You are on page 1of 9

Modelos atômicos

Dalton – átomos esféricos, maciços, indivisíveis.

Rutherford- Descoberta do núcleo e seu tamanho relativo.

Thomson – Modelo semelhante a um “pudim de passas” com cargas positivas
e negativas em igual número.

Bohr – Bohr apontou que a física clássica falha ao descrever o movimento e
outras propriedades de partículas muito pequenas. Começando com o fato de
que elementos exibem um espectro de linhas, desenvolveu um modelo atômico
no qual postulou a existência de níveis de energia eletrônica quantizada.
Embora atrativa em muitos aspectos, a teoria de Bohr é inadequada para
explicar satisfatoriamente o espectro de alguns elementos além do hidrogênio.
O conceito de quantização de energia eletrônica de Bohr é ainda considerado
essencialmente correto, embora suas ideias sobre órbitas não o sejam.

Estados da matéria

Sólido- considera-se que a matéria do corpo mantém a forma macroscópica e
as posições relativas das suas partículas, as moléculas se encontram próximas
umas das outras com forte atração entre elas, nestas condições,
possui forma e volume próprio, independentemente do corpo onde se encontra
e ainda o movimento é praticamente nada.

Líquido- o corpo mantém a sua quantidade de matéria e aproximadamente o
seu volume. A forma e posição relativa das suas partículas é variável se
adaptando conforme o corpo.

Gasoso- o corpo mantém apenas a quantidade de matéria, podendo variar
amplamente a forma e o volume, as partículas possuem força de atração nula e
movimentos bruscos (agitação térmica).

Plasma- similar ao gás, no qual certa porção das partículas éionizada. A
premissa básica é que o aquecimento de um gás provoca a dissociação das
suas ligações moleculares, convertendo-o em seus átomos constituintes. Além
disso, esse aquecimento adicional pode levar à ionização (ganho ou perda
de elétrons) dessas moléculas e dos átomos do gás, transformando-o em
plasma contendo partículas carregadas (elétrons e íons positivos).

Condensado de Bose-Einstein é uma fase da matéria formada por bósons a
uma temperatura muito próxima do zero absoluto. Nestas condições, uma
grande fracção deátomos atinge o mais baixo estado quântico, e nestas
condições os efeitos quânticos podem ser observados à escala macroscópica.

A energia radiante também chamada de energia eletromagnética apresenta movimento ondulatório e sua passagem direta no espaço é semelhante em alguns aspectos à passagem de uma onda sobre a superfície água.01325x10e5 Pa) – (1 atm = 760 mmHg) . A unidade é o pascal (Pa). Uma onda de água é caracterizada pela sucessão de cristas alternadas (pontos altos) e calhas (pontos baixos). Barômetro serve para medir a pressão atmosférica. O comprimento da onda é representada por λ (lambda) e corresponde à distância entre cristas sucessivas. Qual é o comprimento de onda (em nanômetros) da luz vermelha que tem uma frequência de 4. O produto da frequência e comprimento de onda é igual à velocidade v da onda. Sua unidade é o metro cúbico (m³).( 1KPa = 1000 Pa) – ( 1 atm=1. Quando a pressão do ar é 1 atm. que equivale a um newton de força por metro quadrado . dm³.mL ou L. ( 1 Pa = 1N m²) . pressão (P) e temperatura (T). é a força sobre a superfície dividida pela área da superfície. Qual é o comprimento de onda da luz emitida quando o elétron de um átomo de hidrogênio passa por uma transição de n=7 para n=2? GASES Gás é uma substância que se expande para preencher completamente um recipiente de maneira uniforme. Três variáveis descrevem o comportamento dos gases:  Volume (V). a altura de uma coluna de mercúrio em um barômetro é 760 mm. VOLUME O volume de um gás ocupa todo recipiente o qual está. PRESSÃO É a força por unidade de área (P=F/A).20 x 1014 Hz? Ex. Ex. cm³. A frequência de uma onda é geralmente representada pela letra grega υ(nu) e corresponde ao número de cristas (ou de calhas) que passam num dado ponto por segundo.

Se a pressão diminui.5 kPa com a redução do seu volume. 4) A pressão de uma amostra de 45. Difusão – passagem de uma substancia através de outra. O gás é expandido pelo aumento de volume do seu recipiente.25 atm. depois que a pressão foi reduzida para 116 kPa. Se a pressão aumenta.9 mL.3) Uma amostra de um gás ideal mantida á temperatura constante. nos líquidos ocorre mais rapidamente. Seu volume é 247 cm³ a uma pressão de 62. Se a pressão do gás é aumentada para 82. tem uma pressão de 765 mmHg e um volume de 10. o volume aumenta.  O ponto triplo da temperatura da água onde a agua coexiste nos três estados ( sólido. á temperatura constante? Ex. o volume ocupado por uma quantidade de gás é diretamente proporcional a sua temperatura absoluta Kelvin. Se o volume final do gás é 38. A escala Kelvin é definida em termos de duas temperaturas fixas:  O ponto zero é chamado de zero absoluto de temperatura. qual será o novo volume ocupado pelo gás ? Ex.15 K.46 dm³ a 142 kPa. É atribuído o valor de 273.5 kPa. Em sólidos a difusão é lenta. LEI DE BOYLE – PRESSÃO X VOLUME O volume ocupado por um gás a uma determinada temperatura varia quando a pressão sobre o gás varia.0 mL qual será a pressão final? LEI DE GAY LUSSAC A pressão constante. Transformação isotérmica.5 mL de um gás ideal é de 2. . Se o gás é comprimido á temperatura constante até seu volume atingir 20.1) Uma certa quantidade de uma gas deal é encerrada em um aparelh que obedece a lei de Boyle. A temperatura é constante.1 mL. a mais baixa temperatura atingida. qual a sua pressão final? Ex. P1xV1=P2xV2 Ex. o volume diminui. Efusão – passagem de um gás através de uma abertura.TEMPERATURA Mede o grau de agitação das moléculas.2) Qual será o novo volume de um gás ideal que ocupou inicialmente 1. líquido e gasoso).

3) Uma amostra de um gás ideal tem um volume de 128 cm3 a -27°C. Uma amostra de um gás ideal ocupa um volume de 68. Se a temperatura aumenta a 50°C. qual será o novo volume do gás? Ex.0 cm³ ? LEI DE CHARLES Volume constante.1) Uma amostra de gás ideal ocupa um volume de 1.65 L de um gás ideal a 25°C e 1. Uma amostra de 148 cm³ de um gás ideal a 148°C e 462 kPa é resfriada e expandida até sua temperatura final alcançar 22°C. aumenta a temperatura e a pressão. em determinadas condições de pressão e temperatura.00 atm. 1 mol ocupa sempre o mesmo volume. o volume aumenta. e sua pressão final. se o volume final passar a ser 214 cm³? Ex. se o volume final for reduzido a 20.4) Uma amostra de um gás ideal ocupa um volume de 23. Transformação isobárica. Qual será o volume final? Ex. Transformação isométrica. V1/T1=V2/T2 Ex. P¹/T¹=P²/T² VOLUME MOLAR Volume ocupado por 1 mol de uma substância.1 mL a 945 kPa e 18°C. á pressão constante. Se a temperatura é diminuída a 48°C. A que temperatura em °C deve ser aquecido. A que temperatura deve o gás ser resfriado.2) Uma amostra de um gás ideal ocupa um volume de 473 dm 3 a 146°C.20 L a 25°C. CÁLCULO COMBINADO P¹xV¹/T¹ = P²xV²/T² Ex. Suponha que 2. 108 kPa. qual é o novo volume do gás se a pressão permaneceu constante? Ex.3 cm³ a 125°C. Qual é o volume final? Ex. á pressão constante.Aumentando a temperatura do gás. Qual será sua temperatura em graus Celsius após ser expandida para 116 mL a 745 kPa? .00 atm sejam simultaneamente aquecidos e comprimidos até que a temperatura final seja de 75°C e a pressão final seja 2.

1 mL a 945 kPa e temperatura de 18°C.686 atm.465 atm e 38°C antes da compressão para 9.76 L. qual é o volume do CO? (c=12. Uma amostra de um gás ideal ocupa um volume inicial de 20. Uma amostra de gás ocupa um volume de 68. Ex. um liquido que foi super-resfriado. Ex. determine o número de mols de CO2 presente. Sólido amorfo não tem forma regular. Dois recipientes com mesmo volume estão abertos e possuem: 2. Uma amostra de gás CO2 a 328 mmHg e 262°C ocupa um volume de 168mL.432 atm. qual será a nova temperatura em °C? CÁLCULO DA LEI DO GÁS IDEAL PV=nRT Ex.28 mol de um gás ideal sob uma pressão de 842 mmHg a 38°C.h=1) Ex. o vidro.5 mol de O2 e 4 mol de CO2. Dois recipientes contem respectivamente: 0. (H=1. Considerando o comportamento do gás ideal para o oxigênio. C=12) Ex. Se a T do O2 é de 47°C qual é a T do CO2 em °C? Ex. Suponha que uma amostra de 5. (O=16g). Ambos gases estão submetidos á mesma pressão e temperatura.5 L a 0. Qual será a T em °C após o gás expandir para 116 mL a 745 kPa? SÓLIDOS Sólido é uma substancia que apresenta suas partículas constituintes dispostas num arranjo interno regularmente ordenado. como por exemplo.00 L.Ex. Sólido que tem estrutura definida: cristais.00 g de gás oxigênio. Suponha que 0. Qual será o volume em L que o gás ocupará? Ex. Qual volume de CH4. calcule a pressão do oxigênio em mmHg. Qual é a temperatura do gás em °C? Ex.176 mol de um gás ideal ocupa 8. Se a nova pressão for 0.5 mol de CH4 e 1. O 2.6 atm. Suponha uma amostra de 1. .5 mol de CO. a 35°C é encerrada em um recipiente com a capacidade de 6. Ex. Qual volume de 19g de gás flúor a 27°C e pressão de 1. de 48g de CH4 a temperatura de 27°C e a pressão de 1.64 atm.64 L á pressão de 0. Assumindo o comportamento do gás ideal. o=16. se o volume do CH4 é de 9L.

Insolúveis em solventes comuns. Atração entre o gás de elétrons e os íons positivos. Maus condutores. Dureza mole e baixa condutividade.composto por moléculas. Tem seu nome em homenagem a Buckminsterfullereno. Quebradiço. pois os íons são partículas. Formas Alotrópicas do carbono Diamante. Cela unitária. Ponto de fusão alto. Ocupado por íons positivos. Força dipolo-dipolo (atrações elétricas entre moléculas polares) e de London (forças de dispersão).composto por ânions e cátions. LIQUIDOS Pode ser formado pela fusão de um sólido ou pela condensação de um gás. Boa à ótima condutividade. (CO2.ligados por forças de dispersão (forças de atração fracas resultante da interação dipolo). Ponto de fusão médio a alto.Reticulo cristalino – um arranjo geometricamente regular de pontos no espaço. de acordo com suas propriedades dependendo da geometria do reticulo cristalino. Forças de Van der Waals entre moléculas são mais fortes que forças de dispersão entre átomos e mais fracas que interações de coulomb. Altos pontos de fusão. Grafito – cada átomo de carbono se une á outros três. H2O) Iônicos.cada átomo de carbono se une a outros quatro (geometria tetraédrica) formando uma rede tridimensional cuja estrutura rígida é irrompível. Formado somente por gases nobres. K2CO3) Covalentes. Os sólidos podem ser classificados em quatro tipos. Possuem baixa temperatura de ponto de fusão. (NaCl. . Fusão – a energia absorvida faz com que as forças de atração entre as moléculas no sólido diminuam.uma fração do reticulo usada para gerar ou construir o reticulo inteiro. forma camadas planas. Ligações covalentes. Buckminsterfullereno – os átomos se dispõem em anéis que por sua curvas (bolas de buck). Temperatura de fusão baixa. (Na+) Moleculares. mas não estão livres para se movimentar. engenheiro criador dos domos geodésicos. Metálicos – composto de átomos metálicos. Mole a duro. Baixa condutividade (carbeto de silício).ligações covalentes. Atômicos. Formação de moléculas gigantes.

Liquido-sólido: moléculas próximas. É a tendência da superfície dos líquidos em se contrair. Pressão de vapor. A equação de Clapeyron serve para:  Conhecer o calor de vaporização de um liquido quando a pressão for conhecida em duas temperaturas diferentes. São necessárias elevadas pressões para reduzir o volume de um liquido a uma quantidade significativa. Tensão superficial é a diferença entre as forças intermoleculares na superfície de um liquido e as moléculas do interior do liquido.é a pressão exercida por um gás em equilíbrio com seu liquido. A velocidade de difusão (passagem de uma substancia através de outra) dos líquidos tendem a ser intermediárias entre aquelas dos sólidos e dos gases.Condensação – a energia é liberada á medida em que as moléculas são mais unidas pelas forças atrativas. Moléculas apresentam diferentes energias cinéticas. Calor de vaporização – quantidade de energia necessária para evaporar um mol de líquido. gás: desordem de moléculas. se transformar em gás. Os líquidos são muito menos compressíveis do que os gases. Ebulição é a temperatura na qual a pressão de vapor do liquido é igual á pressão atmosférica. Vapor. Algumas se movem rápido outras devagar.  Conhecer a pressão de vapor de um liquido numa dada temperatura quando o AHvap e a pressão de vapor em uma outra temperatura forem desconhecidas. Depende de forças atrativas. Quando a pressão de vapor é igual a pressão atmosférica. Evaporação – tendência a evaporar ou vaporizar. (AHvap). . Ponto de ebulição e pressão de vapor são usados para estimar a forças de atração intermoleculares em um liquido. Viscosidade é a resistência ao escoamento. Os líquidos possuem viscosidade intermediaria menores que nos sólidos e maiores que as dos gases. Aumenta com o aumento das forças intermoleculares. o liquido entra em ebulição. Liquido. Depende da temperatura.a molécula se desprende do liquido e passa para o estado gasoso.

) O calor de vaporização molar do benzeno é 31.) O calor de vaporização molar da água a temperaturas próximas de seu ponto de ebulição normal é 40. fornecendo AHvap e a pressão de vapor em alguma outra temperatura.9 mmHg a 20°C.) A pressão atmosférica no topo do monte Everest é algumas vezes mais baixa que 250 mmHg. Qual é o calor de vaporização molar do etanol? .1°C.0°C? .Calcule a pressão de vapor do etanol á 0.) . 1. A pressão de vapor do etanol é 43. qual será o seu valor a 110°C? Ex. Se o seu ponto de ebulição normal é 80. Se a pressão de vapor da água é 526 mmHg a 90°C.7 kJ mol-1.  Conhecer a temperatura na qual o liquido possui um determinado valor para a pressão de vapor.7 kJ mol-1 para o calor de vaporização da água.2 kJ mol-1.Determine o ponto de ebulição normal do etanol. em que temperatura o benzeno irá ebulir. Ex. Qual é o ponto de ebulição da água neste local e nesta pressão? (Utilize o valor de 40. se a pressão for igual a 455 mmHg ? Ex.