You are on page 1of 9

1- Pós-graduações lato sensu para professores efetivos da Rede Estadual de

Educação de Mato Grosso do Sul

A busca por uma melhora qualitativa na educação básica pressupõe a tomada de
diferentes iniciativas, com destaque à formação e qualificação constantes dos professores.
A pós-graduação lato sensu surge, neste sentido, como uma possibilidade concreta que,
oferecendo instrumentais de ordem teórico-prática oportunizam um agir pedagógico
diferenciado além de introduzir e/ou ampliar o entendimento do professor acerca de
propostas de pesquisa, investigação e autoria. Tal projeto vincula-se ao eixo social
previsto no plano de metas do Governo de Mato Grosso do Sul com o entendimento de
que o investimento formativo no corpo docente causará impactos transformadores e
históricos em diferentes gerações e setores da sociedade.

2- Caracterização da situação anterior
O contexto contemporâneo atual tem exigido um repensar acerca das
possibilidades e fins da educação, sobretudo, no que se refere à formação integral,
cidadania e vinculação objetiva ao mercado de trabalho. No âmbito formal, fica patente
a necessidade de reformular-se a educação que está posta com foco na ratificação do
direito de aprender e o protagonismo a todos os estudantes e profissionais da educação.
Neste sentido, a melhora qualitativa da educação pública necessita de atenção especial
para com a formação dos professores, uma vez que ocupam fundamental papel acerca do
fenômeno da educação, sob consenso acadêmico de que um dos principais meios para
uma educação de boa qualidade é o investimento na formação dos professores.
Dados obtidos por meio do Plano Estadual de Educação (PEE/MS -2014-2024)
atestam, no âmbito nacional, que 29% dos docentes possuem formação em nível lato
sensu. Em Mato Grosso do Sul1, o valor é superior com 37%. A meta do Plano Nacional
de Educação é 50%. Todavia, Mato Grosso do Sul definiu, em nosso PEE, uma
expectativa de 60% até o final de vigência do plano.
Embora nossa realidade já aponte uma situação mais favorável no tocante ao
número de professores pós-graduados, as informações apresentadas remetem-nos à
necessidade de ampliação de nossas ações formativas para que possamos alcançar nossas
expectativas previstas em nosso PEE.

1
Fonte: www.observatoriodopne.org.br e Relatório SUPAIS/SED-MS 2013.

vinculada à meta 16 do PEE/MS e inserida no Programa de Governo Gestão de Qualidade na Educação . foi desenvolvido pela SED/MS um levantamento em toda sua rede de educação pelo qual se observaram quais eram as demandas e em quais áreas de ensino careciam de maior formação para idealizarmos cursos de pós-graduação lato sensu. A iniciativa seguinte foi promover reunião para proposta de parceria da Secretaria de Estado de Educação SED/MS junto à Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul – UEMS. todavia. A elaboração das propostas dos cursos contou com a participação de técnicos. Os cursos oferecidos são os seguintes: 2 O número de vagas ficou acercado em 590. 3. A estruturação metodológica dos cursos se baseou em uma proposta de ação que assegure ao professor cursista a pesquisa e autoria voltada ao contexto escolar no intuito de entrega de soluções científicas para o cotidiano da educação básica. atual e comprometida com a cidadania. No mês de março de 2016. A oferta. com foco na formação integral do cidadão.Eixo Social . com oferta total de até 590 vagas2. . Diante do exposto. vinculada às metas previstas no Plano Plurianual do Governo de Mato Grosso do Sul. aponta para um cenário de valorização dos profissionais e de preocupação com uma educação pública de qualidade crítica. promovendo o desenvolvimento social. foram realizadas reuniões com as instituições parceiras UFMS e UEMS e ficou estabelecido o desenvolvimento de 6 (seis) cursos. com flexibilidade para discussão acerca de ampliação ou redução conforme a procura com posterior reordenamento de recursos após fechamento inicial da proposta que se concluirá após dezoito meses do começo das aulas. Descrição da Prática Inovadora de Sucesso A prática metodológica inicial constituiu-se na elaboração de escopo e do projeto com a idealização primitiva da oferta dos cursos. a oferta de cursos de pós-graduação gratuitos para professores da Rede Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul. Durante todo o curso os professores são orientados a elaborar investigações científicas voltadas à educação básica valorizando assim a autoria do professor cursista. Após tabulação e discussão dos dados.também atende a Diretriz Estratégica para elevar a qualidade da aprendizagem na rede pública de ensino. científica. em diferentes áreas. professores e consultores da Secretaria de Estado de Educação e da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

2.1. Raça e Etnia Currículo e Diversidade: Gênero. A proposta também ensejou uma interface comunicativa maior entre a educação básica promovida pela Secretaria de Estado de Educação. através de suas escolas e órgão central e a educação superior oferecida pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul – UEMS.Tabela 1.Objetivos propostos e resultados visados Unidade Curso oferecido Educação Científica Linguística: a ciência da língua Campo Grande Educação Especial – Deficiência Intelectual Multiletramentos e Processos Autorais na Educação Básica Currículo e diversidade: Gênero.proposta e municípios de oferta dos cursos de pós-graduação lato sensu 3. Os resultados observados até o momento3 contam com a matrícula de 255 vagas distribuídas em seis cursos de pós-graduação lato sensu. . Espera-se ao final dos cursos a produção científica de 25 artigos com foco investigativo voltado à promoção de tecnologias educacionais para a educação básica do estado de Mato Grosso do Sul. 3.Público alvo da Prática Inovadora 3 São preliminares porque os cursos tiveram início das aulas no primeiro semestre de 2017 e terão duração de 18 meses com previsão no segundo semestre de 2018. a promoção e o incremento qualitativo na educação escolar e científica de Mato Grosso do Sul através da formação em nível de pós-graduação lato sensu aos professores pertencentes ao quadro de servidores efetivos da Rede Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul. Raça e Etnia Dourados Os objetivos maiores foram a valorização docente. Os participantes tem manifestado satisfação na participação dos cursos e intenta-se posteriormente a oferta de novos cursos.

Educação Especial – Deficiência Intelectual.3. observou-se maior adequação da proposta oferecida pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul adotando metodologia que respeitasse as características da REE-MS enfatizando o processo de pesquisa. Raça e Etnia4. Posteriormente. a Secretaria levantou via questionário Limesurvey perfil dos professores interessados para participar dos cursos e quais as principais dificuldades e interesse para definirmos a estruturação metodológica final dos cursos e quais elementos de ordem didática. autoria e produção científica dos cursistas com propostas voltadas à investigação e solução de problemas identificados na educação básica. . Paralelamente ao desenvolvimento dos projetos.Concepção e trabalho em equipe A proposta da oferta dos cursos de pós-graduação lato sensu contou. inicialmente. A etapa seguinte foi a elaboração de seis projetos de cursos de pós-graduação desenvolvidos com a participação de docentes da UEMS e da SED em um espaço de quatro encontros presenciais. as Universidades Estadual e Federal de Mato Grosso do Sul e a Universidade Católica Dom Bosco com vistas ao pedido de elaborações de cursos que atendessem às especificidades regionais da Rede Estadual de Educação – REE/MS. com reuniões entre a Secretaria de Estado de Educação. O público-alvo primário é composto pelos professores Efetivos da Rede Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul que através de sua formação lato sensu apresentarão maior capital cultural e referencial teórico prático incidindo consequentemente sobre a educação de milhares de estudantes da Rede Estadual de Educação de diferentes regiões da capital e do interior do estado. Após levantamento de perfil ficaram definidos as propostas dos seis cursos de pós-graduação: Educação Científica. 4 Esse com 2 turmas uma em Campo Grande e outra em Dourados. 3. teórico e prática seriam observados. Multiletramentos e Processos Autorais na Educação Básica. Currículo e diversidade: Gênero. Linguística: a ciência da língua.

Escopo do projeto e EAP Projeto e EAP Etapa 2.Levantamento das áreas. O resumo das principais ações ou entregas estão dispostos na tabela a seguir: Etapa Entregas Etapa1. O prazo de inscrições que começou em novembro foi prorrogado até fevereiro de 2017 para viabilizar inscrições dos professores durante o período de férias letivas e no mês de março tiveram início os cursos através de duas aulas magnas realizadas em Dourados (dia 10 de março) e Campo Grande (dia 11 de março) contando com a participação de diversas autoridades e da comunidade da capital e interior. e UEMS Etapa 6. de 03 de novembro) de processo seletivo para professores interessados em participar dos cursos de pós/graduação parceria SED/UEMS. O limite máximo estabelecido de vagas foi de 590 vagas distribuídos entre 6 cursos. cursos de pós-graduação Relação do quantitativo de professores Etapa 7-Matrícula de professores nos cursos matriculados nos cursos de pós-graduação ofertados e cronograma da pós-graduação ofertados e cronograma Oferta de seis cursos distribuídos entre os Etapa 8 – Aulas magnas e início dos cursos municípios de Campo Grande e Dourados contando com 255 alunos matriculados. 5 Ao todo foram realizadas sete publicações em D. localidades Relatório Analítico e cursos com maior demanda Etapa 3. .O constarão na bibliografia consultada do presente trabalho.Escrita teórica dos 6 cursos de pós- graduação Lato Sensu para os professores da 6 projetos escritos de pós-graduação Lato Rede Estadual de Educação de Mato Grosso Sensu do Sul Etapa 4-Construção da Matriz dos locais de Matriz de oferta dos cursos de pós-graduação oferta e autorização dos cursos de pós- a serem oferecidos graduação Etapa 5.Período de inscrição on-line dos Divulgação via mídias e inscrição utilizando professores interessados em participar dos link no site da SED/MS.O 9277 de 31 de outubro de 2017. No mês de novembro de 2016 foi publicado o edital5 (DO 9279.O tratando do processo administrativo de viabilização dos cursos. Tais D.Autorização de convênio entre SED D.

todavia. a UEMS e a FUNDECT (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino. Importa se salientar também. à Coordenadoria de Formação Continuada (CFOR) que realizou a mediação entre a SED. Com relação aos profissionais da SED contamos com a participação da Coordenadoria de Políticas de Educação Básica (COPEB) que iniciou as tratativas junto às universidades. cento e quarenta e dois mil e duzentos e cinquenta e seis reais). divisão de pós- graduação e corpo docente que acreditou na proposta desde o início ratificando a já conhecida credibilidade que a instituição em questão traz em sua história.00 (um milhão. O valor estabelecido fora idealizado dentro de uma expectativa de 590 vagas. a Coordenadoria de Tecnologias Educacionais (COTED) que viabilizou toda a elaboração de links de inscrição.142. Recursos utilizados Tal iniciativa não ocorreria sem a coerente e reta cooperação entre os professores da SED e UEMS.256. Da parte da UEMS a concretização do convênio contou com atuação direta de sua reitoria. Relatórios gerenciais desenvolvidos bimestralmente por professores da SED em Etapa 9 – relatórios de acompanhamentos parceria com a UEMS observando a evolução do processo Tabela 2. em três parcelas provenientes da fonte do tesouro. e a Coordenadoria de convênios e Contratos (CCONT) e a Coordenadoria de Finanças (COFIN) sem as quais a viabilização correta da elaboração burocrática e orçamentária não ocorreria. que o valor observado para as ofertas dos cursos ficou cerca de 45% menor quando comparado a cinco orçamentos de pós-graduações de contrato privado. dessa forma. qualquer tipo de prejuízo ao erário de Mato Grosso do sul. razoabilidade e . site. fica patente que a utilização dos recursos humanos e financeiros se desenvolveu respeitando princípios de racionalidade. como foi observado o número de 255 matrículas. o valor restante retornará ao tesouro com a possibilidade de formulações de outros cursos de pós-graduação para atender a outras áreas de ensino inexistindo.principais etapas da inciativa 4. questionário virtual e tabulação de matrículas. Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul – responsável pelo repasse dos valores tratados entre os entes conveniados). O valor inicial estabelecido através do D.O 9277 de 31 de outubro de 2016 para a oferta dos cursos de pós-graduação foi de R$ 1. Diante do exposto.

2. as aulas presenciais ocorrem nos finais de semana aproveitando. preocupação com a educação básica. no entanto. embora com consideráveis números de interessados. - professores contratados e de outras redes. 5. chamaram atenção para uma demanda reprimida. Tais matrículas foram indeferidas. Os menos procurados foram respectivamente os cursos Multiletramentos e Linguística. a ética e o respeito à sociedade. mas com grande interesse em participar dos cursos de pós-graduação. de respeito. todavia.Fatores críticos de sucesso A iniciativa estreitou laços já existentes entre a Secretaria de Estado de Educação e a Universidade estadual de Mato Grosso do Sul ratificando a convicção de outras parcerias de sucesso dentro de uma interface democrática. 6.transparência elementos que merecem sempre estar contidos nas tratativas públicas preservando-se assim a moral. Foi fundamental o engajamento de todos os profissionais envolvidos e. quando couber. . Lições Aprendidas O período de pré-matrículas ficou disponível pelo prazo de 4 meses sendo que os cursos de pós-graduações mais procurados foram os de Educação Especial e Currículo e diversidade com 482 professores inscritos. valorização do professor e auxílio mútuo. Cabe destacar que para melhor organização das escolas e sem que haja prejuízo no aprendizado dos alunos. seguido de professores de redes municipais e particulares que também não poderiam participar do processo. As maiores dificuldades observadas ficaram de fato na questão de autorização de recursos e viabilização dos documentos para ratificação do convênio. A tabulação das inscrições observou fato interessante pois muitos dos inscritos não se enquadravam no quesito professor efetivo da Rede Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul: a grande maioria era de professores contratados (que possuem vínculos temporários com o governo do estado). iniciativas como o acompanhamento e processo avaliativo ainda estão em desenvolvimento através de relatórios gerenciais. o período reservado para planejamentos. tais questões foram resolvidas e os cursos de pós-graduação tem se desenvolvido a contento. como o processo ainda não foi concluído. contatos via presença física e virtual entre UEMS e SED e cursistas.

de 22 de dezembro de 2014. MATO GROSSO DO SUL. 6. passando pela disposição dos horários das aulas. A preocupação com a investigação de temas pertinentes a realidade vivenciada nas escolas estaduais de MS também observa o respeito com o regionalismo e o compromisso com a pesquisa. MATO GROSSO DO SUL. da Informação e do Conhecimento. disponível em:< http://www. No caso do convênio SED/UEMS desde a estruturação com os principais elementos tematizados. Extrato de Termo de Convênio n. promoção e publicação de soluções científicas inteligentes e voltas ao cotidiano escolar.br/diariodoe>. Gestão do conhecimento e codificação de saberes: novas ferramentas para velhas concepções. A prática deve ser considerada uma inovação pois promove a construção de cursos mediante a observação de uma Rede de Ensino específica.ms. O bom relacionamento e a credibilidade tanto da SED quanto da UEMS tornam a proposta uma iniciativa positiva e de sucesso que pode servir de exemplo para outras propostas vindouras. desenvolveu-se sempre considerando as características dos professores efetivos da REE-MS.Acesso em fevereiro de 2017. CRIVELLARI. Plano Nacional de Educação (PNE). aprova projetos pedagógicos dos cursos de pós-graduação. Lei nº 4.gov.4 – Referências bibliográficas BRASIL. Lei 13005. concentradas às sextas-feiras ou sábados e fazendo uso de encontros presenciais e também de fóruns virtuais. Belo Horizonte: Escola de Ciência da Informação – UFMG.br/diariodoe>. disponível em: <http://www. Aprova o Plano Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul.spdo. Diário Oficial 9277. A SED mantém um canal direto com os cursistas com participação e acompanhamento nas aulas e apresentações de artigos e de encontros desenvolvidos ao longo dos cursos de pós-graduação. In: PAIM. (org. 25 de junho de 2014.Acesso em fevereiro de 2017.gov. Câmara dos deputados. algo contrário à maioria das propostas de pós-graduação que adotam metodologias padrões de desconsideram as especificidades do público-alvo. de 3 de agosto de 2016. Isis. MATO GROSSO DO SUL.621. Helena Maria Tarchi. DELIBERAÇÃO CPPG/CEPE- UEMS Nº 178.ms. de 31 de outubro de 2016. Diário Oficial 9234. . e dá outras providências.spdo. 145/SED/2016 Processo n: 29/037612/2016. a REE-MS. 2003.) A Gestão.

MATO GROSSO DO SUL. abr. disponível em: <http://www.gov. Prorrogação do período de matrícula do processo seletivo dos cursos de pós-graduação lato sensu na área educacional para os professores efetivos da rede pública estadual de Mato Grosso do Sul.MATO GROSSO DO SUL.gov. de 21 de dezembro de 2016. PORTO. de 3 de novembro de 2016. processo seletivo dos cursos de pós-graduação lato sensu na área educacional dos professores efetivos da rede pública estadual de Mato Grosso do Sul. de 18 de novembro de 2016.gov. 25 de novembro de 2016. .br/diariodoe>.ms.spdo. MATO GROSSO DO SUL. n.spdo.Calendário acadêmico do curso de pós graduação lato sensu em currículo e diversidade: gênero. de 23 de dezembro de 2016. Processo seletivo (vagas remanescentes) dos cursos de pós-graduação lato sensu na área educacional dos professores efetivos da rede pública estadual de Mato Grosso do Sul.12. P.Acesso em fevereiro de 2017.br/diariodoe>. de 28 de novembro de 2016.717.Acesso em fevereiro de 2017.Acesso em fevereiro de 2017.spdo. Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais. de 01 de novembro de 2016. Edital nº 56/2016 – PROPP/UEMS. de 24 de outubro de 2016. Edital Nº04/2017/PROPP/UEMS.gov. disponível em: <http://www. de Pró-Reitora de Pesquisa e Pós- Graduação Edital nº 69/2016 – PROPP/UEMS. MATO GROSSO DO SUL.ms.ms. MATO GROSSO DO SUL.br/diariodoe>. Homologação do resultado final e procedimentos de matrícula do processo seletivo ( vagas remanescentes) dos cursos de pós-graduação lato sensu na área educacional para os professores efetivos da rede pública estadual de Mato Grosso do Sul. Edital UEMS/PROPP nº 65/ 2016.spdo. disponível em: <http://www.br/diariodoe>.gov.ms. Anexo da Resolução CEPE-UEMS Nº 1. Belo Horizonte. SILVEIRA.br/diariodoe>. Diário Oficial 9288. Diário Oficial 9294. 2006.ms. Diário Oficial 9279. disponível em: <http://www. nas unidades universitárias de campo grande e dourados oferta – 2016/2018. J.spdo.Acesso em fevereiro de 2017.Acesso em fevereiro de 2017. C.. Diário Oficial 9312. Implantação e gestão da estratégia de governo. raça e etnia. disponível em: <http://www. Diário Oficial 9357.Cadernos BDMG.