You are on page 1of 30

CADERNO IV

ÁREAS DE CONHECIMENTO E
INTEGRAÇÃO CURRICULAR
CURRÍCULO
• PROJETO DE FORMAÇÃO CULTURAL PARA A
NAÇÃO.
• “QUEM DOMINA O CURRÍCULO ESCOLAR,
DOMINA A NAÇÃO” (FOUCAULT)
IDEAL DE HUMANO
Ciência – cultura – trabalho - tecnologia

SISTEMATIZAÇÃO DA FORMAÇÃO IDEAL DE SOCIEDADE


CONTEÚDO C–F-A
ESCOLAR
PROCESSO DE CONTRUÇÃO E

COMO APRENDE?

IDEAL DE
EDUCAÇÃO/ESCOLA
ESCOLAR

COMO? METODOLOGIA

ONDE? ESPAÇO
FUNDAMENTOS
QUANDO? TEMPO TEÓRICOS

OBJETIVOS
AVALIAÇÃO
CONTRADIÇÃO VIVIDA PELA ESCOLA
• “ O TRABALHO EDUCATIVO NA ESCOLA
CONSISTE NA SOCIALIZAÇÃO DO
CONHECIMENTO EM SUAS FORMAS MAIS
DESENVOLVIDAS, MAS O CONHECIMENTO
TAMBÉM É PARTE CONSTITUTIVA DOS MEIOS
DE PRODUÇÃO QUE, NESTA SOCIEDADE, SÃO
PROPRIEDADE DO CAPITAL E, PORTANTO, NÃO
PODEM SER SOCIALIZADOS” (DUARTE E
SAVIANI, 2012).
ENGANOS PERIGOSOS NO CURRÍCULO
ESCOLAR
• “ O SISTEMA ESCOLAR ESTRUTURA-SE DE
FORMA FRAGMENTADA, REPRODUZINDO A
DIVISÃO SOCIAL DO TRABALHO E A LÓGICA DE
MERCADO. O ACESSO AO CONHECIMENTO
DÁ-SE DE MANEIRA PROFUNDAMENTE
DESIGUAL E SELETIVA. TUDO ISSO
CAMUFLADO DE DISCURSO DE RESPEITO ÀS
DIFERENÇAS. (IDEM)
OBJETIVO GERAL
REFLETIR SOBRE AS METAS DE PREPARAR O EDUCANDO
PARA O TRABALHO E PARA A CIDADANIA DE MODO QUE
CONTINUE APRENDENDO E POSSA SE ADAPTAR A NOVAS
CONDIÇÕES DE OCUPAÇÃO OU APERFEIÇOAMENTO
POSTERIORES; PROMOVER O APRIMORAMENTO DO
EDUCANDO COMO PESSOA HUMANA (ÉTICA +
AUTONOMIA INTELECTUAL + PENSAMENTO CRÍTICO);
POSSIBILITAR A COMPREENSÃO DOS FUNDAMENTOS
CIENTÍFICO-TECNOLÓGICOS E DOS PROCESSOS
PRODUTIVOS, RELACIONANDO TEORIA E PRÁTICA, TENDO
COMO META UNIVERSAL A SUSTENTABILIDADE
AMBIENTAL (LEIA-SE “GARANTIR A VIDA”).
PROBLEMATIZAÇÃO
• “ Seriam as estruturas lógicas das disciplinas a
melhor forma de promover uma formação
que leve ao desenvolvimento humano integral
dos nossos estudantes?”(pag. 7)
Currículo disciplinar
• Qual a relação entre áreas científicas,
disciplinas acadêmicas e disciplinas escolares?
ORGANIZAÇÃO DO CADERNO
1° MOMENTO: O QUE SÃO AS ÁREAS DO
CONHECIMENTO E QUAL SUA RELAÇÃO COM O
CURRÍCULO;
2° MOMENTO: O ENSINO INTEGRADO: TRABALHO,
CIÊNCIA, TECNOLOGIA E CULTURA;
3° MOMENTO: CAMINHOS PARA A APROXIMAÇÃO
DO CONHECIMENTO DAS DIFERENTES ÁREAS: O
TRABALHO COMO PRINCÍPIO EDUCATIVO E A
PESQUISA COMO PRINCÍPIO PEDAGÓGICO;
4° MOMENTO: O PROJETO CURRICULAR E A
RELAÇÃO ENTRE OS SUJEITOS, ALÉM DA RELAÇÃO
DOS SUJEITOS COM A PRÁTICA DO CURRÍCULO.
DESINTEGRAÇÃO DO CONHECIMENTO
• CARTESIANISMO NA IDADE MODERNA
• NA ESCOLA A APLICAÇÃO DO MODELO
TAYLORISTA NA ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO
PEDAGÓGICO.
1° MOMENTO: ÁREAS DO
CONHECIMENTO
“CONJUNTO DE CONHECIMENTOS CUJA
AFINIDADE ENTRE SI PODE SE EXPRESSAR PELA
REFERÊNCIA A UM OBJETO COMUM[...]
UNIDADE EPISTEMOLÓGICA E METODOLÓGICA
QUE SOB O PRISMA DA ORGANIZAÇÃO
CURRICULAR, PERMITE UMA INTEGRAÇÃO
MÚTUA DE CONCEITOS, METODOLOGIA E
PROCEDIMENTOS”. [...] DEVEM EXPRESSAR O
POTENCIAL DE AGLUTINAÇÃO DE CAMPOS DO
SABER.”
FUNDAMENTOS EPISTEMOLÓGICOS
• INTERDISCIPLINARIDADE: NECESSIDADE, MAIS
QUE UM MÉTODO DE TRABALHO;
• CONTEXTUALIZAÇÃO: UM RECURSO QUE NÃO SE
OPÕE À TRANSPOSIÇÃO DIDÁTICA E NÃO SE
REDUZ A EXEMPLOS DE COMO SE APLICA O
CONHECIMENTO (QUALQUER CONHECIMENTO
EXISTE EM RESPOSTA A NECESSIDADES SOCIAIS.
• TRANSPOSIÇÃO DIDÁTICA: NÃO DEVE ISOLAR O
CONHECIMENTO DO CONTEXTO EM QUE FOI
PRODUZIDO.
2° MOMENTO

TRABALHO CIÊNCIA

INTEGRAÇÃO

TECNOLOGIA CULTURA
CULTURA
ARTE
PRODUTOS MATERIAIS
CIÊNCIA

VALORES
TECNOLOGIA
FILOSOFIA
NAS DIRETRIZES
• Art. 5° - Inciso VIII - § 4º A cultura é
conceituada como o processo de produção de
expressões materiais, símbolos,
representações e significados que
correspondem a valores éticos, políticos e
estéticos que orientam as normas de conduta
de uma sociedade.
CIÊNCIA
• CONHECIMENTO
SISTEMÁTICO
PRODUZIDO E
HISTORICMENTE
ACUMULADO E
DELIBERADAMENTE
ORGANIZADO EM
TEORIAS,
CONCEITOS,
ALGORÍTMOS , ETC.
CIÊNCIA
• Todo conhecimento construído/assimilado a
partir do trabalho é singular, mas portador de
uma dimensão universal que pode ser
generalizado em ciência (atividade humana
que busca a legalidade da realidade).
• O impulso à busca dessa legalidade é a gênese
da ciência. (LUKÁCS, S/D)
NAS DIRETRIZES
• Art. 5° - Inciso VIII - § 2º A ciência é
conceituada como o conjunto de
conhecimentos sistematizados, produzidos
socialmente ao longo da história, na busca da
compreensão e transformação da natureza e
da sociedade.
TECNOLOGIA
• CRIAÇÕES
HUMANAS
MATERIAIS E
NÃO MATERIAIS
INFLUENCIADAS
PELA CIÊNCIA
QUE
MELHORAM AS
CONDIÇÕES
EXISTENCIAIS.
TECNOLOGIA
• A CIÊNCIA MANIFESTA-SE PRINCIPALMENTE
NA COTIDIANIDADE VIA TECNOLOGIA;
• DAÍ A IMPORTÂNCIA DE RECONHECER A
CIÊNCIA NAS PRODUÇÕES HUMANAS E NÃO
COMO CONHECIMENTOS ESTÁTICOS. (LESSA,
2012)
NAS DIRETRIZES
• Art. 5° - Inciso VIII - § 3º A tecnologia é
conceituada como a transformação da ciência
em força produtiva
• ou mediação do conhecimento científico e a
produção, marcada, desde sua origem, pelas
• relações sociais que a levaram a ser produzida.
O TRABALHO COMO PRINCÍPIO
EDUCATIVO
O processo gnosiológico
reproduz a distinção
ontológica entre o
sujeito e o objeto, ou
seja, no sujeito está a
consciência que
conhece o objeto a ser
conhecido. A mediação
entre estas duas
dimensões se dá pelo
trabalho (ação
consciente de
transformação).
(Lukács, 2012)
NAS DIRETRIZES
• (Art. 5° - Inciso VIII - § 1º O trabalho é
conceituado na sua perspectiva ontológica de
transformação da natureza, como realização
inerente ao ser humano e como mediação no
processo de produção da sua existência.
NAS DIRETRIZES
• Art. 8° - § 2º A organização por áreas de
conhecimento não dilui nem exclui
componentes curriculares com especificidades
e saberes próprios construídos e
sistematizados, mas implica no fortalecimento
das relações entre eles e a sua
contextualização para apreensão e
intervenção na realidade, requerendo
planejamento e execução conjugados e
cooperativos dos seus professores.
NAS DIRETRIZES
Parágrafo único. Em termos d) Arte, em suas diferentes linguagens:
operacionais, os componentes cênicas, plásticas e, obrigatoriamente,
curriculares obrigatórios a musical;
decorrentes da LDB que e) Educação Física.
integram as áreas de II - Matemática.
conhecimento são os referentes III - Ciências da Natureza:
a: a) Biologia;
I - Linguagens: b) Física;
a) Língua Portuguesa; c) Química.
b) Língua Materna, para IV - Ciências Humanas:
populações indígenas; a) História;
b) Geografia;
c) Língua Estrangeira moderna;
c) Filosofia;
d) Sociologia.
DESAFIO DO CURRÍCULO INTEGRADO
• A PARTIR DOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS OS
ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO DEVEM
RECONSTITUÍ-LOS NA REALIDADE QUE É TOTAL,
HOLÍSTICA E NÃO COMPARTIMENTADA.
• TODA CONDIÇÃO SINGULAR COMPOSTA PELA
OBJETIVIDADE/SUBJETIVIDADE ESTÁ DENTRO DE
UMA TOTALIDADE QUE LHE DÁ SENTIDO.
• CABE À EDUCAÇÃO PROMOVER A DESCOBERTA
DESSE SENTIDO.
TRABALHO, CIÊNCIA E PESQUISA
• A SOCIEDADE É COMPOSTA POR UM EMARANHADO
DE COMPLEXOS, ALGUNS SÃO DENOMINADOS
“COMPLEXOS ELEVADOS” QUE EM MAIOR OU MENOR
GRAU DE CONSCIÊNCIA VÃO DETERMINAR
TRANSFORMAÇÕES NA COTIDIANIDADE.
• A CONSCIÊNCIA HISTÓRICA SOBRE ESSES COMPLEXOS
ELEVADOS QUE CHAMAMOS DE FILOSFIA, CIÊNCIA E
ARTE CRIA O QUE LUKÁCS CHAMA DE TELEOLOGIA
POSTA (TRANSFORMAÇÃO COMO FRUTO DO
DESEJO/PROJETO CONSCIENTE).
A PESQUISA COMO PRINCÍPIO
PEDAGÓGICO
• A PESQUISA COMO AÇÃO HUMANA DE BUSCA PELO
CONHECIMENTO;
• A PESQUISA PERMITE A ORGANIZAÇÃO DO
PENSAMENTO E O APRIMORAMENTO DO OLHAR;
• A CURIOSIDADE EPISTEMOFÍLICA DEVE SER CULTIVADA
E INSTRUMENTALIZADA PELA PESQUISA.
• A PESQUISA PERMITE CAPTAR A LEGALIDADE PRÓPRIA
DA REALIDADE NATURAL OU SOCIAL E POSSIBILITA
UMA AÇÃO HUMANA INTENCIONAL QUE MODIFICA
ESTA MESMA REALIDADE, FORMANDO-SE SUJEITOS.
NAS DIRETRIZES
• Art. 13 – Inciso III - a pesquisa como princípio
pedagógico, possibilitando que o estudante
possa ser protagonista na investigação e na
busca de respostas em um processo
autônomo de re)construção de
conhecimentos.
ELABORAÇÃO COLETIVA DA PROPOSTA
INTEGRADA
Dimensões do Teorias que Localizar as Conceitos Conceitos
objeto problema explicam teorias nos relacionados relacionados
o objeto campos de dentro de dentro de outros
conhecimento cada campo campos de
de conhecimento
conhecimen-
to
CULTURAL (ARTE, IDÉIAS QUE ÁREAS DO ELEJAM UMA INDICAR O QUE OS
RELIGÃO, FILOSOFIA) COMPROVA- CONHECIMENTO DISCIPLINA QUE OUTROS CAMPOS
CIENTÍFICA (ÁREAS DAS QUE SE TRABALHAM ESSAS PRIVILEGIA PODEM TRABALHAR
ESPECÍFICAS DO TEM SOBRE O ÁREAS ESTE PARA ABORDAR O
SABER) OBJETO NAS (MATEMÁTICA, CONTEÚDO EM OBJETO.
TECNOLÓGICA VÁRIAS ÁREAS. LÍNGUA SEUS
(CORRESPONDÊNCIA PORTUGUESA, CONTEÚDOS
NO CONTIDIANO) BIOLOGIA, ETC)? BÁSICOS OU
TRABALHO ESTRUTURAN-
(ECONÔMICA E TES E TODOS
SOCIAL). OS CONTEÚDOS
RELACIONA-
DOS DENTRO
DA DISCIPLINA.