You are on page 1of 3

ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL VILA NEÓPOLIS

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL – 2ª ETAPA LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR(A): ADRIANA


ANO / CURSO: E.F. 8º ANO TURMA: NOTA:
NOME: Nº DATA: __ / ___ / 2018

PROVA TRIMESTRAL / LIVRO “DOM QUIXOTE”

Questões:

1- Complete com as palavras abaixo:

puros entusiasmo ridículas fantasias

O livro é interessante, pois mostra as paisagens da região da Espanha no período pós Idade
Média. Mergulha também no imaginário e nas _______________ do personagem principal.
Embora passe por situações de privação e, muitas vezes,______________________, Dom
Quixote desperta um sentimento de simpatia. A fé e o _______________ motivam o leitor, pois os
sentimentos do cavaleiro são nobres e __________.

2- -Relacione:

( ) Belo e formoso, porém é um grande trambiqueiro, Sansão Carrasco é


outro louco e um falso cavaleiro, que travou duas batalhas com Dom Quixote
(na primeira batalha ele tinha perdido, mas na segunda ganhou de Dom
Quixote).

( ) Ele a chama de Dulcinéia Del Toboso por Dom Quixote. Ela é uma
gorda, feia, desengonçada e analfabeta, mas para Dom Quixote, ela era uma
bela princesa.

(........) Casado com a bela duquesa é um jovem senhor; Elegante. E deu a tão
a) Dom Quixote sonhada ‘ilha’ a Sancho, mas só que era falsa, fazia parte da peça que
b) Sancho Pança: pregavam em Dom Quixote.
c) Senhor Cura:
d) Mestre Nicolau: (........) Uma bela senhora casada e morava em um belo castelo, apaixonada
pelos livros de Dom Quixote, seu reino todo pregou uma peça em Dom
e) Antonia: Quixote.
f) Rocinante:
g) Amazonas/Duques (........) Um pangaré magro e feio usado nos serviços do sitio, foi batizado pelo
a fidalgo de Rocinante que participou das grandes aventuras do Dom Quixote.
h) Duque:
(........) Jovem e bonita, e mandona, toda vez que seu tio saia tentava tomar
i) Camponesa : medidas drásticas, já queimou a maioria dos livros da biblioteca de seu tio.
j) Sansão Carrasco:
(........) Um dos melhores amigos Dom Alonso, e discutia com ele qual
cavaleiro das novelas de cavalaria era mais forte. E também era barbeiro.

(........) Amigo de Dom Quixote, e vigário da aldeia de La Mancha.

(........) Escudeiro de Dom Quixote, ele é baixo e gordo, pensa que vai ganhar
uma ilha prometida por Dom Quixote, às vezes apanha no lugar no lugar de
seu amo, Sancho tem uma mulher e dez filhas.

(........) Um velho fidalgo que morava em uma aldeia chamada La Mancha, ele
adorava ler, histórias sobre cavalaria, um dia leu tanto sobre cavalaria que
ficou achando que era um cavaleiro andante.
3- Coloque V, para verdadeiro e F, para falso:

( ) Dom Quixote, magro, não muito alto, bigode e cabelo grisalho. Grande sonhador de certa
forma '' lunático'' imprevisível e aventureiro. Fidalgo em decadência econômica fanático por
novelas de cavalaria; altivo; ingênuo; sonhador; puro; confusão entre a fantasia e a realidade
(afastou-se por completo da realidade no decorrer do livro). Busca por amor, paz e justiça.

( ) Sancho Pança atua como um personagem contraste à personagem principal, o próprio Dom
Quixote. Enquanto o Quixote é sonho, é fantasia, o Sancho é realista. Na medida em que o relato
avança, Sancho, aos poucos, vai aceitando os "delírios" do cavaleiro de quem é o fiel escudeiro.
Finalmente, não se pode pensar em Dom Quixote, sem ter junto o notável e comilão Sancho
Pança. Ingênuo e honesto lavrador; trabalhador; fiel; pouca inteligência; mantinha certa lucidez ao
acompanhar Dom Quixote.

( ) Sancho representa o contraponto à forma como Dom Quixote interpreta a realidade. Apesar
de considerado louco pela maioria das pessoas, o cavaleiro sempre encontra uma justificativa
para seus infortúnios e, na ausência de uma explicação racional, os atribui às transformações
decorrentes de feitiços e encantamentos. Sancho é capaz de perceber a discrepância entre a
realidade por ele percebida e a descrita por Dom Quixote, contudo, facilmente se conforma com
as justificativas apresentadas por seu amo, pois sua simplicidade não lhe permite maiores
contestações.
( ) A história se passa em uma pequena aldeia da Espanha, se trata de um ingênuo senhor de
50 anos chamado Alonso Quixano, que possuía uma enorme biblioteca com as maiorias dos livros
sobre cavalaria. De tanto ler, acabou querendo se tornar um cavaleiro andante, e os cavaleiros
dos livros que lia, honrava a vitória de suas batalhas a suas amadas.

( ) A história mostra um ingênuo senhor rural cujo passatempo favorito era a leitura de livros de
cavalaria. Na sua obsessão, acreditava literalmente nas aventuras descritas e decide tornar-se um
cavaleiro andante. Suas viagens sucederam-se sob a alucinação de que estava vivendo na era da
cavalaria; pessoas que encontrava nas estradas pareciam-lhe como cavaleiros em armas , damas
em apuros gigantes e monstros ; até moinhos de vento na sua imaginação eram seres vivos.
Combatendo as injustiças o personagem enfrenta situações penosas e ridículas , mantendo
porem uma figura nobre e patética. Ao final da Segunda parte Dom Quixote volta à razão ,
renuncia aos romances de cavalaria e morre como piedoso cristão.

4- Relate, de acordo com a sequência da história, os fatos abaixo. :

Causas do surgimento de Dom Quixote:


Perda da riqueza (Como dom Quixote perdeu sua riqueza)
............................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................
.......................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................
......................................................................................................................................................

A batalha contra o “exército de ovelhas”:


............................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................
.......................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................
......................................................................................................................................................

A batalha dos moinhos de vento:


............................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................
.......................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................
......................................................................................................................................................

Consequências da “loucura” de Dom Quixote:


............................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................
.......................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................
......................................................................................................................................................

Morte do personagem
............................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................
.......................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................
......................................................................................................................................................

Related Interests