You are on page 1of 16

LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89.04.

017_F117_LT_REV02
EQUIPAMENTO: FOLHA:
LUNA GT-40/32 - FROTA 117 1 de 14
TÍTULO:

CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS

Resp. Técnico: Eng° Mec. João Remacha
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA
ART N°: 9642390

EQUIPAMENTO DE GUINDAR
CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS
LUNA GT-40/32 - FROTA 117

LAUDO TÉCNICO EM CONFORMIDADE COM A NORMA REGULAMENTADORA NR12
(SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS)

REVISÃO DESCRIÇÃO

0 EMISSÃO INICIAL
REV. 0 REV. A REV. B REV. C REV. D REV. E REV. F REV. G REV. H
DATA 25/04/18
ELABORAÇÃO Engenharia
APROVAÇÃO J. Remacha
APROVAÇÃO GERAL

16/05/2018
– GESTOR ENGENHARIA– – ENG° RESPONSÁVEL TÉCNICO – – DATA –

017_F117_LT_REV02 02 EQUIPAMENTO: LUNA GT-40/32 . 2.FROTA 117 2 de 16 TÍTULO: CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS 1. LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89.2 Modelo TITAN 26.00m/s .121/0001- 08. localizada na Rua Vilela Tavares.5 Chassi 9BWZR82U74R413567 1. REV.0 t 1.310 (Caminhão)/ GT-40/32 (Guindauto) 1.7 Propriedade do Equipamento Equipamento de propriedade da empresa Darcy Pacheco Soluções de Peso Ltda. CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS De acordo com a Norma Regulamentadora 12. 2. DESCRIÇÃO DO EQUIPAMENTO 1.04.1 Anemômetro que emita alerta visual e sonoro para o operador do equipamento de guindar quando for detectada a incidência de vento com velocidade igual ou superior a 35 km/h.6 Capacidade Técnica 40. Anemômetro digital Marca: Minipa Modelo: MDA-II Faixa de medição: 0. Bairro São João – Porto Alegre/RS. declaramos que o equipamento atende todos os dispositivos de segurança conforme a Norma Regulamentadora 12 e seus Anexos.4 Série 23620401 1.30 m/s ~ 30.3 Ano de Fabricação 2004 1.1 Fabricante VOLKSWAGEN (Caminhão)/ LUNA (Guindaste) 1. Inscrito sob CNPJ 89. 63.396. Anexo XII.

LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89.017_F117_LT_REV02 02 EQUIPAMENTO: LUNA GT-40/32 .FROTA 117 3 de 16 TÍTULO: CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS Figura 1 .Anemômetro digital Figura 2 .04.Anemômetro digital . REV.

46º do ângulo da lança telescópica.5m de raio de operação.FROTA 117 4 de 16 TÍTULO: CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS 2. 22.Dispositivo limitador de momento de carga do guindaste (indicação da tela de 4.017_F117_LT_REV02 02 EQUIPAMENTO: LUNA GT-40/32 . LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89.8t de capacidade máxima de carga nesta configuração de comprimento de lança e raio de operação) . REV. com dispositivos automáticos de interrupção de movimentos (dispositivo limitador de momento de carga) que emitam um alerta visual e sonoro automaticamente e impeçam o movimento de cargas acima da capacidade máxima do guindaste.04. Figura 3 .2 Indicadores do raio e do ângulo de operação da lança.

junto a botoeira de acionamento dos cilindros horizontais e verticais do sistema de patolamento e estabilização do equipamento.04.FROTA 117 5 de 16 TÍTULO: CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS 2. LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89.Nível bolha (à esquerda) acoplado a lateral do equipamento do guindar. .3 Indicadores de níveis longitudinal e transversal. Figura 4 .017_F117_LT_REV02 02 EQUIPAMENTO: LUNA GT-40/32 . REV. .

017_F117_LT_REV02 02 EQUIPAMENTO: LUNA GT-40/32 .4 Limitador de altura de subida do moitão que interrompa a ascensão do mesmo ao atingir a altura previamente ajustada. é aliviada a tensão sobre a corrente fixada em sua extremidade.04. Ao ser interrompido o sinal com este sensor. Figura 5 . é interrompido e o movimento cessa. REV. LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89.Vista lateral do moitão. O mesmo princípio se aplica para o caso de utilizar a ponta abatível em formato de treliça. . e limitador em formato de massa cilíndrica fixado através de corrente entre o moitão e lateral da cabeça da lança sobre o sensor de fim de curso. e ao atingir a massa em formato cilíndrico por onde o cabo de carga passa pelo seu centro. A outra extremidade desta corrente está conectada ao sensor de fim de curso. com as respectivas passadas de cabo de carga. automaticamente o comando hidráulico que estava sendo acionado pelo operador do equipamento de guindar para subida do moitão. evitando assim colisão com a cabeça da lança telescópica. aqui denominada lança jibe. No momento em que o moitão está sendo recolhido (movimento de subida).FROTA 117 6 de 16 TÍTULO: CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS 2.

FROTA 117 7 de 16 TÍTULO: CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS Figura 6 .5 Dispositivo de tração de subida e descida do moitão que impeça a descida da caçamba ou plataforma em queda livre (banguela).Bomba hidráulica acionada pelo operador do equipamento de guindar para controle do enrolamento do cabo de carga sobre o tambor de carga.04. REV.017_F117_LT_REV02 02 EQUIPAMENTO: LUNA GT-40/32 . O motor hidráulico funciona como sistema de freio no acionamento do tambor de carga. LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89. indica a massa utilizada como mecanismo limitador de altura de subida do moitão. . 2.Item 5 no esquema acima. Figura 7 .

LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89.017_F117_LT_REV02 02 EQUIPAMENTO: LUNA GT-40/32 . REV.04.6 Ganchos com identificação e travas de segurança.FROTA 117 8 de 16 TÍTULO: CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS 2.Gancho de carga principal com trava de segurança acionada por mola de retorno . Figura 8 .

REV.Haste de aterramento e cabo condutor fixado por meio de garra tipo jacaré.04.FROTA 117 9 de 16 TÍTULO: CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS 2. LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89.7 Aterramento elétrico. .017_F117_LT_REV02 02 EQUIPAMENTO: LUNA GT-40/32 . Figura 9 .

e) Y154 – Extensão da lança telescópica.04. f) Y183 – Retração da lança telescópica.8 Válvulas hidráulicas em todos os cilindros hidráulicos a fim de evitar movimentos indesejáveis em caso de perda de pressão no sistema hidráulico. . h) Y145 – Velocidade do tambor de carga.017_F117_LT_REV02 02 EQUIPAMENTO: LUNA GT-40/32 . REV.8. LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89. Figura 10 .FROTA 117 10 de 16 TÍTULO: CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS 2. b) Y128 – Baixar lança principal. 2.1 Solenóides de acionamento dos comandos hidráulicos Da esquerda para a direita nas figuras 10. quando utilizado guindastes. 11 e 12: a) Y127 – Levantar lança principal. c) Y127 – Subir gancho/recolher cabo de carga do tambor principal. g) Y147 – Freio do sistema de giro da super estrutura. d) Y129 – Baixar gancho/estender cabo de carga do tambor principal.Conjunto de solenóides de acionamento dos comandos hidráulicos principais.

lado direito do equipamento de guindar.Conjunto de solenóides de acionamento dos comandos hidráulicos principais.017_F117_LT_REV02 02 EQUIPAMENTO: LUNA GT-40/32 . lado esquerdo do equipamento de guindar. l) Y950/Y951 – Extensão e retração dos cilindros hidráulicos horizontais e verticais do sistema de estabilização e patolamento. Figura 12 .04.FROTA 117 11 de 16 TÍTULO: CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS i) Y191 – Subir/bascular cabine do operador. REV. LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89. lado esquerdo e direito do equipamento de guindar. Figura 11 . j) Y186 – Descer/bascular cabine do operador. k) Y960/Y961 – Extensão e retração dos cilindros hidráulicos horizontais e verticais do sistema de estabilização e patolamento. .Conjunto de solenóides e válvulas hidráulicas do sistema de patolamento.

REV. LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89. posicionada no cilindro de ação vertical para nivelamento e estabilização do sistema de patolamento.FROTA 117 12 de 16 TÍTULO: CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS Figura 13 .017_F117_LT_REV02 02 EQUIPAMENTO: LUNA GT-40/32 .04.Válvula hidráulica de retenção de fluxo. .

04. REV.017_F117_LT_REV02 02 EQUIPAMENTO: LUNA GT-40/32 . LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89.Bloco hidráulico com válvulas acionadas por solenóide de controle dos cilindro horizontais e verticais para nivelamento e estabilização do sistema de patolamento .FROTA 117 13 de 16 TÍTULO: CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS Figura 14 .

composta por dois joysticks que fazem o acionamento de todos os comandos hidráulicos para operação do equipamento de guindar. .Vista superior da cabine do operador. REV.017_F117_LT_REV02 02 EQUIPAMENTO: LUNA GT-40/32 . Figura 15 .04.FROTA 117 14 de 16 TÍTULO: CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS 2.8 Controles que devem voltar para a posição neutra quando liberados pelo operador. LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89.

LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89.017_F117_LT_REV02 02 EQUIPAMENTO: LUNA GT-40/32 . localizado à direita do computador (botão vermelho.FROTA 117 15 de 16 TÍTULO: CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS 2. .9 Dispositivo de parada de emergência.Visão do operador em relação ao painel de instrumentos. redondo). REV. Figura 16 .04. Botão de parada de emergência de todos os comandos hidráulicos para operação do equipamento de guindar.

396. igual a trinta metros por minuto (30m/min). no máximo. REV. Apenas cargas em geral utilizadas na construção civil serão consideradas para efeito de içamento com este equipamento. armazenagem e manuseio de materiais. 3. 5.5 Norma Petrobrás N-1965 – Movimentação de Carga: Inspeção.121/0001-08 com registro no CREA 162699. para o equipamento de guindar supra citado. 4. pois o içamento das cargas não serão realizados através de cesto suspenso para elevação de pessoas. Não se aplica este item da NR12. 3.1 Norma Regulamentadora 12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 3.9 Dispositivo limitador de velocidade de deslocamento vertical do cesto suspenso de forma a garantir que se mantenha. PLANO DE MANUTENÇÃO ATUALIZADO.04. RESPONSÁVEL TÉCNICO Engenheiro Mecânico João Alexandre Rodrigues Remacha com registro no CREA-RS n° 168496 e RNP 2208205901.FROTA 117 16 de 16 TÍTULO: CARACTERÍSTICAS TÉCNICO-OPERACIONAIS 2. responsável técnico pela Empresa Darcy Pacheco Soluções de Peso. ANEXOS ART E COMPROVANTE DE PAGAMENTO. HISTORICO DE MANUTENÇÃO ATUALIZADO.3 Norma Regulamentadora 18 – Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção.017_F117_LT_REV02 02 EQUIPAMENTO: LUNA GT-40/32 . LAUDO TÉCNICO Nº: DPS-89. CNPJ 89. movimentação. .2 Norma Regulamentadora 11 – Transporte.4 Norma Regulamentadora 35 – Trabalho em Altura. Anexo XII. 3. 3. 3. Manutenção e Operação de Equipamentos Terrestres.

Related Interests