You are on page 1of 23

Sumário

• 1 Tipos de bases de dados • 3 Estruturas das bases de


(BDs) dados
– 1.1 BDs referências • 3.1 Listas enlaçadas
• 1.1.1 BDs bibliográficos unidirecionais
– 1.1.1.1 Chaves de • 3.2 Arquivos invertidos
recuperação • 3.3 Desenvolvimento de
• 1.1.2 BDs catalográficos estruturas de BDs
• 1.1.3 BDs referenciais • 3.4 Características das BDs
– 1.2 BDs de fontes • 3.5 Dados lógicos e físicos
• 3.6 Estruturas lógicas de BDs
• 2 Produtos das bases de • 3.7 Estrutura de BDs
dados multimídia
– 2.1 Produtos • 3.8 Estruturas de BDs
– 2.1.1 Índice orientadas a objetos
– 2.1.2 Sumário corrente
• 4 Referência
1 Tipos de bases de dados (BDs)
Texto base: ROWLEY, Jennifer. Base de dados. In:
__. A biblioteca eletrônica: segunda edição de
informática para bibliotecas. Brasília: Briquet de
Lemos, 2002. cap. 5.
Texto para a prova
1.1 BDs de referências
• Encaminham os usuários à outra fonte
– BD bibliográficos
– BD catalográficos
– BD referenciais
• Fontes secundárias de informação
1.1.1 BDs bibliográficos
• Apresenta citações ou referências
bibliográficas, e às vezes resumo (síntese) das
fontes, indicando local para acesso ao texto
completo
• Contém uma série de registros bibliográficos
ligados entre si, a partir da
composição dos seus campos e
subcampos
1.1.1.1 Chaves de recuperação
• Estabelecidos a partir dos campos e
subcampos de um registro bibliográfico,
podem ser:
– Primárias
• Autor
• Palavras do título
• Termos de indexação
• Etc.
– Secundárias
• Língua
• Informação de uso interno
• Etc.
1.1.2 BDs catalográficos
• Representam o acervo de determinada
unidade de informação
– Geralmente esses tipos de bases relacionam o
acervo, mas não proporcionam informações
adicionais (resumo p.ex.) sobre os documentos
– São tipo de BD bibliográficos
1.1.3 BDs referenciais
• Referenciam informações ou dados, como
nomes e endereços de empresas e clientes, e
outros tipos de dados típicos, geralmente para
cadastros
1.2 BDs de fontes
• Contêm dados originais, ou seja, se
apresentam como fontes primárias de
informação
– BD numéricos
– BD de texto integral
– BD textuais e numéricos
– BD de multimídia
2 Produtos das bases de dados
2.1 Produtos
• Os produtos são geralmente índices ou
sumários correntes de uma determinada área
do conhecimento
2.1.1 Índice
• Documento secundário, que no contexto de
uma base de dados, se apresenta como uma
lista feita a partir de um determinado campo
que compõem o registro bibliográfico
• p.ex.
– Índice de autores
– Índice de assuntos
– Índice de títulos
– Índice de editoras
– Índice de locais de publicação
2.1.1 Índice
2.1.2 Sumário corrente
• Objetiva publicar os sumários, principalmente
de periódicos de uma determinada área do
conhecimento, em um recorte temporal
específico
3 Estruturas das bases de dados
3.1 Listas enlaçadas unidirecionais
• Forma de localizar um registro específico,
utilizando um dos campos do registro com um
apontador
– p.ex.
• Autor
• Título
• Etc.
3.2 Arquivos invertidos
• Se estabelece basicamente por dois arquivos
– Arquivo texto
• Os registros bibliográficos p.ex.
– Arquivo de índice
• Contém um registro de cada um dos termos indexados
de todos os registros constantes da BD, dispostos em
ordem alfabética
– Cada termo é acompanhado de informações sobre a sua
freqüência de ocorrência na BD, o arquivo onde se localiza e o
parágrafo (campo) onde está inserido
– Ao acrescentar um novo registro, é preciso atualizar o arquivo
de índice
3.3 Desenvolvimento de estruturas de
BDs
• Base de dados
– Coleção de dados
• Sistema de gerenciamento de BDs (SGBD)
– Gera, opera e mantém as BDs através de diversos
programas
• Modelo de dados
– Especifica as regras para a estruturação dos dados
e suas correlações
3.4 Características das BDs
• Ser não-redundante, não ter duplicidade de
informações
• Ser independente de determinado programa
(transferência de dados)
• Ser utilizável por todos os programas
• Incluir todas as inter-relações de dados que
forem necessárias
• Possuir um método comum de recuperação,
inserção e correção de dados
3.5 Dados lógicos e físicos
• Relação proporcionada pelos SGBDs, que
trabalha o dados de forma que, os usuários
não sabem quais são os dados físicos,
propriamente ditos e os dados lógicos,
estabelecidos para proporcionar uma consulta
à BDs p.ex.
3.6 Estruturas lógicas de BDs
• BDs hierárquicas
– Os dados são distribuídos e localizados em um
nível superior em relação à outro conjunto de
itens de dados
• BDs em rede
– Se estabelece por vínculos
• BDs relacionais
– As informação são mantidas em tabelas
3.7 Estrutura de BDs multimídia
• Possuem necessidades diferentes em relação
ao armazenamento dos seus tipos de dados,
geralmente por não serem textuais
– Um caminho para ser uma descrição adequadas
dos conteúdos, seja um vídeo ou imagem
3.8 Estruturas de BDs orientadas a
objetos
• Oferecem recursos para armazenamento de
itens criados por programas orientados a
objetos (coleção complexa de itens de dados)
– Improvável que tenha sucesso no lugar da
tecnologia relacional, por dificultar o
relacionamento dos dados
4 Referência
• ROWLEY, Jennifer. Base de dados. In: __. A
biblioteca eletrônica: segunda edição de
informática para bibliotecas. Brasília: Briquet
de Lemos, 2002. cap. 5.