You are on page 1of 3

A homeostase das células no líquido extracelular

A célula é a unidade básica do organismo. Cada órgão é formado por
um agrupamento de tecidos, que são formados por um agrupamento de
células. Essas vivem no líquido extracelular que é controlado pela
homeostasia.
Cerca de 60% do corpo humano adulto é formado por líquidos, embora
grande parte dessa solução aquosa de íons e outras substâncias se encontrem
dentro da célula, cerca de um terço se encontra fora dela e é denominado
líquido extracelular. Como esse líquido está em constante movimento, ele é
rapidamente misturado ao sangue por difusão. Nesse liquido, estão os íons e
nutrientes necessários para manter a vida celular, ou seja, todas as células
vivem no mesmo ambiente, no liquido extracelular. Por esse motivo, o líquido
extracelular também é denominado meio interno do corpo.
O termo homeostase é usado para definir a habilidade de manter o meio
interno ou líquido intersticial em um equilíbrio quase constante,
independentemente das alterações que ocorram no ambiente externo. Os
responsáveis pelo controle da homeostase são: O sistema nervoso, que
informa se algo de errado está acontecendo no interior do corpo e produz uma
resposta a determinado estímulo. E as glândulas endócrinas, que secretam
mensageiros químicos.
Quando o meio interno não está em equilíbrio, seja por mudanças
externas ou por disfunções internas, ocorre uma perturbação da homeostase, e
caso não seja reestabelecida pode resultar na morte do individuo. Fatores
como a temperatura corpórea, o pH dos líquidos corporais, a pressão arterial e
a frequência cardíaca, devem permanecer em equilíbrio para que haja
homeostase. Ademais, o controle da homeostase é feito normalmente por
feedback negativo, ou seja, processos que revertem a direção de uma
determinada mudança. Portanto, se algum fator se tornar excessivo ou
deficiente, um sistema de controle inicia um feedback negativo que consiste em
inúmeras alterações que reestabelecem o valor médio do fator, mantendo,
assim, a homeostasia.
O feedback positivo ocorre quando o sistema responde de forma a
amplificar a resposta. Possui grande utilidade como na cascata da coagulação,

o inverso também ocorre. . possui uma menor ocorrência no organismo.no parto e na geração de sinais elétricos pelo Sistema Nervoso. Contudo. pode tornar a resposta incontrolável. Entretanto. gerando um ciclo vicioso e resultando na morte do indivíduo.

Tratado de Fisiologia Médica. 12 ª ed.br/orgaos-do-corpo-humano/ GUYTON.com/arquivo/5933031/aula2--homeostasia-e-controle- do-meio-interno https://www. JE.passeidireto. 2011. HALL.com/anatomia/homeostase.com.todabiologia.todamateria.htm https://www. Referência https://www. . AC. Elsevier.