You are on page 1of 13

Universidade Federal do ABC

Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências


Sociais Aplicadas (CECS)

ESZM034-17 - Design de Dispositivos

Aula 6 – Os diversos tipos de sensores parte V

Profa. Katia Franklin Albertin Torres


e-mail: katia.torres@ufabc.edu.br

https://sites.google.com/site/eszm03417designdedispositivos
Outros sensores – reforçando exemplos

• O Microfone:
• Capta o som e converte o som em sinal elétrico.
• Equipamentos telefônicos.
• Equipamentos de gravação.
• Sensores de distância baseados em ultrasom.
• O som faz vibrar um diafragma, que induz uma corrente elétrica
variável em uma bobina eletromagnética.
• Alguns são capacitivos (capacitores variáveis).

• Tipos de microfones mais complexos:


• Parabólicos (destinados à espionagem)
• Refração de raio laser em uma lâmina de vidro.

• Microfone de eletreto: de preço acessível e de fácil utilização.


Outros sensores – reforçando exemplos

• O Microfone:
• Microfones capacitivos e de eletreto (uma vez eletrizado, mantém
sua carga permanentemente).
• Podem ser operados com tensões baixas, não necessitando altas
voltagens para sua alimentação.
• Possui internamente um transistor de efeito de campo (FET – Field
Effect Transistor): serve para eliminar problemas de impedância e
capacitância que acontecem com os sistemas externos
(amplificadores, gravadores ou microcontroladores).
• A fonte de alimentação será necessária para alimentar o transistor
de efeito de campo.
• Possui pinagem específica.
Outros sensores – reforçando exemplos

• O Microfone:
• A estrutura do microfone de eletreto.

(a) (b)

Figura 1. (a) Estrutura de um microfone de eletreto. (b) Parte inferior do microfone


de eletreto (onde há os contatos).
Outros sensores – reforçando exemplos

• O Microfone:
• O microfone de eletreto deve ser alimentado devido à presença do
transistor internamente.
• A alimentação é geralmente de 5V.
• Entre o terminal positivo do microfone e a alimentação coloca-se um
resistor (para limitar a corrente que alimentará o microfone).
• O terminal positivo é ligado ao receptor do sinal.
• Como o terminal está ligado também à alimentação através do
resistor, é necessário separar o sinal DC (alimentação) do sinal AC
(sinal variável que será gerado pelo microfone).
• Podemos utilizar um capacitor, que bloqueia os sinais contínuos, e
deixa passar os sinais variáveis (Capacitor de desacoplamento).
• O sinal variável reproduz fielmente as vibrações do diafragma
causadas pelas ondas sonoras.
Outros sensores – reforçando exemplos

• O Microfone:
• Ligação do microfone de eletreto:

Figura 2. Esquema básico de ligação de um microfone de eletreto.


Outros sensores – reforçando exemplos

• O Microfone:
• O resultado do sinal do circuito anterior poderá ser destinado a um
amplificador, um transmissor de radiofrequência ou um outro circuito
analógico ou até mesmo um conversor A/D.
• Adequar a tensão de repouso do sinal.
• Amplificar a tensão.
• Tensão de repouso (Nível DC ou Offset).
• Sensor fora de operação (sem a presença de vibração)
• Geração de um sinal variável.
• Como o sinal é variável, a tensão pode variar acima e abaixo da
tensão de repouso.
• Por exemplo, se é desejado utilizar um conversor A/D específico,
pode ser que este somente trabalhe na faixa de 0 a 5 V.
• Como aumentar a tensão de repouso?
Outros sensores – reforçando exemplos

• O Microfone:
• O sinal de saída do sensor.

Figura 3. O sinal de saída do circuito correspondente ao som captado pelo


Microfone.
Outros sensores – reforçando exemplos

• O Microfone:
• Aumento da tensão de repouso

Figura 4. O aumento da tensão de repouso.


Outros sensores – reforçando exemplos

• O Microfone:
• Pode-se pensar por exemplo, em uma tensão de repouso de 40mV.
• A saída do microfone pode ter picos entre 10mv e 20mV.

Figura 5. Circuito para a adequação da tensão de repouso.


Outros sensores – reforçando exemplos
• O Microfone:
• O sinal poderá variar de 20 mV a 60 mV.
• O sinal é fraco, então ele pode ser amplificado.
• .A intensidade do som a ser lido pode ser limitado pela pequena
diferença nas tensões.
• É importante amplificar o sinal de saída.
• Aumenta a amplitude do sinal.

Figura 6. Amplificação de um sinal fraco.


Outros sensores – reforçando exemplos
• O Microfone:
• Como aumentar a amplitude do sinal?

Figura 7. Circuito integrado LM324, sua pinagem e esquema da configuração


de amplificador.
Outros sensores – reforçando exemplos
• O Microfone:
• Exemplo de circuito para amplificação do sinal:
• Explicar sucintamente a função de cada componente do circuito.
• Calcular o ganho do amplificador.
• Desenhar o gráfico do sinal de saída do microfone (antes e após
passar pelo amplificador).
• Para que aplicações podem ser utilizados estes sensores?

Figura 8. Exemplo de circuito para amplificação do sinal.