You are on page 1of 2

Fundação Universidade Federal do ABC

Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas

ESTS 016 – Aerodinâmica I (4-0-5)


1a Lista de Exercı́cios
Data de Entrega: 02/04/2018

1. Uma aeronave de massa 1500 kg voa com velocidade de cruzeiro igual a 100 m/s a 2800 m acima
do nı́vel do mar, onde a densidade do ar é de aproximadamente 0.93 kg/m3 . A relação entre os
coeficientes de sustentação e arrasto é dada pela expressão CD = 0.0025 + 0.054CL 2 . Ambos os
coeficientes são calculados com base na área de referência da asa que é de 17 m2 . Admitindo
que a aceleração da gravidade seja g = 10 m/s2 , determine a potência do motor nas condições
de cruzeiro.

2. Considere uma placa plana infinitamente fina de corda c com ângulo de ataque de α imersa em
um escoamento supersônico. As pressões nas superfı́cies superior e inferior são diferentes, mas
constantes sobre cada superfı́cie; ou seja, pu (s) = c1 e pl (s) = c2 , onde c1 e c2 são constantes e
c2 > c1 . Desprezando a tensão de cisalhamento, calcule a posição do centro de pressão.

3. Para estimar a força de arrasto sobre uma aeronave que deve operar a 40 m/s em condições
padrão ao nı́vel do mar (densidade ρ = 1.23 kg/m3 e pressão p = 1.01 × 105 N/m2 ), constrói–se
um modelo em escala 1:40 a ser testado em um túnel de vento com ar na temperatura padrão
ao nı́vel do mar. Admitindo que o ar se comporta como gás perfeito, pergunta–se:

(a) Qual critério deve ser considerado para que haja similaridade dinâmica entre os escoamentos
sobre o modelo e o protótipo?
(b) Se o modelo for testado com um escoamento a 75 m/s, qual deve ser a pressão utilizada no
túnel de vento?
(c) Se a força de arrasto medida sobre o modelo for de 300 N, qual será a força de arrasto sobre
o protótipo?

4. Para um escoamento irrotacional, mostre que a equação de Bernoulli vale entre quaisquer dois
pontos do escoamento, não somente ao longo de uma linha de corrente.

5. Considere um túnel de vento subsônico de circuito aberto com razão entre a área de entrada e
a área de da seção de teste igual a 12. O túnel de vento é ligado e a diferença de pressão entre
a entrada e a seção de teste é medida com um manômetro de mercúrio em U. A diferença de
pressão corresponde a 10 cm na coluna de mercúrio (densidade ρm = 1.36 × 104 kg/m3 ). Calcule
a velocidade do ar na seção de teste.

6. Um tubo de pitot em um aeroplano voando ao nı́vel do mar em condições padrão (densidade


ρ = 1.23 kg/m3 e pressão p = 1.01 × 105 N/m2 ) indica pressão de 1.07 × 105 N/m2 . Calcule:

(a) A velocidade do aeroplano.


(b) O coeficiente de pressão em um ponto da asa onde a velocidade do escoamento é de 130 m/s.

7. Determine uma função de corrente ψ (x, y) de um escoamento estacionário e incompressı́vel que


~ = [2y (2x + 1)] ı̂ + x (x + 1) − 2y 2 ̂.
 
resulte no campo de velocidades V

8. Considere um escoamento estacionário e incompressı́vel cuja componente y do vetor velocidade é


dada por v = Axy x2 − y 2 . Determine uma possı́vel componente x da velocidade para que esse


escoamento seja realizável, isto é, que satisfaça as equações que regem o movimento de fluidos.
9. Considere um escoamento potencial incompressı́vel com velocidade uniforme V∞ e ângulo de
ataque α = 0◦ incidindo em um ovóide de Rankine formado por uma fonte de intensidade Λ em
(x, y) = (−b, 0) e um sorvedouro de intensidade −Λ em (x, y) = (b, 0). Utilizando a teoria de
variáveis complexas, determine

(a) A velocidade complexa W (ζ).


(b) Os pontos de estagnação do escoamento.

10. Considere um escoamento potencial incompressı́vel incidindo com velocidade V∞ e ângulo de


ataque α em um aerofólio de Joukowski simétrico com pouca espessura. Determine:

(a) A velocidade complexa ao redor do cilindro W (ζ).


(b) A circulação Γ.
(c) O coeficiente de sustentação cl .