You are on page 1of 37

TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS

(TRC)

SINISTROS e FRAUDES
1.Considerações
Básicas
Quais os Riscos
que
afetam o TRC ???
Riscos presentes no TRC
Acidentes de Trânsito
 Transporte de Cargas
em Geral

 Transporte de Produtos
Perigosos

 Transportes Especiais
Riscos presentes no TRC

Delitos de Carga
(Vias/Depósitos)

Roubo a Caminhão termina em tiroteio


 Roubos

 Furtos

 Desvios
Depósito de cargas
Outros Riscos presentes no TRC
• Avarias na Carga (em trânsito/em depósito)
• Incêndios, inundações
• Falta de água / energia elétrica
• Vandalismo / sabotagens
• Corrupção / coação
• Vazamento de informações
• Greves (internas e externas)
• Outros
Carga saqueada
Tratamento dos Riscos

Administrar e reduzir chances de concretização de perdas,


por meio do controle e/ ou financiamento dos riscos.

reduzir G Ris
CONTROLE
(PREVENÇÃO) eliminar

FINANCIAMENTO
assumir (fundo próprio)
transferir (seguro)
SEGUROS OBRIGATÓRIOS no TRC
(DPVAT – RCTR-C )

DPVAT – Seguro Obrigatório de Danos


Pessoais Causados por Veículos
Automotores de Via Terrestre.

RCTR-C – Responsabilidade Civil do


Transportador Rodoviário de
Cargas.
SEGUROS FACULTATIVOS DO
TRANSPORTE

TT-RR – Transporte Terrestre – Risco Rodoviário

RCF-DC – Responsabilidade Civil Facultativa


contra Desvio de Cargas (criado em 1985);

RCF-DP – Responsabilidade Civil Facultativo


contra danos pessoais; e

RCF-DM – Responsabilidade Civil Facultativo


contra danos materiais
2. Sinistros e Fraudes
no TRC
REALIZAÇÃO APOIO
APIO

Acidentes de Trânsito no TRC

- Colisão (frontal / traseira)


- Abalroamento (lateral)
- Choque
- Atropelamento
- Adernamento
- Tombamento
- Capotamento
ACIDENTES DE TRÂNSITO ENVOLVENDO CAMINHÕES

ANO ACIDENTES MORTES


(pelo menos, 01 cam)

2004 112,5 mil 7.724


2005 110 mil 8.039

 01 acidente com caminhão a cada 05 minutos!!!


 145.000 motoristas de caminhão envolvidos em acidentes
anualmente (400 motoristas /dia!!!)
 2.400 motoristas de caminhão MORREM em acidentes / ano
 Custo total dos acidentes com caminhões (2005): R$ 7,7 bilhões !!!
Fonte: IPEA
ROUBO DE CARGAS - BRASIL

2012
OCORRÊNCIAS: 13.850 (Mercado Segurador – 8.813)
PREJUÍZOS: R$ 960 milhões (Merc.Seg.- R$ 409 mi)

Região Sudeste: 83,13%

Em áreas urbanas: 70%


Em rodovias: 30%

Veículos de Carga não recuperados: 21%

Fontes: NTC & Logística


FRAUDES – QUANTO A VEÍCULOS DE CARGA

 Veículos de Carga, no geral, não fazem seguro !!

 Destino dos Veículos quando roubados/furtados


- “Desmanches” – Outros Destinos
- Crime de receptação

 Fraudes verificadas:
- Adulterações de documentação do veículo (“esquentado”)
- Adulterações no veículo (chassi, cor, troca de cabine/baú, etc)
- “Clonagem”
FRAUDES – QUANTO AO DESVIO DE CARGAS

 Envolvimento do motorista (“Chave na mão”) !!

 Destino das Cargas quando desviadas


- Roubos de oportunidade
- Roubos encomendados
- Crime de receptação

 Fraudes verificadas:
- Falsa comunicação de roubo
- Adulterações de documentação da carga (“esquentado”)
- Vendas dos produtos em mercados formais e informais
3. O que fazer ?
Engloba...
Segurança Segurança
no + Patrimonial
• Delitos de Cargas
Trânsito • Outros Riscos
Por conta de ...
Ações Institucionais
(Governo / Entidades)

+
Gerenciamento de Riscos
(Empresas do TRC)
TRC – Esforço Legal

Objetivos Prioritários

 Regulamentar a Lei Complementar nº 121/06

 Agravamento penal e “Perdimento de Bens”,


em casos de receptação

 Disciplinar o funcionamento de “Desmanches”


Ações em Âmbito Federal
1. Regulamentar a LC nº 121/2006
“Sistema Nacional de Prevenção,Fiscalização e
Repressão ao Furto e Roubo de Veículos e Cargas”

 Mecanismos de cooperação entre a União e as UF


 Participação obrigatória dos Órgãos Fazendários
 Identificação dos produtos (lote e número)
 Autorização para Conduzir veículo de carga
 Dispositivos antifurto (obrigatórios e opcionais)

NÃO REGULAMENTADA !!!


Ações em Âmbito Federal

2. Aprovação de Legislação relativa ao agravamento penal


do crime de receptação
- PL nº 779/1995 (14 projetos apensados)
- PLS nº 236/2012 ( Novo Código Penal)

3. Legislação relativa ao “Perdimento de Bens”, em casos


de receptação
- Lei nº 9613/98 - Modificada
Lei nº 9.613/98
(Modificada pela Lei nº 12.683, de 09/07/2012)

Art 1º- Ocultar ou dissimular a natureza, origem, localização, disposição,


movimentação ou propriedade de bens, direitos ou valores provenientes, direta ou
indiretamente, de infração penal.
Pena: reclusão, de 03 a 10 anos , e multa
Incorrem também na mesma pena, segundo os parágrafos 1º e 2º do Art 1º, quem:
- os converte em ativos lícitos;
- os adquire, recebe, troca, negocia, dá ou recebe em garantia, guarda, tem em
depósito, movimenta ou transfere;
- utiliza, na atividade econômica ou financeira, bens, direitos ou valores
provenientes de infração penal; ou
- participa de grupo, associação ou escritório tendo conhecimento de que a
atividade principal ou secundária é dirigida à prática de crimes previstos nesta
Lei nº 9.613/98
(Modificada pela Lei nº 12.683, de 09/07/2012)

Art 4º - O juiz, de ofício, a requerimento do Ministério


Público ou mediante representação do delegado de
polícia, ouvido o Ministério Público em 24 horas, havendo
indícios suficientes de infração penal, poderá decretar
medidas assecuratórias de bens, direitos ou valores do
investigado ou acusado, ou existentes em nome de
interpostas pessoas, que sejam instrumento, produto ou
proveito dos crimes previstos nesta Lei ou das infrações
penais antecedentes.
Lei nº 9.613/98
(Modificada pela Lei nº 12.683, de 09/07/2012)

Art. 7º - São efeitos da condenação, além dos previstos no


Código Penal:
I – a perda, em favor da União – e dos Estados, nos
casos de competência da Justiça Estadual – de todos os
bens, direitos e valores relacionados, direta ou
indiretamente, à prática dos crimes previstos nesta Lei,
inclusive aqueles utilizados para prestar a fiança,
ressalvado o direito do lesado ou de terceiro de boa-fé.

II - ...
PODER LEGISLATIVO

4. Aprovação de Legislação relativa à


Regulamentação de “Desmanches”
- PLC nº 038 / 2013

- PLS nº 617/ 2011


Conceito Básico
GERENCIAMENTO DE RISCOS
(“RISK MANAGEMENT”)

É a adoção de um conjunto de recursos (humanos, materiais


tecnológicos, financeiros, etc) e processos de gestão
(técnicas, procedimentos, normas, etc) que visam proteger
os bens ou valores patrimoniais de uma organização,
objetivando prevenir riscos e quaisquer prejuízos, de modo
a permitir que a mesma atinja com eficácia seus objetivos
empresariais.
G Ris no TRC
Conceituação
É a adoção de um conjunto de recursos
(humanos, tecnológicos, etc.) e processos de
gestão preventivos que visam evitar ou minimizar
os efeitos de perdas ou danos que possam
ocorrer no transporte de mercadorias, desde a
origem até o destino da carga, garantindo que o
produto esteja no local desejado, dentro do prazo
previsto e de acordo com sua conformidade.
G Ris no TRC
Abrangência do G Ris no TRC
(Bens ou Valores a Proteger)
 Operações Móveis de Transporte

 Instalações e Áreas Físicas

 Recursos Humanos (RH)

 Sistemas de Informação (Documentos –


Informações Digitais – Comunicações)
GERENCIAMENTO DE RISCOS NO TRC

Práticas de Gerenciamento de Risco aplicadas no TRC:


- pesquisa de perfil de motorista
- direção defensiva
- limites de embarque
- roteirização de percursos ( paradas previstas)
- horários de coleta/entrega
- normas de segurança no deslocamento
- rastreamento e monitoramento por satélite
- inteligência embarcada
- escoltas tradicionais e veladas
Sensor de
Baú
Localizador
Película Protetora Seleção e
“insulfilm” Portátil
Capacitação

Rastreador Sensor
Trava de
Principal Desengate
Sensores: Baú
- Ignição
Grade
- Painel Nylon
- Velocidade RFID
- Vandalismo
- Portas
Cabine

Botão
Imobilizador
Pânico
de carreta
Sirene

Rastreador de
Trava 5ª roda carreta

Bloqueador
Acelerômetro Combustível
Protetor de Estribo Futuro (RFID)
Rastreador
Complementar
Bateria back up Acidente Obrigatório

RFID Acessório Complementar


Atrasado Escolha a
Bêbado
ferramenta mais
Batom adequada para
cada situação
4.CONCLUSÃO
SEGUROS / GERENCIAMENTO DE RISCOS

EXPECTATIVAS E NECESSIDADES
DO
TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS
(TRC)
SEGUROS / GERENCIAMENTO DE RISCOS

1 – CADASTRO ÚNICO
Situação: Cada GR impõe cadastro próprio e não aceita cadastro de outras GR.

Análise:
- Diversidade de cadastros onera o TRC
- Restrições cadastrais identificadas por uma GR não são repassadas às demais.
Com isso, pessoas com perfil de risco são frequentemente liberadas para as
operações do TRC.
- Tecnicamente, é fácil confeccionar um Cadastro Único, bastando padronizar as
fontes de pesquisa. O óbice a isso tem sido os interesses econômicos das GRs.

Expectativa: Que as GR adotem um Cadastro Único, que unifique as restrições cadastrais


reduzindo o risco operacional e reduza os custos para o TRC.
SEGUROS / GERENCIAMENTO DE RISCOS

UNIFICAÇÃO DE CADASTROS – IMPORTÂNCIA!!!

Motorista: Luciano Domingues da Silva/ Laudinei Pereira


Veículo:VW/18.310 TITAN – Placa: DJB 4503- Campo Mourão/PR

Golpes praticados:
1) 05/08/2010 – BO nº 2892/2010 – 103ºDP – São Paulo/SP
Eletro-eletrônicos – Valor: R$ 250 mil
2) 15/09/2010 – BO nº 5413/2010 – DP/Suzano
Alimentícios – Valor: R$ 120 mil
3) 03/11/2010 – BO nº 3551/2010 – 93ºDP – São Paulo/SP
Pneus – Valor: R$ 160 mil
4) 09/02/2011 – BO nº 275/2011 – 8ºDP – Guarulhos/SP
Energéticos – Valor: R$ 315 mil

Situação cadastral: Liberado para embarque por diferentes Gerenciadoras !!!


SEGUROS / GERENCIAMENTO DE RISCOS
2 – COBERTURA SECURITÁRIA (GR e Equipamentos)

Situação: Hoje, no ciclo operacional do transporte, operadores de GR e sistemas de


segurança utilizados não dispõe de cobertura securitária para potenciais
falhas operacionais.

Análise:
- Operadores de GR e equipamentos tecnológicos são ferramentas importantes
e necessárias nas operações de transporte.
- Falhas operacionais, não intencionais, acontecem.
- Embarcadores e transportadores dispõem de cobertura securitária para assumir
responsabilidade nas situações anormais.

Expectativa: Como um direito natural de reciprocidade nas relações comerciais, que os


demais parceiros (Empresas de GR, Empresas de Segurança e Fornecedores
de Equipamentos) tenham cobertura securitária para suas atividades.
Muito Obrigado!

Cel. Paulo Roberto de Souza


Assessor de Segurança – NTC & Logística