You are on page 1of 4

11ª LISTA DE EXERCÍCIOS DE DIREITO CIVIL II –

(NOVAÇÃO)
11ª LISTA DE EXERCÍCIOS DE DIREITO CIVIL II – (NOVAÇÃO)
PROF.ª PATRICIA DONZELE CIELO

1. É correto afirmar que ocorre o instituto da novação quando (OAB/MG agosto


de 2001):
a) Se repete ação que está em curso, sendo idênticos o objeto, as partes e a causa
de pedir;
b) O devedor contrai com o credor nova dívida, para extinguir e substituir a
anterior;
c) O autor fica impedido de intentar nova ação, por dar azo à extinção do
processo ao não promover os atos que lhe competir, abandonando a causa por
mais de trinta (30) dias;
d) O credor consentir em receber coisa que não seja dinheiro, em substituição à
prestação que lhe era devida, extinguindo-se a obrigação.

2. É correto afirmar que (OAB AM 2002 II):


a) Se dá a novação quando, em virtude de obrigação nova, outro credor é
substituído ao antigo, ficando o devedor quite com este.
b) A novação, por substituição do devedor, é dependente do consentimento
deste.
c) A novação pode validar quaisquer obrigações ainda que nulas ou extintas.
d) A novação realizada em contrato garantido por fiança mantém o ônus do
fiador, ainda que feita sem o seu consentimento pelo devedor principal.

3. (ESAF/PFN/98) Delegação com efeito novatório é a:


a) delegação imperfeita que se cumpre sem a extinção da obrigação do
delegante.
b) novação subjetiva ativa.
c) novação real.
d) novação em que há alteração no objeto da relação obrigacional.
e) delegação perfeita, que altera a pessoa do devedor com o consenso do
devedor originário, que indica uma terceira pessoa para resgatar seu débito,
com anuência do credor.

4. (ESAF/AGU/98) "A" deve a "B" R$ 20.000,00. "B" se propõe a liberar "A" se


ele concordar em contrair com "C" dívida de igual quantia. Se a proposta for
aceita, o débito de "A" para com "B" desaparece e surge uma nova dívida de "A"
para com "C". Neste caso configura-se a novação:
a) subjetiva passiva por expromissão.
b) subjetiva ativa.
c) subjetiva passiva por delegação.
d) real.
e) objetiva.

5. João compra de Mário determinado bem, sendo o preço fixado para pagamento a
prazo. Vencido o prazo, João pediu prorrogação, mas Mário dele exigiu nota
promissória, com o mesmo valor, com nova data de pagamento, mas sem qualquer
ressalva. Não sendo pago o título na data aprazada, Mário pediu a rescisão do contrato,
com a devolução do bem, apresentando a nota promissória nos autos. Assinale a
decisão CORRETA do Juiz. (Juiz Substituto MG 2004/2005)
a) Deve negar o pedido, sob fundamento de ter havido novação, com a emissão
da nota promissória.
b) Deve negar a rescisão, entendendo que, se houve mora, com o vencimento do
título, necessário para caracterizá-la seria o protesto.
c) Deve decretar a rescisão do negócio, sob fundamento de que, não havendo
ressalva e não tendo intenção do credor de fazer circular o título, houve
simplesmente confirmação da obrigação e não novação.
d) Deve entender que o credor só poderia rescindir o contrato, se provasse ter
tentado receber a importância, fazendo circular o título.
e) Deve entender que a rescisão seria possível somente depois de o credor tentar
o recebimento do título em execução frustrada.
6. Pousando-se os olhos sobre o Direito das Obrigações e Contratos, selecione as
proposições falsas ou verdadeiras e, em seguida, escolha a resposta correta (Exame
III OAB/DF 2001):
I – Nas obrigações alternativas, a escolha compete ao credor, à falta de outra
estipulação.
II – Na solidariedade ativa, cada um dos credores tem o direito a exigir do
devedor o cumprimento da prestação, por inteiro, mas aquele que tiver remitido
a dívida ou recebido o pagamento responderá aos outros pela parte, que lhes
caiba.
III – O terceiro não interessado, que paga a dívida em seu próprio nome, tem
direito a reembolsar-se do que pagar e sub-roga-se nos direitos do credor.
IV – Importa exoneração do fiador a novação feita sem seu consenso com o
devedor principal.
a) F – V – F – V.
b) V – V – F – F.
c) V – F – V – V.
d) F – F – V – F.

7. A novação, o compromisso e o perdão, são institutos jurídicos relacionados


diretamente a:
a) Cumprimento estrito do contrato avençado;
b) Forma de extinção das obrigações sem pagamento;
c) Possibilidade permanente de modificação das relações jurídicas;
d) Renovação judicial dos contratos.
e) N.d.a.

8. (XXXV Concurso MP-MG -1998) Entre os efeitos das obrigações estão estes:
1- Atribuir ao credor o direito de exigir do devedor o cumprimento da obrigação
no tempo, no lugar e pelo modo devidos;
2- Impor ao devedor o cumprimento exato da prestação, e dar lhe o direito de
exigir a quitação da prestação cumprida;
3- Ter o credor o direito de demandar o devedor por ações pessoais, se ele
incorrer em culpa;
4- Repelir o devedor as ações propostas pelo credor, provando que a obrigação
se acha extinta ou modificada por alguma cláusula legal;
5- Impor ao devedor o cumprimento exato da prestação, ressalvando qualquer
possibilidade dele exigir a quitação de sua prestação.
Da análise das assertivas acima, pode se concluir que:
a) 1 e 2 estão corretas, e 4 e 5 incorretas;
b) 1, 2, 3 e 4 estão corretas, e a 5 incorreta;
c) 2 e 5 estão corretas, e 1 e 2 incorretas;
d) nenhuma está correta;
e) todas estão corretas;

9. Assinale a alternativa correta:


a) A mora está caracterizada independentemente da possibilidade de o credor
obter o cumprimento do restante da obrigação devida.
b) A entrega gratuita de bem em cumprimento à obrigação natural é
considerada doação.
c) Não é possível novação de obrigação natural, uma vez que o débito na
obrigação natural persiste e o pagamento feito é válido e não enseja a repetição.
d) Se a obrigação primitiva for nula ou estiver extinta, impossível será a
novação, mas se for apenas anulável, poderá ser novada, visto poder ser
confirmada.
e) N.d.a.

10. A novação tem como características: (OAB-RJ 2001):


a) Não extingue a dívida primitiva, há simplesmente um novo objeto;
b) Mesmo havendo estipulação em contrário não se extinguem os acessórios e
garantias da dívida anterior, que poderão ser exigidos judicialmente;
c) O credor assume o novo devedor, porém tem ação contra o primitivo devedor
em caso de insolvência do novo devedor, mesmo em caso de boa-fé;
d) Não se presume a intenção de novar. Na dúvida, entende-se que houve
confirmação da obrigação ou se criou nova obrigação.

11. "A" deve a "B" R$ 50.000,00. "C", amigo de "A", sabendo do débito, pede ao
credor que libere "A", pois ele, "C", passará a ser o novo devedor. A hipótese
configura novação (Exame de ordem - SP):
a) Subjetiva passiva por delegação.
b) Objetiva.
c) Subjetiva passiva por expromissão.
d) Subjetiva ativa.

12. Assinale a alternativa falsa, no que diz respeito à Novação: (OAB-MS – 65º
exame)
a) Dá-se novação quando o devedor contrai com o credor nova dívida, para
extinguir e substituir a anterior;
b) Dá-se novação quando novo devedor sucede ao antigo, ficando este quite com
o credor;
c) Dá-se novação quando, em virtude de obrigação nova, outro credor é
substituído ao antigo, ficando o devedor quite com este;
d) A novação mantém os acessórios da dívida novada, independente de
estipulação pelas partes.

13. Assinale a alternativa correta:


a) A novação não pode ocorrer por meio de procurador, sob pena de haver
prejuízo para o credor.
b) Na novação subjetiva passiva o novo devedor assume a dívida, permanecendo
o mesmo vínculo obrigacional.
c) A novação subjetiva passiva por extromissão ocorre quando o devedor indica
terceira pessoa que assumirá o débito com a aquiescência do credor.
d) Na novação objetiva a primeira obrigação é quitada e substituída pela nova
obrigação.

14. São requisitos da novação:


a) O surgimento de nova obrigação, que deve ser válida e substancialmente
diversa da primeira.
b) A vontade expressa ou tácita de novar.
c) Uma obrigação primitiva válida ou anulável.
d) Todas as anteriores.

15. Marque a alternativa correta:


a) Como a novação implica na extinção da obrigação primitiva, pode-se dizer
que sempre irão se extinguir também todos os acessórios desta obrigação, uma
vez que seguem o destino do principal.
b) Na novação objetiva a obrigação originária permanece a mesma, havendo
somente uma modificação do seu objeto, com anuência do credor. Extingue-se a
dívida.
c) A nulidade da segunda obrigação torna ineficaz a novação, voltando-se as
partes à situação em que antes dela estavam, ou seja, restabelece-se a dívida
original, com todos os seus acessórios.
d) N.d.a.