You are on page 1of 9

Caros alunos

,

O presente trabalho teve por objeto sistematizar o Regimento do Senado em mapas mentais, de
modo a facilitar a organização mental do conteúdo e, consequentemente, a sua memorização.

Para melhor entender a importância desses mapas, temos que dar um passo atrás e falar um
pouco sobre o processo de estudo para concursos.

Esse processo, que todo futuro servidor público acaba percorrendo, pode ser estruturado em três
etapas:

1) aprendizado do conteúdo por meio da leitura da matéria e das aulas;

2) organização lógica e fixação do conteúdo por meio de revisão da matéria; e

3) aplicação do conteúdo por meio da resolução de exercícios e provas de concursos anteriores.

Na primeira parte do processo, aprendizagem por meio de leitura e aulas, o aluno tem o
contato inicial com a matéria e busca, principalmente, a compreensão do conteúdo. Nessa etapa
é importante utilizar um bom material didático e buscar professores que tenham experiência,
com aprovação em bons concursos públicos.

Mas apenas compreender o conteúdo não basta. Temos que reter a informação! É nesse
contexto que se inserem os mapas mentais: auxiliando na organização lógica, fixação e
memorização do conteúdo por revisão do conhecimento adquirido.

Para melhor entendermos e fixarmos o que estamos estudando, é necessário que coloquemos o
conhecimento no local correto do nosso cérebro. Assim, sempre que estiver estudando algum
conteúdo, é necessário saber em qual parte do todo ele se encaixa. É como se, primeiramente,
sobrevoássemos de avião para ver o terreno em que vamos pisar. Uma vez visto o terreno de
cima, aí sim, pousamos e vamos ver as peculiaridades de cada parte dele. Para fazermos isso
de forma mais eficiente, os mapas mentais são fundamentais!

Além disso, o processo de fixação e retenção das informações ocorre também por repetição.
Lembre-se daquela frase que seu professor dizia quando você ainda era bem pequeno: a
repetição é a mãe do ensino. Pois é exatamente isso: quanto mais você rever o conteúdo, maior
será a sua fixação e, por consequência, a retenção das informações.

Ademais, o cérebro se comporta da mesma forma que os demais músculos do nosso corpo.
Quando você vai para a academia e o professor te ensina toda a teoria e como deve ser feita a
execução dos exercícios, seus músculos já estão mais fortes? É claro que não! Você deve
efetivamente realizar aquele movimento várias e várias vezes, para, só assim,
aumentar gradativamente a massa muscular. Da mesma forma é nosso cérebro: para
criarmos e fortalecermos uma rede neural, devemos rever e revisar o conteúdo várias
vezes. Assim, estaremos “malhando nosso cérebro” e fortalecendo as sinapses cerebrais que
formam nosso conhecimento.

A terceira parte do processo, aplicação por resolução de exercícios e provas, tem por objetivo,
além da fixação do conteúdo, proporcionar ao aluno a mensuração do nível de aprendizagem da
matéria. Ela será o seu indicador, mostrando o quanto você domina o conteúdo e o quanto ainda
tem que revê-lo. Nessa etapa é indicado que o aluno reveja provas de concursos anteriores de
bancas como Cespe, Esaf, FCC, dentre outras.

Ressalte-se que essas três etapas não são estanques e devem ser realizadas concomitantemente
e de forma contínua. Isso quer dizer que você não deve esperar esgotar todo o conteúdo de uma
disciplina para começar a revisá-la ou fazer exercícios. Para melhorar seu desempenho, finalizada
parte de aprendizado do conteúdo, como um capítulo por exemplo, você deve resolver exercícios
www.pontodosconcursos.com.br

Assim. É pela convicção da eficácia desses mapas. destacamos a possibilidade de organizar todo o conteúdo das disciplinas de forma estruturada. buscando reforçar a memória associativa. que é bastante trabalhosa. Com os mapas. seu estudo será composto de leitura de novos conteúdos. o uso dos mapas mentais faz com que utilizemos os dois hemisférios do nosso cérebro. algo muito cobrado em provas de concursos. mas também. e possibilita o encadeamento e a associação de ideias. Esse instrumento resume o conteúdo de forma visual e organizada. partindo da visão geral para os detalhes. pois permitirá rever todo o conteúdo do edital em apenas alguns dias. continuamente. Além disso. revisão dos conteúdos já vistos e resolução de exercícios. dos títulos para os subtítulos. fundamentada na vivência que tivemos. como as partes que cuidam de nossa memória espacial. O mapa proporciona ainda uma comparação entre as características das espécies de mesmo gênero. você poderá revisar toda a disciplina num período muito mais curto do que se você fosse revisá-la em um livro ou mesmo em seu caderno! Tal possibilidade é essencial para as últimas semanas que antecedem a prova. inclusive partes dele que não costumamos usar com frequência nos estudos. partindo do gênero para as espécies. Os mapas mentais no contexto da revisão É no contexto da etapa de fixação do conteúdo. que está inserido o mapa mental. Por fim. você obtém a visão global da matéria. EXTREMAMENTE GRATIFICANTE! Um grande abraço e bons estudos! Frederico Lima e Marcelo Leite www. Isso faz com que as já mencionadas sinapses cerebrais sejam ainda mais fortalecidas e sua capacidade de absorção seja multiplicada! Dentre as vantagens que os mapas mentais proporcionam.e revisar. que nos envolvemos nesse projeto do Ponto dos Concursos. concurso bastante concorrido e desejado. Essa técnica certamente irá te auxiliar no processo de aprendizagem e obtenção da sua vaga.pontodosconcursos.br .com. por meio da revisão. Dessa forma. de modo a possibilitar a organização lógica das informações. Essa forma de esquematização possibilita realçar os conceitos principais da matéria e mostrar suas correlações com os demais conceitos. ao fim. criatividade e visual. ressaltamos que esse instrumento foi primordial para nossa aprovação no TCU. Desejamos a todos vocês MUITO SUCESSO nessa jornada de preparação para concurso público. Ele nada mais é do que uma forma de diagramar as sínteses do estudo.

também. em 2º lugar para analista de controle interno do Ministério Público da União. Foi também aprovado. nos concursos para analista e técnico de controle interno do Ministério Público Federal e técnico do Tribunal Regional Federal.br . Marcelo Leite é Auditor Federal de Controle Externo do Tribunal de Contas da União. Foi aprovado.pontodosconcursos.Apresentação dos autores Frederico Lima é Auditor Federal de Controle Externo do Tribunal de Contas da União. em Ciência da Computação pela Universidade de Brasília e pós- graduado em Auditoria e Controle da Gestão Governamental. dentre outros. É formado em Ciências Econômicas pela Universidade de Brasília e em Direito pelo UniCeub.com. formado em Direito pelo UniCeub. www. aprovado em 2007.

pontodosconcursos.Regimento Interno do Senado Federal em Mapas Mentais Por: Frederico Lima Marcelo Leite www.com.br .

................................ 36 8........................................................................................ CPIs......... Requerimentos Específicos............................... Apreciação...3................................................... 15 6.... 23 6........................................... 66 16.......................................... Projetos de Lei de Consolidação................................................... 54 9................... 67 www.................. 65 15........................................................................... 25 6.....7...........................................................................................10........... Autoria....................................3..... 43 8. Blocos Parlamentares...........................................................4......................................... Visão Geral................ Apoiamento e Publicação.. Documentos Recebidos..... Uso da Palavra................................................................................... 57 10................. Sobrestamento........... 42 8........... Sessões........................... 14 6.................. Suspensão das Imunidades e Convocação de Suplentes............. 53 8.......................... Urgência........................ Convocação e do Comparecimento de Ministro de Estado................................. Proposições de Legislaturas Anteriores............ Funcionamento......... Redação Final e Autógrafos..........................................1... 27 6.............. 39 8............................................................................ 28 7.....................9........... Princípios Gerais do Processo Legislativo........ 44 8...............................2............................ 13 5................. Leitura........................1................. 51 8...........................12.................. Numeração.............. Atribuições Privativas....com.....................14.................................... Assentamentos.... 6 2.................... Composição e Organização..................2........7..................................... 5 2......... Direção e Competências..... 26 6............4...................................8........6...... 29 8............ 10 3.................................................................... 52 8..... 38 8........... Espécies........................................... Extravio......................................... Organização dos Processos................................ 4 2......................4.................... 5 2....................... 36 8............. Tramitação........................ 11 4..................................br .............. Mesa....... 9 2..................... 44 8....... Maioria................................................................................9...........5.....3. 7 2........................................................ Alteração ou Reforma do Regimento Interno.....................................pontodosconcursos........6...............13...............8...................................... Posse e Exercício....................... Apresentação.......................................... Suplência.. 3 1........................... Proposições Sujeitas a Disposições Especiais................................... Proposições............. Questão de Ordem................. 15 6.......5.................................. Minoria e Lideranças...................................................... 17 6............................................... 40 8......................... Medidas Disciplinares e Ausência...................... Representação Externa.................... Prazos e Emendas..... 37 8............................................................ Senadores............................................................................. Relatores e Relatórios. Sinposes e Resenhas...................................... 60 11. Vagas. Correção de Erro............................ Pareceres......... 63 13........... SUMÁRIO Visão Geral......... Fluxogramas................................ 41 8.... 18 6............... 64 14...... Prejudicialidade.......................2............................. Retirada e Tramitação em Conjunto.............. Licença.............1................................. Remuneração.................................................................... Reuniões..........11....... 16 6........ Comissões.............................. 62 12.........5............

pontodosconcursos.6­2*(5$/ 6HGH 6HVV}HV/HJLVODWLYDV )XQFLRQDPHQWR 9LVmR*HUDO 5HXQL}HV3UHSDUDWyULDV 3URMHWRVGH/HLGH&RQVROLGDomR 5HTXHULPHQWRV(VSHFtILFRV $SUHVHQWDomR /HLWXUD$XWRULD1XPHUDomR $SRLDPHQWRH3XEOLFDomR 3RVVHH([HUFtFLR 7UDPLWDomR $VVHQWDPHQWRV 5HWLUDGDH7UDPLWDomRHP&RQMXQWR 5HPXQHUDomR/LFHQoD 3URSRVLo}HV 6XVSHQVmRGDV.0(172 5HJUDV*HUDLV $WULEXLo}HV3UHYLVWDVQRV .QWHUQDFLRQDLV (VSHFLDLV %ORFRV3DUODPHQWDUHV %ORFRV3DUODPHQWDUHV 0DLRULDH0LQRULD 0DLRULD0LQRULDH/LGHUDQoDV /LGHUDQoDV )XQFLRQDPHQWRFRPRÏUJmR-XGLFLiULR (VFROKDGH$XWRULGDGHV 6XVSHQVmRGD([HFXomRGH /HL.QWHUQR &3.Regimento do Senado em Mapas Mentais 9.17(512'2 &RPSRVLomR $UWVHGD&) 6(1$'2 5HSUHVHQWDomR([WHUQD $YRFDomRSHOR3UHVLGHQWH )('(5$/ +LSyWHVHVGH &RPSDUHFLPHQWR (VSpFLHV 5HJUDV*HUDLV &RQYRFDomRH &RPSRVLomRH2UJDQL]DomR &RPSDUHFLPHQWRGH 1mRFRPSDUHFLPHQWRGR0LQLVWURGH(VWDGR 6XSOrQFLD 0LQLVWURGH(VWDGR 'LUHomRH&RPSHWrQFLDV 5HXQL}HV &RPLVV}HV 3UD]RVH(PHQGDV 5HODWRUHVH5HODWyULRV 3DUHFHUHV $OWHUDomRRX5HIRUPDGR5HJLPHQWR. Frederico Lima Prof.com. Marcelo Leite www.QFRQVWLWXFLRQDO $WULEXLo}HV3ULYDWLYDV 5(*.br 3 .V 5HJUDV*HUDLV (VSpFLHV 5HFXUVRGH'HFLVmRGR3UHVLGHQWH 4XHVWmRGH2UGHP $EHUWXUDH'XUDomR 1mR3RVVXL(IHLWR9LQFXODQWH $6HVVmR1mRVH5HDOL]DUi 3HUtRGRGR([SHGLHQWH 2UGHPGR'LD $SyVD2UGHPGR'LD 7pUPLQRGD6HVVmR 'RFXPHQWRV5HFHELGRV 3URUURJDomR 6HVV}HV $VVLVWrQFLD 'LYXOJDomR 6HVVmR'HOLEHUDWLYD([WUDRUGLQiULD 6HVVmR6HFUHWD 3ULQFtSLRV*HUDLVGR3URFHVVR/HJLVODWLYR 6HVVmR(VSHFLDO $WDV $QDLV Prof.PXQLGDGHVH 2UJDQL]DomRGRV3URFHVVRV &RQYRFDomRGH6XSOHQWHV ([WUDYLR6LQRSVHVH5HVHQKDV 6HQDGRUHV 8VRGD3DODYUD $SUHFLDomR 0HGLGDV'LVFLSOLQDUHVH$XVrQFLD 5HGDomR)LQDOH$XWyJUDIRV 9DJDV &RUUHomRGH(UUR 3URSRVLo}HVGH/HJLVODWXUDV$QWHULRUHV 8UJrQFLD &RPSRVLomR $WULEXLo}HV 0HVD (OHLomRGRV0HPEURV 3URSRVWDGH(PHQGDj&RQVWLWXLomR 3URMHWRVGH&yGLJR 3URSRVLo}HV 6XMHLWDVD 3URMHWRVFRP7UDPLWDomR8UJHQWH 'LVSRVLo}HV 3URMHWRV5HIHUHQWHVD$WRV.

Regimento do Senado em Mapas Mentais )81&.21$0(172 3DOiFLRGR&RQJUHVVR1DFLRQDOHP%UDVtOLD 3RGHUiUHXQLUVHHYHQWXDOPHQWHHPORFDOGLVWLQWR *XHUUD 6HGH 3RUGHWHUPLQDomRGD0HVD DUHTXHULPHQWR &RPRomRLQWHVWLQD GD PDLRULD GRV6HQDGRUHVHPFDVRGH &DODPLGDGHS~EOLFD 2FRUUrQFLDTXHLPSRVVLELOLWHRVHX IXQFLRQDPHQWRQDVHGH GHIHYHUHLUR D GHMXOKR D.

2UGLQiULDV žGHDJRVWR D GHGH]HPEUR 6HVV}HV /HJLVODWLYDV 4XDQGRFRQYRFDGRH[WUDRUGLQDULDPHQWHR &RQJUHVVR1DFLRQDO E.

Frederico Lima Prof. Marcelo Leite www.([WUDRUGLQiULDV 2EV1RV GLDV DQWHULRUHVjV HOHLo}HVJHUDLVR6HQDGRREVHUYDUiR5HJLPHQWR&RPXP 3UHFHGHUmRD  HD VHVV}HV OHJLVODWLYDVRUGLQiULDV Quorum PtQLPR  GDFRPSRVLomRGR6HQDGR 5HJUDVJHUDLV )XQFLRQDPHQWR 7HPLQtFLRHP KRUiULRIL[DGRSHOD3UHVLGrQFLD 0HVDDQWHULRU GHODH[FOXtGRVQRLQtFLRGHOHJLVODWXUDDTXHOHV FXMRVPDQGDWRVFRPHODKRXYHUHPWHUPLQDGRDLQGDTXHUHHOHLWRV 0DLV LGRVR GHQWUHRVSUHVHQWHV DVVXPLUiD3UHVLGrQFLD 'LUHomRGRVWUDEDOKRV 2EV1D IDOWD GRVPHPEURV &RQYLGDUiSDUDRVOXJDUHVGH GD0HVDDQWHULRU 6HFUHWiULRV6HQDGRUHVGRV SDUWLGRVPDLVQXPHURVRV 5HJUDJHUDO 1mRVHUiOtFLWRRXVRGDSDODYUD 5HXQL}HV 8VRGDSDODYUD ([FHomR 'HFODUDomRSHUWLQHQWHjPDWpULDWUDWDGD 3UHSDUDWyULDV 1RLQtFLRGHOHJLVODWXUDDSDUWLUGRGLDžGHIHYHUHLUR 'DWDGD UHXQLmR SUHSDUDWyULD 1DVHVVmROHJLVODWLYDRUGLQiULDQRGLDžGHIHYHUHLUR 6HQDGRUHVHOHLWRVSUHVWDUmR  5HXQLmRSUHSDUDWyULD RFRPSURPLVVRUHJLPHQWDO  5HXQLmRSUHSDUDWyULD (OHLomRGR3UHVLGHQWH 1R LQtFLR GD OHJLVODWXUD 2EMHWRGDV (OHLomRGRVGHPDLV UHXQL}HV  UHXQLmRSUHSDUDWyULD PHPEURVGDPHVD  UHXQLmRSUHSDUDWyULD (OHLomRGR3UHVLGHQWH 1D VHVVmR OHJLVODWLYD (OHLomRGRVGHPDLV RUGLQiULD  UHXQLmRSUHSDUDWyULD PHPEURVGDPHVD Prof.com.pontodosconcursos.br 4 .

2 $WRS~EOLFR SRUPHLRGRTXDOR6HQDGRUVHLQYHVWH QRPDQGDWR D.Regimento do Senado em Mapas Mentais 6(1$'25(63266(((.(5&Ë&.

5HXQLmRSUHSDUDWyULD 5HDOL]DVH SHUDQWHR6HQDGR GXUDQWH E.

6HVVmRGHOLEHUDWLYD 5HJUDVJHUDLV F.

6HVVmRQmRGHOLEHUDWLYD 3UHFHGLGDGD DSUHVHQWDomRj 0HVD GR GLSORPD H[SHGLGRSHOD -XVWLoD(OHLWRUDO 3UHVLGHQWHGHVLJQD  6HQDGRUHVSDUDUHFHEHURGLSORPDGR L 'XUDQWHDV 6HQDGRUHVRLQWURGX]HPDRSOHQiULRHRFRQGX]HPDWpD0HVD VHVV}HV OHJLVODWLYDV (VWDQGRWRGRVGHSpSUHVWDRFRPSURPLVVR 3URFHGLPHQWR 5HDOL]DVHSHUDQWHR 3UHVLGHQWH HP VROHQLGDGH S~EOLFDHPVHXJDELQHWH LL 'XUDQWHRUHFHVVR &RQWDGRVGDLQVWDODomRGDVHVVmR OHJLVODWLYDRXVHHOHLWRGXUDQWH GLDV  SURUURJiYHOSRUPDLV GLDV HVWDFRQWDGRVGDGLSORPDomR L6HQDGRU SRUPRWLYRMXVWLILFDGR 3RVVH )LQGRRSUD]R VHR6HQDGRU QmRWRPDUSRVVH QHPUHTXHUHUVXDSURUURJDomRFRQVLGHUDUVHi FRPRWHQGR UHQXQFLDGR DRPDQGDWR &RQYRFDVHR ž6XSOHQWH 3UD]R (PFDVRGH YDJD RX DIDVWDPHQWR SDUD D.

GLDV SURUURJiYHO H[HUFtFLRGHFDUJR DUW.

LL ž 6XSOHQWH SRUPDLV GLDV (PFDVRGH6HQDGRU OLFHQFLDGR E.

br 5 .pontodosconcursos. Marcelo Leite www.GLDV LPSURUURJiYHLV LLL ž 6XSOHQWH GLDV LPSURUURJiYHLV 2EV6HR UHTXHULPHQWRGHSURUURJDomRGHSUD]R QmRIRUYRWDGRQR SUD]R FRQVLGHUDVHFRQFHGLGDDSURUURJDomR 'RQRPHSDUODPHQWDUQmR 6HQDGRUHV FRQVWDUmRPDLVGH SDODYUDV 6HQDGRURX6XSOHQWHFRQYRFDGR FRPXQLFDUij0HVDSRUHVFULWR QmRFRPSXWDGDVQHVVHQ~PHUR R QRPHSDUODPHQWDUHDVXD ILOLDomRSDUWLGiULD DVSUHSRVLo}HV 6HQDGRUGHYHDSUHVHQWDUVHQRHGLItFLR WRPDUSDUWHQDVVHVV}HVGR3OHQiULR GR6HQDGRjKRUDUHJLPHQWDOSDUD SDUWLFLSDUGHUHXQLmRGDFRPLVVmR 5HJUDVJHUDLV GHTXHVHMDPHPEUR 2IHUHFHUSURSRVLo}HVGLVFXWLUYRWDUHVHUYRWDGR 6ROLFLWDULQIRUPDo}HVjVDXWRULGDGHV VREUHIDWRVUHODWLYRVDRVHUYLoR &DEHDRV6HQDGRUHV S~EOLFRRX~WHLVjHODERUDomROHJLVODWLYD 8VDUGDSDODYUD REVHUYDGDVDVGLVSRVLo}HVGR5HJLPHQWR ([DPLQDUTXDLVTXHUGRFXPHQWRVH[LVWHQWHVQR$UTXLYR 5HTXLVLWDUGDDXWRULGDGHFRPSHWHQWH SURYLGrQFLDVSDUD JDUDQWLDGDVVXDV 'LUHWDPHQWH LPXQLGDGHV HLQIRUPDo}HVSDUDVXDGHIHVD 3RULQWHUPpGLRGD0HVD 3RGHUHTXLVLWiORVSDUDFRQVXOWD ([HUFtFLR IRUDGDVGHSHQGrQFLDVGR6HQDGR GHVGHTXHQmRVHWUDWHGHREUDV )UHTXHQWDUD%LEOLRWHFDHXWLOL]DURV UDUDVDVVLPFODVVLILFDGDVSHOD VHXVOLYURVHSXEOLFDo}HV &RPLVVmR'LUHWRUD eIDFXOWDGRDR 6HQDGRUXPDYH] )UHTXHQWDURHGLItFLRGR .com.QJUHVVRHPORFDLV SULYDWLYRVGRV6HQDGRUHV 8WLOL]DUVHGRVGLYHUVRVVHUYLoRVGR6HQDGRGHVGHTXHSDUDILQV UHODFLRQDGRVFRPDVVXDVIXQo}HV 5HFHEHUHPVXDUHVLGrQFLDR'6)R'28HR'&1 2EV2 6HQDGRU VXEVWLWXtGR SHOR6XSOHQWH FRQWLQXDUiFRPRVGLUHLWRV SUHYLVWRVQHVWHDUWLJR Prof. Frederico Lima Prof.QJUHVVRQRSOHQiULR HPSRVVDGR 6HQDGRHDVUHVSHFWLYDV 9HGDVH DR GXUDQWHDVVHVV}HV GHSHQGrQFLDV VyRX DFRPSDQKDGR DFRPSDQKDQWH .

Regimento do Senado em Mapas Mentais 6(1$'25(6 1RPH 1RPHSDUODPHQWDU 5HVSHFWLYDUXEULFD )LOLDomRSDUWLGiULD 26HQDGRURX6XSOHQWH SRURFDVLmRGD SRVVH  .GDGH LQVFUHYHUiHP OLYURHVSHFtILFR GH SUySULRSXQKR (VWDGRFLYLO $VVHQWDPHQWRV 2XWUDVGHFODUDo}HVTXHMXOJXHFRQYHQLHQWHID]HU &RPEDVHQHVVHVGDGRVR 3ULPHLUR6HFUHWiULR H[SHGLUiDV UHVSHFWLYDV FDUWHLUDVGHLGHQWLGDGH 'LSORPDGR DQWHV GDLQVWDODomR GD $SDUWLUGR LQtFLRGDOHJLVODWXUD SULPHLUDVHVVmROHJLVODWLYDRUGLQiULD $SDUWLUGD H[SHGLomRGRGLSORPD 'LSORPDGR SRVWHULRUPHQWH jLQVWDODomR $SDUWLUGD SRVVH 6XSOHQWH HPH[HUFtFLR D.

/LFHQoD 'HYHUiVHU DXWRUL]DGD PHGLDQWH E.

6HQDGRUFXMRQRPH VHUYLoRGD&DVD QmRFRQVWHGDOLVWDGH FRPSDUHFLPHQWR VDOYR F.5HSUHVHQWDomRD GHOLEHUDomRGR 3OHQiULR VH 5HPXQDUHomR KRXYHU {QXV SDUDR6HQDGR .

.0LVVmRSROtWLFDRX 'HYHUiVHU DXWRUL]DGD PHGLDQWH $XVrQFLD GHOLEHUDomRGR 3OHQiULR VH FXOWXUDOGHLQWHUHVVH SDUODPHQWDU KRXYHU {QXV SDUDR6HQDGR 6DOYR VHHPREVWUXomRGHFODUDGDSRU .pontodosconcursos..3RU PRWLYRGHGRHQoDFDVRLPSRVVLELOLWDGRGH FRPSDUHFHUjVVHVV}HVGR6HQDGR +LSyWHVHV .com.GD&RQVWLWXLomR 76(HD DSXUDomR GRUHVSHFWLYRSOHLWR (PFDVRVGH DWRVSUDWLFDGRV IRUDGR&RQJUHVVR (PUHJUDDV LPXQLGDGHVGRV6HQDGRUHV 1DFLRQDO  LQFRPSDWtYHLV FRPDH[HFXomRGDPHGLGD VXEVLVWLUmRGXUDQWHR HVWDGRGHVtWLR Vy SRGHQGRVHU VXVSHQVDV 0HGLDQWHYRWRGH  GRVPHPEURVGD&DVD 6XVSHQVmRGDV LPXQLGDGHV . Marcelo Leite www..br 6 ..6HQDGRUTXH HPERUDFRQVWHGDOLVWD OtGHUSDUWLGiULRRXGHEORFRSDUODPHQWDU GHSUHVHQoD GDVVHVV}HVGHOLEHUDWLYDV GHL[HGHFRPSDUHFHUjVYRWDo}HV 2EV1DKLSyWHVHGHDIDVWDPHQWRGRDUW. &RQYRFDomRGH VXSOHQWH .3DUDWUDWDUGH LQWHUHVVHVSDUWLFXODUHV GHVGHTXH QmR XOWUDSDVVH GLDV SRUVHVVmROHJLVODWLYD 5HJUDVJHUDLV 6HUiGHFLGLGDSHOD 0HVD FRPUHFXUVRDR3OHQiULR 6HKRXYHUVLGRFRQYRFDGR6XSOHQWHD 6HQDGRUSRGH GHVLVWLU DTXDOTXHUWHPSRGH GHVLVWrQFLDVRPHQWHSRGHUiRFRUUHUXPD OLFHQoDTXHOKHWHQKDVLGRFRQFHGLGD YH]GHFRUULGRSUD]RVXSHULRUDGLDV 6HQDGRU GLDV 6HQDGRUDJHVWDQWH GLDV /LFHQoD 3UD]RV GLDV  FULDQoD DWpDQR 6HQDGRUD TXH DGRWDU RXREWLYHU JXDUGDMXGLFLDO GHFULDQoD GLDV  FULDQoDFRP PDLVGHDWpDQRV GLDV  FULDQoDFRPPDLVGHDWpRLWRDQRV 2 QmRFRPSDUHFLPHQWRGR6HQDGRU &RQVLGHUDUVHiFRPR OLFHQoDFRQFHGLGD WHPSRUDULDPHQWHSULYDGRGDOLEHUGDGH HPYLUWXGH SDUDRVHIHLWRVGRDUW.. R6HQDGRU SRGHUiRSWDUSHODUHPXQHUDomRGRPDQGDWR 6HQDGRUHV .. /LFHQoD SRUSUD]RVXSHULRUDGLDV Prof. Frederico Lima Prof.GD&RQVWLWXLomR GH SURFHVVRFULPLQDO HPFXUVR $DXVrQFLDGH 6HQDGRU FDQGLGDWRj3UHVLGrQFLD RX9LFH3UHVLGrQFLDGD5HS~EOLFD QRSHUtRGR &RQVLGHUDUVHiFRPR OLFHQoDDXWRUL]DGD SDUD FRPSUHHQGLGRHQWUHRUHJLVWURGD FDQGLGDWXUD QR RVILQVGRGLVSRVWRQRDUW.... 9DJD 6HUiFRQYRFDGR VXSOHQWH QRVFDVRVGH . .QYHVWLGXUDQRVFDUJRVUHIHULGRVQRDUW...