You are on page 1of 2

PLANO DE ACÇÃO

BIBLIOTECA ESCOLAR / CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS

(QUADRIÉNIO 2009 - 2013)


INTRODUÇÃO:

Neste documento, apresentam-se as grandes linhas orientadoras do trabalho a realizar, no


quadriénio 2009-2013, pela Biblioteca Escolar, aprovadas em CP. Não se pretende limitar
a planificação anual de actividades deste grupo, apenas traçar metas que potenciem o
sucesso educativo, através da acção da Biblioteca Escolar.
Na elaboração do presente Plano de Acção, foram considerados os seguintes pressupostos:
1. A biblioteca escolar constitui-se cada vez mais como centro de recursos educativos
e pedagógicos ao serviço de alunos, professores e restante comunidade educativa;
2. A biblioteca escolar proporciona informação e ideias fundamentais para o sucesso
dos alunos na sociedade actual, também ela baseada na informação e no
conhecimento.
3. A biblioteca escolar desenvolve nos alunos competências para a aprendizagem ao
longo da vida e estimula a imaginação, permitindo-lhes tornarem-se cidadãos
responsáveis.
4. O trabalho em parceria entre bibliotecários e professores, como está comprovado,
aumenta a probabilidade de os alunos atingirem níveis mais elevados de literacia,
de leitura, de aprendizagem, de resolução de problemas e competências no
domínio das tecnologias de informação e comunicação.

PERFIL ACTUAL DA BE/CRE:

Servindo um universo de cerca de 2200 alunos por ano, a Biblioteca AVER entronca a sua
acção no Projecto Educativo de Agrupamento, no Projecto Curricular de Agrupamento
(documentos onde está definido o contexto sócio-cultural da comunidade escolar de
Rebordosa) e nas orientações da Rede de Bibliotecas Escolares.
Apesar da grande afluência ao espaço, por alunos dos diferentes ciclos e pelos professores,
nem sempre existe uma utilização adequada e optimizada do espaço, devido, entre outros,
aos seguintes factores: falta de conhecimento das potencialidades e valências do espaço;
desajustamento das atitudes em relação ao espaço; falta de reconhecimento das vantagens
de uma utilização mais equilibrada dos diferentes recursos; dificuldades de integração dos
alunos e professores recém-chegados na realidade da BE/CRE; dificuldades dos
professores em reconhecer a BE como um parceiro no apoio ao currículo, na promoção
das aprendizagens, da leitura e das literacias e como facilitador do enriquecimento
cultural e artístico dos alunos; existência de um espólio que ainda não responde às
necessidades curriculares, culturais, literácitas e de leitura da comunidade educativa.

MISSÃO:
Cumprir os objectivos e as metas previstas no Projecto Educativo;
Disponibilizar serviços de aprendizagem, livros e recursos que permitam a todos os
membros da comunidade escolar tornarem-se pensadores críticos e utilizadores efectivos
da informação em todos os suportes e meios de comunicação.

Desenvolver políticas e serviços, seleccionando e adquirindo recursos, proporcionando


acesso material e intelectual a fontes de informação apropriadas, disponibilizando
equipamentos e dispondo de pessoal qualificado.

Promover o reconhecimento da BE como verdadeiro pólo congregador das diferentes


áreas do saber e uma mais-valia no processo ensino-aprendizagem, capaz de gerar novos
saberes geradores de uma posição mais crítica e autónoma;

Fomentar a articulação com as diferentes estruturas intermédias da escola de forma a


apoiar o desenvolvimento curricular;

Participar na criação e desenvolvimento da Rede Concelhia de Bibliotecas de Paredes,


fomentando o trabalho de parceria com as BEs locais;

Estreitar os laços com a comunidade educativa, apelando à participação efectiva nas


actividades a desenvolver.

Rebordosa, 14 de Outubro de 2009

(A professora bibliotecária)
Gracinda Moreira