You are on page 1of 7

PLANO DE COMPONENTE CURRICULAR

CURSO: FONOAUDIOLOGIA
PERÍODO LETIVO: 2018/02
DISCIPLININA: Seminário Integrado em Fonoaudiologia III
CARGA HORÁRIA: 40 horas
CRÉDITOS: 2
PROFESSOR: CLARA SIMONE IGNÁCIO DE MENDONÇA
TITULAÇÃO: Doutorado

Contextualização
A integração entre as diferentes áreas de atuação do Fonoaudiólogo possibilitará ao acadêmico
correlacionar a Fonoaudiologia com outras ciências afins, bem como adquirir uma visão geral da
comunicação em diferentes níveis de atuação: prevenção, diagnóstico e reabilitação,
contextualizando as disciplinas aprendidas durante este semestre.

Ementa
Estudos especiais, destinados à exposição, debate e registro de matérias de interesse coletivo, no
âmbito das formações específicas, com vistas à ampliação e aprofundamento de temas,
experimentações, estudos de problemas, dentre outros; ampliação das dimensões dos
componentes curriculares relacionadas ao raciocínio clínico em Fonoaudiologia; incentivo ao
compromisso com a formação; promoção do intercâmbio de experiência entre os diferentes campos
específicos respeitando os respectivos eixos temáticos dos semestres.

Objetivo Geral

Aprimorar o conhecimento acerca das atribuições e atuações do fonoaudiólogo nas instituições


educacionais de ensino regular e especial.

Objetivos Específicos
- Conhecer a história da fonoaudiologia educacional;
- Conhecer as atribuições do fonoaudiólogo nas instituições de ensino regular e especial;
- Descrever as patologias de aprendizagem e as possibilidades de intervenção terapêutica;
- Desenvolver estratégias de intervenção em fonoaudiologia educacional para a equipe escolar;
- Desenvolver estratégias de intervenção fonoaudiológica para os discentes e responsáveis;
- Visitar instituições de ensino regular e especial.
Perfil do Egresso do Curso

O egresso do Curso de Fonoaudiologia do IELUSC será um profissional apto a atuar na


prevenção, avaliação, diagnóstico, tratamento e aperfeiçoamento das questões
relacionadas à comunicação humana a partir de conhecimento técnico, teórico-prático e
prático de qualidade e baseado na ética profissional. Um fonoaudiólogo com formação
pluralista, capaz de analisar criticamente as diferentes situações e a partir disso, realizar as
condutas com base no saber fonoaudiológico. Ainda, capaz de atuar na promoção da saúde
e na clínica-terapêutica desde o nascimento até o envelhecimento, seja individualmente ou
em equipes, comprometido com a sociedade.

Metodologia

As aulas serão expositivas, dialogadas com apoio de recursos audiovisuais (apresentação de slides,
vídeos, utilização do quadro).

Palestras ministrados por Fonoaudiólogos convidados sobre sua experiência da atuação profissional.

Utilização e vivência das técnicas de entrevista.

Realização trabalhos de pesquisa bibliográfica individual ou em grupo como objetivo de aproximar


o acadêmico da busca pelo conhecimento em materiais disponíveis na biblioteca, base de dados de
revistas científicas, sites relacionados a profissão.

Apresentação de Seminários individuais ou em grupos para discussão das patologias de


aprendizagem da língua escrita.

Elaboração de propostas para intervenção no ensino regular ou especial para patologias de


aprendizagem da língua escrita tendo como foco a intervenção junto ao aluno e junto ao professor.

Visita de unidades escolares visando o estudo de seus documentos norteadores: PPP e Regimento
Escolar.

a) Habilidades e Competências (Competência, habilidades, conhecimento


baseado no aluno)

I - compreender e analisar criticamente os sistemas teóricos e conceituais envolvidos


campo fonoaudiológico, que abrange o estudo da motricidade oral, voz, fala, linguagem oral
e escrita e da audição, e os métodos clínicos utilizados para prevenir, avaliar, diagnosticar
e tratar os distúrbios da linguagem (oral e escrita), audição, voz e sistema sensório motor
oral;
II - compreender a constituição do humano, as relações sociais, o psiquismo, a
linguagem, a aprendizagem. O estudo deste processo como condição para a compreensão
da gênese e da evolução das alterações fonoaudiológicas;
III - apreender as dimensões e processos fonoaudiológicos em sua amplitude e
complexidade;
IV - avaliar, diagnosticar, prevenir e tratar os distúrbios pertinentes ao campo
fonoaudiológico em toda extensão e complexidade;
V - apreender e elaborar criticamente o amplo leque de questões clínicas, científico-
filosóficas, éticas, políticas, sociais e culturais implicadas na atuação profissional do
Fonoaudiólogo, capacitando-se para realizar intervenções apropriadas às diferentes
demandas sociais;
VI - possuir uma formação científica, generalista, que permita dominar e integrar os
conhecimentos, atitudes e informações necessários aos vários tipos de atuação em
Fonoaudiologia;
VII - reconhecer a saúde como direito e atuar de forma a garantir a integralidade da
assistência entendida como conjunto articulado e contínuo de ações e serviços preventivos
e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de
complexidade do sistema;
VIII - desenvolver, participar e/ou analisar projetos de atuação profissional
disciplinares, multidisciplinares, interdisciplinares e transdisciplinares;
IX - possuir recursos científicos, teórico-práticos e éticos que permitam a atuação
profissional e reavaliação de condutas;
X - conquistar autonomia pessoal e intelectual necessárias para empreender
contínua formação profissional;
XI - situar a Fonoaudiologia em relação às outras áreas do saber que compõem e
compartilham sua formação e atuação;
XII - observar, descrever e interpretar de modo fundamentado e crítico as situações
da realidade que concernem ao seu universo profissional;
XIII - pensar sua profissão e atuação de forma articulada ao contexto social,
entendendo-a como uma forma de participação e contribuição social;
XIV - conhecer métodos e técnicas de investigação e elaboração de trabalhos
acadêmicos e científicos;
XV - utilizar, acompanhar e incorporar inovações técnico-científicas no campo
fonoaudiológico.

Conteúdo Programático

História da fonoaudiologia educacional.


- Atribuições do Fonoaudiólogo em Instituições de Ensino regular e especial de acordo
com a normatização atualizada pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia.
- Atribuições do fonoaudiólogo junto a: equipe-técnico-administrativa e equipe de apoio;
docentes, discentes e responsáveis.
- Atuação no planejamento didático.
- O papel do consultor, assessor.
- Estratégias de intervenção em fonoaudiologia educacional atentando para a atenção
primária, secundária à saúde e os princípios básicos da educação e promoção da saúde
da comunicação humana do escolar.
- Projeto de implantação do Serviço de fonoaudiologia educacional em instituição
educacional regular e especial.

1. História da Fonoaudiologia Educacional.


2. A prática do Fonoaudiólogo Escolar

2.1 Atribuições do Fonoaudiólogo junto a equipe técnico-administrativa, docentes, discentes,


pois ou responsáveis.
2.2 Atuação do Fonoaudiólogo na construção dos documentos norteadores do funcionamento
escolar e no planejamento didático.
3 Estratégias de intervenção em fonoaudiologia educacional

Diagnóstico em Fonoaudiologia
Prevenção em Fonoaudiologia
Tratamento em Fonoaudiologia
Entrevista, triagem, anamnese, avaliação
Orientação para os professores

4 Aprendizagem da língua escrita


- Caracterização do PB
- Métodos de alfabetização
- Os erros na aprendizagem da escrita
- Rotas da leitura

5 Patologias da língua escrita


- Dislexia, disortografia, disgrafia e discalculia – avaliação em âmbito escolar.

Cronograma das Aulas


Sema
CRONOGRAMA DAS AULAS TEÓRICAS DO 2º semestre
na (2 DATAS MÊS
de 2018
aulas)
Apresentação da professora e da disciplina.
1 26 Julho
Apresentação do PCC
2 02 Agosto Desenvolvimento cognitivo.
Agosto
3 09 Desenvolvimento perceptual.
Agosto
4 16 Desenvolvimento da memória.
Agosto
5 23 Percepção e modos de aprendizagem
30 Agosto
6 Alfabetização e letramento
Setembro
7 06 Métodos de alfabetização.
8 13 Setembro Métodos de alfabetização
Setembro
9 20 Avaliação escrita.
Aprendizagem da leitura
Setembro
10 27 Etapas da leitura
Processamento cerebral
A aprendizagem da escrita
11 4 Outubro
Processamento cerebral da escrita
Características da escrita do PB
12 11 Outubro
Os erros na aprendizagem da escrita
Aprendizado da Matemática
13 18 Outubro
Organização do pensamento abstrato.
14 25 Outubro As patologias da língua escrita:
Caracterização de patologias da escrita.
Organização de Seminários.
15 1 Outubro Dislexia: conceitos e sintomas
16 08 Novembro 3ª SEMANA ACADÊMICA DO CURSO
Disortografia: Conceito e sintomas.
15 Novembro
Discalculia: Conceito e sintomas
17 22 Novembro Disgrafia: conceito e sintomas.
Avaliação da língua escrita:
PROLEC-Provas de Avaliação dos processos de leitura.
CONFIAS- Consciência Fonológica Instrumento de
18 29 Novembro Avaliação Sequencial
PROTOCOLO PARA CÁLCULO E RACIOCÍNIO
MATEMÁTICO
Adaptado de Boller e Faglione por Bastos J.A., 2005.
19 06 Dezembro Avaliação escrita
Término do semestre
20 13 Dezembro
Tratamento das patologias da língua escrita.

obs: Este plano de ensino é flexível e o cronograma poderá sofrer alterações quanto às datas de
conteúdo a ser em desenvolvidos ao longo do semestre, sem avisos prévios.

Avaliação

A avaliação do acadêmico será contínua e processual e, se dará mediante a somatória de


diferentes atividades, que constituirão a nota final.

Habilidades atitudinais e comportamentais:

 Atenção e aquisição das informações construídas em sala.


 Participação das aulas dialogadas e nos trabalhos coletivos.
 Qualidade formal e de conteúdo na produção textos construídos e na apresentação
de trabalhos.
 Responsabilidade na entrega dos trabalhos e respeito dos prazos

Instrumentos avaliativos

Prova Escrita – 4 (duas por professora)


Atividades individuais ou em equipe a partir de leituras e discussões em sala de aula
Apresentação de seminários

Observações Importantes:

Prova de segunda chamada: Terá direito a realizar 2ª chamada de prova, apenas o aluno que tiver
o requerimento devidamente deferido. A prova de 2a chamada será realizada ao final de cada
bimestre de forma teórica (RESOLUÇÃO CES Nº 07/2012)
A presença em sala de aula de no mínimo 75% da carga prevista para a disciplina faz parte do critério
de aprovação. Vide RESOLUÇÃO CES Nº 13/2012 que rege sobre faltas justificadas

Bibliografia Básica
FILHO, O.L.; CAMPIOTTO A.R.; LEVY C.C.A.C.; REDONDO, M.C.; ANELLI, W. Novo Tratado de
Fonoaudiologia. São Paulo: Editora Manole, 2013.
Código de Ética do Fonoaudiólogo (Aprovado pela Resolução 138/95, do Conselho Federal de
Fonoaudiologia, e publicado no DOU de 21.12.95).
FERIGOTTI, A.C.M.; O fonoaudiólogo e questões éticas na prática profissional. Rio de Janeiro: Editora
Anablume, 2001.

Bibliografia Complementar
MARCOLINO, J.; ZABOROSKI. A.P.; OLIVEIRA, J.P. Perspectivas Atuais em Fonoaudiologia. São Paulo:
Editora Pulso, 2010.
CÉSAR C.P.H.R.; CALHETA P.P. Assessoria e fonoaudiologia - perspectivas de ação. Rio de Janeiro:
Editora Revinter, 2004.
BERBERIAN, A.P.; Fonoaudiologia e Educação: Um encontro histórico. São Paulo: Editora Plexus,
2007.
JARDILINO, J.R.L. Ética: subsídios para a formação de profissionais na área da saúde. São Paulo:
Editora Pancast, 1998.

Material de Apoio

aula mês dia CONTEÚDO


1 07 28 Apresentação do Conteúdo do Plano de Componente Curricular
2 08 04 Ética, valor e moral: Conceitos e correlação com a prática profissional.
3 08 11 Palestra: Atuação fonoaudiológica no ronco e apnéia
4 08 18 Ética em Fonoaudiologia: Estudo do código de ética
5 08 25 Bioética: Pesquisa em fonoaudiologia, CONEP
6 09 01 Palestra com psicóloga/psicanalista Fernanda Adami
7 09 15 II Fórum de atualidades em Fonoaudiologia
8 09 22 Prova teórica
9 09 27 Apresentação de trabalho
10 09 29 Apresentação de trabalho

2 BIMESTRE
11 10 06 História da Fonoaudiológia: Legislação referente ao exercício
profissional do fonoaudiólogo
12 10 20 Palestra: Fonoaudiologia no âmbito do SUS
13 10 27 Biossegurança: condutas para o controle de infecções na prática
fonoaudiológica
14 11 3 Trabalho Fonoaudiológico: Diagnóstico, prevenção, tratamento.
15 11 10 II Semana Acadêmica de Fonoaudiologia
16 11 17 Trabalho Fonoaudiológico: Triagem, anamnese, avaliação.
17 11 24 Prova teórica
18 12 01 Palestra: O que o médico espera que o fonoaudiólogo saiba - Dr
Helbert do Nascimento Lima - 20h:40
19 12 08
20 12 15 Encerramento da Disciplina, Entrega das notas e trabalhos