You are on page 1of 7

PUC Campinas

Atividades Físicas para Pessoas com deficiência


Professora: TERESA KRAHENBUHL LEITAO

Plano de Aula Futebol de 7

Maurício Carvalho da Silva Marinho 14134563

PUC Campinas 2015


Futebol de sete
Em 1978 surgiu o futebol de 7 para paralisados cerebrais. Foi na cidade de Edimburgo, na Escócia, que aconteceram as primeiras partidas. A primeira
Paralimpíada em que a modalidade esteve presente foi em Nova Iorque, em 1984. Em Barcelona (1992), o Brasil estreou nos Jogos Paralímpicos e ficou em sexto
lugar. Na Paralimpíada de Atlanta (1996), a seleção brasileira ficou em penúltimo lugar na classificação geral. Quatro anos depois, em Sidney, virou o jogo e
conquistou o terceiro lugar geral. Nos Jogos Paralímpicos de Atenas (2004), o Brasil se superou mais uma vez e conquistou a medalha de prata, deixando para trás
potências como a Rússia, Estados Unidos e Argentina.
O futebol de sete é praticado por atletas do sexo masculino, com paralisia cerebral, decorrente de seqüelas de traumatismo crânio-encefálico ou acidentes
vasculares cerebrais. As regras são da FIFA, mas com algumas adaptações feitas pela Associação Internacional de Esporte e Recreação para Paralisados Cerebrais
(CP-ISRA). O campo tem no máximo 75m x 55m, com balizas de 5m x 2m e a marca do pênalti fica a 9,20m do centro da linha de gol. Cada time tem sete
jogadores (incluindo o goleiro) e cinco reservas. A partida dura 60 minutos, divididos em dois tempos de 30, com um intervalo de 15 minutos. Não existe regra
para impedimento e a cobrança lateral pode ser feita com apenas uma das mãos, rolando a bola no chão. Os jogadores pertencem às classes menos afetadas pela
paralisia cerebral e não usam cadeira de rodas. No Brasil, a modalidade é administrada pela Associação Nacional de Desporto para Deficientes (ANDE).

Dados do Comitê Paralímpico .


Plano de Aula FUTEBOL de 7

Aluno : Maurício Carvalho da Silva Marinho


Objetivos específicos:

1) Desenvolver as habilidades motoras do fundamento do futebol de 7;


2) Proporcionar um bom clima social entre os participantes;
3) Desenvolver habilidades táticas

Conteúdos Procedimentos Instrumento de Avaliação

1. Habilidades motoras básicas do passe, chute, drible e noções


1.Oficina prática individualizada. 1. Domínio motor – manipulação e deslocamento: observação
táticas do futebol de 7

2. Domínio afetivo-social – mudanças de valores, interesses e


2. Habilidades sociais de convivência em grupo; 2.Oficina prática em pequenos grupos.
atitudes: questionário e ficha de observação;

3.Domínio cognitivo - recordação ou reprodução: ficha de


3. Habilidades cognitivas sobre regras e entendimento do jogo. 3. Oficina prática coletiva.
observação

Recursos das Oficinas

Espaço físico: Material esportivo: Material didático:


1 campo de futebol y 06 bolas de futebol / 14 coletes / 1 apito 1 pranchetas / 1 ficha de avaliação
Plano de Aula FUTEBOL de 7
Aluno: Maurício de Carvalho da Silva Marinho
Conteúdos Procedimentos Instrumento de Avaliação
Exercício 1 – melhoria da coordenação do deslocamento com o drible 1. Domínio motor: analisar o domínio de
 Condução da bola na mesma velocidade dos companheiros (triângulo recepção/domínio e do passe – parte
equilátero, isóscele, escaleno; quadrado; retângulo) interna do pé: ficha observação;
 Condução da bola em velocidade diferente (triângulo, retângulo e quadrado)
dos companheiros, mas com chegada aos pontos finais ao mesmo tempo.
 Colorir, colocar nº ou letras nos cones para facilitar a compreensão da
movimentação por parte dos deficientes intelectuais.
 Quando ocorrer o entendimento (domínio cognitivo) as marcações devem ser
retiradas.
Exercício 2 – melhoria da condução da bola (drible)
Incentivar os jogadores a manter o controle próximo sem a pressão de um
adversário.
Etapas:
1. Posicionar 7 cones em linha reta;
2. Determine uma entrada, usando cones em um dos lados; 2. Domínio afetivo-social – mudanças de
3. Demonstre primeiro sem a bola, depois com bola; valores, interesses e atitudes:
4. Faça os jogadores darem voltas pelos cones lentamente sem a bola, depois
com a bola; questionário e ficha de observação;
5. Corrija os jogadores que perdem o controle ou dão voltas muito grandes;
6. Incentive os jogadores a usar os dois pés.
Pontos de ênfase:
1. controle próximo do corpo;
2. consciência da posição do corpo quando dá voltas
Exercício 3 – melhoria da precisão dos passes e finalizações
Finalidade do treino:
1. Melhorar a precisão dos passes e chutes
2. Ajudar o jogador a passar e a chutar sob pressão
Etapas:
1. Designar uma área de 10 x 10 metros e posicionar de 5 a10 cones no meio;
2. Formar times de 3 a 4 jogadores
3. Os jogadores posicionados nas laterais tentam derrubar os cones passando 3. 3.Domínio cognitivo - recordação ou
a bola para o outro lado;
reprodução: ficha de observação
4. Veja quanto tempo a equipe vencedora leva para derrubar os cones
correspondentes com sua cor.
5. Pontos de ênfase: chute além dos cones – enfatizar a precisão do passe
e/ou finalização, não a velocidade.
6. Quando usar: sessões de treinamento relativas a habilidade do passe e/ou
da precisão do chute

Plano de Aula FUTEBOL de 7


Aluno: Maurício de Carvalho da Silva Marinho
Conteúdos Procedimentos Instrumento de Avaliação
Exercício 4 – melhoria da parte tática – Ataque e Defesa.

Finalidade do treino:
1. Melhorar a transição de ataque e defesa.
2. Ajudar o jogador a mudar a postura de jogo.
Etapas
1.Designar uma quadra ou campo retangular.
2. Dividir as equipes em 2 ou 3 equipes com a mesma quantidade de
jogadores.
3. Cada time terá a sua cor pré-determinada, e terá suas balizas para
defender e a baliza dos adversários para atacar.
4. Observar o entendimento dos alunos.
5. Acrescentar mais balizas/ou trocar as balizas de lugar aumentando
o grau de dificuldade.
6-Pontos de Ênfase: Defesa de sua baliza – observar que o time deve
se preocupar com o ataque e estar bem posicionado para voltar
rapidamente para defesa.
7.Quando usar : Quando estiver treinando parte tática de ataque e
recomposição rápida da defesa.

Observação : pode ser utilizado no fim uma atividade com todos


os gols livres, podendo qualquer time marcar gol .
Exercício 5 realizar o jogo propriamente dito com 7 jogadores de
cada lado.