You are on page 1of 3

Respostas das questões apresentadas nos capítulos 

Capítulo 20  •  Avaliação Comportamental | Considerações Iniciais  1

20 Avaliação
Comportamental |
Considerações Iniciais
Respostas [e Níveis] de Questões 5. Q: Quais são as duas ocorrências típicas durante a
fase de avaliação de um programa de modificação
para Aprendizagem de comportamento? [Nível 2/C]
1. Q: O que significa o termo comportamento-alvo? R: O modificador de comportamento (a) avalia o
[Nível 2/C] Ilustre com um exemplo retirado de um comportamento-alvo para determinar seu nível
capítulo anterior. [Nível 3/Ap] antes da introdução do tratamento e (b) analisa o
R: Um comportamento-alvo é um comportamento a ambiente atual do indivíduo para identificar possí-
ser melhorado em um programa de modificação de veis variáveis controladoras do comportamento a
comportamento. Por exemplo, no caso principal do ser modificado.
Capítulo 4, o comportamento-alvo era o comporta-
mento cooperativo de Darren em relação à sua mãe. 6. Q: Em quais tipos de cenários os termos programa
Qualquer exemplo apropriado é aceitável. de treinamento e estratégia de intervenção ou
programa de terapia são usados? [Nível 2/C]
2. Q: Defina avaliação comportamental. [Nível 2/C] R: O termo programa de treinamento é em geral
R: Trata-se de uma avaliação que envolve a coleção e usado em cenários educacionais, enquanto progra-
a análise de informação e dados, com o intuito de ma de terapia e estratégia de intervenção nos con-
identificar e descrever o comportamento-alvo, iden- textos comunitário e clínico.
tificar as possíveis causas do comportamento, sele-
cionar estratégias de tratamento apropriadas para 7. Q: Qual é o propósito da fase de acompanhamento
modificar o comportamento e avaliar o resultado do programa de modificação de comportamento?
do tratamento. [Nível 2/C]
R: O propósito das fases de acompanhamento é de-
3. Q: Liste as quatro fases de um programa de modi- terminar se as melhoras alcançadas durante o trata-
ficação de comportamento. [Nível 2/C] mento são mantidas após o término do programa.
R: (a) Uma fase de triagem ou entrada, para esclarecer
o problema e determinar quem deverá tratá-lo; (b) 8. Q: Qual é o pré-requisito para o delineamento e a
uma fase de avaliação pré-programa ou linha de implementação de um programa de modificação de
base, para avaliar o comportamento e determinar comportamento? [Nível 2/C]
seu nível antes da introdução de um programa e R: Definir comportamentos-alvos com clareza, comple-
analisar o ambiente atual do indivíduo, a fim de tamente e em termos mensuráveis é um importante
identificar possíveis variáveis do comportamento- pré-requisito para o delineamento de um programa
-problema; (c) uma fase de tratamento, para trazer de modificação de comportamento.
à tona a mudança de comportamento desejada; (d)
uma fase de acompanhamento, para avaliar a per- 9. Q: Faça uma breve distinção entre os procedimentos
sistência das alterações comportamentais desejáveis, de avaliação diretos e indiretos. [Nível 4/An]
em seguida ao término do programa. R: Os procedimentos de avaliação diretos envolvem
observação direta e medida de algum aspecto de
4. Q: Quais são as cinco funções da fase de entrada um comportamento, conforme a ocorrência deste.
de um programa de modificação de comportamen- Sua preocupação é produzir um registro daquilo que
to? [Nível 2/C] o cliente está fazendo. Com a avaliação indireta, o
R: (a) Determinar se uma agência privada é apropria- modificador do comportamento em geral conta com
da para lidar com o comportamento do indivíduo; uma descrição verbal do comportamento de um
(b) dar informações ao cliente sobre as agências ou estudante. A descrição pode vir do cliente e/ou de
as políticas dos profissionais, bem como sobre os outras pessoas, por meio de entrevistas e/ou ques-
procedimentos relacionados com a prestação do tionários formais.
serviço; (c) fazer um levantamento sobre a existência
de alguma condição de crise; (d) reunir informação 10. Q: Descreva duas circunstâncias que poderiam
suficiente para diagnosticar o cliente; e (e) determi- levar ao uso de procedimentos de avaliação
nar quais comportamentos devem ser considerados indiretos. [Nível 2/C]
no nível basal.
2  Modificação de Comportamento | O Que É e Como Fazer

R: (a) Pode ser impraticável para você observar seus ou não a pessoa indicada para delinear um
clientes regularmente nas situações em que os programa de tratamento; (b) uma linha de base
comportamento-alvos ocorrem; (b) alguns clien- necessita por vezes indicar que aquilo que al-
tes podem desejar modificar alguns de seus guém pensou que era um problema na verdade
pensamentos e sentimentos que não podem ser não o era; (c) o processo de avaliação inicial
observados por outras pessoas. muitas vezes ajuda o modificador de comporta-
mento a identificar as possíveis causas do com-
11. Q: Descreva brevemente as vantagens e desvan- portamento-problema e a melhor estratégia de
tagens dos procedimentos de avaliação indire- tratamento; (d) dados de linha de base precisos
tos. [Nível 2/C] fornecem meios de determinar com clareza se o
R: Suas vantagens são: programa produziu ou está produzindo a mu-
(a) são convenientes dança desejada no comportamento; (e) os resul-
(b) não requerem uma quantidade de tempo substancial tados publicamente divulgados podem servir de
(c) podem ser usados para fornecer informação sobre incentivo (prompt) e de reforço para o modifi-
comportamentos encobertos. cador do comportamento pela realização de um
Já suas desvantagens são: programa; (f) os dados exibidos podem levar a
(a) a pessoa que fornece informação pode não se aprimoramentos à parte de qualquer outro
lembrar das observações com precisão programa de tratamento adicional.
(b) a pessoa que fornece a informação pode apresen-
tar tendenciosidades particulares que a influen- 16. Q: Qual erro é exemplificado pelo caso do dr.
ciariam a dar dados imprecisos. Caldwell e da mãe do garoto que batia a porta?
[Nível 3/Ap] Explique como o registro de dados
12. Q: Liste os cinco tipos principais de procedimentos preciso contrapôs esse erro. [Nível 2/C]
de avaliação indiretos. [Nível 2/C] R: Considerar que o procedimento não estava funcio-
R: Entrevista com o cliente e pessoas próximas, ques- nando quando, na verdade, estava. A avaliação
tionários, ensaio comportamental (role-playing), cuidadosa dos dados coletados possibilitou que
informação obtida por consulta profissional e o Dr. Caldwell apontasse para a mãe que o
automonitoramento do cliente. comportamento havia diminuído de uma linha
de base de 123 para 87 batidas de porta já nos
13. Q: Liste e descreva brevemente quatro tipos de 3 primeiros dias de vigência do programa.
questionários usados em avaliações comporta-
mentais. [Nível 2/C] 17. Q: Qual erro é exemplificado pelo caso do menino
R: (a) Questionários sobre a história de vida: fornecem que beliscava adultos? [Nível 3/Ap] Explique
dados dos antecedentes do indivíduo, como os como o registro de dados preciso contrapôs esse
históricos profissional, sexual e acadêmico. (b) erro. [Nível 2/C]
Checklists [listas de checagem] de problemas: R: Considerar que o programa estava funcionando
fazem o cliente indicar qual problema se aplica quando, na verdade, não estava. Harris et al.
a ele, entre os diversos incluídos em uma lista usaram os dados coletados para convencer os
detalhada. (c) Levantamentos: esquemas proje- professores de que o nível de beliscões durante
tados para fornecer informação específica neces- o programa inicial estava no mesmo nível obser-
sária à implementação de um programa particu- vado durante a linha de base.
lar para um cliente. (d) Escalas de classificação
de terceiros: são usadas por um terapeuta para 18. Q: O que significa reatividade na avaliação com-
pedir às pessoas próximas ou aos profissionais portamental? [Nível 2/C] Ilustre com um exem-
envolvidos com o cliente para indicarem em uma plo. [Nível 3/Ap]
checklist a frequência e/ou a qualidade de certos R: Reatividade se refere à observação de que os dados
comportamentos que o cliente possa emitir. exibidos associados ao comportamento de um
indivíduo podem levar a aprimoramentos nesse
14. Q: Descreva brevemente as vantagens e desvan- comportamento, à parte de qualquer outro
tagens dos procedimentos de avaliação diretos. programa de tratamento adicional. Em outras
[Nível 2/C] palavras, quando as pessoas sabem que seu com-
R: A principal vantagem dos procedimentos de avalia- portamento está sendo observado, este pode
ção diretos é que eles tendem a ser mais pare- mudar. Qualquer exemplo apropriado é aceitável.
cidos que os procedimentos de avaliação indire-
tos. As desvantagens compreendem: (a) são 19. Q: Descreva brevemente os detalhes do sistema
demorados; (b) requerem treinamento apropria- de gráficos concebido para a criança que levou
do dos observadores; e (c) não podem ser usados o coelho até a trilha de cenouras. [Nível 2/C]
para monitorar comportamentos encobertos. R: Foi preparado um gráfico que mostrava a figura
de um coelho se movendo na direção de uma
15. Q: Dê seis motivos para coletar dados precisos trilha de cenouras. Com os dias representados
durante uma avaliação e no decorrer de um ao longo da parte inferior e a quantidade de
programa. [Nível 2/C] tempo gasto no armário na parte lateral do
R: (a) Uma avaliação comportamental precisa fornecer gráfico, as reduções no tempo que a criança
uma descrição do problema que ajudará o mo- passava no armário foram significadas deslo-
dificador de comportamento a decidir se ele é cando o coelho pela grama verde representada
Respostas das questões apresentadas nos capítulos 
Capítulo 20  •  Avaliação Comportamental | Considerações Iniciais  3

no gráfico, rumo à trilha de cenouras represen- 23. Q: Descreva uma diferença entre o método de uma
tada na parte inferior. abordagem comportamental e o método de uma
abordagem tradicional para avaliação. [Nível 4/
20. Q: Descreva brevemente como Ernest Hemingway An]
e Irving Wallace usavam o autorregistro para R:
ajudá-los a manter o comportamento de escre-
ver.
R: Cada autor manteve um registro diário do número Métodos de Métodos de
de páginas escritas. Trollope e Hemingway tam- avaliação avaliação
bém registravam o número de palavras escritas comportamental tradicionais
diariamente. Enquanto Trollope registrava sua
produção em um diário, Hemingway e Wallace
mantinham gráficos de produção. Em todos os Preferência pela
A avaliação direta
três casos, os autorregistros dos autores ajuda- observação direta
é impossível (por
ram a manter a produção de trabalho naquilo de comportamentos
definição)
que eles consideravam serem níveis razoáveis. específicos

21. Q: Qual é a diferença entre uma abordagem com-


portamental e uma abordagem tradicional, em
termos de consideração básica do desempenho Respostas [e Níveis] de Questões
em um teste ou lista de checagem? [Nível 2/C] Adicionais
R: Uma abordagem comportamental considera que o
desempenho em um checklist é uma amostra da 1. Q: Qual é o principal propósito das listas de checa-
resposta de uma pessoa a estímulos específicos. gem destinadas a atletas? [Nível 2/C]
As abordagens tradicionais consideram o desem- R: Fornecer a informação necessária ao delineamento
penho no teste um sinal de um traço intrapsí- de intervenções efetivas para remediar os déficits
quico resistente ou variável pessoal. ou excessos comportamentais em situações especí-
ficas com atletas individuais.
22. Q: Descreva duas diferenças de metas das aborda-
gens comportamental e tradicional. [Nível 4/An] 2. Q: Quais são as duas diferenças entre as listas de
R: checagem e o testes psicológicos tradicionais?
[Nível 2/C]
R: Diferentemente dos testes psicológicos tradicionais,
Metas os checklists comportamentais não têm normas e
Metas tradicionais de não são projetados para medir traços de caráter ou
comportamentais
avaliação personalidade.
de avaliação

1. Identificar
1. Diagnosticar ou
excessos ou déficits
classificar indivíduos
comportamentais

2. Identificar
as causas dos 2. Identificar as causas-
problemas de traço ou intrapsíquicas
comportamento do comportamento
atuais