You are on page 1of 4

AlfaCon Concursos Públicos

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
ÍNDICE
Poderes Administrativos������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������2
Poder Vinculado e Poder Discricionário������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������2
Poder Hierárquico�������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������2
Poder Disciplinar���������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������2
Poder de Polícia������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������2
Poder Regulamentar����������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������3
Abuso De Poder�����������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������3

Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com
fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do AlfaCon Concursos Públicos.
1
AlfaCon Concursos Públicos

Poderes Administrativos
Poder Vinculado e Poder Discricionário
O poder vinculado determina que o administrador somente pode fazer o que a lei determina.
Ele não possui escolha, ou seja, está limitado aos exatos ditames da lei.
O poder discricionário gera a margem de escolha, segundo critérios de conveniência e de opor-
tunidade (mérito administrativo). Neste caso, diz-se que o agente público pode agir com alguma
margem de liberdade de escolha, mas sempre respeitando os parâmetros da lei.
Poder discricionário: utilizado mediante previsão legal ou nos conceitos jurídicos indeter-
minados (exemplo: boa-fé)

Poder Hierárquico
A característica marcante do poder hierárquico é o grau de subordinação entre órgãos e agentes,
sempre dentro da estrutura da mesma pessoa jurídica.
O controle hierárquico permite que o superior aprecie todos os aspectos dos atos de seus subordi-
nados (quanto à legalidade e quanto ao mérito administrativo).
Não existe hierarquia entre:
˃˃ Pessoas jurídicas distintas;
˃˃ Poderes da República;
˃˃ Administração Pública e administrados.
Decorrências do Poder Hierárquico:
˃˃ Dar ordens aos seus subordinados;
˃˃ Fiscalizar os atos dos seus subordinados;
˃˃ Rever os atos praticados pelos seus subordinados (anulação e revogação);
˃˃ Delegar e avocar competências.

Poder Disciplinar
O poder disciplinar é uma espécie de poder-dever de agir da Administração Pública. Dessa
forma, o administrador público atua de forma a punir internamente as infrações cometidas por seus
agentes.
Esse poder também atua no sentido de punir particulares que mantenham um vínculo jurídico
específico com a Administração e que estejam sujeitos à sua disciplina interna (como no caso de
uma concessionária de serviço público, que possui um contrato administrativo com a Administra-
ção Pública).

Poder de Polícia
O Art. 84 do CTN afirma que:
“Considera-se poder de polícia atividade da Administração Pública que, limitando ou discipli-
nando direito, interesse ou liberdade, regula a prática de ato ou abstenção de fato, em razão de inte-
resse público concernente à segurança, à higiene, à ordem, aos costumes, à disciplina da produção
e do mercado, ao exercício de atividades econômicas dependentes de concessão ou autorização do
Poder Público, à tranquilidade pública ou ao respeito à propriedade e aos direitos individuais ou
coletivos”.

Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com
fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do AlfaCon Concursos Públicos.
2
AlfaCon Concursos Públicos

O fundamento do poder de polícia é o poder de império (poder extroverso) que a Administração


Pública possui, de modo a observar o princípio da supremacia do interesse público sobre o privado.
O poder de polícia administrativa não pode ser delegado a pessoas jurídicas de direito privado.
Ele pode ser exercido de maneira preventiva e também repressiva, alcançando os particulares em
geral, que não possuam nenhum vínculo específico com a Administração Pública.
Atributos do Poder De Polícia
Discricionariedade
O poder de polícia, em regra, é discricionário, pois dá ao administrador público margem de li-
berdade para agir, dentro dos parâmetros legais. Contudo, se a lei exigir, o poder de polícia pode ser
vinculado.
Autoexecutoriedade
As ações da Administração Pública podem ser tomadas sem a obrigatoriedade de autorização do
Poder Judiciário. Ou seja, a Administração age independentemente de aprovação prévia do Poder
Judiciário (não está sempre presente).
Ela se divide em:
1) Exigibilidade → adoção de meios indiretos de coerção (como a multa, por exemplo), presente
em todos os atos.
2) Executoriedade→ adoção de meios direitos de coerção (uso da força, como no caso da interdi-
ção de um estabelecimento, por exemplo), mas não está presente em todos os atos.
Coercibilidade
Assim, a propriedade do poder de polícia tem como seu último atributo a coercibilidade. Esse
atributo informa que as determinações da Administração podem ser impostas coercitivamente ao
administrado. Desse modo, o particular é obrigado a observar os ditames da Administração, inde-
pendentemente de sua anuência.

Poder Regulamentar
Trata-se de uma competência exclusiva dos Chefes do Poder Executivo para editar atos admi-
nistrativos de caráter normativo. Os atos administrativos normativos editados pelo chefe do Poder
Executivo assumem a forma de decreto.
O decreto de execução (ou executivo) somente pode ser editado pelos chefes do Poder Executivo
(Presidente, Governadores e Prefeitos). Esse decreto necessita de amparo legal e não pode agir sem
uma lei que o embase, pois não inova a lei.
Por meio desse decreto, a lei será complementada e regulamentada, de modo que se dê a ela fiel
execução, sem, contudo, inovar o ordenamento jurídico.
Já o decreto autônomo é uma inovação no ordenamento jurídico (Art. 84, inciso VI da Cons-
tituição Federal). Por meio dele o Presidente da República pode diretamente, mediante decreto,
dispor sobre:
a organização e o funcionamento da Administração Federal (quando não implicar aumento de
despesa nem criação ou extinção de órgãos públicos);
a extinção de funções ou cargos públicos, quando vagos.

Abuso De Poder
Quando determinado ato for praticado com abuso de poder, é considerado ilegal, devendo

Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com
fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do AlfaCon Concursos Públicos.
3
AlfaCon Concursos Públicos

ser, como regra geral, anulado. Encontramos três modalidades de abuso de poder:
Excesso de Poder – ocorre quando o agente atua fora ou além de sua esfera de competências.
Desvio de Poder – ocorre quando o agente, embora agindo dentro de sua esfera de competên-
cias, pratica o ato com finalidade diversa do interesse público ou da prevista em lei.
Omissão de Poder – ocorre quando o agente público permanece inerte em situações em que
possui o dever de agir.
EXERCÍCIOS
01. A possibilidade de autoridade superior de órgão da Administração Direta revogar ou anular
atos praticados por seus subordinados, nos termos da lei, é exteriorização do poder.
a) De Tutela.
b) Hierárquico.
c) Disciplinar.
d) Regulamentar.
e) Normativo.
Julgue os itens a seguir:
02. O poder administrativo disciplinar consiste na possibilidade de a Administração Pública
aplicar punições aos agentes públicos e aos particulares em geral que cometam infrações.
Certo ( ) Errado ( )
03. O administrador público que age fora dos limites de sua competência atua com desvio de
poder.
Certo ( ) Errado ( )
04. O fechamento de casas noturnas é um exemplo do atributo da autoexecutoriedade em matéria
de polícia administrativa.
Certo ( ) Errado ( )
05. O abuso do poder se configura apenas quando a autoridade pratica o ato, embora não possua
competência para tal.
Certo ( ) Errado ( )
GABARITO
01 - B
02 - ERRADO
03 - ERRADO
04 - CERTO
05 - ERRADO

Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com
fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do AlfaCon Concursos Públicos.
4