You are on page 1of 4

Objetivos para o teste de avaliação

1- Enumera as principais críticas que os militares em 1926 apontavam à 1º


República.

Os portugueses estavam insatisfeitos com várias coisas:

Instabilidade política: Portugal durante os 16 anos teve 8 presidentes da


república e 45 governos, sendo que alguns governos duravam apenas algumas
semanas.

Desordem social: Apesar das medidas que lançaram demoraram muito tempo a
serem postas em prática – nas fábricas os operários continuavam a viver em
condições miseráveis. Por isso, as manifestações e greves eram constantes e
frequentes. O analfabetismo, apesar de diminuir, não alcançaram os resultados
esperados – muitas crianças continuavam a trabalhar no campo e fábricas. As
medidas religiosas acabaram por não serem bem vistas pelos portugueses que
eram muito devotos e ligados á igreja.

Crise económica: A crise económica que vinha desde a monarquia continuava


e gravou-se devido à instabilidade política, à desordem social e à participação
de Portugal na 1º Guerra Mundial. Neste período, aumentaram os impostos e
os preços, havia falta de produtos essenciais.

2- Diz quando e onde ocorreu a revolta que pôs fim à 1º Republica.

No dia 28 de maio de 1926, o general Gomes da Costa, correspondendo aos


apelos da opinião pública, revoltou-se em Braga, com destino a Lisboa. Pelo
caminho não encontrou resistência, pois a população estava descontente. De forma
simples o general Gomes da Costa saiu vencedor e instaura uma Ditadura Militar

3- Explica o que foi a ditadura militar.

Forma de governo imposta pela força militar ou policial, em que o poder é


exercido por uma só pessoa ou por um grupo, não sendo respeitadas as
liberdades dos cidadãos.
4- Diz como apareceu Salazar no governo.

Em 1928, o Presidente da República, Óscar Carmona, convidou António de


Oliveira Salazar para chefiar a pasta das Finanças.
Era urgente controlar as contas públicas, pois, mesmo depois do golpe
militar de 1926, a situação económico-financeira de Portugal continuava muito
grave. António Oliveira de Salazar aceitou o cargo, mas com algumas
exigências.

5- Que medidas tomou Salaz para equilibrar as contas do estado?

As medidas foram:
 aumentou os impostos, para garantir mais dinheiro ao Estado;
 diminuiu as despesas com saúde, educação e assistência social;
 reduziu os salários dos funcionários públicos;
 incentivou as exportações.
Em pouco tempo, equilibrou as contas públicas e reduziu a dívida portuguesa.

6- Que regime político definiu a constituição de 1933.


Estado novo.

7- Explica o que era:


o Censura prévia: tinha como função examinar todos os jornais,
revistas, filmes, teatros – retirava toda a liberdade de expressão.
o PIDE: Foi criada uma polícia política, que tinha informadores
secretos e perseguia todos aqueles que manifestassem ideias
contra o governo ou fossem considerados opositores do regime
o Mocidade Portuguesa: faziam parte todos os estudantes do
ensino primário e secundário, onde se impunham os valores da
disciplina e obediência ao Estado Novo
o Legião Portuguesa: organização militar para a defesa do regime
e combater a oposição

8- Explica o que era:


o Preso político: todo aquele que fosse contra o regime salazarista
o Oposição: todos que se opõem às medidas tomadas pelo
governo.

9- Identifica duas personalidades da oposição que se candidataram


à presidência da República.
Humberto Delgado e Américo Tomás
10-Explica quem sucedeu nas eleições de Humberto Delgado.
Américo Tomás, candidato apoiante da ditadura de Salazar, foi
declarado vencedor, após umas eleições fraudulentas.

11- Identifica os territórios portugueses em África onde ocorreu a


Guerra Colonial.
Guiné, Angola e Moçambique.

12-Explica por que se deu a Guerra Colonial.


Salazar recusou reconhecer a independência das colonias portuguesas,
provocando hostilidades nas populações de Guiné, Angola e Moçambique e da
União Indiana. Com o objetivo de obterem a independência, estas colonias
revoltaram-se contra Salazar.

13-O que eram os movimentos de libertação?

Movimentos armados das colonias portuguesas, que recorreram à guerra para


lutarem pela sua independência.

14-Diz quais foram as consequências da guerra colonial.


 Morreram milhares de militares portugueses
 Milhares de portugueses ficaram feridos e outros deficientes
 Muitos portugueses ficaram abalados psicologicamente e3 incapazes de
trabalhar

 Gastaram-se elevadas quantias de dinheiro

15- Explica o que foi o MFA e quais as suas intenções.

O MFA (Movimento das Forças Armadas) era constituído por um grupo de


militares, com o objetivo de por fim à ditadura através de um golpe de estado,
planeado secretamente.

16-Quem estava no governo se deu o 25 de Abril?

Marcelo Caetano.

17-O que foi a Junta de Salvação Nacional?


Após o 25 de Abril de 1974, o poder foi entregue à Junta de Salvação Nacional,
que tinha como missão governar o país até à formação de um governo
provisório.

18-Diz as primeiras medidas que a junta tomou.


 a destituição do presidente da República e do governo (o general
António de Spínola foi nomeado novo presidente)
 a dissolução da Assembleia Nacional
 a extinção da DGS (Direção-Geral de Segurança, antiga PIDE)
 a libertação dos presos políticos e a abolição da censura
 o início de negociações para pôr fim à Guerra Colonial

19-Diz o que foi a descolonização.

Transferência do poder do país colonizador para as colónias, tornando-as


independentes.

Reconhecer a independência às colónias.

20-Explica quem eram os retornados.

Retornados é a designação dada aos portugueses que, após a independência


das colónias em África (Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e, em
especial, Angola e Moçambique) regressaram a Portugal.