de cálcio – CaO.Identificar e preparar algumas bases e alguns ácidos em laboratório.  Funil comum. alaranjado de metila e vermelho de metila  Solução de hidróxido de sódio 1 M – NaOH.  Balões de festa (bexigas).  Papel pH.  Béquer de 250 mL.  Suporte universal com garra. OBJETIVOS .  Erlenmeyers de 250 mL. 3.  Solução de ácido fosfórico 1 M – H3PO4.  Solução de ácido oxálico 1 M – H2C2O4.  Solução de fenolftaleína.  Solução de hidróxido de amônio 1 M – NH4OH.  Espátula. verde bromocresol.Verificar algumas propriedades funcionais dos ácidos e bases.  Solução de ácido acético 1 M – CH3COOH. .  Estante para tubos de ensaio.2.  Solução de ácido sulfúrico 1 M – H2SO4.  Solução de ácido clorídrico 1 M – HCl. .  Pinça metálica.  Magnésio em fita ou em pó.  Papel de filtro qualitativo. MATERIAL E REAGENTES  Tubos de ensaio.

2. Preparação de ácidos e bases 1) Colocar uma ponta de espátula de óxido de bário ou óxido de cálcio em um tubo de ensaio.1. Tubo Solução Indicador Observação 1 NaOH papel de pH 2 HNO3 papel de pH 3 CH3COOH papel de pH 4 NH4OH papel de pH 5 H2SO4 papel de pH 6 NaOH papel de pH 4. 3) Em cada Erlenmeyer colocar 15 cm de fita de magnésio ou porção pequena de pó (dobrada embrulhada em pequeno pedaço de papel toalha). 4) Colocar 4 gotas de cada indicador nos tubos 1. 2) Acrescentar 4 mL de água destilada.4. CH3COOH e H2C2O4) nos respectivos Erlenmeyers. H2SO4. um balão de borracha na boca de cada Erlenmeyer. rapidamente. Tabela 1. 4) Colocar. Identificação das soluções ácidas e básicas por indicadores. . Agitar. 5) Agitar até o magnésio começar a reagir com o ácido.3. (Amaciar o balão de borracha previamente). 3) Adicionar 2 gotas de fenolftaleína ao filtrado. H3PO4.2. de acordo com a ordem da Tabela 1.5 e 6 (separadamente). PROCEDIMENTOS EXPERIMENTAIS 4. 2) Colocar 20 mL de cada ácido 1 mol/L (HCl. poderemos diferenciar os ácidos através de sua força. Anotar na tabela. Anotar as cores observadas. 2) Adicionar cerca de 2 mL de cada uma das soluções ácidas ou básicas.4.3. 1) Numerar cinco Erlenmeyers. 4. para cada indicador. Filtrar. Comportamento de ácidos e bases em presença de indicadores 1) Numerar seis tubos de ensaio e colocá-los numa estante para tubos de ensaio. Observar. Agitar. de acordo com a ordem da Tabela 1. Força dos ácidos Nesta experiência. Escrever a equação da reação entre o óxido utilizado e água. 3) Mergulhar a ponta de um papel de pH nos tubos.

C. J. VAGHETTI.6) Marcar o tempo de dois em dois minutos. 2a Edição.. VitalBook file..Práticas Fundamentais.REIS. REFERÊNCIAS ..L. L. E. Química Analítica: Teoria e Prática Essenciais. de acordo com a altura do balão.DIAS. LIMA. BRASIL. 01/01/2016. Editora UFV.L. Bookman. J. P. S. 5. observando as alturas dos balões nos respectivos tempos. 2016. Viçosa MG. colocando os ácidos em ordem crescente de força. Química Geral. até o término da reação. 7) Montar uma tabela. P. . .