You are on page 1of 1

Itg blrgura da linha ÍeÍerente à série'Tem- Fig.

7-OÍorm
per peratura', lembrando que deve-se se- com 0s
ecirnar sempre a série alvo das mo- componentes.
áÍi- fficações antes de Íazê-las.
Feche o editor do Chart clicando
en- rm botão Close na parte inferior da ja-
ô). rda.
pe- Arraste um componente
irio SoeedButton da aba Additionale po-
Ío- rilrïaú na parte inferior do Íorm.
td O form do seu projeto deverá estar
ub- mrecido com a liguraT. Estas linhas
0p- raçadas são randômicas (aleatórias)
Ya- e apenas para visualização em design
las turne: na verdade estes pontos não
Ya- sistem, basta executar o projeto (via
b- Eda Fg) que você verá que não há
erâ r'enhum ponto aindal Se elas não apa-
rdo reeeÍem no seu projeto em design executado apenas uma vez e antes da Após codificar este pequeno trecho,
rtic rlm, não tem problema. exibição do form no vídeo. Como já analise a simulação de dados feita
'o Faremos a aquisição de leituras de deÍinimos que as séries terão 100 pon. através do botão e execute o progra-
ge. wiáveis reais, convertidas por um AD tos sempre visíveis, no evento de cria- ma para ver o funcionamento do com-
m) e bas através da porta paralela. En- ção do Íorm Íaremos um C/ear em ponente gráÍico em run time.
t€ianto, apenas para nos Íamiliarizar- cada uma das Séries de Íorma a lim- Note que Íoi utilizada uma variável
nF6 um pouco mais com o componen- par quaisquer pontos aleatórios, e em global denominada'X', do tipo inteiro
Íe- e Enífico Chart, Íaremos uma entrada seguida atribuiremos valor zero aos (integer), isto porque será esta variá-
bo- e dados'simulada': vamos adicionar 100 primeiros pontos do gráÍico, de vel que armazenarâ o valor atual do
mo @rtG ao gráÍico através de simples Íorma que inicialmente seja mostrada eixo horizontal, ou seja, ela será o con-
Ítra o*ques em um botão na janela do apenas uma linha horizontal - veja o tador do tempo, função do qual o grá-
7de dcaüvo. código comentado na listagem 3. ln- Íico será traçado.
Esta é uma abordagem interessan- sira o código do evento onCreate apre- O Íato dela ser global, implica que
E no uso do PC: a entrada simulada sentado na listagem. ela terá como escopo toda a Unit1, e
de' @ dados. Adicione também um manipulador mesmo sendo alterada dentro de qual-
Er- \bcê pode desenvolver a parte de de eventos para o evento Click do bo- quer manipulador de evento ou rotina
Èa $qfuilare de sua aplicação mesmo sem tão, e nele insira o código respectivo - do usuário, o seu novo valor não é
ara Gr a parte de hardware disponível - mostrado na listagem 3. perdido, o que realmente necessita-
de !6sa saber como ela irá se comuni- Lembre-se: para acessar qualquer mos, pois a variável têmpo é de natu-
nl- gar@{ÌÌ o seu programa, e então você manipulador de eventos você deverá reza crescente (acumulativo)!
Ëo lr.iÉsrno pode gerar a entrada desses selecionar o componente ao qual ele
ha. ffis, através da programação con- se reÍere, acessar o Object lnspector unit Unitl;
3a ffid€{Ìte de um botão ou de um timer, (F11), selecionar a aba Events e,fi- interÍace
peremplo, de Íorma que este botão nalmente, dar um duplo clique sobre
im timer) envie os dados às rotinas o item - que neste caso, como quere- uses
e-e úarão o tratamento, dados estes mos escrever código para o evento Windows, Messages, SysUtils,
q€ a rotina trata como se viessem da Click, o item é o onClick. Classes, Graphics, Controls, Forms,
prta paralela ou serial. Assim, o tra- O Delphi irá gerar o esqueleto de Dialogs,
Wp de'desenvolvimento não fica to- código mostrado na listagem 2. Esta é TeEngine, Series, ExtCtrls,
trnrente uamarrado" ào hardware, po- a deÍinição da procedure criada para TeeProcs, Chart, Buttons;
@ndo ambos sêrem desenvolvidos manipular o evento onClick.
snï.lttaneamente. type
procedure TForml.Speed TForml = class(TForm)
Piara tazermos esta entrada simu- Buttonl Click(Sender: TObject); SpeedButtonl : TSpeedButton;
Hrda utilizaremos o botão tipo begin Chartl: TChart;
Êne€utton e algumas linhas de có- Seriesl : TFastLineSeries;
ü9e end; Series2: TFastLineSeries;
procedure
Para que o Chart funcione de Íor- Listagem 2 - O esqueleto do SpeedButtonl Click(Sender: TObject);
Íl'ïE contínua, devemos prepará-lo an- manipulador do evento Click procedure FormCreate(Sender:
-e lsto hremos no evento onCreate TObject);
ffi Form1. Este evento é disparado A seguir é mostrado todo o código private
illEndo o form é criado, portanto, é da unit correspondente ao Form1. { Private declaralions }
SIEER ELETRÔNICA N9 320/99