You are on page 1of 3

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA

Secretaria de Defesa Agropecuária – SDA
Coordenação Geral de Apoio Laboratorial - CGAL
Manual de Métodos de Análises de Bebidas e Vinagres
Destilados AÇÚCARES TOTAIS Método 08

1. MÉTODO
Titulométrico (Método Eynon Lane).

2. PRINCÍPIO
Os açúcares não redutores sofrem hidrólise prévia em meio ácido, dissociando os dissacarídeos
em seus monossacarídeos, os quais reagem com os íons cúpricos da solução de Fehling,
reduzindo-os a íons cuprosos, sob a ação do calor em meio alcalino. Ao reagir com os íons
cúpricos, os açúcares sofrem oxidação, enquanto o Cu(II) é reduzido a Cu(I), formando-se um
precipitado vermelho de óxido cuproso.

3. MATERIAL
3.1 EQUIPAMENTO
a) Balança analítica.
b) Chapa aquecedora ou bico de Bunsen.
c) Banho-maria com termostato.
d) Cronômetro.

3.2 REAGENTES E SOLUÇÕES
a) Solução A de Fehling. Dissolver 34,639 g de sulfato de cobre pentaidratado
(CuSO4.5H2O) p.a. em água destilada e diluir a 500 mL em balão volumétrico.
b) Solução B de Fehling. Dissolver 173 g de tartarato duplo de sódio e potássio tetraidratado
(C4H4KNaO6.4H2O) p.a. (sal de Rochelle) e 50 g de hidróxido de sódio em água destilada
e diluir a 500 mL em balão volumétrico.
c) Solução padrão de glicose anidra p. a. 0,5% (recém preparada).
d) Solução de acetato neutro de chumbo a 20%.
e) Solução azul de metileno 1%.
f) Carvão ativo.
g) Fosfato monoácido de sódio Na H2PO4 ou oxalato de potássio ou sódio p.a.
h) Ácido clorídrico p.a.
i) Solução de hidróxido de sódio 5 N.

3.3 VIDRARIA E OUTROS MATERIAIS
a) Balão volumétrico de 100 mL.
b) Bureta de 25 mL.
c) Erlenmeyer de 250 mL.
d) Pérolas de vidro para ebulição ou talco neutro.
e) Pipetas volumétricas de 1, 5, 20 e 50 mL.
f) Termômetro (0-100 °C).
g) Funil.
h) Papel de filtro.
i) Pinça.
j) Papel de tornassol.

4. PROCEDIMENTO
Edição: 1 Revisão: 0 Página 1 de 3

deixando o líquido sobrenadante claro). 4. 50 mL de água destilada e 19 mL da solução padrão de glicose e algumas pérolas de vidro. de modo que entre em ebulição dentro de 4 minutos. usando papel de tornassol como indicador. adicionar 1 mL de ácido clorídrico concentrado e levar ao banho-maria. Seja K o volume final de glicose gasto na titulação prévia da amostra. Filtrar novamente. adicionar 20 mL da solução de Soxhlet (10 mL de Felhing A + 10 mL de Felhing B).Ministério da Agricultura. pois poderá adsorver parte dos açúcares).2 TITULAÇÃO DO BRANCO Em erlenmeyer de 250 mL. e completar o volume com água destilada.3. efetuar clarificação pipetando 50 mL da amostra desalcoolizada em um balão de 100 mL . Repetir a operação até que os resultados em duplicata sejam iguais. num erlenmeyer de 250 mL (a solução apresentará sedimentos em poucos minutos. proceder a titulação até o desaparecimento da coloração azul. Iniciada a fervura. adicionar 20 mL da solução de Soxhlet.4 g de fosfato monoácido de sódio (ou 0. neutralizar com hidróxido de sódio 5 N. Iniciada a ebulição. 40 mL de água destilada e 10 mL da amostra preparada (4.2 AMOSTRA Em erlenmeyer de 250 mL. Levar o frasco ao aquecimento. titular com a solução de glicose até o desaparecimento da coloração azul do sulfato de cobre. Se necessário. Completar o volume com água destilada.1 PREPARAÇÃO DA AMOSTRA Pipetar 50 mL da amostra (para amostras com alto teor de açúcares tomar alíquotas menores). continuar a titulação até o desaparecimento da coloração azul. adicionar 20 mL de solução de Soxhlet (10 mL de Felhing A + 10 mL de Felhing B).5 g de carvão ativo (evitar excesso. Adicionar aproximadamente 0.1). Seja b o volume final de glicose gasto na titulação do branco. Levar o frasco ao aquecimento. adicionar 2 mL da solução de acetato neutro de chumbo (volume maior para produtos com alto teor de matérias corantes). adicionar Edição: 1 Revisão: 0 Página 2 de 3 . Esfriar à temperatura ambiente. Adicionar um pouco mais de fosfato (ou oxalato) para assegurar a completa precipitação do acetato de chumbo.CGAL Manual de Métodos de Análises de Bebidas e Vinagres Destilados AÇÚCARES TOTAIS Método 08 4. de modo que entre em ebulição dentro de 4 minutos. Transferir para um balão volumétrico de 100 mL. Pecuária e Abastecimento – MAPA Secretaria de Defesa Agropecuária – SDA Coordenação Geral de Apoio Laboratorial . 4.3 TITULAÇÃO DA AMOSTRA 4. Filtrar o conteúdo do balão volumétrico sobre 0. Levar o frasco ao aquecimento. adicionar 3 gotas de azul metileno. e imediatamente transferir (K-1) ml de glicose. Decorrido um minuto do inicio da fervura. Adicionar 2 gotas de azul de metileno. 40 mL de água destilada e 10 mL da amostra preparada. Agitar bem e deixar em repouso por 10 minutos.3. e completar o volume com água destilada. Transferir 50 mL da amostra assim preparada para um balão volumétrico de 100 mL. desalcoolizar reduzindo para 25 mL. 4.4 g de oxalato de sódio) por mililitro de solução de acetato neutro de chumbo utilizado. Nota: O valor de K será utilizado para nortear o volume final de glicose na titulação da amostra. de modo que a solução mantenha uma temperatura entre 67 e 70 oC por 15 minutos. se necessário. após 1 minuto. de modo que entre em ebulição dentro de 4 minutos.1 PRÉVIA Em erlenmeyer de 250 mL. Iniciada a ebulição.

5. em mL. Notas: a) Tempo de titulação não deverá ultrapassar 2 minutos.Ministério da Agricultura. Seção 1. gastando no final da titulação aproximadamente o mesmo tempo gasto na determinação do branco. 28 nov. b = Volume da solução de glicose gasto na titulação do branco.CGAL Manual de Métodos de Análises de Bebidas e Vinagres Destilados AÇÚCARES TOTAIS Método 08 2 gotas de azul de metileno. pt. 2. CÁLCULOS E EXPRESSÃO DO RESULTADO O teor de açúcares totais em gramas de sacarose por litro da amostra é dado pela fórmula abaixo: At = (b − a ) × 5 × f 1 × f 2 V Onde At = Teor de açúcar total em sacarose (g/L). a = Volume da solução de glicose gasto na titulação da amostra. em mL. REFERENCIA BRASIL. Portaria nº 76 de 26 de novembro de 1986. Pecuária e Abastecimento – MAPA Secretaria de Defesa Agropecuária – SDA Coordenação Geral de Apoio Laboratorial . Edição: 1 Revisão: 0 Página 3 de 3 . Repetir a operação até que os resultados em duplicata sejam iguais.96). marcados a partir da adição da solução indicadora de azul de metileno. 1986. Dispõe sobre os métodos analíticos de bebidas e vinagre. Fator que envolve todas as diluições e as grandezas de massa ou volume usadas na f1 = tomada da amostra. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Seja a o volume final de glicose gasto na titulação da amostra. b) Solução de Soxhlet é a mistura das soluções A e B de Fehling em partes iguais. Brasília. f2 = Fator de conversão para expressão dos resultados em sacarose (0. continuar a titulação até o desaparecimento do azul da solução. Após 1 minuto. em mL. Ministério da Agricultura. V = Volume da amostra preparada usado na titulação.