You are on page 1of 48

Livros Grátis

http://www.livrosgratis.com.br
Milhares de livros grátis para download.
PRESIDENTE DA REPÚBLICA
José Sarney

Ministro de Estado da Educação


Carlos Sant'Anna

Secretário-Geral do MEC
Ubirajara Britto
Instituto Nacional de Estados e Pesquisas Educacionais
CIBEC Centro de Informações Bibliográficas em Educação

História da
Educação Brasileira

Brasília
1989

Rede Latino-Americana de Informação e Documentação em Educação


Diretor-Geral do INEP ^
MANUEL MARCOS MACIEL FORMIGA

Diretor de Planejamento e Administração


CARLOS AVANCINI FILHO

Diretora de Estudos e Pesquisas


MARIA LAÍS MOUSINHO GUIDI

Diretora de Documentação e Informação


SILVIA MARIA GALLIAC SAAVEDRA

Diretora-Interina do Centro de Informações Bibliográficas em Educação


Coordenadora do Sistema de Informações Bibliográficas em Educação
MARISA PERRONE CAMPOS ROCHA

Coordenadora de Editoração e Divulgação SAMIRA


ABRAHÃO RODRIGUES PINHEIRO

Levantamento Bibliográfico
REGINA CÉLIA SOARES

Revisão Bibliográfica
LUIZA MARIA SOUSA DO AMARAL
MARIA DE LOURDES RODRIGUES FERNANDES

Capa
FERNANDO RABELLO COSTA

Arte Final
LAÉRCIO MONTEIRO DA ROCHA JÚNIOR

Serviços Editoriais Auxiliares CLÁUDIA


APARECIDA DE ANDRADE DJÂNIA
TAVARES DE SOUZA MIRIAN SANTOS
VIEIRA

Coordenador da REDUC
LUIS BRAHM

Instituições Associadas à REDUC no Brasil


INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS
EDUCACIONAIS - INEP FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS -
FCC
APRESENTAÇÃO
A busca constante da melhoria das condições educacionais tem
na pesquisa o ponto basilar de sua efetividade, facultada pelo trata-
mento científico dos fatos que provocam a reflexão e o entendimento do
processo histórico da educação em diferentes momentos e ao longo dos
tempos.
Ao comemorar o centenário da Proclamação da República, o Bra-
sil se encontra num momento particularmente importante de sua vida
político-social, em que a educação, sem dúvida alguma, merece posição
de destaque por sua contribuição inconteste ao desenvolvimento cultu-
ral, econômico e social de um país.
Nessa perspectiva, o INEP, como instituição de apoio à produção
e à socialização do conhecimento educacional, coloca à disposição dos
pesquisadores e demais trabalhadores da área este volume que reúne
trabalhos significativos para o estudo da história da educação brasilei-
ra.
Esta bibliografia foi levantada e organizada pelo Centro de Infor-
mações Bibliográficas em Educação (CIBEC), e apresentada como um
dos produtos da programação da Rede Latino-Americana de Infor-
mação e Documentação em Educação (REDUC) no Brasil, à quai o
INEP se filia através de seu Centro de Informações, unidade central do
Sistema de Informações Bibliográficas em Educação, a nível nacional —
o SIBE.
MANUEL MARCOS MACIEL FORMIGA
Diretor-Geral do ¡NÇP
BIBLIOGRAFIA SOBRE HISTORIA DA
EDUCAÇÃO BRASILEIRA
ABREU, Jayme. Capítulos da história colonial, 1500-1800. Rio de Janeiro,
Liv. Bríguiet, 1954. 396p.
_______. Educação e desenvolvimento; uma colocação do problema na
perspectiva brasileira. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio
de Janeiro, 40(91):6-28, jul./set. 1963.
_______ . A educação secundária no Brasil. Rio de Janeiro, CILEME, 1954.
104p. mimeo.
_______. Educação, sociedade e desenvolvimento. Rio de Janeiro, INEP,
1968. 237p.
_______ . Ensino médio brasileiro; tendências de sua expansão. Revista
Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 29(89): 17-35, jan./
mar. 1963.
_______ . Ensino médio e ensino secundário. Revista Brasileira de Estudos
Pedagógicos, Rio de Janeiro, 35(81):7-24, jan./mar. 1961.
. Escola média no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Pedagógi
cos, Rio de Janeiro, 38(88):23-35, out./dez. 1962.
. Fatores sociais atuantes no currículo da escola secundária brasi
leira. Pesquisa e Planejamento, São Paulo, 8:67-87, dez. 1964.
_______ . O sistema educacional fluminense. Rio de Janeiro, INEP, 1955.
371p.
. Tentativa de aproximação sociológica ao entendimento de edu
cação no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Ja
neiro, 42(96):312-6, out./dez. 1964.
AGUAYO, A.M. Novas orientações da educação. São Paulo, Saraiva, 1939.
353p.

ALMEIDA, Antônio Figueira de. História do ensino secundário no Brasil.


Rio de Janeiro, Jacinto, 1936. 175p.

ALMEIDA, Manuel Ceciliano Salles de. A study of the faculty of philosophy


in Brazil, transformation process and the new pattern. Houston, Uni-
versity of Houston, 1973. 267p. tese (mestrado)

ALMEIDA, Rui Guimarães de. A política de educação de Alberto Torres.


Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 2(5):212-20,
nov. 1944.

ALMEIDA, Silvana Maria Posella. Política e educação; educação informal


da esquerda na década de 60. São Carlos, UFSCar, 1983. tese (mes-
trado)

ALMEIDA JUNIOR, A. et alii. Diretrizes e Bases da Educação Nacional. São


Paulo, Pioneira, 1960. 577p.

. O ensino livre de Leôncio de Carvalho; o ensino superior brasi


leiro entre 1879 e 1895. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio
de Janeiro, 17(45):5-28, jan./mar. 1952.

________. Sob as arcadas. Rio de Janeiro, Centro Brasileiro de Pesquisas


Educacionais, 1965. 321p.

ALVARENGA, Elba Maria R. Repetition in Brazil: implications for educa-


tional planning. Wales, University of Wales, 1980. 129p. tese (mes-
trado)

ALVES, Gilberto Luiz. A educação brasileira no período manufatureira. In:


ENSAIO 14; filosofia, política, ciência da história. São Paulo, Ensaio,
1985. p.191-201.

ALVES, Raul. Esboço histórico e crítico geral da educação. Rio de Janeiro,


Pongetti, s.d. 190p.

AMADO, Gildásio. Ginásio moderno, s.n.t. 17p. mimeo.

________. Tendências da educação secundária. Escola secundária, Rio de


Janeiro (3):5-ll, dez. 1957.

AMERICANO, sugere uso do modelo inglês de TV educativa no Brasil. Jor-


nal do Brasil, Rio de Janeiro, 30 maio 1985. p.3.
ANDRADE, Antônio Alberto Banha de. A reforma pombalina dos estudos se-
cundários no Brasil. São Paulo, USP, Saraiva, 1978.

ANDRADE, Beatriz Martins de. O discurso educacional do Maranhão na pri-


meira república; uma análise de conteúdo. Rio de Janeiro, FGV, 1982.
153p. tese (mestrado)

ANISIO, Pedro. Filosofia e pedagogia. In: CONGRESSO CATÓLICO


BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO, 1., Rio de Janeiro, 1934. Anais. p. 113-
21.

ANTUNHA, Heládio César Gonçalves. A educação brasileira no período


republicano. In: BREJON Moysés, org. Estrutura e funcionamento do
ensino de 1o e 2.° graus. São Paulo, Pioneira, 1973. p.53-68.
. Universidade de São Paulo: fundação e reforma. São Paulo, Cen
tro Regional de Pesquisas Educacionais do Sudeste, 1974. 264p. (Estu
dos e documentos, 10)

ARAGÃO, Raymundo Moniz de. A instrução pública no Brasil. Rio de Janei-


ro, FGV, 1985. 104p.

ARAÚJO, Lúcia. Uma universidade onde não existem aulas (Universidade


Aberta). Folha de S. Paulo, 16 abr. 1985. 26p.

ARAÚJO FILHO, Luis Soares de. Rumos da educação brasileira. Em Aberto,


Brasília, 4(25):9-16, jan./mar. 1985.

ARELARO, Lisete Regina Gomes. A descentralização na lei 5.692/71: coe-


rência ou contradição? São Paulo, USP, 1980. 205p. tese (mestrado)

ARENO, Waldemar. A educação física e os desportos no Rio de Janeiro de 400


anos. Rio de Janeiro, Escola Nacional de Educação Física e Desportos,
1966. 32p.

ARRAES, Rute Aparecida V. Jesser. O estado e a administração do ensino pú-


blico paulista na Segunda República (1930-1945). Campinas, UNI-
CAMP, 1980. 245p. tese (mestrado)
*
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO. O problema brasileiro da
escola secundária; base de inquérito destinado à Terceira Conferência
Nacional de Educação. Rio de Janeiro, Boa Esperança, s.d. 327p.

ASSOCIAÇÃO DO 4.° CENTENÁRIO DO DESCOBRIMENTO DO BRA-


SIL. Livro do Centenário 1500-1900. Rio de Janeiro, Imprensa Nacio-
nal, 1900/1910. 4v.
ATT AB, Zuleika Aum. Documentos sobre a experiência da reforma universi-
tária reivindicada por Rio Preto (1959-1964). São José do Rio Preto,
Universidade Estadual Paulista, 1981. 13f.

AZARIAS SOBREIRA. O padre Cicero e a instrução. Revista do Instituto do


Ceará, Fortaleza, 82(86):41-6, jan./dez. 1968.

AZEVEDO, Fernando de. A cultura brasileira. 3. ed. São Paulo, Melhora-


mentos, s.d. 3v. (Obras completas, 13)

. A educação entre dois mundos: problemas, perspectivas e orien


tações. São Paulo, Melhoramentos, 1985. 239p.

_______ . A educação pública em São Paulo. São Paulo, Ed. Nacional, s.d.
457p.

. O "Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova". Revista Brasi


liense, São Paulo (15):8-28,jan./fev. 1958.

. Novos caminhos e novos fins; a nova política de educação no Bra


sil; subsídios para uma história de quatro anos. 3.ed. São Paulo, Melho
ramentos, s.d. 256p. (Obras completas, 7)

AZEVEDO, João. Dimensões de um sonho. Maceió, Edufal, 1983. 217p.

_______ . Duas décadas da educação. Maceió, UFAL, 1978. 48p.

AZEVEDO, José Carlos. Os erros que comprometem o futuro. Jornal do


Brasil, Rio de Janeiro, 8 abr. 1984. p.5.

AZEVEDO, Manuel Duarte de. A instrução pública nos tempos coloniais do


Brasil. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Ja-
neiro, 55:141-58, 1892.
BARBANTI, Maria Lúcia. Colégios americanos de confissão protestante na
província de São Paulo; sua aceitação pelas elites progressistas da
época. Didática, São Paulo (17):23-32, 1981.

BARBOSA, Januário da Cunha. Plano nacional de educação. Rio de Janeiro,


Tip. do Imperial Instituto Artístico, 1874.
BARRANCOS, Dora Beatriz. Elites liberais e ensino fundamental: Brasil e
Argentina 1860-1900. Educação & Sociedade, São Paulo, 4(12):80-109,
set. 1982.

BARROS, Raimundo Facó. Competências básicas do avaliador educacional.


Tecnologia Educacional, Rio de Janeiro, 10(42):14-22, set./out. 1981.
BARROS, Roque Spencer Maciel de. A evolução do pensamento de Pereira
Barreto e o seu significado pedagógico. São Paulo, s.ed., 1955. 218p.
mimeo.
_______ . Ilustração brasileira e a idéia de universidade. São Paulo, FFCL,
1959.
_______ . Liberdade de ensino. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos,
Rio de Janeiro, 34(79):16-33, jul./set. 1960.

BARROSO, José Liberato. A instrução pública no Brasil. Rio de Janeiro, Gar-


nier, 1867. 267p.

BASTOS, Geraldo da Silva. Introdução à critica do secundário. Rio de Janei-


ro, MEC, CADES, 1952.

BASTOS, Péricles Antonio Barra. A Escola de Aprendizes Artífices do Pará,


1909/42; um estudo histórico. Rio de Janeiro, FGV, IESAE, s.d. 100p.
tese (mestrado)

BE AU LI H R, Giles et alii. Educação brasileira e colégios de padres. São Paulo,


Herder, 1966.

BEISIEGEL, Celso de Rui. Ação política e expansão da rede escolar. Pesqui-


sa e Planejamento, São Paulo (8):99-198, dez. 1964.

. Estado e educação popular: um estudo sobre a educação de adul


tos. São Paulo, Pioneira, 1974. 189p.

BERGER, Manfredo. Educação e dependência. 2.ed. Rio de Janeiro, DIFEL,


1977. 354p.
BEVILÁQUA, Clóvis. História da Faculdade de Direito de Recife (11 de agos-
to de 1827). Rio de Janeiro, Francisco Alves, 1927.

BICUDO, Joaquim de C. O ensino secundário no Brasil e sua atual legislação


1931 a 1941. São Paulo, AIESSP, 1942. 650p.

BITTENCOURT, Raul. A educação brasileira no Império e na República.


Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 19(49):41-76,
1953.

_______ . Perspectiva histórica dos ideais de educação no Brasil. Revista


Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 7(20):233-40, fev.
1946.
BOAVENTURA, Edivaldo M. Da legislação do ensino ao direito educacio-
nal. Fórum Educacional, Rio de Janeiro, 8(3):3-9, jul./set. 1984.
BOAVENTURA, Edivaldo M. Universidade em mudança; problemas de es-
truturas e de funcionamento da educação superior. Salvador, Imprensa
Oficial, 1968. 213p.

BONAPACE, Adolphina Portela. Considerações sobre a educação nacional.


Curriculum, São Paulo, ll(4):25-42, out./dez. 1972.

BONILLA, Frank. A educação e o desenvolvimento político no Brasil. Re-


vista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 38(88):45-73,
out./dez. 1962.
_______ . A educação e o desenvolvimento da política no Brasil; a evolução
do nacionalismo. Rio de Janeiro, CBPE, 1962. 31p. mimeo.

BORGES, Wanda Rosa. A profissionalização feminina: uma experiência no


ensino público. São Paulo, Loyola, 1980. 149p.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação. 9.ed. São Paulo, Brasilien-


se, 1983. 116p.
BRANDÃO, Teixeira. A educação nacional no regime republicano. Rio de Ja-
neiro, Imp. Nacional, 1907. 118p.

BRASIL. Congresso. Câmara dos Deputados. Os cursos jurídicos e as elites


políticas brasileiras. Brasília, 1978. 208p.
. Reforma do ensino e várias instituições complementares da ins
trução pública; parecer e projeto da Comissão de Instrução Pública
composta dos deputados Rui Barbosa, Tomás do Bomfim Spinola e
Ulisses Machado Pereira Viana; relator, Rui Barbosa. Rio de Janeiro,
Tip. Nacional, 1883. 378p.
BRASIL. Departamento Nacional de Educação. Histórico da educação de
adultos no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Ja-
neiro, 13(37): 141-8, set./dez. 1949.

BRASIL. Ministério de Educação e Cultura. Cinqüentenário do ensino co-


mercial. Rio de Janeiro, 1955. 55p.

_______ . Educação no Brasil; subsídio para a Conferência Internacional


de Educação. Brasília, 1971. mimeo.

_______ . Primórdios do planejamento educacional no Brasil. S.L, s.d. lv.

BRASIL. Ministério da Educação e Saúde. As bases de organização e de regi-


me do ensino industrial no Brasil. Rio de Janeiro, 1943. 70p.

BRASIL. Ministério da Justiça e Negócios Interiores. Notícia histórica dos


serviços, instituições e estabelecimentos pertencentes ao Ministro
Amaro Cavalcanti. Rio de Janeiro, 1898.

BREJON, Moysés, org. Estrutura e funcionamento do ensino de 1.° e 2." graus.


19.ed. São Paulo, Pioneira, 1986.

BRIQUET, Raul. Educação pública na Colônia e no Império. Revista Brasi-


leira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 2(4):5-20, 1944.

BRITO, Itamar Sousa. Memória histórica da Secretaria de Educação. Teresi-


na, Secretaria de Educação, 1985. 261p.

BROLLO, Nelson. Escolas novas no mundo antigo e uma síntese de lutas pe-
dagógicas. Estudo Geral (1):9-17, 1973.

BUFFA, Ester. Os conflitos ideológicos ocorridos durante a tramitação da


Lei de Diretrizes e Bases e a participação da Revista Brasileira de Estu-
dos Pedagógicos. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília,
65(150):301-13, maio/ago. 1984.

BUSATO, Ida Zanir Leite. Alegrete: o ensino e sua história. Alegrete, Me-
trópole, 1983. 166p.

CABRAL, Maria do Socorro Coelho. As propostas educacionais maranhenses


no Império (1834-1889). Rio de Janeiro, FGV, 1982. 188p. tese (mes-
trado)

CAEIRO, Francisco da Gama. Para uma história da educação brasileira;


perspectiva de uma pesquisa histórico-pedagógica. Revista da Faculda-
de de Educação, São Paulo, 5(1/2): 119-54, dez. 1979.

CALAZANS, Maria Julieta Costa. Caracterização de programas de educação


rural no Brasil: algumas experiências das três últimas décadas. Rio de
Janeiro, FGV, IESAE, 1971.

________ . Estudo retrospectivo da educação rural no Brasil. Rio de Janeiro,


FGV, IESAE, 1979. 166p.

CALMON, Pedro. A instrução e os jesuítas. In: HISTÓRIA social do Brasil.


4.ed. São Paulo, Ed. Nacional, s.d. p.93-108. (Brasiliana, 4)

CALÓGERAS, J.P. Os jesuítas e o ensino. Rio de Janeiro, Imprensa Univer-


sitária, 1911. 65p.

CÂMARA, Helder. Excesso da pedagogia moderna. In: CONGRESSO


BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO, 1., Rio de Janeiro, 1934. Anais, p.61-
72.
CAMPOS, Ernesto de Sousa. O ensino superior no Brasil. Rio de Janeiro, Mi-
nisterio da Educação e Saúde, 1940. 611p.

. Instituições culturais e de educação superior. Rio de Janeiro, Im


prensa Nacional, 1941. 728p.

CAMPOS, Francisco. Educação e cultura. Rio de Janeiro, J. Olympio, 1940.

. O estado nacional e outros ensaios. Brasília, Câmara dos Deputa


dos, 1983. 267p.

________. Reforma do ensino secundário. In: EDUCAÇÃO e cultura. Rio


de Janeiro, J. Olympio, 1940. p.45-55.

CANABRAVA, Alice Piffel. História da Faculdade de Economia e Adminis-


tração da Universidade de São Paulo, 1946/1981. São Paulo, USP, 1984.
611p.

CAPISTRANO DE ABREU, J. Ensaios e estudos; crítica e história. Rio de


Janeiro, Briguiet, 1938. 3v.

CARDOSO, Fernando Henrique. Educação e mudança social. Pesquisa e


Planejamento, São Paulo (5):55-65, jun. 1962.

CARRATO, José Ferreira. Igreja, iluminismo e escolas mineiras coloniais.


São Paulo, Ed. Universidade de São Paulo, 1968. 285p.

. As Minas Gerais e os primórdios do Caraça. São Paulo, Ed. Nacio


nal, 1963. 463p. (Brasiliana, 317)

________. Uma pedagogia jansenista no Brasil: o "regulamento do Colégio


Caraça". Didática, Marilia (9/10):135-54, 1972/1973.

CARVALHO, Anna Maria Pessoa de. O ensino da física na grande São Pau-
lo. Pesquisa e Planejamento, São Paulo (16):47-89, jan. 1975.

CARVALHO, Carlos Leôncio de. O ensino primário e secundário no municí-


pio da córte e o superior em todo o Império. Rio de Janeiro, Imp. Nacio-
nal, 1879. 22p.

CARVALHO, José Murilo de. A Escola de Minas de Ouro Preto: o peso da


glória. São Paulo, Ed. Nacional, 1978. 177p.

CARVALHO, Laerte Ramos de. Introdução ao estudo da história da educação


brasileira. São Paulo, USP, 1971.
CARVALHO, Laerte Ramos de. As reformas pombalinas da instrução públi-
ca. São Paulo, Saraiva, EDUSP, 1978. 141p.

CARVALHO, Marilene Alves de Oliveira. Três campanhas brasileiras de


educação de base no periodo de 1947-1963: análise, crítica e compa-
ração. Rio de Janeiro, UFRJ, 1977. tese (mestrado)

CASCUDO, Luiz Câmara. História do Rio Grande do Norte. Rio de Janeiro,


MEC, Serviço de Documentação, 1955. 522p.

CASTELO, Plácido Aderaldo. História da instrução e da educação do Ceará.


Revista do Instituto Histórico do Ceará, Fortaleza, 47(47):52-70, 1943.

CASTRO, Assis M.P. de & OLIVEIRA, S.F. de. Ensino técnico: desempenho
e custos. Rio de Janeiro, IPEA/INPES, s.d.

CASTRO, Célia Lucia Monteiro de. Mestrando. Doutorando. Quem? Revista


Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, 63(146):313-26, jan./abr.
1980.

CASTRO, Claudio de Moura. Desenvolvimento econômico, educação e edu-


cabilidade. Rio de Janeiro, Tempo Brasileiro, MEC, FENAME, 1976.

CASTRO, Maria Ceres P. Spinola. O planejamento da educação que(nos) con-


vém; um estudo da transfiguração da educação superior no Brasil. Rio
de Janeiro, FGV, 1982. 180p. tese (mestrado)

CAVALCANTI, Amalita Maria C. Lima et alii. Educação jesuíta e sociedade


no Brasil Colonial (1549-1759). Cadernos de Educação, João Pessoa
(18):10-31, s.d.

CBPE. Normas para o levantamento das fontes da história da educação no


Brasil. C/bibliografia sumária de história da educação no Brasil. Revista
Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 33(76): 153-8,
out./dez. 1959.

CHAGAS, Valnir. Educação brasileira: o ensino de 1." e 2? graus: antes,


agora e depois? São Paulo, Saraiva, 1978.

________. O ensino de 1° e 2° graus: antes, agora e depois. 4.ed. São Paulo,


Saraiva, 1984. 406p.

CHIZZOTTI, Antonio. As origens da instrução pública no Brasil. São Paulo,


PUC, s.d.
CONGRESSO BRASILEIRO DE INSTRUÇÃO IMPERIAL SECUNDÁ-
RIA, 4., 1982. Anais. Rio de Janeiro, Tip. Rua do Carmo, 1926. 881p.
CORREA, Arlindo Lopes. A educação na década de setenta. Rio de Janeiro,
1970.

_______ , ed. Educação de massa e ação comunitária. Rio de Janeiro. MO-


BRAL/AGGS, 1979.

CORREA, Ayrton Dutra. A educação plástica como elemento sensibilizador


no processo ensino-aprendizagem. Educação, Santa Maria, 6( 1 ) : 17-27,
1981.

COSTA, A. Gomes. A escola e a ideologia. O Globo, Rio de Janeiro, 29 dez.


1984. p.9.

COSTA, Aida. Esboço histórico do ensino secundário no Brasil, do desco-


brimento até a República. Revista de Pedagogia, São Paulo, 2(1): 17-56,
1956.

COSTA, Ana Maria Catelli Infantosi da. A educação em São Paulo na Repú-
blica Velha: a expansão do ensino primário. São Paulo, USP, 1980.
178p. tese (mestrado)

COSTA, Carlos Alberto Jales. Evolução do sistema educacional da Paraíba:


tentativa de uma reconstrução histórica. Horizonte, João Pessoa,
3(8):264-89, jul./set. 1978.

COSTA, Lena Castello Branco Ferreira da. A educação no Brasil. In: FERRI,
Mário Guimarães & MOTOYAMA, Shozo, coords. História das ciências
no Brasil. São Paulo, EPU, EDUSP, 1979. v.3, cap.8, p.277-346.

COTRIM, Gilberto & PARISI, Mário. Fundamentos da educação: história e


filosofia da educação. 9.ed. São Paulo, Saraiva, 1984. 336p.

CHAVEIRO, Costa. O Visconde de Sinimbu; sua vida e sua atuação na políti-


ca nacional (1840-1889). São Paulo, Ed. Nacional, 1937. 352p. (B.P.B.,
Série 5, 79).

CRUZ, Teresinha Rosa. Educação e organização social: estudo comparado


dos sistemas de educação dos EUA, URSS e Brasil. Petrópolis, Vozes,
1984. 253p.

CUNHA, Célio da. Atualidade do Manifesto dos Pioneiros da Educação No-


va. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, 65(150):457-8,
maio/ago. 1984.

. Educação e autoritarismo no Estado Novo. São Paulo, Cortez, Au


tores Associados, 1981. 176p.
CUNHA, Célio da. A educação no Estado Novo: raízes, concepções, desdo-
bramentos. Brasília, UnB, 1979. 250f. tese (mestrado)

CUNHA, Luiz Antonio C. da. Diretrizes para o estudo histórico do ensino


superior no Brasil. Foram Educacional, Rio de Janeiro, 5(2):3-28, abr./
jun. 1981.

_______ . Educação e desenvolvimento social no Brasil. 4.ed. Rio de Janeiro,


Francisco Alves, 1979.

_______ . O ensino de ofícios manufatureiros em arsenais, asilos e liceus.


Foram Educacional, Rio de Janeiro, 3(3):3-48, jul./set. 1979.

. A organização do campo educacional: as conferências de edu


cação. Educação & Sociedade, Campinas, 3(9):5-48, maio 1981.

_______ . A universidade crítica; o ensino superior na república populista.


Rio de Janeiro, Francisco Alves, 1983. 260p. (Coleção educação em
questão)

_______ . A universidade temporã; o ensino superior da colônia à era de


Vargas. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1980.

. Vestibular; a volta do pêndulo. In: REUNIÃO ANUAL DA SO


CIEDADE BRASILEIRA PARA O PROGRESSO DA CIÊNCIA, 29.,
São Paulo, jul. 1977. Simpósios 3. São Paulo, SBPC, 1980. p.106-14.

_______ & GOES, Moacyr de. O golpe na educação. 4.ed. Rio de Janeiro,
Zahar, 1987. lv.

CUNHA, Nádia Franco da. Sistemas de ensino no Brasil como instrumento de


discriminação econômica e estratificação social. Revista Brasileira de
Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 54(119):61-77, jul./set. 1970.

CUNHA, Sônia Franco da. Pós-graduação em ciências exatas na França e no


Brasil. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro,
58(128):340-5, 1972.
CURY, Carlos Roberto Jamil. Comemorando o Manifesto dos Pioneiros da
Educação Nova/32. Educação & Sociedade, São Paulo, 4(12):5-12, set.
1982.
_______ . Ideologia e educação brasileira: católicos e liberais. São Paulo,
Cortez & Moraes, 1978. 201p.
DALBEY, Richard O. Os alemães no sul do Brasil: do isolamento à inte-
gração com a nacionalização do ensino. Revista Brasileira de Estudos
Pedagógicos, Rio de Janeiro, 53(118):400-8, abr./jun. 1970.
DALBEY, Richard O. The gennan privât school of southern Brazil during the
Vargas years, 1930-1945: german nationalism vs. brazilian nationaliza-
tion. Ann Arbor, Mich., Xerox University Microfilms, 1975. 290p.
(Fac-símile de tese para doutorado submetida em 1969 à Faculdade de
Educação da Universidade de Indiana)

DANTAS, Nataniel. Pedro II — o colégio da nossa história. Educação, Brasí-


lia, 10(53):42-8, ago./out. 1981.

DEBRET, Jean Baptiste. Viagem pitoresca histórica ao Brasil. São Paulo,


Martins, 1940. 2v.
DELFIM, Aparecida Darcy Alessi. Situação politica econômica, social, cultu-
ral e educacional do governo de Manuel Ferraz de Campos Sales. Bauru,
Faculdade do Sagrado Coração de Jesus, 1973. 62f. tese (mestrado)
DEMARTINI, Zeila de Brito Fabri et alii, coord. Velhos mestres das novas
escolas: um estudo das memórias de professores da 1.a República em
São Paulo. São Paulo, CERU; Brasília, INEP, 1984. 172p.
_______ . Uma visão histórico-sociológica da educação da população rural
em São Paulo. Cadernos CERU, São Paulo (15):7-32, ago. 1981.

DENIS, Fernando. O Brasil; cidade do Salvador, s.l., Liv. Progresso, 1955.


2v.

DIAS, Lúcia de Paiva. A educação de adultos no contexto da reforma educacio-


nal realizada por Anísio Teixeira no Rio de Janeiro — Distrito Federal,
1931-1935. Rio de Janeiro, UFRJ, 1977. 121p. tese (mestrado)

DISCIPLINA e educação. O Estado de S. Paulo, 18 ago. 1985. p.3. Editorial.


DOCUMENTOS da educação brasileira. Reforma Capanema. Revista Brasi-
leira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 60(134):253-74, abr./jun.
1974.
_______ . Reforma Francisco Campos: ensino superior. Revista Brasileira
de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 61(137):118-71, jan./mar. 1976.
DODSWORTH, Henrique. Cem anos de ensino secundário. In: LIVRO do
Centenário da Câmara dos Deputados (1826-1926). Rio de Janeiro,
Brasil Ed., 1926. p.531-663.

DONNAGELO, Maria Cecília F. et alii. A Reforma Capanema e suas vincu-


lações a condições estruturais. Boletim da Cadeira de Teoria Geral da
Educação, Araraquara, l(2):41-79, 1964.

EBY, Frederick. História da educação moderna: teoria, organização e prática


educacional. Porto Alegre, Globo, 1973. 633p.
EDUCAÇÃO comparada. Correio Braziliense, Brasília, 31 out. 1984. p.2.
Editorial.

A EDUCAÇÃO que nos convém. Rio de Janeiro, APEC, 1969. 21 lp.

EDUCAÇÃO segundo Anísio Teixeira, a filosofia e a igreja; por uma equipe


de professores licenciados em filosofia. Separata da Revista da Confe-
rência dos Religiosos do Brasil. Rio de Janeiro, 39, set. 1958.

ELIA, Sílvio. Anchieta e a evangelização do Brasil. Revista de Letras, Forta-


leza, 4-5(2/1): 1-18, jul./dez. 1981, jan./jun. 1982.

ELITE encapuzada. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 21 mar. 1984. Editorial.

EMERENCIANO, Maria do Socorro Jordão. Educação brasileira: uma ten-


tativa de interpretação filosófica. Brasília, UnB, 1977. tese (mestrado)

ESCOLA TÉCNICA FEDERAL DO PARÁ. Escola Técnica Federal do Pará:


sua história e seu desenvolvimento, 1909/79. Belém, 1981. lv.

ETAVE, Roberto & ELIAS, Roseli. Uma contribuição à história da educação


brasileira. Cadernos CEAS, Salvador (33):56-68, set./out. 1974.

FARHAT, Emil. Educação, a nova ideologia. São Paulo, Ed. Nacional, 1975.
326p.

FARIAS, Gelasio de Abreu & MENEZES, Francisco da Conceição. Memó-


ria histórica do ensino secundário oficial na Bahia durante o primeiro sé-
culo, 1837-1937. Salvador, Imprensa Oficial, 1937. 434p.

FÁVERO, Maria de Lourdes de A. Universidade e poder: análise crítica/fun-


damentos históricos: 1930-45. Rio de Janeiro, Achiamé, 1980.

FÁVERO, Osmar. Memória histórica do movimento de educação de base:


1961-1971. São Paulo, PUC, 1982.

_______ , org. Cultura popular e educação popular; memória dos anos 60.
Rio de Janeiro, Graal, 1983. 203p.
FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. Educação no Brasil, anos 60: o pacto do
silêncio. São Paulo, Loyola, 1985. 126p.

FERNANDES, Florestan. Educação e sociedade no Brasil. São Paulo, Domi-


nus, 1966.
FERRAZ, Esther de Figueiredo. Alternativas da educação. Rio de Janeiro, J.
Olympio, 1976. 185p.
FERREIRA, Eunice Freitas. Licenciatura de curta duração; solução emer-
gencial ou definitiva? Rio de Janeiro, PUC, 1982. tese (mestrado)

FERREIRA, Sálete Beatriz B.X. A expansão escolar campineira e a grande la-


voura no Tim do Império (1860-89). Campinas, UNICAMP, 1982. 240p.
tese (mestrado)

FERREIRA, Solange Carneiro Molinaro. Texto e contexto das leis orgânicas


do ensino industrial, comercial e agrícola, 1942-1946. Rio de Janeiro,
FGV, IESAE, 1980. 256p. tese (mestrado)

FERREIRA, Tito L. História da educação luso-brasileira. São Paulo, Saraiva,


1966. 287p.

FERRÃO, Antonio. Pombal e as reformas dos estudos menores. Lisboa, s.ed.,


1915.
FIGUEIREDO, Adiei Tito de. O Estado Novo e a educação no Maranhão;
1937-1945. São Paulo, PUC, 1982. 165p. tese (mestrado)

FIGUEIREDO, Antonio Almeida. História do ensino secundário no Brasil.


Rio de Janeiro, 1936.
FIGUEIREDO, Jacy Camarão de. Quem é o pedagogo brasileiro? AMAE
Educando, Belo Horizonte, 14(131-132):2-10, fev./mar. 1981.

A FILOSOFIA voltando às escolas. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 3 out.


1981. p.60.
FIORI, Neide Almeida. Aspectos da evolução do ensino público no estado de
Santa Catarina. São Paulo, Escola de Sociologia e Política de São Pau-
lo, 1974. 180p. tese (mestrado)

FLORESTA, Nísia. Opúsculo humanitário. São Paulo, Cortez; [Brasília],


INEP, 1989. 164p. (Biblioteca da educação. Série 3; mulher tempo, 1)

FONSECA, Benedito José Barreto. Problemática educacional brasileira:


fundamentos filosóficos e constitucionais. Educação, 4(14):19-31, out./
dez. 1974.
FONSECA, Celso Suckow da. História do ensino industrial no Brasil. Rio de
Janeiro, Escola Técnica Nacional, 1961.

FORACCHI, Marialice M. O estudante e a transformação da sociedade brasi-


leira. São Paulo, Ed. Nacional, 1965.

FORTE, Rafael. O ensino primário no Brasil: Colônia, Império e República,


fases decisivas. Salvador, Ed. Era Nova, 1953. 26p.
FRANCA, Leonel, S.J. Alocuções e artigos. Rio de Janeiro, Agir, 1954. 2v.
(Obras completas, 5)

_______ . Ensino religioso e ensino leigo; aspectos pedagógicos, sociais e


jurídicos. Rio de Janeiro, Schmidt Ed. 1931.

_______ . O método pedagógico dos jesuítas. Rio de Janeiro, Agir, 1960.

FRANCO, Luiz Antonio Carvalho & SAVERBRONN, Sidnei. Breve históri-


co da formação profíssional no Brasil. São Paulo, CENAFOR, 1984.
165p.

FRANCO, Maria Aparecida Ciavatta & SIMON, Maria Célia de M.N. Traba-
lho e educação; a reordenação necessária no contexto da revolução.
Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, 68(160):560-83,
set./dez. 1987.

FREIRE, Gilberto. O pai e o filho. In: ________ . Sobrados e mocambos. Rio


de Janeiro, Ed. Nacional, 1936. p.87-116. (B.P.B., Brasiliana, Série
5,64)

FREIRE, Paulo. Educação como prática de liberdade. 2.ed. Rio de Janeiro,


Paz e Terra, 1969. 150p.

FREITAG, Bárbara. Escola, estado e sociedade. 4.ed. São Paulo, Cortez &
Moraes, 1980. 142p.

FREITAS, Zoraide Rocha de. História do ensino profíssional no Brasil. São


Paulo, s.ed., 1954. 384p.

GADOTTI, Moacir. Educação e poder; introdução à pedagogia do conflito.


São Paulo, Cortez, 1980. 143p.

GAIA, Ciro de Freitas. O problema educativo. Educação, São Paulo, dez.


1932. p.37.

GAMA, Célio Nogueira da. "Intelligentzia", educação e desenvolvimento.


Interação, Juiz de Fora, 4(5/6):63-74, 1966.

GANDINI, Raquel Chainho. Tecnocracia, capitalismo e educação em Anísio


Teixeira (1930-1935). Campinas, UNICAMP, 1979. tese (mestrado)

GARBELOTTI, Eponina de Oliveira Pedro. A educação brasileira no período


1954-1961. Bauru, Faculdade Sagrado Coração de Jesus, 1961.59f. tese
(mestrado)
GARCIA, Walter E., org. Educação brasileira contemporânea; organização e
funcionamento. São Paulo, McGraw-Hill, 1978. 277p.

GATTI, Bernardete A. Retrospectiva da pesquisa educacional no Brasil. Re-


vista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, 68(159):279-88, maio/
ago. 1987.

GERIBELLO, Wanda Pompeu. Anísio Teixeira; análise e sistematização de


sua obra. São Paulo, Atlas, 1977. 21 lp.

GERSDORFF, Ralfh Christian James Von. Educação brasileira: problemas


e soluções possíveis. Rio de Janeiro, Agir, 1981. 171p.

_______ . Estudos sobre educação no Brasil: sugestões. Rio de Janeiro,


UNESCO/MEC/INEP, 1969.

GHIRALDELLI, Paulo. A evolução das idéias pedagógicas no Brasil repu-


blicano. Cadernos de Pesquisa, São Paulo (60):28-37, fev. 1987.

GOMES, Alfredo. A constituição e a educação. Revista Brasileira de Estudos


Pedagógicos, Rio de Janeiro, 7(22):7-30, maio/jun. 1946.

GOMES, Felipe Tiago. Escolas da comunidade. 5.ed. Brasília, CNEC, 1980.


154p. (Título da capa: História da Campanha Nacional de Escolas da
Comunidade)

GURGEL, Roberto Mauro. Extensão universitaria; comunicação ou domes-


ticação? São Paulo, Cortez, EUFC, Autores Associados, 1986. 182p.

HAIDAR, Maria de Lourdes Mariotto. O ensino secundário no Império brasi-


leiro. São Paulo, USP, 1972.

_______ • A instrução popular no Brasil antes da República. In: BREJON,


Moysés, org. Estrutura e funcionamento do ensino de 1.° e 2." graus. São
Paulo, Pioneira, 1973. p.37-51.

HAJE SOBRINHO, Jorge. Tendências da educação superior brasileira no


início da década de 80; aspectos organizacionais. In: A UNIVERSIDA-
DE brasileira nos anos 80. Fortaleza, UFC, 1981. p.32-66.

HANNAH, John A. As instituições dos Estados Unidos e a cooperação in-


ternacional. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro,
33(78):28-38, abr./jun. 1980.

HARBISON, Frederick & MYERS, Charles. Educação, mão-de-obra e cresci-


mento econômico. São Paulo, Fundo de Cultura, 1964.
HAVIGHURST, Robert J. & ABREU, Jaime. O problema da educação se-
cundária na América Latina. Educação e Ciências Sociais, Rio de Janei-
ro, 9(17):25-40, maio/ago. 1960.

________ & MOREIRA, João Roberto. Society and education in Brazil.


Pittsburgh, University of Pittsburgh Press, 1965. 263p.

HEES, Martha Pereira das Neves. Freqüência ao programa de ampliação pré-


escolar— PAEPE — e rendimento na If série do If grau. Niterói, UFF,
1980. 237p. tese (mestrado)

HISTÓRICO da educação de adultos no Brasil. Revista Brasileira de Estudos


Pedagógicos, Rio de Janeiro, 13(37): 141-8, set./dez. 1949.

HOLANDA, Ivanildo Coelho de. Campanha Nacional de Escolas da Comuni-


dade (CNEC): um estudo histórico. Rio de Janeiro, FGV, 1977.131f. te-
se (mestrado)

IANNI, Otávio. Condições sociais do ensino democrático. Revista Brasilien-


se, São Paulo (27):37-52,jan./fev. 1960.

________. Educação e mudanças institucionais. Pesquisa e Planejamento.


São Paulo (5):41-54, jun. 1962.

IBGE. O ensino no Brasil em 1948-1950: ensino extraprimário. Rio de Janei-


ro, 1957. v.2.

________. O ensino no Brasil em 1951-1954: ensino extraprimário. Rio de


Janeiro, 1957. v.2.

_______ . O ensino no Brasil em 1955. Rio de Janeiro, 1955. 2v.

________. O ensino no Brasil em 1956: ensino extraprimário. Rio de Janeiro,


1959. v.2.

________. O ensino no Brasil em 1957: ensino primário geral. Rio de Janeiro,


1961. 114p.

INEP. A administração dos serviços de educação. Rio de Janeiro, 1941. 127p.


(Boletim, 12)

. Canto orfeônico no curso primário. Rio de Janeiro, 1950. 57p. (Pu


blicação, 51)

. Educação física no curso primário. Rio de Janeiro, 1950. 46p. (Pu


blicação, 49)
INEP. O ensino no Brasil no qüinqüênio 1932-1936. Rio de Janeiro, 1939.83p.
(Boletim, 1)

________ . O ensino no Brasil no qüinqüênio 1936-1940. Rio de Janeiro, 1942.


88p. (Boletim, 25)

________ . Ensino primário no Brasil. Rio de Janeiro, 1949.37p. (Boletim, 41)

. Ensino secundário no Brasil; organização, legislação vigente, pro


gramas. Rio de Janeiro, 1952. 63lp. (Publicação, 67)

________ . O ensino secundário no Brasil; relação dos estabelecimentos de


ensino secundário em funcionamento, no país, em maio de 1946. Rio de
Janeiro, 1946. 99p. (Boletim, 35)

________ . O ensino superior e médio no Brasil. Rio de Janeiro, 1948. 184p.


(Boletim, 38)

. O ensino superior e médio no Brasil; relação dos estabelecimen


tos de ensino em funcionamento no país no 2.° semestre de 1949. Rio
de Janeiro, 1951. 344p. (Publicação, 58)

. O ensino superior e médio no Brasil; relação dos estabelecimen


tos de ensino em funcionamento no segundo semestre de 1948. Rio de
Janeiro, 1949. 297p. (Boletim, 39)
. O ensino superior no Brasil; relação dos estabelecimentos de en
sino superior em funcionamento, no País, em outubro de 1946. Rio de
Janeiro, 1946. 27p. (Boletim, 37)

________. Estabelecimentos de ensino comercial existentes no Brasil. Rio de


Janeiro, 1946. 44p. (Publicação, 33)

________ . Jornadas de educação. Rio de Janeiro, 1950. 182p. (Publicação,


48)
________ . Leitura e linguagem no curso primário. Rio de Janeiro, 1949. 77p.
(Boletim, 42)

. A linguagem na idade pré-escolar. Rio de Janeiro, 1944. 72p. (Bo


letim, 27)

. Matemática no curso primário. Rio de Janeiro, 1952.127p. (Publi


cação, 71)

. A nova escola primária brasileira. Rio de Janeiro, 1950. 32p. (Pu


blicação, 64)
INEP. Novos prédios escolares para o Brasil. Rio de Janeiro, 1949. (Bole-
tim, 40)

_______ . Oportunidades de preparação no ensino agrícola e veterinário. Rio


de Janeiro, 1949. 113p. (Publicação, 45)

_______ . Oportunidades de preparação no ensino comercial. Rio de Janeiro,


1949. 154p. (Publicação, 44)

_______ . Oportunidades de preparação no ensino de enfermagem e serviço


social. Rio de Janeiro, 1950. 169p.

_______ . Oportunidades de preparação no ensino industrial. Rio de Janeiro,


1949. (Publicação, 43)

_______ . Oportunidades de preparação no ensino militar. Rio de Janeiro,


1951. 433p. (Publicação, 68)

_______ . Oportunidades de preparação no ensino superior. Rio de Janeiro,


1950. 301p. (Publicação, 56)

________ Organização do ensino primário e normal; estado de Alagoas. Rio


de Janeiro, 1941. 29p. (Boletim, 10)

_______ . Organização do ensino primário e normal; estado do Amazonas.


Rio de Janeiro, 1939. 48p. (Boletim, 2)

________ Organização do ensino primário e normal; estado da Bahia (CIC).


Rio de Janeiro, 1941. 50p. (Boletim, 14)

________ Organização do ensino primário e normal; estado do Ceará. Rio de


Janeiro, 1940. 40p. (Boletim, 6)

Organização do ensino primário e normal; estado do Espírito San


to. Rio de Janeiro, 1941. 43p. (Boletim, 15)
. Organização do ensino primário e normal; estado do Espírito San
to. Rio de Janeiro, 1950. 44p. (Publicação, 57)

_______ . Organização do ensino primário e normal; estado de Goiás. Rio de


Janeiro, 1942. 40p. (Boletim, 23)

_______ . Organização do ensino primário e normal; estado do Maranhão.


Rio de Janeiro, 1940. 54p. (Boletim, 4)

_______ . Organização do ensino primário e normal; estado de Mato Grosso.


Rio de Janeiro, 1942. 37p. (Boletim, 22)
INEP. Organização do ensino primário e nonna!; estado de Minas Gerais. Rio
de Janeiro, 1942. 68p. (Boletim, 24)

_______ . Organização do ensino primário e normal; estado do Pará. Rio de


Janeiro, 1940. 46p. (Boletim, 3)

_______ . Organização do ensino primário e normal; estado da Paraíba. Rio


de Janeiro, 1940. 32p. (Boletim, 8)

_______ . Organização do ensino primário e normal; estado da Paraíba. Rio


de Janeiro, 1950. 32p. (Boletim, 62)

_______ . Organização do ensino primário e normal; estado do Paraná. Rio


de Janeiro, 1942. 38p. (Boletim, 20)

_______ . Organização do ensino primário e normal; estado de Pernambuco.


Rio de Janeiro, 1940. 41p. (Boletim, 9)

_______ . Organização do ensino primário e normal; estado do Piauí. Rio de


Janeiro, 1940. 44p. (Boletim, 5)

. Organização do ensino primário e normal; estado do Rio de Janei


ro. Rio de Janeiro, 1942. 52p. (Boletim, 16)

_______ . Organização do ensino primário e normal; estado do Rio Grande


do Norte. Rio de Janeiro, 1940. 40p. (Boletim, 7)

_______ . Organização do ensino primário e normal; estado do Rio Grande


do Sul. Rio de Janeiro, 1945. 79p. (Boletim, 28)

. Organização do ensino primário e normal; estado de Santa Catari


na. Rio de Janeiro, 1942. 60p. (Boletim, 21)

. Organização do ensino primário e normal; estado de Santa Catari


na. Rio de Janeiro, 1950. 80p. (Publicação, 53)

_______ . Organização do ensino primário e normal; estado de São Paulo.


Rio de Janeiro, 1942. 81p. (Boletim, 19)

_______ . Organização do ensino primário e normal; estado de Sergipe. Rio


de Janeiro, 1941. 36p. (Boletim, 11)

_______ . Prêmio grandes educadores brasileiros: monografias premiadas


1984. Brasília, 1985. 174p. (Série grandes educadores, 1)

_______ . Prêmio grandes educadores brasileiros: monografias premiadas


1985. Brasília, 1986. 277p. (Série grandes educadores, 2)
INEP. Prêmio grandes educadores brasileiros: monografias premiadas 1986.
Brasília, 1987. 216p. (Série grandes educadores, 3)

Prêmio grandes educadores brasileiros: monografias premiadas,


1987. Brasília, 1988. 91p. (Série grandes educadores, 4)

. Problemas de educação rural. Rio de Janeiro, 1950. 105p. (Publi-


cação, 47)

Situação geral do ensino primário. Rio de Janeiro, 1941.143p. (Bo-


letim, 13)

Subsídios para a história da educação brasileira; ano de 1942. Rio


de Janeiro, 1942. 117p. (Boletim 18)

Subsídios para a história da educação brasileira. Rio de Janeiro,


1942. 68p. (Boletim, 17)

Subsídios para a história da educação brasileira: ano de 1942. Rio


de Janeiro, 1943. 139p. (Boletim, 26)

___ . Subsídios para a história da educação brasileira: ano de 1943. Rio


de Janeiro, 1947. 23lp. (Boletim, 29)

Subsídios para a história da educação brasileira; ano de 1944. Rio

de Janeiro, 1947. 252p. (Boletim, 30)

___ . Subsídios para a história da educação brasileira; ano de 1945. Rio

de Janeiro, 1947. 257p. (Boletim, 31)

___ . Subsídios para a história da educação brasileira; ano de 1947. Rio

de Janeiro, 1950. 226p. (Publicação, 46)

___ . Subsídios para a história da educação brasileira; ano de 1948. Rio

de Janeiro, 1950. 216p. (Publicação, 65)

___ . Subsídios para a história da educação brasileira; ano de 1949. Rio


de Janeiro, 1950. 164p. (Publicação, 66)

. Subsídios para a história da educação brasileira; ano de 1950. Rio


de Janeiro, 1951. 182p. (Publicação, 70)

INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO BRASILEIRO. Dicionário


histórico, geográfíco e etnográfíco do Brasil; comemorativo do primeiro
centenário da Independência. Rio de Janeiro, Imprensa Nacional, 1922.
2v.
JANNUZI, Gilberto Sampaio de Martino. História da educação do defíciente
mental no Brasil: 1876 a 1935. Campinas, UNICAMP, 1985. 157p. tese
(mestrado)

JOHANN, Jorge Renato. A educação e a Nova República. Educação, Porto


Alegre, 8(9):7-15, 1985.

JORNAL do Comércio. Edição comemorativa do primeiro centenário da In-


dependência do Brasil; 1822-1922. Rio de Janeiro, 1922. 469p.

JUREMA, Aderbai. A formação e o treinamento de professores especialistas


do ensino de 1° grau e a valorização do professor. Revista de Infor-
mação Legislativa, 9(34): 13-22, abr./jun. 1972. Conferência pronuncia-
da no Simpósio sobre Reforma do Ensino, Porto Alegre, maio 1972.

KEHRLE, José. Evolução do ensino profissional no Brasil: uma visão crítica.


Porto Alegre, UFRGS, 1979. 124p. tese (mestrado)

KIDER, Daniel P. Reminiscências de viagens e permanência no Brasil: Rio de


Janeiro e Província de S. Paulo. São Paulo, Martins, 1940. 2v. (História
brasileira, 3)

KRAMER, Sonia. História e política da educação pré-escolar no Brasil; uma


crítica à educação compensatória. Rio de Janeiro, PUC, 1980.166p. tese
(mestrado)

KREUTZ, Lúcio. Os movimentos de educação popular no Brasil de 1961-64.


Rio de Janeiro, FGV, IESAE, 1979. 12lp. tese (mestrado)

LACERDA, José Candido Sampaio de. Esboço histórico sobre a organização


dos cursos jurídicos no Brasil (1827-1937). Rio de Janeiro, Canton e Rei-
le, 1939. 40p.

LACERDA, Nelson Nogueira de. A mais antiga escola normal do Brasil,


1835-1935: esboço de história administrativa e episódica, com 30 gra-
vuras fora dos textos e a partitura do hino à E.N. Niterói. S.l., Oficina
Gráfica do Diário Oficial, 1938. 253p.

LACOMBE, Américo Jacobina. Os primórdios da educação; a família e o en-


sino. In: HISTÓRIA da cultura brasileira. Rio de Janeiro, CFC/
FENAME, 1973. p. 189-200.

LACROIX, Maria de Lourdes Lavande. A educação na Baixada Maranhense,


1822/1889. Rio de Janeiro, FGV, 1982. 169f. tese (mestrado)

LAET, Carlos de. Relatório sobre as atividades do Colégio Pedro II, em 1923.
Rio de Janeiro, Americana, 1924. 114p.
LAGO, Luiz A. Corrêa et alii. Estrutura ocupacional, educação e formação de
mão-de-obra; os países desenvolvidos e o caso brasileiro. Rio de Ja-
neiro, FGV, 1983. 580p. (Estudos especiais, IBRE, 4)
LALLI, Sabatini. Reforma protestante e a educação. Terra e Cultura, Londri-
na, 1(1): 130-2, jan. 1981.
LAMBERT, Jacques. Instrução pública. In: OS DOIS brasis. Rio de Janeiro,
MEC, INEP, CBPE, 1959. p.204-27.
LEÃO, A. Carneiro. Tendências e diretrizes da escola secundária. In: ESTA-
TÍSTICA do ensino, 1940, VÁRIOS, Rio de Janeiro, Serviço Gráfico
de Geografia e Estatística, 1941. v.l. p.103-9.
LEITÃO, C. de. O Brasil visto pelos ingleses. São Paulo, Ed. Nacional, 1937.
247p. (B.P.B., Série 5, Brasiliana, 82)

LEITE, José Jerónimo. Sinopse histórica da Escola Técnica Federal da Paraí-


ba: 1909-1979. João Pessoa, EFP; Brasília, MEC/SEPS, 1979. 64p.
LEITE, Serafim. História da Companhia de Jesus no Brasil, see. XVI. 2.ed.
Lisboa, Est. Portugalia, 1938. 2v.
_______ • Novas cartas jesuítas; de Nóbrega a Vieira. Rio de Janeiro, Ed.
Nacional, 1940. (Brasiliana, 194)
LEMME, Paschoal. O Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova e suas reper-
cussões na realidade educacional brasileira. Revista Brasileira de Estudos
Pedagógicos, Brasília, 65(150):255-72, maio/ago. 1984.

_______ . Memórias. São Paulo, Cortez; Brasília, INEP, 1988-1989. 3v.


LIMA, Alceu Amoroso. Educação religiosa no Brasil. Revista Nacional do Ma-
gistério, Belo Horizonte, 1(1):4-10, jun. 1958.
LIMA, Hermes. Anísio Teixeira: estadista da educação. Rio de Janeiro, Civili-
zação Brasileira, 1978. 212p.
LIMA, Lauro de Oliveira. O impasse na educação. Petrópolis, Vozes, 1968.
________ Estórias da educação no Brasil: de Pombal a Passarinho. 3. ed. Rio
de Janeiro, Ed. Brasília, s.d. 363p.

_______ . O império na educação. Petrópolis, Vozes, 1968.

_______ . Tecnologia, educação e democracia. Rio de Janeiro, Civilização


Brasileira, 1965.
LIMA, Maria Daguia M. A educação no Brasil Império. Cadernos de Educação,
João Pessoa (18):33-61, s.d.
LIMA, Nestor. Um século de ensino primário. Natal, Tip. A República, 1927.
208p.

LIMA JÚNIOR, Augusto de. Colégio do Caraça. Diário de S. Paulo, S. Paulo,


12 dez. 1961.

_______ . De ermida de um penitente a famoso santuário. Estado de Minas,


Belo Horizonte, 24 ago. 1958.

LINHARES, Flávio Q. A religião e a educação colonial, estudo histórico e com-


parativo: Brasil-Estados Unidos. Brasília, UnB, 1977. 93f. tese (mestra-
do)

LINS, Ivan. O Positivismo em diversos setores da vida brasileira; o positivismo


no ensino e em períodos estudantis. In: HISTÓRI Ado Positivismo no Bra-
sil. São Paulo, Ed. Nacional, 1964. p.509-18. (Brasiliana, 322)

LODI, Nice Aparecida. O estudo histórico das instituições de ensino. Revista


do Curso de Pedagogia, Rio Preto (5):95-7, 1969.

LOPES, Eliana Marta Santos Teixeira. Alternativas de ação no espaço educacio-


nal. AMAE Educando, Belo Horizonte, 15(149/150):37-40, nov./dez.
1982.

_______ . Colonizador-colonizado: uma relação educativa no movimento da


história. São Paulo,- UC, 1984. 289f. tese (doutorado)

________ Origens da educação pública; a instrução na revolução burguesa do


século XVIII. São Paulo, Loyola, 1981. 127p. (Coleção educação, 3)

_______ . Perspectivas históricas da educação. São Paulo, Ática, 1986. 80p.

______ _. A publicação da instrução no contexto histórico do século XVIII; um


estudo de caso da relação educação-sociedade. Belo Horizonte, UFMG,
1980. tese (mestrado)

LOPES, Juares Rubens Brandão. Estrutura social e educação no Brasil. Edu-


cação e Ciências Sociais, Rio de Janeiro, 4(10):53-77, abr. 1959.

LORENZ, Karl Michael & VECHI A, Ariele. Comparação diacrônica dos estudos
de ciências e humanidades no currículo secundário brasileiro. Ciência e
Cultura, São Paulo, 36(l):32-5, jan. 1984.

LOURENÇO FILHO, Manuel Bergstrom. Educação para o desenvolvimento.


Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 35(81):35-66,
jan./mar. 1961.
LOURENÇO FILHO, Manuel Bergstrom. A educação, problema nacional.
Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, 65(150):369-85,
maio/ago. 1984.

. À margem dos "pareceres" de Rui sobre o ensino. Revista Brasi


leira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 2(5):183-205, nov. 1944.

_______ . Os pareceres de Rui sobre o ensino e suas fontes. Revista Brasileira


de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 42(96):277-311, out./dez. 1964.

_______ . A pedagogia de Rui Barbosa. 2.ed. São Paulo, Melhoramentos,


1956. 130p.

_______ Problemas da educação secundária. Rio de Janeiro, CADES, 1954.


24p.

----------- . Tendências da educação brasileira. São Paulo, Melhoramentos,


162p. (Biblioteca de educação, 29)

LOURO, Guacira Lopes. História, educação e sociedade no Rio Grande do Sul.


Porto Alegre, Educação e Realidade, 1986. 48p.

LUIZETTO, Flávio. Cultura e educação libertária no Brasil no início do século


XX. Educação & Sociedade, São Paulo, 4(12):61-79, set. 1982.

LUZIRIAGA Lorenzo. História da educação e da pedagogia. 6.ed. São Paulo,


Ed. Nacional, 1972. 292p. (Atualidades pedagógicas, 59)

MACIEL, Carlos Frederico. Expansão e interiorização do ensino superior. Tópi-


cos educacionais, Recife ( 1): 11-28, jul. 1979.

_______ A universidade e outros temas. Recife, FUNDAJ; Brasília, INEP,


1986.

MACIEL, Maria de Lourdes Cavalcante & MOTA E ALBUQUERQUE, Yvonne


de. História e filosofia da educação. Tópicos educacionais, Recife (1):29-
47, jul. 1979.

MADEIRA Vicente de Paulo Carvalho. Algumas tendências atuais da evolução


do ensino superior no Brasil; aspectos quantitativos. In: A UNIVERSIDA-
DE brasileira nos anos 80. Fortaleza, UFCE, 1981. p.20-31,

MADUREIRA J.M., S.J. Ensino. In: OS FRANCISCANOS e a formação do


Brasil. Recife, UFPE, 1969. p. 199-212.

________. A liberdade dos índios; a Companhia de Jesus, sua pedagogia e


seus resultados. Rio de Janeiro, Imprensa Nacional, 1929. 667p.
MAGALHÃES, Fernando. O Centenário da Faculdade de Medicina do Rio de
Janeiro, 1832-1932. Rio de Janeiro, Tip. A.P. Berthal, 1932. 431p.

MAIS uma vez convocados (manifesto ao povo e ao governo). Revista Brasi-


leira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 31(74):3-24, abr./jun.
1959.
MANIFESTO sôbre as bases da educação. O Estado de S. Paulo, S. Paulo, 26
jul. 1959.
MANNONI, M. A educação impossível. Rio de Janeiro, Francisco Alves, 1977.

MANOEL, Ivan Aparecido. As reformas conservadoras da "nova pedagogia


católica". São Carlos, UFSCar, 1982. 204p. tese (mestrado)

MARINHO, Inezil Penna. Educação na evolução constitucional do Brasil. Re-


vista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 20(51): 173-87,
jul./set 1953.
História da educação física no Brasil: exposição, bibliografia, legis
lação. São Paulo, CIA Brasil, s.d. 140p.
________ . História da educação física no Brasil I; período colonial. Revista
Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 3(9):371-6, mar.
1945.
. História da educação fisica no Brasil II; o Império. Revista Brasi
leira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 4(10):55-64, abr. 1947.

________História da educação fisica no Brasil III; República (1o fase). Revista


Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 4(ll):251-60, maio
1945.
-------------História da educação física no Brasil III; Brasil. República (2! fase).
Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, 4(12):391-7, jun. 1945.

MARQUES JÚNIOR, Rivadávia. Política educacional republicana; o ciclo da


desoficialização do ensino. Araraquara, FFCLA, 1967.

MARTINS, Ana Maria. Estudar processamento; a nova e perigosa febre. O


Globo, Rio de Janeiro, 20 out. 1985. p.7.

MARTINS, Maria Antonieta Meneghini. Estudo da evolução do ensino se-


cundário no Brasil e no estado do Paraná com ênfase na disciplina de ma-
temática. Curitiba, UFPR, 1984. 276f. tese (mestrado)

MATOS, Ach. Um século de ensino. Vitória, Of. da "vida Capixaba", 1927.


126p.
MATOS, José Veríssimo Dias de. A educação nacional. Belém, Liv. Universal
1890. 182p.

MATTOS, Luis Alves de. Primórdios da educação no Brasil: o período heróico


(1549-1570). Rio de Janeiro, Aurora, 1958. 306p.

MATTOS, Pedro Lincoln Carneiro Leão de. Quadro histórico da política de


supervisão e controle do governo sobre as universidades federais au-
tárquicas. Fórum Educacional, Rio de Janeiro, 6(3):3-92, jul./set. 1982.

MAZZOTTI, Tarso Bonilha. Educação como tecnologia: ensaio sobre as trans-


formações do trabalho docente. São Carlos, UFSCar, 1979. Iv.

MEIRELES, Mário Martins. O ensino superior no Maranhão: esboço históri-


co. São Luis, UFMA, 1981. 41p.

MELO, Alberto. A educação popular numa estratégia de educação permanente.


Cadernos CEDES, Campinas, l(l):41-60, 1980.

MENDONÇA Erasto Fortes. Ideologia e educação católica: o discurso liberta-


dor da igreja latino-americana e a praxis das escolas católicas brasileiras.
Brasília, UnB, 1986. 175f. tese (mestrado)

MENDONÇA, Maria Christina Araújo de. A Escola Nova em Pernambuco.


Recife, UFPe, 1987. 195p. tese (mestrado)

MENESES, José Augusto Bezerra de. Peia educação nacional. Rio de Janeiro,
Tip. do "Jornal do Comércio", 1918. 214p.

MESA-REDONDA sobre o Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova e o de-


senvolvimento da educação brasileira. Revista Brasileira de Estudos Pe-
dagógicos, Brasília, 65(150):426-56, maio/ago. 1984.

MIRANDA, Maria do Carmo Tavares de. Educação no Brasil; esboço de estudo


histórico. Recife, Imprensa Universitária, 1966. 94p.

MOACYR, Primitivo. A instrução e a República. Rio de Janeiro, INEP,


1942. 7v.

________. A instrução e a República. Rio de Janeiro, Ed. Nacional, 1941. 7v.


________ A instrução e as províncias. São Paulo, Ed. Nacional, 1939. 3v.

_______ . A instrução e o Império. São Paulo, Ed. Nacional, 1936. 3v.

_______ . A instrução e o Império: subsídios para a história da educação no


Brasil, 1823-1853. São Paulo, Ed. Nacional, 1936. v.l.
MOACYR, Primitivo. A instrução e o Império: subsídios para a história da
educação no Brasil, 1854-1888. São Paulo, Ed. Nacional, 1937. v.2.

A instrução pública no estado de São Paulo: primeira década repu


blicana. São Paulo, Ed. Nacional, 1942. 2v.

MOBRAL. Sua origem e evolução. Rio de Janeiro, 1973. 64p.

MOCHCOVITCH, Luna Galano. Educação, estado e cidadania: uma reflexão


sobre a realidade atual do sistema educacional brasileiro. Rio de Janeiro,
FGV, IESAE, 1985. 246f. tese (mestrado)

MODELO desastroso. Jornal dos Sports, Rio de Janeiro, 23 dez. 1984. p.17.

MONROE, Paul. História da educação. 10. ed. São Paulo, Ed. Nacional, 1972.
387 p. il. (Atualidades pedagógicas, 34)

MONTEIRO, José Lemos. Aspectos da realidade educacional brasileira. Aspec-


tos, Fortaleza (16):93-112. 1980.

MONTENEGRO, Olívio. Memórias do Ginásio Pernambucano. Recife, Im-


prensa Oficial, 1943. 313p.

MORAES, Vanderlei Ramos de. A era de Vargas: uma década de educação


(1930/1940); contribuição para o estudo da história da educação no Brasil.
Rio de Janeiro, UFRJ, 1978. 136p. tese (mestrado)
MORAES, Vera Regina Pires. Educação não-formal; um estudo peia análise de
projetos desenvolvidos em diferentes grupos. Educação e Realidade, Porto
Alegre, 4(l):135-48, jan./jun. 1979.

MOREIRA, J. Roberto. Educação e desenvolvimento no Brasil. Rio de Janeiro,


Centro Latino-Americano de Pesquisas em Ciências Sociais, 1960. 298p.
_______ A educação em Sta. Catarina. Rio de Janeiro, INEP, 1954. 103 p.
(Publicação, 2)
------------ A escola elementar e a formação de professores no Rio Grande do
Sul. Rio de Janeiro, INEP, 1954. 317 p. (Publicação, 5)
_______ • Sociologia política da Lei de Diretrizes e Bases. Revista Brasileira
de Estudos Políticos, Belo Horizonte (9):177-212, jul. I960.
MOREIRA DE AZEVEDO. Instrução pública nos tempos coloniais do Brasil.
Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, n.
55, p. 141-58.
MORO, Selina Maria dal & BENINCÁ, Elfi. O financiamento e a educação bási-
ca. Revista de Educação AEC, Brasília, 17(70):39-61, out./dez. 1988.
MUNIZ, Palma. A instrução pública do Pará. In: DICIONÁRIO histórico
geográfico e etnográfico do Brasil. Rio de Janeiro, Imprensa Nacional,
1922. v.l, p.138-47.

MURANAKA, Maria Aparecida Segatto. Os especialistas em educação: contri-


buição à história da formação do pedagogo no Brasil. São Paulo, PUC,
1985. 210p. tese (mestrado)

MYER, Roberto O. O estudante pernambucano nos séculos 18 e 19; estudos para


uma tese sobre o estudante na vida política e social do Brasil. Revista Bra-
sileira de Estudos Políticos, Belo Horizonte (19):257-73, jul. 1965.

NAGLE, Jorge. Educação e sociedade na Primeira República. São Paulo,


EPU/EDUSP, 1974.
_______ . Educação e sociedade no Brasil 1920-1929. Araraquara, s.ed.,
1966. 2v.

___ . Introdução da Escola Nova no Brasil. Boletim da Cadeira de Teoria


Geral de Educação, Araraquara, 1(2):81-108, 1964.

., org. Educação brasileira; questões da atualidade. São Paulo, Edart,


1975. 90p.

NASCIMENTO, Terezinha A. Quaiotti R. do. A administração do ensino públi-


co paulista na Primeira República. Campinas, UNICAMP, 1980. 368p.
tese (mestrado)

NEOTTI, Ana. Perspectiva da educação permanente. Rio de Janeiro, FGV/


IESAE, 1978. 63p. tese (mestrado)

NISKIER, Arnaldo. O Alicerce mais importante. Jornal dos Sports, Rio de Janei-
ro, lOjun. 1984. p.18.

NOGUER, Hector. Professor chileno analisa o papel da TVE. Jornal dos


Sports, Rio de Janeiro, 10 jun. 1985. p.16.

NUNES, Maria Thetis. Ensino secundário e sociedade brasileira. Rio de Janeiro,


ISEB, 1962.

.. História da educação em Sergipe. Aracaju, SEC/UFS, 1984. 320p.


(Coleção educação e comunicação, 13)

NUNES, Marisa Fernandes & BARRA, Vilma Marcassa. Os primórdios da edu-


cação no Paraná: dos jesuítas ao início do ensino público (1600 a 1853).
Curitiba, UFPR, 1980.51p.
NUNES, Ruy Afonso da Costa. História da educação no século XVII. São Paulo,
EPU, 1981. 177p.

-------------Noções sobre a história da escola média. In: BREJON, Moysés, org.


Estrutura e funcionamento do ensino de 1° e 2° graus. São Paulo, Pioneira,
1973. p.21-35.

OLIVEIRA, Ancelmo de. Estágio atual da universidade brasileira em face do


processo de reforma. Brasília, UnB, 1979. 44p.

OLIVEIRA, Antônio de Almeida. O ensino público. São Luis, M.F.U. Pires,


1874. 472p.

OLIVEIRA, Betty Antunes de. As reformas pombalinas e a educação no Brasil.


São Carlos, UFSCar, 1973. 168p.

OLIVEIRA, José Carlos de Araújo e. Dos pictogramas à videologia. Tecnologia


Educacional, Rio de Janeiro, 10(43):19-26, nov./dez. 1981.

OLIVEIRA, Paulo de. História e influência da tecnologia educacional. Tecnolo-


gia Educacional, Rio de Janeiro, ll(45):29-35, mar./abr. 1982.

OLIVEIRA, Raimundo Sobreira Goes de. A crise do ensino. Brasília, Horizonte,


1980. 131p.

0'NEIL, Carlos. Documentos de uma geração: cartas de Anísio Teixeira a Fer-


nando de Azevedo. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, São Paulo
(13):125-55, 1972.

PAIM, Antonio. Balanço da pós-graduação em filosofia; 1969/1982. Convivium,


São Paulo, 22(28):278-80, jul./ago. 1983.

PAIVA, José Maria de. Colonização e catequese, 1549-1600. São Paulo, Cor-
tez, Autores Associados, 1982. 108p.

PAIVA, Vanilda Pereira. Educação popular e educação de adultos; contribuição


à história da educação brasileira. São Paulo, Loyola, 1973. 368p.

Extensão universitária no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Pe


dagógicos, Brasília, 67(155):135-51,jan./abr. 1986.

________Paulo Freire e o nacionalismo-desenvolvimentísta. Rio de Janeiro,


Civilização Brasileira, UFC, 1980. 208p.

________O sentido histórico do Manifesto dos Pioneiros. Revista Brasileira


de Estudos Pedagógicos, Brasília, 65(150):459-60, maio/ago. 1984.
PARAHYM, Orlando. Cronologia da educação no Brasil (1549-1951). Revista
do Departamento Cultural, 3(7):25-61, maio 1973.

PARIS, Mary Lou. A educação no Império: o jornal A Província de São Paulo


1876-1889. São Paulo, USP, 1980. 108f. tese (mestrado)

PARVAUX, Solange. Na França os alunos do curso secundário estudam portu-


guês. O Globo, Rio de Janeiro, 10 set. 1985. p.2.

PASTORE, José. As funções da educação numa sociedade em mudança. Socio-


logia, São Paulo, 26(1):21-31, mar. 1964.

_______ & BIANCHI, Ana Maria F. Universidade e democratização do


ensino. O Estado de S. Paulo, 18 jun. 1972. p.38.

PEETERS, Francisca & COOMAN, Maria Augusta. Pequena história da edu-


cação. 8.ed. São Paulo, Melhoramentos, 1968. 154p.

PEIXOTO, Afrânio. Brasil. In: NOÇÕESde história da educação. 3. ed. SãoPau-


lo, Ed. Nacional, 1942. p.273-326. (Atualidades pedagógicas, sér. 3,
B.P.B., 5)

________ O ensino público no Brasil: decepções e esperanças. In: LIVRO de


ouro do centenário da independência do Brasil. Ed. do Anuário do Brasil,
1923. p.115-20.

PEIXOTO, Anamaria Casasanta. Educação no Brasil: anos vinte. São Paulo, Lo-
yola, 1983. 180p.

________ A reforma educacional Francisco Campos - Minas Gerais, governo


Presidente Antônio Carlos. Belo Horizonte, UFMG, 1981. 2v. tese(mes-
trado)

PEIXOTO, José Pereira. Movimento de Educação de Base (MEB): alguns dados


históricos. Proposta, Rio de Janeiro, 1(3):40-51, dez. 1976.

PEREIRA, Otaviano. Educação e palavra - avaliação semanal do ensino brasilei-


ro pós-64, sob a ótica do diálogo educacional libertador em Paulo Freire.
Reflexão, Campinas, 6(21): 107-24, set./dez. 1981.

PENTEADO, José de Arruda. O ensino secuníláriono Brasil^Atualidades Pe-


dagógicas, São Paulo, 5(29):28-9, 1954.

PERES, José Augusto de Souza. 1500-1945: um sumário de história da edu-


cação no Brasil. 2.ed. João Pessoa, UFPb, 1977. 41 p.

PERES, Tirza Regazzini. Educação republicana: tentativas de reconstrução do


ensino secundário brasileiro, 1890-1920. Araraquara, Faculdade de Filoso-
fia Ciências e Letras de Araraquara, 1973. tese (doutorado)

PERRACINI, Aldo. A escola renovada; 10 anos de realizações na renovação do


ensino. São Paulo, Tabajara, 1972. 176p.

PILETTI, Nelson. A Reforma Fernando de Azevedo: Distrito Federal; 1927-


1930. São Paulo, USP, 1979. 400p. tese (mestrado)

PILOTO, Erasmo. A educação no Paraná: síntese sobre o ensino público ele-


mentar e médio. Rio de Janeiro, INEP, 1954. 128p. (Publicação 3)

PINTO, Alvaro Vieira. O significado da educação para o desenvolvimento. In:


CONSCIÊNCIA e realidade nacional. Rio de Janeiro, Instituto Superior
de Estudos Brasileiros, 1960. p. 177-223.

OS PIONEIROS da educação brasileira: atualidade de Lourenço Filho. Rio de


Janeiro, FGV, 1983. 140f.
PIRASSUNUNGA, Adailton Sampaio. O ensino militar no Brasil: periodo colo-
nial. Rio de Janeiro, Bibl. do Exército Ed., 1958. 117p.

PIRES, Maria José Neves. Estudos da educação brasileira na conjuntura 1930-


45. Rio de Janeiro, UFRJ, 1982. 191p. tese (mestrado)

PIRES DE ALMEIDA, José Ricardo. L'instruction publique en Brésil: histo-


rie — législation. Rio de Janeiro, G. Leuzinger, 1889.

A POLÍTICA cultural do Brasil. Correio IBECC, Rio de Janeiro (50):6-17,


out./dez. 1970.

PORTO, Adonia Prado Marques. Educação para a politica do Estado Novo


(1937-1945); um estudo do conceito e dos objetivos educacionais na revista
"Cultura Política". Rio de Janeiro, FGV, 1982. tese (mestrado)

POVO exige ensino particular livre. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 29 abr.
1984. p.4.
PRADO, Lourenço de Almeida. Quatorze séculos na educação. Educação,
l(2):88-93, jul./set 1981.

O PROBLEMA da liberdade do ensino e do Estado; educador na educação repu-


blicana até 1914. São Paulo, USP, s.d.

PROJETO da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Revista Brasileira


de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 31(74): 165-94, abr./jun. 1959.

QUADRO real. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 26 ago. 1985. p.10. Editorial.
QUEIROZ, Maria Isaura Pereira de. A universidade em face das expectativas so-
ciais. Ciência e Cultura, São Paulo, 34(5):610-6, maio 1981.

RAMIRES. Os primórdios da instrução pública no RGS. Veritas, Porto Alegre,


14(54): 107-27, jun. 1969.

RAPOSO, Maria da Conceição Brenha. Movimento de Educação de Base-MEB;


discurso e prática (1961-1967). Rio de Janeiro, FGV, IESAE, 1982. 205p.
tese (mestrado)

A RECONSTRUÇÃO educacional no Brasil, ao Povo e ao Governo; Manifesto


dos Pioneiros da "Educação Nova". São Paulo, Ed. Nacional, 1932.
120p.

REGO, George Brawne. A qualidade do ensino na educação superior brasileira.


Estudos Universitários, Recife, 18(3-4):59-71, jul./dez. 1985.

REGO, Oziel Bordeaux. Estatística da instrução. S.l., Dir. Geral de Estatís-


tica, 1916. 396p.

REIS FILHO, Casemiro dos. A educação e a ilusão liberal. São Paulo, Cortez,
Autores Associados, 1981. 214p.

REVISTA DO PROFESSOR São Paulo, n.76, ago. 1965.

RHODEN, João Claudio. A escola particular no Brasil de 1935 a 1980: suas pos-
sibilidades e limites de atuação hoje frente à necessidade da democrati-
zação do ensino. Porto Alegre, UFRGS, 1985. 198p. tese (mestrado)

RIBEIRO, Izabel. A educação elitista e elitizante no Brasil, período colonial e


imperial. Goiânia, UFG, 1977. 154p. tese (mestrado)

RIBEIRO, Maria Luisa Santos. História da educação brasileira: organização es-


colar. 5.ed. São Paulo, Moraes, 1984. 166p.

_______ . A história da educação na formação do educador. Didata, São


Paulo (9):13-8, 1978.

________ Introdução à história da educação brasileira. São Paulo, Cortez &


Moraes, 1978. 143p.

RIZZINI, Carlos. O livro, o jornal e a tipografia: 1500-1822. Rio de Janeiro, Kos-


mos, 1945. 464p.

ROCHA POMBO, José Francisco da. Meios de instrução e primeiros sinais de


cultura original. In: HISTÓRIA do Brasil. Rio de Janeiro, s.d., v.5, p.338-
858.
RODRIGUES, José Albertino R. Reforma educacional e desenvolvimento so-
cial contemporâneo. Ciência & Cultura, São Paulo, 33(11): 1430-41, nov.
1981.

RODRIGUES, Milton da Silva. O Brasil. In: EDUCAÇÃO comparada. São Pau-


lo, Ed. Nacional, 1938. p.233-90. (Atualidades pedagógicas, série 3, B.
P. B., 31)

RODRIGUES, Neidson. Estado e educação no Brasil. Educação & Sociedade,


São Paulo, 4(10):41-53, set. 1981.

ROMANELLI, Otaíza de Oliveira. História da educação no Brasil. Petrópolis,


Vozes, 1978.

________ História da educação no Brasil (1930/1973). 6.ed. Petrópolis, Vozes,


1984. 267p.

RONCA Paulo Afonso Caruso. O estudo dirigido; uma técnica de ensino-


aprendizagem. São Paulo, PUC, 1980. 214p. tese (mestrado)

ROSA, Henrique, S.J. Os jesuítas; de sua origem aos nossos dias. Rio de Ja-
neiro, Vozes, 1954. 477p.

ROSA Maria da Glória de. A história da educação através dos textos. 8. ed. São
Paulo, Cultrix, 1982. 315p.

ROSSATO, Ermelio. Condicionamentos da educação brasileira no período de


1930 a 1973. Santa Maria, UFSM, 1985. 254p. tese (mestrado)

ROVAI, Alberto. A educação nas constituições do Brasil. SESI Escolar,


6(34).T0-5, out./dez. 1971.

RUI BARBOSA e as reformas de ensino. Revista Brasileira de Estudos Pedagó-


gicos, Rio de Janeiro, 19(69):86-7, jan./mar. 1958.

SA, Nicanor Palhares. Política educacional e populismo no Brasil. Brasília, UnB,


1977. 186f. tese (mestrado)

SABOYA Maria José. Educação para o deficiente. Revista IBM, Rio de Janeiro,
2(8):2-9,jun. 1981.

SAMPAIO, Silvia Saviano. Lourenço Filho e a reforma da instrução pública no


Ceará, São Paulo, PUC, 1983. 230p. tese (mestrado)

SALVADOR, Angelo Domingos. Evolução histórica da educação brasileira.


Rio de Janeiro, PUC, 1966. 40p. mimeo.
SANDER, Benno. Administração da educação no Brasil: evolução do conheci-
mento. Fortaleza, UFC; Brasília, ANPAE, 1982. 63p.

Educação brasileira; valores formais e valores reais. São Paulo, Pio


neira, 1977.
SANFELICE, José Luis. Movimento estudantil: a UNE na resistência ao gol-
pe de 64. São Paulo, Cortez, 1986. 240p.

SANTOS, Teobaldo Miranda. A educação comparada. In:______________ .


Noções de história da educação. 5.ed. São Paulo, Ed. Nacional, 1954.
p.485-515. (Curso de psicologia e pedagogia, 2)

SARUP, Madan. Marxismo e educação; abordagem fenomenológica e mar-


xista da educação. Rio de Janeiro, Zahar, 1980.

SAVIANI, Dermeval. Educação brasileira: estrutura e sistema. SãoPaulo, Sarai-


va, 1973. 146p.

A filosofia da educação no Brasil e sua Veiculação peia RBEP. Revis


ta Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasilia, 65(150):273-90, maio/ago.
1984.
SCHROEDER, Edni Oscar. Análise da proposta educacional das escolas meto-
distas. Rio de Janeiro, FGV, IESAE, 1982. 162p. tese (mestrado)

SCHWARTZMANN, Simon. Profissionais brasileiros treinados no exterior,


1960-1970. Rio de Janeiro, Escola Brasileira de Administração Pública,
1971. 1 lOf. mimeo. (Projeto retomo, 2).

SIDOU, Paulo Maria Othon. Incursão no passado da Escola Técnica Federal do


Ceará. Fortaleza, ETFC, 1979. lv.

SILVA, Edmundo Pena Barbosa da. Educação ou deseducação: crime social.


Carta Mensal, Rio de Janeiro, 13(150/151):3-18, set./out. 1967.

SILVA, Ezequiel Theodoro da. Os (des) caminhos da escola: traumatismos


educacionais. São Paulo, Cortez & Moraes, 1979. 83p.

SILVA, Geraldo Bastos. A ação federal sobre o ensino secundário e superiorato


1930. Revista do Serviço Público, Rio de Janeiro, 69(3):346-7, 1955.

. Educação e desenvolvimento nacional. Rio de Janeiro, MEC, Insti


tuto Superior de Estudos Pedagógicos, 1957. 51p. (Textos brasileiros
de sociologia, 2)

________ A educação secundária: perspectiva histórica e teoria. São Paulo,


Companhia Ed. Nacional, 1969. 442p.
SILVA, Geraldo Bastos. Introdução ã crítica do ensino secundário. Rio de Ja-
neiro, Ministério da Educação e Cultura, CADES, 1959. 326p.

SILVA, Itan Pereira da. A universidade brasileira no pensamento de Anísio Tei-


xeira. Rio de Janeiro, PUC, 1978. 219p. tese (mestrado)

SILVEIRA, Horácio A. da. O ensino profissionai e doméstico em São Paulo.


São Paulo, Ed. Rev. dos Tribunais, 1935. 254p.

SMITH, Lynn T. Education and the school. In: BRAZIL: people and institu-
tions. Baton Rouge, Louisiana State Univ. Press. 1954. p.545-69.

SOARES, Manoel de Jesus Araújo. A educação preventiva: Fernando de Azeve-


do e o inquérito sobre a instrução pública em São Paulo, 1926. Rio de Janei-
ro, FGV, IESAE, 1978. 122f. tese (mestrado)

________As escolas de aprendizes artífices e suas fontes inspiradoras. Forum


Educacional, Rio de Janeiro, 5(4):69-77, out./dez. 1981.

SOARES, Moacir Bretas. Do academicismo à escola irradiante. Rio de Janeiro,


Brasil Ed. 1974. 287p.

SOUSA Joaquim Moreira de. Estudo sobre o Ceará. Rio de Janeiro, INEP, 1955.
250p.

SOUTHEY, Robert. History of Brazil. 2.ed. London, W. Pople. Printner, 1822.


3v.

SOUZA, A. de M. E. Financiamento da educação e acesso à escola no Brasil. Rio


de Janeiro, IPEA/INPES, 1979.

SOUZA J • P. Coelho de. A nacionalização do ensino. Revista Brasileira de Estu-


dos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 9(25):392-7, nov./dez. 1946.

SOUZA, P.N.P. de. Desafíos educacionais brasileiros. São Paulo, Pioneira,


1979.

SPOSITO, Marilia Pontes. Expansão do ensino, politica populista e movimentos


sociais. São Paulo, USP, 1982. 304p. tese (mestrado)

SUCUPIRA, Newton. Antecedentes e primórdios da pós-graduação. Forum


Educacional, Rio de Janeiro, 4(4):3-18, out./dez. 1980.

_______ Princípios da educação de grau médio na Lei de Diretrizes e Bases.


Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 40(91):45-67
jul./set 1963.
TAJRA, Leda Maria Chaves. O primeiro ciclo da Universidade Federal do Mara-
nhão; uma análise critica. Rio de Janeiro, FGV, 1982.160p. tese (mestra-
do)

TAVARES, Bastos. Instrução pública. In: A PROVÍNCIA: estudo sobre a des-


centralização do Brasil. Rio de Janeiro, Ed. Nacional, 1937.

TAVARES, Luis Henrique Dias. A reforma educacional baiana de 1925. Univer-


sitas (1):119-33, set./dez. 1968.

TEIXEIRA, Anísio S. A administração pública e a educação. Revista Brasileira


de Estudos Políticos, Rio de Janeiro, 2(3): 155-80, jan. 1958.
Confronto entre a educação superior dos Estados Unidos e a do Bra
sil. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 33(78):63-
74, abr./jun. 1960.

A crise educacional brasileira. Rio de Janeiro, MEC, Serviço de Do


cumentação, 1954. (Os Cadernos de Cultura, 68)

_______ . A educação e a crise brasileira. São Paulo, Ed. Nacional, 1956.355p.


(Atualidades pedagógicas, 3, v. 64)

________ Educação e o mundo moderno. São Paulo, Ed. Nacional, 1968.264p.


(Cultura, sociedade e educação, 12)
Educação é um direito... São Paulo, Ed. Nacional, 1968.166p. (Ciên
cia e cultura, 7)

_______ . Educação não é privilégio. 2.ed. São Paulo, Ed. Nacional, 1968.
158p. (Cultura, sociedade e educação, 10)

_______ . Educação no Brasil. São Paulo, Ed. Nacional, 1969.


________ Educação para a democracia. São Paulo, Ed. Nacional, 1953. 263p.
(Atualidades pedagógicas, Série 3, v. 57)

Educação, suas fases e seus problemas. Revista Brasileira de Estu


dos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 56(124):284-6, out./dez. 1971.

A escola brasileira e a estabilidade social. Revista Brasileira de Estu


dos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 28(67):5-27, 1957.

A escola secundária em transformação. Revista Brasileira de Estu


dos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 21(55):3-20, 1954.

Estado atual de educação. Revista Brasileira de Estudos Pedagógi


cos, Rio de Janeiro, 39(89):8-16, jan./mar. 1963.
TEIXEIRA, Anísio S. Padrões brasileiros de educação; escolar e cultural.
Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 22(55):3-22,
jul./set. 1954.

_______ . Panorama educacional. Rio de Janeiro, ESG, 1957.

_______ . Valores proclamados e valores reais nas instituições escolares


brasileiras. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro,
37(86):59-79, abr./jun. 1962.

TELLES, Sarah Silva. Um projeto populista parao ensino: a universidade do tra-


balho. Educação & Sociedade, São Paulo, 1(3):95-108, maio 1979.

TEÓFILO, Roque. Síntese histórica evolutiva do ensino no Brasil. Atualida-


des Pedagógicas, São Paulo, 5(28).T-5, 1954.

TOBIAS, José Antonio, História da educação brasileira. 2. ed. São Paulo, Juris-
credi, 1973. 484p.

TORINO, Malena Talayer. Estrutura de produção e desigualdades educacionais


regionais: Região Norte e São Paulo. Porto Alegre, UFRGS, 1980. 102p.
tese (metrado)

UNIVERSIDADE de São Paulo. O espaço da USP: presente e futuro. São


Paulo, 1985. 256p.

UNIVERSIDADE Federal de Alagoas: documentário histórico. Maceió, UFA,


1982. 775p.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ. Proposta para o plano global de de-


senvolvimento II - 1980/82. Teresina, s.d. 46f.

UNIVERSIDADE Federal do Rio Grande do Sui: 1934-1984, 50 anos. Porto


Alegre, UFRGS, 1980. 50p.

VALADÃO, Haroldo. Da aclamação à maíoridade (1822-1840). 2. ed. Rio de Ja-


neiro, Ed. Nacional, 1939. 527p. (B.P.B., Série 5, Brasiliana, 149)

VARGAS, Getúlio. A nova politica do Brasil. Rio de Janeiro, Ed. Olímpio,


1938. 3v.

VARGAS, Sonia Maria de. A atuação do Departamento de Ensino Supletivo do


MEC

no período 1973-79. Rio de Janeiro, PUC, 1984. 142f. tese (mestra-


do)

VAZ, José Carlos Lima. Ensino público, ensino privado... Educação Brasileira,
Brasília, 3(6):43-57, jan./jun. 1981.
VENANCIO FILHO, Francisco. Contribuição norte-americana à educação no
Brasil. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro,
9(25):229-66, nov./dez. 1946.

________ A evolução da educação no Brasil. Formação, Rio de Janeiro,


3(23):21-53,jun. 1940.

________ Fontes para a história da educação no Brasil. Revista Brasileira de


Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, 5(15):369-74, set. 1945.

VERISSIMO, José. A educação nacional. 2.ed. S.l., s.ed., 1906.

------------ Ainstruçãopúblicaeaimprensa(1500-1900). Memória -In: LIVRO


do centenário. Rio de Janeiro, Imprensa Nacional, 1900. p.5-30.

VIANA, Hélio. A educação no Brasil colonial. Revista Brasileira de Estudos Pe-


dagógicos, Rio de Janeiro, 6(18):372-92, dez. 1945.

-------------Estudos de história colonial. Rio de Janeiro, Ed. Nacional, 1948.


318p. (B.P.B., Série 5, Brasiliana, 261)

VIEIRA, Evaldo. Por uma história da educação que esteja presente no trabalho
educativo. Educação & Sociedade, São Paulo, 4(12):110-2, set. 1982.

VIEIRA, Sofia Lerche. Ensino superior; discurso do projeto da reforma del 968.
Fortaleza, UFC, 1980. 167p. tese (mestrado)

________Tendências na educação brasileira; aspectos qualitativos. In: AUNI-


VERSIDADE brasileira nos anos 80. Fortaleza, UFC, 1981. p.6-19.

VILLA LOBOS, João Eduardo Rodrigues. Diretrizes e Bases da Educação Na-


cional: ensino e liberdade. São Paulo, USP, 1966.

VITA, Ivone de Barros. A profissionalização do orientador educacional no Bra-


sil. Salamanca, Faculdade de Pedagogia, 1982. 215f. tese (mestrado)

VIVEIROS, Jerónimo José de. Apontamentos para a história da instrução


pública e particular do Maranhão. Revista Brasileira de Estudos Peda-
gógicos, Rio de Janeiro, 17(45):29-84, jan./mar. 1952.

VIZENTINI, Paulo Gilberto Fagundes. Do curso geral à Escola Técnica do


Comércio, 1909-1979: a história do ensino técnico comercial de segundo
grau na UFRGS. Porto Alegre, UFRGS, 1979. 139p.

WACHOWICZ, Lílian Anna. A relação professor-Estado; estudo da politica ela-


borada para o magistério no Paraná, de 1853 a 1930. São Paulo, PUC, 1981.
260p. tese (mestrado)
WARDE, Miriam J. O Manifesto de 32 — reconstrução educacional no Bra-
sil. Revista da Andina, São Paulo, 5:7-11, 1982.

WARREN, H., O ensino técnico e profissional - um estudo comparativo da si-


tuação atual das tendências futuras em dez paises. Rio de Janeiro, FGV,
1973.

WEREBE, Maria José Garcia. Grandezas e misérias do ensino no Brasil. 3.ed.


São Paulo, Difusão Européia do Livro, 1968. 271p.

WILLEMS, Emílio. A aculturação dos alemães no Brasil: estudo antropológico


dos imigrantes alemães e seus descendentes no Brasil. Rio de Janeiro, Ed.
Nacional, 1946. 595p. (B.P.B., Série, 5, Brasiliana, 250)

. A assimilação e populações marginais no Brasil: estudo so


ciológico dos imigrantes germânicos e seus descendentes. São Paulo, Ed.
Nacional, 1940. 343p. (B.P.B., Série 5, Brasiliana, 186)

WRITAKER, Dulce CA. Cultura e dependência. Perspectivas, São Paulo, 3:9-


18, 1980.

XAVIER, Maria Elizabete S.P. Poder político e educação de elite. São Paulo,
Cortez, Autores Associados, 1980. 144p.
Livros Grátis
( http://www.livrosgratis.com.br )

Milhares de Livros para Download:

Baixar livros de Administração


Baixar livros de Agronomia
Baixar livros de Arquitetura
Baixar livros de Artes
Baixar livros de Astronomia
Baixar livros de Biologia Geral
Baixar livros de Ciência da Computação
Baixar livros de Ciência da Informação
Baixar livros de Ciência Política
Baixar livros de Ciências da Saúde
Baixar livros de Comunicação
Baixar livros do Conselho Nacional de Educação - CNE
Baixar livros de Defesa civil
Baixar livros de Direito
Baixar livros de Direitos humanos
Baixar livros de Economia
Baixar livros de Economia Doméstica
Baixar livros de Educação
Baixar livros de Educação - Trânsito
Baixar livros de Educação Física
Baixar livros de Engenharia Aeroespacial
Baixar livros de Farmácia
Baixar livros de Filosofia
Baixar livros de Física
Baixar livros de Geociências
Baixar livros de Geografia
Baixar livros de História
Baixar livros de Línguas
Baixar livros de Literatura
Baixar livros de Literatura de Cordel
Baixar livros de Literatura Infantil
Baixar livros de Matemática
Baixar livros de Medicina
Baixar livros de Medicina Veterinária
Baixar livros de Meio Ambiente
Baixar livros de Meteorologia
Baixar Monografias e TCC
Baixar livros Multidisciplinar
Baixar livros de Música
Baixar livros de Psicologia
Baixar livros de Química
Baixar livros de Saúde Coletiva
Baixar livros de Serviço Social
Baixar livros de Sociologia
Baixar livros de Teologia
Baixar livros de Trabalho
Baixar livros de Turismo